Por Raphael Pires

Publicado em 24 de janeiro de 2020. | Atualizado em 18 de março de 2020


Colérico, melancólico, fleumático e sanguíneo: descubra por que o teste de temperamento é ideal para o seu progresso pessoal, na medida em que apresenta perfil, qualidades e pontos que precisam ser desenvolvidos. Além disso, é excelente para o ambiente corporativo, pois identifica as pessoas certas e indica a abordagem mais adequada para engajar, visando a melhores desempenhos.

ilustração sobre o teste de temperamento
Qual o seu temperamento e como isso afeta sua gestão?

Ter inteligência emocional não é mais uma habilidade e sim um requisito para os dias de hoje. Quando falamos de líderes e gestores, isso se torna ainda mais necessário. Talvez você não saiba, mas um teste de temperamento é excelente não só porque serve como uma ferramenta de autoconhecimento, mas também porque ajuda a se orientar e ter mais equilíbrio emocional, revendo e corrigindo posturas.

Assim como uma matriz Swot mostra forças, fraquezas, oportunidades e ameaças de uma empresa, com o teste de temperamento você tem um mapa para trabalhar seu desenvolvimento pessoal e profissional. Além disso, esse recurso é amplamente usado pelo setor de RH para entender o comportamento dos colaboradores e como trabalhar com cada tipo de personalidade de maneira eficiente.

Continue a leitura do artigo e veja como aplicar essa técnica para aprimorar suas qualidades e melhorar o relacionamento com a equipe.

Os links para o teste de temperamento estarão logo mais abaixo no texto!

O que é um teste de temperamento?

Alguma vez você já ouviu uma observação sobre irmãos (principalmente no caso de gêmeos) que, embora recebam a mesma educação, eles têm comportamentos completamente diferentes? De fato, o ambiente e a cultura nos modelam, porém existe algo bem individual que nos faz ser quem somos. O teste de temperamento diz sobre essa parte.

No ambiente corporativo isso é muito importante. Por exemplo, às vezes, um candidato até está de acordo com o fit cultural, mas seu temperamento mostra que ele não conseguirá uma boa produtividade em determinada função.

Apesar de ser bastante pertinente atualmente, vale lembrar que essa análise de temperamentos surgiu há mais tempo. Foram alguns séculos antes de Cristo, quando o filósofo grego Hipócrates — também conhecido como o pai da medicina — classificou 4 temperamentos distintos para explicar um pouco sobre a natureza humana:

  1. colérico;
  2. sanguíneo;
  3. melancólico;
  4. fleumático.

Isso fala da forma de agir, pensar e, até mesmo, se interessar pelo mundo. O temperamento vai mostrar possíveis habilidades, defeitos, características emocionais e de humor da pessoa.

Fazer assinatura do plano Free

Diferenças entre teste de personalidade e teste psicológico

Apesar de ambos os testes serem usados como ferramentas por psicólogos, a lei prevê que o teste de psicometria (outro nome para o teste psicológico) só pode ser aplicado por um profissional formado. Nele, além de entender o comportamento do paciente, o psicólogo também pode descobrir patologias como depressão ou estresse.

Já o teste de temperamento é um teste de personalidade, ou seja, é uma ferramenta que pode ser usada por outros profissionais, como terapeutas ou RH, para entender mais sobre os padrões comportamentais.

Quais são os 4 tipos de temperamento?

Desde que Hipócrates determinou os 4 tipos de temperamento na Grécia Antiga, eles são usados como forma de classificação.

Colérico

Famosos pelo comportamento mais explosivo, é determinado e corajoso e normalmente tem habilidade para coordenar pessoas, com facilidade para delegar funções. Uma pessoa com temperamento colérico costuma ser líder naturalmente. Ela é criativa, mas tende a ser impaciente e intolerante e ter uma visão mais egoísta. Seu maior desafio é conseguir entender outras perspectivas além da sua e aceitar diferentes possibilidades de caminho.

Sanguíneo

Extrovertido, falante e bem positivo, o sanguíneo gosta de se enturmar e costuma ter facilidade para fazer amigos. Criatividade é o que não falta para esse temperamento, que é um perfil muito presente na área de comunicação. Sempre envolvido em vários projetos ao mesmo tempo, a maior dificuldade é o foco, a organização e saber dosar a impulsividade.

Melancólico

Estudioso, profundo e introspectivo, uma pessoa de temperamento melancólico tem uma veia artística muito forte. Apesar da timidez, esse perfil costuma ser bem leal (a pessoas, organizações e ideais), extremamente dedicado, altruísta, sensível e organizado. O maior dilema para o melancólico está em aceitar mudanças e acreditar mais (nele mesmo e nos outros).

Fleumático

Calmo e com um perfil mais sonhador, o fleumático é mais racional. Apesar de ter flexibilidade, ele gosta de rotinas. Excelente para as áreas de atendimento e planejamento, esse temperamento guarda outra grande virtude, que é a habilidade diplomática. Sua maior dificuldade é conseguir tomar decisões e sair da inércia por conta própria, com ações proativas.

Por que esse teste de temperamento é importante?

O primeiro motivo para entender o teste de temperamento é o autoconhecimento. Talvez já tenha refletido sobre como você é, ou seja, como se vê e como os outros o veem. Ao ler as características de cada perfil, deve ter percebido que não existe certo ou errado. São características positivas e outras que requerem atenção para o desenvolvimento.

Além disso, esse teste é muito importante para a gestão de uma agência, pois:

  • aumenta as chances de contratar a pessoa certa, avaliando as competências necessárias e as habilidades do perfil;
  • direciona os talentos para os setores certos da agência, alcançando a maior produtividade dos colaboradores;
  • identifica e aproveita as lideranças a favor do crescimento da empresa;
  • facilita a forma de lidar com cada perfil, com uma comunicação mais clara e eficiente.

Como trabalhar qualidades e defeitos a partir do resultado?

Existem vários aspectos sobre um teste de temperamento que você deve considerar para tirar o maior proveito com os resultados. O principal deles é que existem várias combinações de temperamento e o aspecto humano é mais complexo que quatro respostas.

Outra questão é que descobrir o perfil não é uma sentença. Pelo contrário, para trabalhar a favor do seu desenvolvimento, você deve identificar os maiores desafios e superá-los. Esse é o trabalho da inteligência emocional, criando vantagens competitivas para o ambiente profissional.

Como descobrir o próprio temperamento?

Existem várias formas de descobrir qual é o perfil (ou perfis predominantes). Para tanto, você pode ler sobre cada um deles e fazer uma autoanálise realista, tentando descobrir o seu temperamento. Outra maneira de fazer isso é contando com um profissional (psicólogo ou não) que pode atender individualmente ou em grupo para encontrar o temperamento.

Além disso, é possível ter respostas sobre o temperamento fazendo testes online. Confira alguns abaixo:

Independentemente do resultado do seu teste de temperamento — ou de algum colaborador da sua agência —, é importante entender que isso não é uma sentença definitiva. Use essas informações como um norte para otimizar os resultados. Um fleumático pode se tornar destaque na área de criação, assim como um sanguíneo pode ter um excelente desempenho em planejamento e gestão.

Afinal, para qualquer trabalho, é necessário treinar habilidades. Aproveite a visita e leia também este outro artigo sobre como ser um bom gestor!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *