Por Gabriel Camargo

Redator freelancer da Rock Content.

Publicado em 13 de agosto de 2019. | Atualizado em 13 de março de 2020


O teste DISC é uma ferramenta que auxilia na compreensão dos diferentes padrões comportamentais dos indivíduos. A sigla DISC significa: Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade.

O trabalho de gestão de pessoas não é fácil, afinal, é preciso lidar com diferentes estilos, gerações e perfis dentro de uma mesma equipe e ainda conseguir tirar o máximo de cada profissional em busca das metas da empresa. A notícia boa é que existem algumas ferramentas que podem tornar essa tarefa mais eficiente, como o teste DISC.

A partir de uma avaliação baseada em quatro pilares, você consegue, por exemplo, identificar como determinado profissional pode se encaixar na sua equipe ou mesmo o que ele precisa fazer para ter uma produtividade maior. Na prática, é um método de valorização de colaboradores e, é claro, do próprio trabalho realizado pela sua equipe.

O que acha, então, de se aprofundar um pouco mais nesse assunto, conhecer o teste DISC e saber como trabalho com o perfil comportamental dos profissionais na sua equipe? A seguir, vamos abordar alguns tópicos que podem ser valiosos para essa tarefa:

Quer saber mais, certo? Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre esse conceito!

O que é o teste DISC?

O teste DISC é definido como uma ferramenta que possibilita a identificação do perfil dominante do indivíduo, sendo frequentemente utilizado no setor de Recursos Humanos para identificar as características dos colaboradores de uma empresa.

Ele é feito com base na teoria dos quatro comportamentos criada por Maston. Por conta disso, é composto por perguntas sobre as características pessoais, visando conduzir o resultado para uma das quatro matrizes apostadas pelo psicólogo: dominância, influência, estabilidade ou conformidade.

Basicamente, pode-se dizer que o teste é fundamentado em fatores psicológicos que ajudam a avaliar o comportamento do ser humano, levando em consideração os perfis e padrões que predominam em um certo tipo de ambiente.

O indivíduo avaliado pode responder o questionário tanto à mão quanto usando um software específico. As respostas do teste auxiliam os gestores, recrutadores e analistas de RH a estudarem os padrões de comportamento e as características que predominam em um colaborador ou candidato à vaga ofertada e, assim, constatar o que pode ser melhorado.

Qual é o impacto do perfil comportamental dentro da empresa?

Dentro de um cenário cada vez mais competitivo com a transformação digital e com consumidores extremamente exigentes em relação ao que compram — seja um serviço, seja um produto —, as empresas precisam fazer de tudo para se qualificar. Para um gestor, isso significa aproveitar ao máximo o seu orçamento e alocar melhor os recursos disponíveis para a sua equipe.

Esse trabalho não se resume somente a encontrar as melhores ferramentas e processos ou adotar as estratégias mais eficientes de Marketing Digital, por exemplo. Afinal, sua equipe é composta por pessoas e decifrar esse comportamento pode ser vital. Entender como os colaboradores são estimulados e o perfil de cada um deles é uma necessidade.

De que adianta contar com profissionais extremamente qualificados se, na prática, eles não estão rendendo o suficiente? Os motivos para um desempenho baixo podem ser muitos, como o encaixe na cultura organizacional da sua empresa ou mesmo se ele é qualificado ou não para ocupar determinada função. Por isso o teste DISC pode ser útil.

Para se ter uma ideia, um estudo do Instituto Locomotiva avaliou que mais da metade dos brasileiros com carteira assinada (56%) estão insatisfeitos com as funções que desempenham atualmente em seus trabalhos. Além da remuneração, falta de reconhecimento, estagnação profissional e baixa produtividade são as principais causas.

Ou seja, problemas que podem ser solucionados ao tentar entender o perfil comportamental dos seus colaboradores. Afinal, alocar cada profissional em um cargo que seja mais indicado para ele, por exemplo, vai aumentar a sua produtividade e satisfação no ambiente de trabalho, ajudando na tarefa de retenção de talentos também.

Quais são os 4 perfis comportamentais do DISC?

A primeira aparição do conceito de DISC foi no final da década de 1920 no livro As Emoções das Pessoas Normais, escrito pelo psicólogo William Moulton Marston — o mesmo criador da Mulher-Maravilha. Ele é uma das ferramentas mais precisas de assessments e busca entender melhor o padrão comportamental dos indivíduos.

As possibilidades de uso são as mais variadas, sendo muito úteis para equipes de Recursos Humanos, por exemplo, em um processo de recrutamento ou identificação de pontos a serem desenvolvidos pelos colaboradores. Pode contribuir também para a melhoria da comunicação interna e compreensão entre os profissionais da sua equipe.

Motivação, gerenciamento, orientação, enfim, as possibilidades de utilização do DISC são as mais variadas. Mas, na prática, o que significa essa sigla? Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade, que são os quatro perfis comportamentais utilizados dentro desse conceito e, por isso, vamos explicar o que cada um deles significa. Confira!

Dominância

O primeiro indicador mostra como o profissional se comporta em situações desafiadoras ou na resolução de problemas. Normalmente, essa competência se destaca para quem tem características como competitividade, determinação, exigência e controle sobre determinadas situações.

Influência

Já a influência representa a forma como o indivíduo age em relação aos outros componentes de uma equipe ou clientes, por exemplo. Na prática, representa a capacidade de influenciar as outras pessoas, seja para conseguir uma vaga de emprego ou fechar uma venda. Persuasão, otimismo e entusiasmo são as principais características.

Estabilidade

Esse perfil está relacionado as suas reações aos padrões, rotinas e, é claro, a capacidade de lidar com mudanças, por exemplo. Lealdade, persistência, espírito de equipe e regularidade são os principais descritores desse fator.

Conformidade

Disciplina, precisão, trabalho analítico e cuidadoso são características comuns de quem tem esse perfil como destaque. A conformidade é um indicador de como o profissional consegue reagir ao que é estabelecido por outros, como regras e processos dentro de uma empresa, por exemplo. 

Você também pode se interessar por este conteúdo!
👉 Retenção de talentos: como fazer em sua empresa

Como o teste DISC funciona?

Mas, na prática, como o teste DISC funciona? O primeiro passo é entender que o resultado final não pode ser bom ou ruim, ele simplesmente indica qual é o perfil comportamental do profissional.

O resultado, sozinho, não tem um significado próprio e cabe ao avaliador entender, por exemplo, qual é o melhor cargo ou função para aquele colaborador.

O teste DISC, portanto, pode ser utilizado para encontrar um profissional na sua equipe para gerenciar um determinado projeto, por exemplo, ou seja, um cargo de liderança. O perfil serve apenas como um guia de como aquela pessoa se comporta em determinadas situações e, assim, se ela é mais indicada para fazer um trabalho ou outro.

De maneira bem direta, apenas uma pergunta é feita nesse teste: “qual das seguintes palavras melhor define o seu comportamento?”. Geralmente, ela é repetida entre 15 e 30 vezes, de acordo com a profundidade e objetivo de quem está realizando o questionário. O que muda são as respostas, que aparecem sempre em quatro opções.

A ideia é que o profissional responda rapidamente, sem avaliar muito, de maneira natural, objetiva e direta. Normalmente, as quatro possibilidades de resposta são bem distintas, como “tranquilo, sociável, energético ou metódico?”. Em seguida, a mesma pergunta se repete e outras opções de resposta aparecem: “organizado, seguro, tímido ou espontâneo?”.

Após a última pergunta, você vai ter como resultado dominante um dos quatro perfis — dominância, influência, estabilidade e conformidade —, que vai indicar para o responsável pelo teste qual é a melhor maneira de lidar com você, quais funções e atividades melhor se encaixam ao seu comportamento ou até mesmo se você se encaixa ou não dentro daquela organização.

Qual é o propósito do DISC?

Cada vez mais utilizado nas organizações, o DISC consagra-se como uma ferramenta muito útil para identificar o perfil comportamental de uma pessoa. A sua aplicação ajuda a entender melhor como um profissional se comporta em determinadas situações do cotidiano, de acordo com o contexto em que está inerido.

Em decorrência disso, o teste DISC é vantajoso tanto para o profissional quanto para a empresa. Isso porque permite verificar quais atitudes são mais apropriadas e quais precisam ser melhoradas.

Desse modo, há mais embasamento para criar um projeto de desenvolvimento pessoal eficiente, que ajude o indivíduo a alcançar as suas metas e sonhos e tenha maiores chances de ser bem-sucedido.

Quais as melhores dicas para lidar com o perfil comportamental dos colaboradores?

Com os resultados em mãos, é importante fazer algo de útil com eles, certo? Por isso, separamos algumas dicas para que você saiba lidar com o perfil comportamental de cada colaborador e, assim, consiga tirar o máximo do teste DISC, potencializando todo o trabalho realizado dentro da sua equipe ou até mesmo empresa. Confira!

Faça testes A/B no funcionamento da equipe

Os testes A/B são muito utilizados no Marketing, certo? Mas eles também pode ser úteis para o trabalho de gestão de pessoas. Em um time de Vendas, por exemplo, você pode montar uma equipe para lidar com os clientes mais antigos e, após um mês, trocar alguns profissionais. Em seguida, compare alguns indicadores e descubra qual o melhor encaixe entre aqueles diferentes perfis.

Crie um plano de desenvolvimento individual

Mais indicado para aqueles profissionais que não tem a dominância como perfil comportamental em destaque, o plano de desenvolvimento individual (PDI) é uma excelente solução para estimular quem tem um pensamento mais analítico e gosta de estabilidade. Ou seja, aquele que quer dados, informações e soluções que o ajudem a crescer profissionalmente.

Realize ações de endomarketing

Alguns perfis de profissionais, como aqueles que têm estabilidade e conformidade como dominantes, lidam com bem com estímulos e ações. Por isso, investir em algumas práticas de Endomarketing (ou Marketing Interno) podem contribuir para a criação de uma relação mais próxima e estável com esses colaboradores, servindo também para motivá-los.

O teste DISC, portanto, é um excelente aliado para qualquer gestor que está sempre atento ao desempenho da sua equipe e faz de tudo para aperfeiçoar o desenvolvimento de cada profissional. Com a variedade de aplicações dessa metodologia, é possível encontrar alguma que se encaixe melhor aos objetivos, perfil e necessidades da sua empresa.

Aplicar esse conceito acaba impactando em diversas situações e setores dentro de uma organização. Um dos benefícios está também na manutenção dos melhores profissionais na sua equipe, criando um clima favorável para isso.

Por que conhecer seu perfil comportamental?                       

Conhecer qual é o seu perfil comportamental traz uma série de benefícios para a sua vida pessoal e profissional. Em primeiro lugar, você tem mais autoconhecimento, ficando a par de quais são as suas potencialidades, como reage às circunstâncias do dia a dia e quais necessitam de mudanças.

Segundo Tomas Chamorro-Premuzic e Dave Winsborough, em um texto publicado na revista Harvard Business Review, o conhecimento da sua personalidade ajuda os profissionais a melhorarem a sua capacidade de trabalhar em equipe, haja vista que é possível se adequar ao seu ambiente de trabalho.

Além disso, o uso do DISC é um ponto de partida para o seu desenvolvimento pessoal, pois você identifica os comportamentos bons e ruins, e trabalha para corrigir os pontos fracos, tendo a oportunidade de direcionar as suas ações, estudos e carreira.

Sem falar que esse processo também é importante para quem deseja assumir cargos de liderança, pois ao tomar consciência das suas características você entende que tipo de líder será e como pode engajar as pessoas.

Sem o autoconhecimento, é praticamente inviável criar objetivos, tomar decisões e executar ações mais acertadas, o que é fundamental para crescer profissionalmente. Com a aplicação do teste DISC, pode-se adotar uma postura mais condizente com o ambiente que você participa.

Que tal, então, conhecer algumas outras técnicas e ficar por dentro em como fazer criar planos de carreira para equipes de marketing?

Plano de Carreira para equipes de MarketingPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *