Como criar conteúdos personalizados que representem sua audiência

Na era da informatização, os conteúdos personalizados para audiência são a ferramenta perfeita para converter usuários em clientes e fidelizar qualquer público. Para isso, é preciso entender os objetivos da ação, além de trabalhar com a análise de dados, segmentação e investir em interatividade.

Como criar conteúdos personalizados que representem sua audiência

    Conteúdos personalizados para audiência vêm se transformando nas principais alternativas para quem busca por engajamento online

    Percebemos isso, principalmente, porque contar histórias e alcançar resultados satisfatórios se transformou em uma tarefa cada vez mais difícil nos últimos anos. 

    Para brilhar na era da transformação digital e se destacar em meio ao volume gigantesco de dados que transitam na Internet diariamente, é preciso investir em ações que conversem de verdade com o usuário.

    O que se espera de uma boa estratégia de Marketing Digital, então, é a percepção da audiência além dos números, pensando em planos segmentados, analisados a partir de grupos específicos e com conteúdos cada vez menos generalizados.

    Para conquistar engajamento com esse formato, você deverá investir em uma série de fatores.

    Vamos falar sobre cada um deles e apresentar suas principais vantagens. Continue conosco!

    Conheça a sua audiência de verdade

    Atualmente, é quase impossível desenvolver campanhas de sucesso sem o devido conhecimento sobre as personas.

    Tenha certeza que, mesmo sem usar a nomenclatura do marketing, cases de sucesso envolvem o real conhecimento a respeito do público.

    Ignorar a estratégia é como andar no escuro: você nunca sabe qual será o próximo passo ou as consequências de qualquer ação realizada. Ao mesmo tempo que podemos encontrar um pote de ouro, existem chance de desmoronarmos rumo a um abismo.

    Por isso, antes de partir para a criação de conteúdo personalizado, estude. Saiba quem é o seu perfil ideal de comprador, como ele se comporta, quais são os seus principais problemas e as melhores formas de se inserir dentro de uma realidade específica.

    O segredo é ir além das informações amplas — como nome, idade e região — e investir em dados mais segmentados. Eles podem ser:

    • estado civil;
    • escolaridade;
    • situação financeira;
    • perfil da família;
    • identificação pessoal;
    • temáticas que geram desinteresse;
    • histórico de vida.

    Um bom exemplo de uso correto da persona é a Netflix, que não poupa conteúdos com “piadas internas” sobre séries e filmes específicos da plataforma.

    Ao criar as peças pensadas minuciosamente em cada público da marca, o conteúdo recebe muito mais engajamento e identificação.

    postagem da netflix nas redes sociais

    O diálogo, que pode ser considerado como um exemplo para marcas nas redes sociais, também é personalizado e representa uma proximidade muito grande com aqueles que se engajam com o conteúdo.

    comentários em postagens da netflix

    Defina os objetivos da ação

    Depois de definir o perfil do grupo de pessoas que será impactado com a ação, é hora de traçar os objetivos. 

    Neste momento, é importante reunir a maior quantidade de setores possível — com a finalidade de entender gargalos, argumentos de venda, dificuldades de inserção no mercado, fraquezas, forças e outros pontos que vão além ao setor de Marketing ou Comunicação.

    Também é a hora de definir as métricas de sucesso da ação para que seja possível acompanhar os resultados e entender se tudo está correndo conforme o previsto.

    Todas as informações preliminares a respeito do objetivo final serão responsáveis por guiar a produção dos conteúdos e, como consequência, direcionar o engajamento rumo ao que foi acordado — e muito desejado — por toda a equipe.

    Entregue uma proposta de valor

    Nos últimos anos, a expressão “proposta de valor” pode ter perdido a sua força. Isso acontece, muitas vezes, porque marcas escondem seus objetivos em campanhas rasas e sem propósito.

    A ação causa um distanciamento por parte do usuário, que cultiva cada vez mais a reflexão antes de seguir marcas no Instagram, por exemplo. Conteúdos altamente comerciais e agressivos no quesito “vendas” tendem a apresentar engajamento inferior aos que investem em ir além e contar histórias de verdade.

    Conteúdos personalizados têm o poder de criar tal diálogo genuíno por um simples motivo: cada parte da estratégia foi pensada de acordo com a realidade, vivência e desafios de um grupo de pessoas específico. 

    Para entregar proposta de valor a partir desse formato, você pode seguir por alguns caminhos:

    • desperte a emoção;
    • entenda a realidade da sua audiência — gírias usadas, influenciadores importantes, principais canais sociais;
    • tenha sempre um conceito por trás das campanhas, não deixe que as vendas se transformem em um discurso agressivo sem que haja motivo real para isso;
    • mostre que você se interessa de fato por aquelas pessoas — isso pode ser feito a partir de questionários, vídeos ao vivo ou formas em geral de coletar as impressões da sua audiência.

    Outra forma de estimular a entrega de valor é a partir de um conteúdo humanizado. Uma das grandes marcas brasileiras que usa do recurso é o Magazine Luiza, com a criação da personagem Lu. 

    personagem Lu, do Magazine Luiza

    Hoje em dia, a personagem digital se transformou em porta-voz da marca e é a responsável pelas plataformas de mídias sociais.

    Os conteúdos vão além das vendas e propõem a criação de diálogos interessantes com aqueles que interagem com a página.

    interação da lu em sua página no twitter

    Assim como a Magalu, temos outro exemplo interessante por aqui. É a Nat, personagem criada pela Natura.

    personagem Nat, da Natura

    A personagem criada pela empresa de cosméticos tem uma persona muito bem definida, e cada conteúdo representa isso de alguma forma.

    É difícil ver posts que não falem sobre natureza, sustentabilidade e aceitação da própria beleza.

    twitter da nat, da natura

    Invista em conteúdo interativo

    Um estudo realizado pela Ion Interactive aponta que 90% dos participantes acreditam que o conteúdo interativo tem eficácia na educação do cliente

    O público precisa ver valor nos conteúdos com o qual interage, e investir na interatividade é convidar aquelas pessoas para uma conversa sincera, interessante e educativa. 

    Dessa forma, a mensagem emitida nos seus canais se sobressai em meio a um mar de conteúdos estáticos, que competem com um volume de dados gigantesco e completamente esquecível. 

    Você pode se interessar por esses outros conteúdos

    Tipos de conteúdo interativo: veja 5 tipos altamente atrativos

    Como conseguir egajamento com conteúdos interativos

    Como gerar receita com conteúdo interativo

    Como usar conteúdos interativos para reduzir o ciclo de vendas


    Seja capaz de medir os resultados

    Uma das principais vantagens desse tipo de ação é a capacidade de gerar insights, dados, gráficos e qualquer outra fonte de informação concreta e necessária para melhorar — ou investir ainda mais — em processos.

    Formatos como infográficos, questionários, vídeos e outros conteúdos interativos contam com pontos e rastreamento de dados integrados, permitindo a compreensão exata de onde cada usuário se envolveu.

    O rastreamento desses pontos de dados é crucial para o sucesso do seu conteúdo. Avalie não apenas o número de visualizações, mas as taxas de engajamento, pontos de desistência e métricas de compartilhamento de redes sociais. 

    Juntas, essas métricas permitem a criação de relatórios completos sobre o desempenho e efeito do conteúdo nos usuários.

    Ao prestar atenção nos principais elementos responsáveis pelo sucesso desse formato, tenha certeza que a sua estratégia alcançará resultados incríveis e estará pronta para conquistar engajamento por parte do público.

    Se você gostou de aprender sobre os conteúdos personalizados para audiência, é hora de conhecer mais sobre a interatividade. Para isso, saiba tudo sobre a ferramenta ion, focada na criação de experiências interativas.

    Compartilhe

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!

    Nosso site é otimizado para cada país em que operamos.

    Ir para site em Português ->