Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 19 de fevereiro de 2019. | Atualizado em 21 de maio de 2019


Os criadores de sites tornaram o desenvolvimento web uma brincadeira de arrastar e soltar blocos, mas os CMSs ainda são imbatíveis em termos de gerenciamento de conteúdo e monitoramento de marketing. Wix ou WordPress, respectivamente, são os principais representantes dessas categorias e, neste post, analisamos os dois serviços em detalhes para lhe ajudar fazer a escolha certa.

Wix ou WordPress? Se você está com essa dúvida, é porque provavelmente já se deu conta de que criar um site é imprescindível na atualidade, mas, como todo iniciante, não sabe muito bem por onde começar. Sem problemas, preparamos este artigo para lhe ajudar!

Quem está conhecendo melhor o Marketing Digital agora e se depara com essa infinidade de ferramentas para criação e gerenciamento de conteúdo, nem imagina a dor de cabeça que o desenvolvimento de sites já representou um dia.

Felizmente, os tempos são outros. A internet é a nova estrela da comunicação, o Inbound Marketing se destaca frente as antigas práticas de publicidade, marcas e clientes conversam como amigos e, como disse Bill Gates já em 1996, o conteúdo é rei!

Por trás de tudo isso, existem plataformas como Wix e WordPress dando vida a sites, blogs e lojas virtuais. Neste post, você entenderá como cada uma delas funciona, do que são capazes e para quais públicos são mais indicadas. Vamos lá?

Quais as diferenças essenciais entre Wix e WordPress?

Para descobrir qual das duas plataformas, Wix ou WordPress, é a melhor para abrigar o seu portfólio, vender produtos ou iniciar sua estratégia de Marketing de Conteúdo, a primeira coisa que precisamos entender é que elas não oferecem os mesmos serviços.

Embora ambas entreguem sites, blogs e e-commerces de qualidade, o Wix é, essencialmente, um construtor de sites. Inclusive, a tecnologia do seu editor “arrasta e solta” é um dos seus pontos mais fortes.

O WordPress, por sua vez, é um CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) completo, com inúmeras funcionalidades. Vamos entender um pouco mais sobre cada um deles agora.

Wix

O Wix não ficou famoso por acaso. A empresa investe pesado em publicidade e suas campanhas já incluíram espetáculos pirotécnicos e estrelas de cinema. Provavelmente, você já deve ter se deparado com banners e comerciais da marca em sites e vídeos do YouTube.

A simplicidade que a companhia transmite em seus anúncios é verdadeira. A plataforma é bastante intuitiva e focada no que o seu público procura. Um prato cheio para quem deseja entrar no mundo da Web, mas não conta com qualquer conhecimento técnico sobre o assunto.

O editor de páginas do Wix transforma a criação de sites em uma brincadeira à parte e há templates para os mais variados tipos de negócio. O problema é que nem todos eles são responsivos.

Para os mais entendidos, a plataforma também permite algumas alterações em CSS e HTML, para não ficar só no arrasta e solta, além de plugins e interface para loja virtual.

WordPress

Ao pesquisar sobre o WordPress você vai se deparar com duas versões diferentes: o WordPress.com e o WordPress.org.

O primeiro tem uma proposta semelhante ao Wix: é uma ferramenta totalmente online para criação de sites com várias opções de personalização.

O grande destaque, porém, fica por conta do WordPress.org. A plataforma é uma grande iniciativa open source (código aberto), com uma comunidade gigante de colaboradores ativos.

Diferente dos criadores de sites, essa versão do WordPress é um software que precisa ser baixado e instalado em um servidor local, ou em uma hospedagem contratada.

É o CMS mais popular do mundo e suas opções, funcionalidades e recursos de integração permitem a criação de blogs, sites e lojas profissionais.

Seu uso não exige domínio em sistemas e linguagens de programação, mas é recomendável ter conhecimento técnico básico para instalar, configurar e gerenciar algumas ferramentas.

Quais as vantagens e desvantagens de cada plataforma?

Agora que você entende a proposta de cada plataforma, fica mais fácil escolher entre o Wix ou WordPress e, para não restarem dúvidas, preparamos um comparativo detalhado entre os dois. Confira!

Usabilidade

Como já destacado, o Wix é uma plataforma voltada para usuários leigos. Suas ferramentas permitem a criação de sites sem a necessidade de realizar instalações, configurações ou alterações em códigos. Seus elementos visuais são apresentados em blocos e a operação geral é bastante intuitiva.

O WordPress, por sua vez, apresenta um estilo menos “descolado”, especialmente, para o usuário iniciante, mas a familiarização é rápida. O prático arrasta e solta não existe aqui, e a maior parte das edições é realizada no painel principal e não diretamente nas páginas, como no Wix.

Instalação

Naturalmente, o Wix sai na frente nesse critério, afinal, ele não necessita de instalação. Esse modelo de serviço é chamado de hosted e quer dizer que os sites rodam a partir dos servidores do próprio Wix.

Os CMSs como o WordPress são plataformas self-hosted, ou seja, seus websites são executados a partir de um servidor local. Isso significa que, embora o software em si seja gratuito, será necessário contratar um plano de hospedagem para colocar o seu site no ar.

Segurança

Não existe nenhuma plataforma que seja 100% segura, mas, no modelo hosted oferecido pelo Wix, a maior responsabilidade com a segurança para sites fica por conta da empresa, pois os usuários não têm acesso à base de dados da plataforma.

Não significa que os construtores de site sejam sempre confiáveis, mas, para garantir a integridade do serviço, seus recursos são constantemente atualizados.

Já no WordPress, o usuário é diretamente responsável pela segurança do site, pois é proprietário de toda a sua estrutura e tem acesso a todos os seus dados desde a raiz.

Em geral, a plataforma é segura, mas será necessário tomar precauções com plugins de segurança e senhas fortes, não apenas no WordPress, mas também no serviço de hospedagem.

Design e personalização

O design é um ponto forte do Wix. A tamanha liberdade entregue ao usuário pelo editor permite criar páginas para todos os gostos e estilos. Só é preciso ficar atento à responsividade.

Ajustes feitos nas páginas em desktop podem não funcionar bem em smartphones e isso é intolerável nesta era de transformação digital. O mobile foi responsável por 52,2% do tráfego online em 2018 e os números estão crescendo.

O WordPress, porém, não fica para trás em termos de design e personalização. São milhares de plugins e temas para montar a aparência do seu site, e as novas atualizações dessas ferramentas trazem layouts cada vez mais responsivos.

Quem leu este conteúdo também se interessou por:
👉 Plataformas gratuitas para blog: confira as 10 melhores!
👉 Ferramentas para monitorar a performance do blog: as 7 melhores!
👉 Tipos de blog: conheça os principais e como gerenciá-los
👉 Como fazer um blog post que converte: veja o passo a passo completo

Gerenciamento

Para manter seu site Wix funcionando, não são necessários muitos ajustes. Todas as eventuais manutenções e atualizações são realizadas automaticamente. O usuário só precisa se preocupar em criar e editar seu conteúdo. Essa simplicidade agrada a princípio, mas torna o site um tanto engessado.

No WordPress, as tarefas básicas de manutenção podem ser minimizadas com a ajuda de plugins, mas sempre haverá a necessidade de realizar atualizações manualmente, corrigir erros, fazer backups etc.

A vantagem é a flexibilidade, pois existem diversas ferramentas de gerenciamento que ajudam o seu site a ficar mais rápido, responsivo, lucrativo e encontrável.

Suporte

O Wix oferece uma central de suporte equivalente aos SACs tradicionais, com uma equipe disponível por e-mail, chat e até telefone. O WordPress.com também oferece uma equipe de atendimento semelhante.

Apesar de contar com uma página de contato em seu site, o WordPress.org não tem uma central de atendimento oficial.

Ainda assim, a plataforma tem uma enorme rede de usuários e colaboradores que se auxiliam mutuamente por meio de fóruns e blogs espalhados pela internet.

Vale ressaltar também que o conteúdo produzido sobre o WordPress é incrivelmente vasto e seus usuários têm acesso a uma imensa gama de artigos, tutoriais, videoaulas, livros e cursos para se capacitar e tirar dúvidas.

Plugins

Os criadores de sites tradicionais não costumavam apresentar incrementos instaláveis além do pacote de serviços adicionais dos seus planos pagos.

O Wix inovou o seu mercado ao disponibilizar plugins drag-and-drop para seu criador de sites. A plataforma oferece centenas de apps: alguns gratuitos, outros com funcionalidade limitada, e aqueles restritos aos assinantes.

Quando o assunto é plugin para Web, porém, o WordPress é imbatível. São mais de 50 mil plugins disponíveis por lá para as mais diversas funções e serviços, incluindo soluções desenvolvidas por grandes empresas de tecnologia. O melhor de tudo é que a maioria deles é grátis!

SEO

O Wix já enfrentou polêmicas sobre sua suposta desvantagem nos mecanismos de busca. O que ocorreu foi que, em 2015, o algoritmo do Google sofreu uma pane que comprometeu a indexação dos sites criados na plataforma, mas tudo indica que o problema foi solucionado, embora ainda existam ruídos sobre o assunto.

Discussões à parte, a verdade é que o Wix é realmente limitado em configurações de SEO — o que já é esperado em seu modelo de serviço.

A maior parte das recomendações da empresa se restringe a melhorias de conteúdo e, para acessar dados analíticos, por exemplo, é preciso contratar um plano premium.

O WordPress, por outro lado, entrega todo o controle em suas mãos, inclusive, o SEO. Além de ser previamente preparado para ser bem ranqueado no Google, o CMS:

  • permite customizar as URLs das suas páginas desde o início;
  • viabiliza ajustes diretamente em seu código;
  • e ainda oferece vários plugins gratuitos, como o Yoast SEO, que educa o usuário durante a produção do conteúdo.

Wix ou WordPress: qual devo escolher, afinal?

Wix e WordPress são as plataformas mais populares em suas respectivas categorias de serviço. Considerado a maior referência entre os criadores de sites disponíveis no mercado, o Wix é voltado para um público mais leigo ou usuários que não desejam se aprofundar em desenvolvimento web.

O WordPress é o CMS mais conhecido e querido da internet, justamente, por entregar uma solução extremamente eficiente em uma plataforma aberta que evolui constantemente.

Apesar de exigir algum conhecimento prévio, é, em geral, simples de utilizar e sua variedade de recursos é capaz de atender a qualquer tipo necessidade na Web.

Usuários iniciantes geralmente exploram o Wix antes de tentar o WordPress, atraídos pela simplicidade que a empresa anuncia. De fato, seu criador de sites entrega aquilo que propõe e, sem dúvida, é muito eficaz para criar páginas corporativas, portfólios e até pequenos e-commerces.

De qualquer forma, o WordPress é a opção mais robusta para o gerenciamento de conteúdo na Web, pois oferece funcionalidades mais avançadas para construção de páginas, integração com outros serviços, melhorias em SEO e monitoramento de dados, fatores indispensáveis para o marketing digital.

E então? Wix ou WordPress, com qual deles você vai ficar? Se a sua escolha for o WordPress, nós temos um o conteúdo que ensina como usá-lo na criação de um blog corporativo!

Ebook Experiência de Compra OnlinePowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *