Por Vitor Peçanha

Co-fundador da Rock Content.

Publicado em 19 de abril de 2018. | Atualizado em 25 de novembro de 2019


Vendarketing (Vendas + Marketing) é uma estratégia focada no alinhamento entre as áreas de vendas e marketing de uma empresa, aumentando o potencial de geração de receita.

Como você deve ter notado, o termo é uma junção de dois setores que você conhece bem: Marketing e Vendas.

Porém, o que o Vendarketing representa na prática? Porque você deve se preocupar com isso?

A verdade é que, apesar de não conhecer o termo, muitas empresas enfrentam grandes problemas no Vendarketing por não saberem exatamente como ele funciona e, mais ainda, por não entender como ele pode impactar diretamente na receita do seu negócio.

Por isso nós criamos esse conteúdo que vai te explicar de forma prática e completa o que é, como introduzir essa metodologia na sua empresa e como mensurar o impacto que as ações de vendarketing tem gerado nos seus resultados!

Neste conteúdo você verá:

  • O que é Vendarketing;
  • O papel de Marketing e Vendas em um negócio;
  • Porque utilizar técnicas de Vendarketing;
  • Como aplicar o Vendarketing na sua empresa;
  • As métricas mais importantes;
  • CRM e Vendarketing;
  • Eu preciso contratar um profissional de Vendarketing?

O que é Vendarketing

Vendarketing é a junção de dois termos: Vendas e Marketing. Essa estratégia tem como objetivo manter o alinhamento entre os times de Marketing e Vendas, para que ambos consigam extrair o máximo de suas atividades, aumentando o potencial de geração de receita de um negócio.

Mas não pense que nós inventamos isso. Na verdade, estratégias de Vendarketing já são conhecidas a muito tempo por outros países — o que, em inglês é chamado de Smarketing, que também é a junção de Vendas (Sales) e Marketing.

Para entender um pouco melhor como isso funciona na prática, vamos precisar entender como é o trabalho desses dois times.

O papel de Marketing e Vendas em um negócio

É muito fácil entender a atuação de um time de vendas em uma empresa: como o próprio nome diz, fazer a empresa vender.

Porém, quando falamos de Marketing, as respostas são as mais diversas:

  • Fazer com que as pessoas conheçam a sua empresa;
  • Ser responsável pelo Branding;
  • Criar anúncios;
  • Cuidar dos canais de comunicação de uma empresa.

Todas essas ações são possíveis para um time de Marketing, mas elas são apenas o meio pelo qual ele alcança o seu objetivo que é: fazer a empresa vender mais!

Dessa forma, se o seu Marketing não está atingindo esse objetivo, das duas uma: ou você está investindo nas ações erradas, ou você não está conseguindo medir os resultados obtidos pela sua equipe.

Mas, na prática, o seu time precisa gerar novas oportunidades para o seu time de vendas através de todos aqueles pontos que citamos acima, e muitos outros. E se você ainda não tem essa visão sobre a sua equipe, essa é a primeira coisa que precisamos alinhar!

Desse modo, você consegue perceber que marketing e vendas tem o mesmo objetivo? A única coisa que vai diferenciar as duas equipes é a forma com que elas fazem isso.

Por isso é tão importante que os dois times estejam extremamente alinhados: marketing precisa gerar oportunidades para vendas e vendas precisa extrair o máximo dessas oportunidades. E é aí que entra o Vendarketing.

Para compreender ainda melhor essa estratégia, não deixe de conferir o nosso vídeo sobre o assunto:

Por que utilizar técnicas de Vendarketing

O básico nós já aprendemos até aqui. Ou seja, você possivelmente já percebeu que o principal objetivo do Vendarketing é manter o alinhamento de Marketing e Vendas.

Agora vamos entender porque isso é importante:

Para melhorar a experiência dos seus potenciais clientes

O primeiro ponto que será impactado com a implementação de estratégias de Vendarketing na sua empresa é a experiência dos seus potenciais clientes.

Isso porque o Vendarketing é responsável pelo alinhamento do discurso dos dois times, para que na passagem de bastão de Marketing para Vendas o seu lead entenda que ele está falando com a mesma empresa, e não sofra uma quebra de expectativas.

Para melhorar a comunicação entre as equipes

Dessa forma, você melhora também a comunicação entre esses dois times, que trabalharão mais próximos e, com isso, alinhados também em relação às entregas!

Essa comunicação é importante para agilizar a passagem dos leads pelo funil de vendas, para que a resolução de problemas seja mais rápida e, dessa forma, os dois times trabalhem de forma mais eficiente e com um objetivo claro: gerar lucro!

Kit Planejamento do Funil de Vendas

Para garantir que você não perca nenhuma oportunidade

Outro ponto importante do Vendarketing é o impacto que ele tem nas metas de uma empresa. Você pode achar que “quanto mais leads melhor”, mas essa frase não é uma verdade.

A melhor meta que um time de Marketing pode ter é gerar o número de oportunidades que o time de vendas precisa — e dá conta de contactar.

Gerar oportunidades a mais pode prejudicar os seus resultados a longo prazo, já que esses leads esfriam e não estarão mais tão preparados para compra quanto estavam quando foram gerados.

Por isso, o Vendarketing ajuda a equilibrar essa balança, verificando o desempenho dos dois times para garantir que nenhuma oportunidade seja perdida, e assim você atinja o máximo do potencial do seu time, aumentando sua receita!

Para estabelecer metas realistas para os dois times

Deu para perceber que Vendarketing também se trata de métricas, né? Na verdade, esse é um dos principais e mais importantes pontos que serão impactados com essa estratégia em seu negócio.

Com ele você saberá exatamente quantas oportunidades o seu time de Marketing consegue gerar e como elas se convertem em vendas.

A ideia é que eles consigam fazer um trabalho que:

  • Não ultrapasse a capacidade do seu time de Vendas em atender;
  • Não seja menor que o mínimo viável para que suas metas sejam batidas.

Assim você conseguirá colocar metas realistas e que fazem sentido para os dois times.

Para ter previsibilidade

Com tudo isso, você ganha em previsibilidade, o que afeta diretamente a saúde financeira do seu negócio!

Através de técnicas de Vendarketing você conseguirá calcular quanto o seu time irá gerar de receita nos próximos meses, agirá de maneira preventiva caso esse objetivo não esteja sendo alcançado e poderá elaborar um plano de ação para facilitar o crescimento e o desenvolvimento do seu negócio.

Ou seja: você saberá exatamente o que precisa fazer e onde precisa investir para vender mais!

Como aplicar o Vendarketing na sua empresa

Agora que você sabe os benefícios que essa estratégia pode trazer para o seu negócio, vamos entender como você conseguirá colocá-la em prática!

SLA

A primeira coisa, e que será um divisor de águas para os seus times de Marketing e Vendas, será o SLA — ou Service Level Agreement

Na prática, um SLA é o conjunto de regras que determina as ações e os entregáveis em cada ponto de contato entre os departamentos, evitando que fatores subjetivos façam com que um time culpe o outro caso objetivos não sejam alcançados.

Aqui vão alguns exemplos de SLAs que podem ser implementados em um processo de Vendarketing:

Marketing

  • Definir quais informações fazem um lead válido para vendas;
  • Nome;
  • Email;
  • Telefone;
  • Mais de 10 funcionários;
  • Ter um faturamento mínimo de 100 mil/mês;
  • Com isso, gerar mensalmente 100 válidos para o time de vendas.

Vendas

  • Entrar em contato com cada lead em no máximo 1h após ela ser passada pelo marketing;
  • Tentar pelo menos 4 conexões antes de desistir de uma lead.

Quando regras assim estão bem definidas, os papéis de cada departamento estão claros e mensuráveis.

A partir daí nenhum vendedor poderá mais reclamar que as leads estão ruins e o departamento de marketing não terá mais argumento para dizer que são os vendedores que não estão sabendo trabalhar as leads.

Desde que todos sigam o acordo, percepções subjetivas estão fora do processo.

Ah, e isso ajudará muito a trazer paz e harmonia para o ambiente de trabalho 😉

Por últimos, não se esqueça de avaliar os SLAs de tempo em tempo para ver se é possível melhorá-los para que tragam resultados ainda melhores.

Reuniões periódicas

Para garantir que esse alinhamento não se perca com o tempo e entender exatamente como as coisas estão indo para agir preventivamente, é fundamental garantir que os times se reúnam, pelo menos, 1 vez a cada 15 dias.

Isso porque é muito fácil simplesmente voltar ao estado anterior e perder todas as intervenções feitas para que os times trabalhem com sinergia.

Nessas reuniões, é importante saber se as métricas estão acompanhando bem os objetivos do mês, como estão a qualidade das oportunidades geradas e o que um time pode fazer para ajudar o outro.

Para entender melhor como essas reuniões funcionam, você pode ler o esse conteúdo completo sobre o assunto.

Alinhamento de métricas

Essa é minha parte favorita de todo o Vendarketing, mas que alguns profissionais possuem certa dificuldade em entender: todas as pessoas envolvidas no processo devem ter objetivos específicos e numéricos.

Além disso, a performance de cada departamento em cada etapa do processo deve ser medida para que seja possível entender os pontos de falha e oportunidades e seja possível mensurar, financeiramente, o impacto de cada uma dessas etapas.

Exemplo:

investimento vendarketing

Existe muito o que ser analisado e aprimorado nesse funil, como taxas de conversão, custo por lead, etc; mas vamos pelo mais simples: o custo de aquisição de cada cliente (CAC) está em R$ 2.500,00, você sabe me dizer se isso é um bom número?

E aí?

Admito que a pergunta em si é uma pegadinha, pois uma informação essencial ainda falta para você saber a resposta: o que está sendo vendido?

Se o produto em questão for um micro-ondas de R$ 400,00 esse custo de aquisição está altíssimo, mas se for um carro de R$ 80.000,00, a situação se inverte e o custo está ótimo!

O que importa é o ROI!

Agora, pense bem: sem o Vendarketing o departamento de marketing é muitas vezes somente um centro de custo, que é cortado assim que existe alguma crise ou alguma redução de custos.

Afinal, como você mede o ROI de um outdoor ou flyer, por exemplo? Ou até mesmo de um anúncio no Facebook, se as leads geradas não estiverem sendo rastreadas até a venda?

Agora, a partir do momento em que o marketing mostra que com R$2.500,00 de investimento ele gera 50.000 leads e, por exemplo, vende um carro de R$80.000,00, o jogo muda e ele se torna uma fonte de receitas!

E, por outro lado, se o time de vendas não estiver aproveitando essas oportunidades, você conseguirá perceber rapidamente e agir antes que essas oportunidades se percam.

CRM e Vendarketing

Esse é um dos “segredos” que faz com que o time de vendas aqui da Rock Content seja extremamente eficiente: quando ele recebe uma lead através do CRM ela já possui todo o histórico de interações com os conteúdos e ações do marketing.

Com isso o vendedor já conhece muito mais o estágio de maturidade do cliente em relação ao nosso serviço, os interesses dele, entre várias outras coisas.

Muitas de nossas ligações do time de vendas começam com: “Olá, reparei que baixou um ebook nosso e está interessado em marketing de conteúdo, correto?”.

Esse tipo de conexão é extremamente poderosa.

Para que isso funcione bem é importantíssimo que informações não se percam entre os softwares usados pelo time de vendas e o time de marketing. E você não precisa usar sistemas extremamente complexos para isso:

  • Se você já está em um estágio mais avançado, conecte sua plataforma de automação de marketing a seu CRM através de APIs;
  • Caso ainda não use um CRM, dê acesso à plataforma de automação para todos seus vendedores;
  • Ou, em último caso, se você usa planilhas, garanta que todo mundo tenha acesso a elas;
  • Agora, se você não rastreia nada, é hora de repensar seriamente seu marketing e vendas.

Essa também será uma responsabilidade do seu especialista em Vendarketing: garantir que o roteamento de oportunidades para os seus vendedores esteja funcionando bem dentro do seu CRM e que todas as informações que os times precisam estão a mão e rodando bem na ferramenta.

Para saber mais sobre como escolher o CRM ideal para o seu negócio, você pode ler o nosso conteúdo completo sobre o assunto.

Eu preciso contratar um profissional de Vendarketing?

Não necessariamente!

Se você tem uma equipe enxuta, você pode encarregar uma das pessoas do seu time de Marketing atual para se responsabilizar pelo Vendarketing do seu negócio.

Para isso, ela poderá aprender mais sobre o assunto fazendo cursos, lendo livros, fazendo benchmarks e buscando conteúdo em nosso blog.

Aqui, o fundamental é que ela entenda sobre as duas áreas em questão!

Porém, se você trabalha com um grande time de vendas, é bem provável que você precise de uma única pessoa para cuidar da saúde e do alinhamento dos dois times, e para isso é importante ter um profissional dedicado.

Esse profissional precisará ter algumas características específicas, mas no geral, entender do processo dos dois times, ser bom com números e ter autonomia o suficiente para intervir, sempre que necessário, nos processos das duas equipes.

Mas não deixe que esse seja um empecilho para que você comece o quanto antes. Quanto mais rápido você implementar o Vendarketing no seu negócio, menos oportunidades perderá e mais retorno poderá colher em pouco tempo!

Quer continuar aprendendo sobre esse assunto? Então, não deixe de ler também o nosso material completo sobre Vendarketing 2.0:

Vendarketing

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

24 respostas para “Conheça os 172 principais fatores de rankeamento do Google em 2020”

  1. Gestão Mídias Sociais MBA disse:

    I liked !

  2. […] Google e ver os resultados. Mas esse método tem vários problemas. Um deles, como sabemos, é que o Google não é igual para todo mundo. O segundo problema: apenas usando o Google, é difícil comparar o seu site com os concorrentes, […]

  3. […] para derrotar os adversários do Google. A otimização no algorítimo era voltada para diminuir o rankeamento de sites que desrespeitavam as regras do Google, e que com práticas ilícitas (chamadas de black hat) […]

  4. […] pela comunidade de “Mobilegeddon”) a Google realizou alterações significativas em seu modo de rankeamento de sites. A partir dessa data, as páginas que não disponibilizarem uma navegação amigável para […]

  5. […] E se você ainda fica um pouco perdido sobre quais métodos ou utilitários poderia usar para melhorar a eficácia de seu programa de marketing on-line, saiba que há boas soluções disponibilizadas na própria Internet. O Google, por exemplo, traz muitos recursos que as empresas não devem ignorar ou perder de vista. E a maioria deles de forma gratuita. Por acaso você sabia disto? Pois descubra algumas propriedades que vão ajudá-lo a melhorar a posição de sua empresa e como r… […]

  6. […] para motores de busca – visa potencializar e melhorar o posicionamento de um site no rankeamento das pesquisas no Google e outros sites […]

  7. […] nas primeiras posições nos mecanismos de buscas da internet. É exatamente para proporcionar boas colocações nos rankeamentos que investir em SEO (Search Engine Optimization) é tão importante. Em um primeiro momento as […]

  8. […] Lembre se que nem sempre você deve tratar como uma regra máxima tudo aquilo que o Google diz a respeito de SEO, mas de qualquer forma é importante saber qual é a posição pública do Google é em relação às estratégias que você deseja empregar para estar bem posicionado nos rankings de busca. […]

  9. […] Mas não se preocupe. Com as ferramentas do Google Search Console, você pode deixar seu site tinindo. Vai melhorar a velocidade com que as páginas carregam, conseguirá entender melhor de onde vem o tráfego, identificará defeitos na pintura do HTML, recauchutará a lataria dos links, turbinará a linkagem interna e também poderá acelerar o SEO, melhorando o ranqueamento de suas páginas. […]

  10. […] marketing digital é quase um clichê falar da importância do seu site estar bem posicionado nos rankings das ferramentas de busca, como o Google. Afinal, você tem um conteúdo (ou produto) e precisa que ele seja visto e […]

  11. […] seu público alvo é a sua colocação nos mecanismos de buscas. Portanto, se é do seu interesse melhorar o seu posicionamento no ranking dos principais mecanismos de busca será necessário investir em uma ferramenta chamada SEO Pessoal. Com ela você poderá atingir […]

  12. […] conteúdo para elas utilizando táticas de SEO é o que pode fazer com que seu site tenha um melhor rankeamento nos mecanismos de busca, fazendo com que seus clientes o encontrem mais […]

  13. […] Ledo engano, e qualquer pessoa que tenha um blog e entenda o mínimo de SEO sabe disso. Uma URL bem estruturada é um dos fatores preponderantes para que os motores de busca melhorem a qualificação de um site diante do rankeamento. […]

  14. […] SEO, em mais de uma maneira. Com este post pretendemos te mostrar como trabalhar os vídeos de modo a se destacar nos rankeamentos de busca. […]

  15. […] em termos de SEO. O próprio Google dá dicas valiosas sobre o que e não fazer para que seu site obtenha bons resultados em seu buscador e em cima disso muitas pessoas criam seus websites achando que seu projeto vai deslanchar […]

  16. […] será automaticamente o que alavancará suas métricas. O importante é que você saiba que o Google gosta de artigos que procuram explicar por completo um tópico ao invés de apenas falar superficialmente sobre os […]

  17. […] de conteúdo vai muito além do que simplesmente postar artigos em um blog. São necessárias ações de otimização para mecanismos de busca, compartilhamento em redes sociais, estudos sobre a área, […]

  18. Mihail Tipa disse:

    Excelente artigo. Dicas muito boas. Nos já usamos algumas destas coisas citadas neste blog no nosso site http://www.dezireimoveis.co…, mas ainda falta muito para ser feito. Obrigado pelas dicas.

  19. Sergio Antonio Meneghetti disse:

    Excelentes dicas! Grato pelo trabalho. Prosperidade!!!$$$

  20. Renan disse:

    Ótimas dicas, conteúdo de extrema qualidade apontei o seu artigo no meu blog http://renansouza.com/
    Obrigado por ter ajudado.

  21. Meninas vips disse:

    Parabéns pelo texto e conteudo do site, estou sempre online vendo as novidades, irei indicar para a redação do site para dar destaque para o seu site, muito bom parabéns. quero fazer meu site subir http://www.scortvips.com.br/

  22. Rock Content disse:

    Ei Jefferson. O mercado de SEO ainda é relativamente novo no Brasil. Especialmente o SEO de qualidade.
    Essas coisas ainda acontecem, mas a cada dia ficará mais difícil de se deparar com esse tipo de coisa. O Google pensa na experiência dos usuários.

    Por exemplo, se você procurar palavras-chave relevantes no mercado de marketing digital, dificilmente encontrará resultados que não são de blogs de qualidade como o marketingdeconteudo.com, resultados digitais ou viver de blog, por exemplo.

    Quando os conteúdos de qualidade começarem a ganhar força nos demais mercados, esse tipo de site tende a perder o seu espaço.

  23. Rock Content disse:

    Que bom que gostou João! Espero que te ajude bastante!

  24. Andre Mousinho disse:

    Que bom que gostou Sergio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *