Topic Clusters na prática: como organizar sua estratégia

Topic Clusters na prática: como organizar sua estratégia

Os Topic Cluster têm como objetivo impulsionar os resultados em uma estratégia de Marketing de Conteúdo. Veja a melhor forma de organizar sua estratégia por meio da ferramenta de Topic Cluster na Plataforma da Rock Content.

Topic Cluster é uma das estratégias de marketing de conteúdo mais efetivas atualmente por um simples motivo: ela é uma comprovação de que você tem uma rede de conteúdos sobre um tópico.

Além de serem um caminho para chegar a primeira posição do Google para palavras-chave difíceis, topic clusters mostram para o mercado que você é autoridade em um tema.

Temos um conteúdo que explica com mais detalhes o que é um Topic Cluster e por que ele é tão efetivo, então aqui vou abordar rapidamente sua definição e pular para a parte prática, combinado?

Como funciona um Topic Cluster

Uma estratégia de Topic Cluster tem como objetivo impulsionar os resultados de rankeamento para uma palavra-chave específica, normalmente aquela de maior importância e dificuldade para seu mercado.

A estrutura de um Topic Cluster é composta por 3 elementos: conteúdo pilar, conteúdos satélite e links internos.

Conteúdo pilar

É o seu conteúdo principal, feito para rankear para a palavra-chave escolhida como objetivo de toda a estratégia.

Conteúdos pilares devem ser completos, ricos em informação e abordar diversos desdobramentos da palavra-chave principal.

Um exemplo de conteúdo pilar nosso é o post sobre Marketing Digital, nossa palavra-chave mais importante:

Post sobre marketing digital

Com mais de 10.000 palavras, ele aborda o marketing digital de uma perspectiva geral e contempla os principais temas relativos a essa palavra-chave:

O que o post marketing de conteúdo aborda

É um post muito completo, mas que não consegue ir muito a fundo em cada desdobramento do tema.

Isso é feito por meio dos conteúdos satélite.

Conteúdos Satélite

Conteúdos satélite desmembram os tópicos do conteúdo pilar individualmente.

Cada sessão ou assunto explicado de forma resumida no conteúdo pilar é tratado de forma ampla em um post dedicado.

Um exemplo de conteúdo satélite para nosso conteúdo pilar de marketing digital é nosso post sobre marketing de conteúdo:

Marketing de Conteúdo

O tema é abordado como uma das estratégias possíveis de marketing digital no conteúdo pilar, em menos de 200 palavras.

Aqui ele é destrinchado em mais de 7.000 palavras, com imagens, vídeos e exemplos para enriquecer a leitura.

A mesma lógica acontece para nosso post sobre SEO:

Post sobre SEO

As 260 palavras sobre SEO no conteúdo pilar viraram mais de 8.000 no conteúdo satélite.

Assim como esses dois, vários outros servem para construir o aglomerado ao redor do tópico marketing digital.

Daí o nome Topic Cluster. Um aglomerado de conteúdo ao redor de um tópico.

Mas só é possível associar os conteúdos satélites ao pilar se eles estiverem conectados. Aí entra a terceira peça do nosso tripé: os links internos.

Links internos

Links são como os mecanismos de busca encontram e avaliam a relevância de qualquer página na web.

Ter links ligando seu conteúdo pilar com os satélites é o que mostra a conexão entre os temas abordados pelo seu cluster.

Mas mais do que eles existirem, é importante que eles estejam bem posicionados no conteúdo.

Isso porque links em lugares diferentes da página tem pesos diferentes.

A regra é que, quanto mais no início do texto, mais importância você estará atribuindo ao link.

Se você quer uma rede de conteúdos que se fortalece ao máximo, principalmente pensando no conteúdo pilar, é importante seguir isso à risca.

Observe como colocamos links para conteúdos satélite importantes no conteúdo sobre marketing digital:

Links pilar

Os links estão na parte inicial do texto, ainda no primeiro capítulo: “O que é Marketing Digital?”.

No caso dos conteúdos satélite é ainda mais importante mostrar a relevância do link. Por isso, tentamos sempre colocá-lo dentro das primeiras 100 palavras do texto:

link satélite

Ou ainda neste:

Link satélite

Em ambos os casos o link para o conteúdo pilar fica na primeira linha do texto em si.

As três estruturas que formam um topic cluster podem ser representadas por uma imagem como esta, desenvolvida pela Hubspot:

Topic clusters

Agora que você sabe como uma estratégia de topic clusters funciona, vou mostrar como organizar a sua na prática.

Organizando uma estratégia de topic cluster

Para atingir resultados concretos com uma estratégia de topic clusters, é preciso planejar e organizar seu cluster.

Para fazer isso você pode usar uma variedade de ferramentas. O Google Planilhas e o Trello são duas opções gratuitas para registrar sua estratégia.

Aqui vou ensinar como fazer isso por meio da plataforma Rock Studio.

A grande vantagem de organizar sua estratégia de topic cluster por meio dessa ferramenta é a possibilidade de integrá-la com o resto da sua estratégia de conteúdo.

Para começar, acesse a ferramenta e clique em “Topic Clusters”, dentro de Conteúdos:

Topic Cluster

Depois, crie um novo projeto de Cluster clicando em “Novo Cluster”.

Você deverá escolher qual a palavra-chave do topic cluster e selecionar o conteúdo pilar para a estratégia.

É preciso ter um conteúdo pilar para criar um projeto de topic cluster. Se você ainda não tem um, ou não sabe qual a palavra-chave que sua estratégia deve mirar, recomendo a leitura deste conteúdo.

Caso já tenha seu conteúdo, basta selecioná-lo como na imagem abaixo:

novo cluster

A própria ferramenta vai mostrar quais as palavras-chave dos conteúdos que você tem, assim, basta selecionar entre as opções a correta e dar um nome ao seu projeto de cluster.

Uma vez criado, você pode abrir o projeto e organizar o cluster por lá.

Ao criar o projeto, a plataforma Rock Studio vai automaticamente encontrar seus conteúdos com palavras-chave relacionadas ao seu conteúdo pilar.

A ferramenta permite que você registre se os links entre conteúdo pilar e satélite foram feitos. Isso permite organizar quais conteúdos estão ativamente sendo influenciados pelo cluster.

Lembre-se que essa é uma forma de organização da sua estratégia. Os links internos devem ser feitos no próprio conteúdo.

Post pilar e post satélite

Caso algum conteúdo satélite não seja encontrado automaticamente, você pode procurá-lo e adicionado à lista, como demonstrado no gif acima.

Para fortalecer cada vez mais seu conteúdo, é preciso estar sempre expandindo a rede de conteúdos satélite ligados ao seu conteúdo pilar. Por isso, a ferramenta de topic clusters é integrada com a ferramenta de palavras-chave da plataforma Rock Studio.

Assim, é possível se manter alerta a novas oportunidades de expansão da sua rede de conteúdos, procurando e salvando as palavras-chave que podem virar conteúdos para seu cluster:

palavras-chave

Pronto! Agora você vai conseguir organizar todos os seus topic clusters em um só lugar e ainda encontrar formas de aprimorá-los.

Nossa ferramenta de topic clusters ainda vai passar por muitas melhorias, e vamos atualizar esse passo a passo aos poucos.

Ainda assim ela já está ajudando nossos clientes e nossa equipe interna a controlarem estratégias complexas de conteúdo e gerar resultados.

Se tiver qualquer feedback, ele certamente vai ser muito útil para nosso time.

Você pode comentar aqui embaixo ou me mandar um email. Meu endereço é pedro.werneck@rockcontent.com.


100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo