Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 19 de novembro de 2020. | Atualizado em 6 de novembro de 2020


Entender como reduzir o Javascript das suas páginas ajuda a otimizar a experiência dos usuários com a sua marca. Isso ajuda a melhorar a performance do seu site, atendendo ao nível de exigência dos consumidores, cada vez maior no ambiente online.

Dentro de um cenário de alta competitividade pela atenção — e os recursos — dos consumidores, a experiência de cada usuário dentro das suas páginas é fundamental. Isso vale desde a decisão de hospedagem do seu site até os recursos que vão ser exibidos nele. Quanto mais otimizada for a sua página, maiores são as chances de sucesso. Por isso, é preciso saber como reduzir Javascript.

Afinal, o tempo médio de carregamento de uma página pode ser a diferença entre um aumento na sua taxa de rejeição e mais uma conversão. Pensando nisso, existem diversas técnicas para oferecer uma melhor experiência ao visitante nas suas páginas. Uma delas é otimizar o desempenho do Javascript a partir da aplicação de algumas técnicas para a sua redução.

Por isso, vamos abordar os seguintes tópicos, neste artigo:

Reduzindo o código Javascript do seu site, é possível melhorar o desempenho do que é entregue aos usuários. Continue a leitura deste artigo para esclarecer todas essas dúvidas e descobrir como realizar essa tarefa. Confira!

Por que é importante reduzir o Javascript?

Antes de entender o que deve ser feito para reduzir o Javascript, é preciso compreender por que esse assunto é tão importante. Os motivos são os mais variados, mas é interessante começar por quem está do lado de fora do seu negócio: o usuário.

O visitante nem imagina ao acessar um site, mas ele é impactado diretamente pelo tamanho do código utilizado nas suas páginas. Quanto mais compacto e reduzido for o código, mais rápido vai ser o processamento das informações que são exibidas para o usuário.

De certa forma, portanto, o Javascript afeta diretamente, por exemplo, o tempo de carregamento de uma página. Não adianta ter um layout que atenda aos anseios da sua persona e seja pensado na conversão, se o desempenho for ruim.

Além disso, quando o tempo de execução do Javascript é muito elevado, isso se reflete diretamente nas suas páginas, que podem deixar de ser responsivas. Isso representa um desempenho baixo do seu site e, consequentemente, uma experiência negativa para o usuário.

Essa redução também pode ser benéfica para programadores. Ao descobrir como reduzir o Javascript, o código se torna automaticamente mais legível, simplificando o trabalho de quem precisa, por exemplo, realizar melhorias futuras na página. O programador pode reutilizar partes relevantes, sem a necessidade de reescrever o código por completo. Sendo assim, também otimiza o trabalho de programação do seu site.

Como reduzir o Javascript?

Mas, na prática, quais são as ações e estratégias que podem ser implementadas para conseguir a redução do Javascript de forma eficiente? Listamos algumas das opções que podem ser utilizadas!

Powered by Rock Convert

1. Declarando variáveis 

Uma das formas mais utilizadas para redução do Javascript é declarar variáveis. Em vez de destacar uma variável em cada linha, basta agrupá-las em uma só, do início ao fim, para reduzir consideravelmente o código das suas páginas.

2. Usando operadores de atribuição

Os operadores de atribuição também podem ser úteis no desafio de reduzir o Javascript. A ideia é utilizar os códigos encurtados (como ‘x += y’ em vez de ‘x = x + y’ para adição) para tornar a leitura mais simples e dinâmica.

3. Simplificando com Charat()

O método Charat() também pode simplificar os códigos da sua página com eficiência. A ação consiste em indexar os carácteres de uma cadeia da esquerda para direita, sendo o primeiro ‘0’, o segundo ‘1’, e por aí vai. A ideia é fazer referência apenas ao índice especificado.

Quais ferramentas podem ser úteis?

A boa notícia é que a transformação digital torna a redução do Javascript ainda mais fácil. Com o suporte de algumas ferramentas, é possível otimizar a tarefa. Assim, de forma simples e automatizada, o seu objetivo de melhorar a performance pode ser alcançado. Confira algumas das opções mais úteis para esse processo!

jsMini

Entre as opções disponíveis de ferramentas para contribuir com a redução do Javascript, o jsMini é, sem dúvidas, a mais simples e eficiente de ser implementada. Definiu quais são os códigos a serem reduzidos? Basta copiar o que vai ser alterado, jogar na plataforma e determinar qual vai ser o formato de compressão — básico ou total — e o seu código vai ser reduzido.

Grasp

Outra opção que pode otimizar o processo de redução do Javascript é o Grasp, que permite uma busca mais precisa para saber quais códigos vão ser substituídos. Para a programação, essa plataforma permite a refatoração dos códigos com simplicidade, otimizando o tempo na busca pelos trechos do seu código que devem ser reduzidos.

Quais erros devem ser evitados?

Além disso, é importante se certificar de que alguns erros não estejam sendo cometidos. Um deles é a utilização das ferramentas para redução dos códigos. Não adianta automatizar o processo, se os códigos exibidos não estiverem corretos. As ferramentas de compressão não vão corrigir essas falhas, o que reforça a importância do cuidado na hora de escrever a linguagem utilizada no seu site.

Outro erro que deve ser evitado no processo de redução do Javascript é não salvar uma cópia do seu código original. Por mais que não ofereça a mesma performance para as suas páginas, alguma informação relevante pode ser perdida no processo de redução do código. Portanto, sempre se certifique de ter uma cópia antes de reduzir o Javascript, especialmente, de forma automatizada.

Saber como reduzir o Javascript do seu site é, portanto, uma forma eficaz de potencializar o desempenho das suas páginas e, consequentemente, entregar uma melhor experiência aos usuários que interagem com a sua marca. Em um cenário de alta competitividade, pensar em todos os detalhes deve ser uma responsabilidade para quem deseja ter maior destaque.

Agora que você já sabe como reduzir o Javascript das suas páginas e a importância de adotar essa prática, que tal se aprofundar ainda mais no que é esse código e o que, de fato, representa? Siga em nosso blog para descobrir o que é Javascript, como funciona e por que usá-lo no seu site!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *