Por Matheus Clemente

Growth Hacker no Rock Stage

Publicado em 20 de maio de 2019. | Atualizado em 27 de novembro de 2019


WHM WebHost Manager é um painel de controle para o gerenciamento de diversos sites armazenados em um servidor utilizado em planos de revenda de hospedagem, empresas com múltiplos sites e empresas de SaaS. Confira suas funcionalidades.

Você conhece o WHM? Trata-se de uma ferramenta utilizada para o gerenciamento de diversos sites. Atualmente, é muito comum que as empresas tenham múltiplos sites ou tenham a necessidade de fornecer áreas exclusivas a seus clientes, como no caso das empresas da SaaS.

Com tantos sites para administrar, contratar um plano de revendas de hospedagem pode ser uma alternativa viável, pois nesse modelo o painel WHM é ativado, o que permite gerenciar todos eles de forma eficiente e mais econômica.

Quer saber como funciona essa ferramenta? Confira neste post:

Continue a leitura!

O que é WHM?

WHM, que significa WebHost Manager em inglês, é uma ferramenta utilizada para gerenciar diversos painéis de controle cPanel, ou seja, é um painel administrativo que permite o gerenciamento de recursos que serão atribuídos a cada site específico.

Na prática, por meio do WHM é possível definir qual o ambiente, os aplicativos e os plugins estarão disponíveis em um site. Essa ferramenta é muito utilizada para revenda de hospedagem, entretanto, também é uma excelente opção para as empresas que precisam administrar grandes volumes de sites.

As principais características do WHM são:

  • criação e gerenciamento de contas;
  • acompanhamento do status do servidor;
  • gerenciamento do ambiente e dos aplicativos utilizados em cada conta;
  • administração do plano de hospedagem;
  • verificação do consumo de cada site hospedado;
  • personalização da logomarca do painel cPanel;
  • definição de configurações de segurança;
  • gerenciamento de extensões de frontpage.
Retirado de: cPanel.net

Para que serve o WHM?

Antes de explicar para que serve o WHM, vamos falar sobre o cPanel. Trata-se de um painel de controle para o gerenciamento de um ou vários sites que pertençam a uma conta específica. Ou seja, por meio do cPanel o usuário tem acesso à algumas funções específicas:

  • gerenciar os arquivos do site;
  • instalar CMS e aplicativos disponíveis para o ambiente, como o WordPress, o Drupal, entre outros que facilitam atividades como criar um site ou um blog;
  • criar e gerenciar o banco de dados;
  • administrar o domínio;
  • criar usuários FTPs;
  • gerenciar contas de email;
  • acompanhar estatísticas do site.
Retirado de: cPanel.net

Já o WHM é a ferramenta para gerenciar a distribuição desses painéis de controle. Ou seja, é por meio dele que é definido se um ambiente é Linux ou Windows, se rodará PHP, ASP.Net ou os dois, por exemplo, se o banco de dados será MySQL, MariaDB ou SQL Server e assim por diante. E não é só isso, ele também oferece outras funções.

Suspender o cPanel

Cada conta criada no WHM é vinculada a um painel de controle cPanel. A ferramenta permite que o administrador suspenda o login de cada uma, que pode ser feito tanto pelo domínio do site quanto pelo nome do usuário, além de informar o motivo da suspensão da conta.

Acesso e verificação de DNS

O WHM permite configurar uma zona de DNS no servidor, que é responsável por direcionar o tráfego de maneira adequada. Dessa forma, sempre que um domínio for adicionado à ferramenta, sua zona de DNS será configurada automaticamente.

Alteração de domínios

Outra funcionalidade do WHM é a alteração de domínios. A ferramenta permite executar atividades como mover o domínio de uma conta para outra e alterar as configurações relacionadas a um domínio, como a mudança de nome.

As alterações referentes ao domínio primário só podem ser efetuadas pelo WHM, pois essa mudança altera dados relacionados à conta do cPanel e ao usuário correspondente.

Será que vale a pena usar o WHM?

A utilização do WHM traz uma série de benefícios para a empresa. Confira as principais razões a seguir.

Encontrar soluções

Uma das vantagens da ferramenta é acompanhar o status dos serviços e as informações do servidor. Dessa forma, é possível verificar se os serviços configurados estão em operação normal. Os que estiverem em perfeito funcionamento apresentam um ícone verde. Caso haja alguma inconsistência, eles são sinalizados com um ícone vermelho.

Retirado de: Binarytides

Portanto, pode-se verificar, por exemplo, se há problemas com a conexão POP3 e IMAP, as solicitações HTTP, o serviço de FTP, entre outros. Há ainda a possibilidade de verificar a capacidade do servidor, por exemplo, o espaço em disco disponível, a quantidade de memória utilizada e o número de processos em execução.

Todas essas informações sobre os serviços executados e o status do servidor ajudam a identificar eventuais problemas com mais facilidade, o que contribui para a rápida solução e evita a indisponibilidade do site, por exemplo.

Portabilidade

Outra vantagem de utilizar o WHM é a facilidade de migração entre provedores. Isso é possível com facilidade porque a ferramenta oferece um recurso que permite essa operação de maneira simples e rápida, basta informar o servidor para onde será copiado o ambiente com o respectivo usuário e senha.

Retirado de: Dj Web System

Mais segurança

O WHM oferece recursos que fazem uma varredura no servidor em busca de vulnerabilidades que possam oferecer riscos ao ambiente. Portanto, é possível identificar os problemas no arquivo de log gerado pela ferramenta e proteger o servidor contra ataques externos.

Ele também permite tanto a configuração de endereços IP que possam ter acesso ao servidor quanto o bloqueio de endereços que sejam inseguros. Além disso, ele possibilita a instalação de certificado SSL em um domínio específico de sua rede.

O WHM também oferece recursos de criptografia e autenticação em etapas e a definição de políticas para a alteração de senhas, como estipular um período máximo para a mudança e determinar padrões para as senhas. Tudo isso oferece mais segurança para o acesso ao ambiente.

Como vimos neste post, o WHM é uma excelente ferramenta para o gerenciamento de múltiplos sites. Sua utilização permite uma ampla visão sobre todo o ambiente, além de oferecer recursos que facilitam a execução de tarefas e o monitoramento de todos os sites hospedados.

Agora que você já conhece a ferramenta ideal para o gerenciamento de múltiplos sites, confira neste material um checklist completo sobre lançamento de site, para que você possa conferir se o seu já está completo!

Checklist para lançar sitePowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *