Conheça 7 formas de criar um site de vendas gratuito

Saiba como criar um site de vendas gratuito com as 6 dicas que você receberá em nosso conteúdo.

Atualizado em: 26/10/2023

Precisando de conteúdo para sua empresa? Encontre os melhores escritores em WriterAccess!

Criar um site de vendas gratuito parece ser uma tarefa difícil, não é mesmo? O que você pode não saber, porém, é que existem diversas plataformas para auxiliá-lo.

Com poucos passos e minutos, a sua loja virtual estará montada e pronta para ser divulgada. Assim, os primeiros passos de uma empresa que deseja vender os seus produtos na internet não necessitam de grandes investimentos.

Listamos 6 opções para o seu negócio. E vale a pena alertar que cada uma delas pode servir para um determinado tipo de negócio. Por isso, ao final das apresentações, fizemos um comparativo em que você pode decidir facilmente sobre qual é a melhor escolha. Confira:


    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    1. Nuvemshop

    Hoje a Nuvemshop é considerada a plataforma de e-commerce líder da América Latina. Apresenta-se com uma tecnologia robusta, completa e bastante intuitiva para PMEs.

    Pontos positivos

    Dentre os inúmeros recursos que a Nuvemshop oferece, destacam-se: layouts com mais de 40 modelos personalizáveis, administração de produtos simplificada (como adição e edição de mercadorias de forma massiva) e integração com o Google Analytics para a análise das métricas do negócio.

    Além disso, possui múltiplos meios de pagamento (PagSeguro, Wirecard, Mercado Pago, Paypal etc), convênios para envios (Correios, Envio Fácil, Mercado Envios, Loggi e Jadlog), aplicativo para iOS e Android, integração com ferramentas de marketing (Facebook Store e Instagram Shopping) e a Universidade do E-commerce com conteúdos educativos.

    Por fim, esta plataforma garante 99,9% de uptime durante o ano.

    Pontos negativos

    Concedem suporte ao empreendedor apenas por e-mail. Por WhatsApp e com gerente dedicado à conta, o atendimento está disponível somente para planos avançados.

    Ademais, nos planos de entrada, a Nuvemshop não exibe a loja virtual em múltiplos idiomas – o que pode não ser ideal para quem deseja vender para outros países.

    Condições

    A Nuvemshop oferece 30 dias gratuitos para que os lojistas possam testar a plataforma.

    Após esse período, disponibilizam planos que atendem diferentes necessidades: desde o essencial ao empresarial.

    2. Wix

    Wix é um sucesso, pois diversos sites institucionais e de vendas têm sido realizados com ele.

    Pontos positivos

    Como vantagem, o sistema é fácil de ser utilizado e possui documentação suficiente para que empresários sem entendimento de design nem de programação possam fazer a sua 1ª loja online.

    O processo de criação é rápido e possui total integração com o Facebook. Assim, caso você faça o login pela rede social, não será necessário informar nenhum outro dado pessoal.

    Além disso, após esse 1º passo, já possível escolher o template desejado. Basta eleger na seção categorias o item “loja virtual”.

    Todo o processo é simples, e profissionais sem grande conhecimento em informática podem manusear o sistema.

    Pontos negativos

    Porém, há limitações de personalização. Os temas não são tão variados. Assim, as suas páginas podem não ser muito diferentes das de outras empresas.

    Outro ponto negativo é a dificuldade de rastreamento pelo Google. Embora a própria empresa tenha reconhecido o problema, afirmou que ele já teria sido resolvido.

    Porém, usuários ainda se demonstraram insatisfeitos com esse detalhe. Até mesmo uma página especializada em Wix diz que a plataforma não é muito otimizada para SEO.

    Além disso, caso você precise de alguma função adicional, dificilmente conseguirá. Sendo assim, a plataforma é ideal para pequenas lojas que estão dando os seus primeiros passos em vendas pela internet.

    Condições

    A plataforma é gratuita. Porém, para utilizar algumas funções — como domínio próprio — é necessário adquirir aos planos premium da empresa, cujo valor começa com R$ 9,90 por mês.

    3. WordPress

    WordPress é um dos sistemas gerenciáveis mais conhecidos e utilizados no mundo. Além de ser uma plataforma de código-livre disponível livre e gratuitamente na internet, possui um sistema de criação de blogs e de sites para aqueles que não possuem muito conhecimento ou não querem ter custos com hospedagem.

    Pontos positivos

    A principal vantagem é ter à disposição milhares de plugins que podem ser úteis para personalização e criação de novas funcionalidades do sistema.

    Dessa maneira, é possível garantir um sistema seguro e que pode atender à maioria das demandas das empresas ou dos vendedores.

    A tela inicial possui mais informações do que deveria. Assim, em um 1º acesso, pode-se ter alguma dificuldade que será rapidamente derrubada.

    Pontos negativos

    Os pontos negativos ficam pela publicidade exibida pelo wordpress.com e pela não possibilidade de utilizar o domínio próprio.

    Condições

    Caso você queira utilizar alguma das funções acima, basta pagar uma taxa de 2,90 dólares mensais.

    4. Loja 2

    plataforma permite que em apenas alguns minutos você já esteja apto para vender produtos. Como acontece normalmente com as ferramentas gratuitas, não é necessário contratar hospedagem. Basta escolher o layout desejado, cadastrar os produtos e selecionar as formas de pagamento.

    Pontos positivos

    Você não precisa se preocupar com a quantidade de transações efetuadas nem com o número de usuários que entram em seu site. São ilimitados!

    Existe a possibilidade de integração com o Google Analytics e com os Correios. Assim, você pode entender melhor o público da loja e enviar o seu produto facilmente. Caso queira, você também consegue emitir cupons de desconto.

    Pontos negativos

    Como acontece com a maioria das plataformas, não é possível utilizar domínio próprio. Outro problema é não inserir mais de uma foto por produto.

    Por fim, blocos de publicidade podem aparecer nas suas páginas.

    Condições

    Para retirar as limitações, é necessário um pagamento mensal de R$ 19,90.

    5. BPG

    Essa ferramenta é simples, e assim você pode criar o seu site rapidamente. Para fazer a inscrição, basta utilizar a conta do Facebook ou do Google. Caso queira, é possível fazer uma conta totalmente nova.

    Após esse passo, basta interligá-lo ao PagSeguro, cadastrar os produtos e começar a vender.

    Pontos positivos

    Você pode cadastrar quantos produtos quiser e não há limites de acessos. Outros pontos positivos são a integração com os Correios e com o Facebook.

    Diferentemente da maioria, você pode utilizar o seu domínio próprio.

    Pontos negativos

    Infelizmente, a única opção para pagamento é o PagSeguro. Assim, você terá que receber dessa ferramenta, mesmo que encontre outras com mais vantagens.

    Outro problema é a falta de suporte da empresa. Não é possível encontrar um canal de comunicação direta, o que pode fazer com que eventuais problemas não tenham a devida correção.

    Condições

    Nenhuma limitação. Totalmente gratuito.

    6. Loja Integrada

    Você pode criar facilmente a sua loja gratuita nessa plataforma. Após se cadastrar, basta configurar quais serão os meios de pagamento aceitos, domínio, personalizar o design da forma preferida e cadastrar os produtos.

    Pontos positivos

    Os principais pontos positivos são:

    • integração com os correios, filtrando as regiões de entrega;
    • diversas possibilidades de pagamento (estão disponíveis intermediadores como MercadoPago, PagSeguro e PayPal);
    • integração com o Facebook;
    • utilização de domínio próprio;
    • possibilidade de utilização de aplicativos gratuitos e pagos para auxiliar no envio de e-mails, chat e logística;
    • otimização com SEO.

    Pontos negativos

    Após tantos pontos positivos, temos que encontrar alguma limitação, não é mesmo? No plano gratuito, você pode ter no máximo 50 produtos, um usuário e apenas 5 mil visitas mensais.

    Comparação

    Preparamos um comparativo para ajudá-lo a fazer a melhor escolha. Veja os diferenciais de cada empresa:

    • conexão com domínio próprio: BPG e Loja Integrada;
    • customização total da loja e planejamento de novas funções: WordPress e Nuvemshop;
    • diversidade de bandeiras no pagamento: WordPress, Loja 2 e Loja Integrada;
    • ferramenta sem limitações: BPG;
    • integração com os correios: Loja 2, BPG, Nuvemshop e Loja Integrada;
    • ligação com aplicativos: Nuvemshop e Loja Integrada;
    • otimização com SEO: WordPress (com plugin), Nuvemshop e Loja Integrada.
    Templates de Fluxo de Nutrição

    7. Marketplaces

    Entre as formas de criar um site de vendas, é possível contar com os marketplaces. Estes espaços proporcionam uma vitrine para a sua loja, permitindo aumentar o número de clientes e também de vendas.

    Afinal, um marketplace é um espaço no qual os consumidores pesquisam por um determinado item e têm acesso a uma grande variedade de vendedores. Ou seja, há uma competição na plataforma, mas que permite vantagens de acordo com o valor, custo-benefício, avaliação dos clientes, entre outros.

    Os marketplaces são espaços ideais para lojistas que desejam expandir suas vendas online e encontrar clientes de forma orgânica ou patrocinada. Em comparação com os sites, são mais simples de usar, além de mais acessíveis. Portanto, se você procura onde criar site de vendas gratuito, essas opções são interessantes. Confira!

    Magalu

    Lojistas que procuram como criar site de vendas grátis podem contar com o marketplace do Magalu. Inicialmente, essa plataforma vendia apenas produtos próprios das lojas, mas hoje já é possível vender outros produtos variados.

    A plataforma não cobra nenhuma taxa para o registro da loja e cadastro dos itens. Mas há taxas para cada venda feita dentro da plataforma, que variam entre 10% e 20% do valor total.

    Americanas

    A Americanas é uma loja conhecida por todos os brasileiros. Além de suas lojas físicas e online, a Americanas também possui marketplace, onde seus parceiros podem criar site de vendas e lucrar com produtos diversos.

    Um dos diferenciais é que é possível importar produtos da China, beneficiando vendedores que trabalham com produtos importados. 

    Não há investimento inicial para começar, nem mesmo a cobrança de mensalidades ou taxas de manutenção. Há apenas uma comissão para cada venda efetuada, que varia entre 16% e 19%, dependendo da categoria do produto vendido.

    Shopee

    A Shopee é um marketplace relativamente recente, mas já se tornou uma das principais formas de criar site de vendas gratuito. Isso porque a plataforma apresenta um grande benefício: os cupons de frete grátis.

    Hoje, é possível comprar itens a partir de R$10 e receber gratuitamente em casa, o que permite um alto fluxo de vendas na plataforma.

    Porém, os vendedores devem se atentar às taxas, que são diferentes para quem adere ao programa de frete grátis e quem não. Vendedores que não aceitam cupons de frete grátis pagam 14% por venda, enquanto os que que aceitam pagam 14% + 6%. Além disso, há uma taxa fixa de R$3 por produto vendido.

    Amazon

    A Amazon é uma das plataformas mais conhecidas quando falamos em vendas online. Popular há décadas nos Estados Unidos, no Brasil ela vem ganhando reconhecimento dos lojistas que desejam criar site de vendas grátis.

    Um grande diferencial é que é possível anunciar para qualquer parte do mundo, o que potencializa seu número de clientes. Porém, diferente de outras plataformas como Mercado Livre e Magalu, o vendedor é totalmente responsável pela entrega. Ou seja, não há um sistema próprio de frete como em outras plataformas.

    Mercado Livre

    Quando o assunto é marketplace, o Mercado Livre é pioneiro. Com isso, muitos compradores e vendedores estabeleceram uma relação de confiança com a plataforma.

    Hoje, o Mercado Livre possui um sistema de frete próprio, otimizado e que garante entregas cada vez mais rápidas. Além disso, possui centros de distribuição em todo o Brasil, o que facilita a logística para os vendedores.

    As taxas são aplicadas em cada venda e variam de acordo com o tipo de produto vendido. Além disso, há formas de anunciar e conquistar destaque dentro da plataforma.

    Via Varejo

    Por fim, temos o Via Varejo, o marketplace que pertence ao grupo de empresas que agrega Casas Bahia, Extra e Ponto (antigo Ponto Frio).

    A vantagem é que não há cobrança de taxa fixa por venda e o sistema é o de comissão por venda realizada. Atualmente, a comissão por venda está reduzida a 17%

    Você entendeu como a sua loja pode ser criada rapidamente, sem burocracia ou grandes conhecimentos em informática?

    Criar um site de vendas gratuito é apenas o 1º passo para que sua estratégia digital seja bem-sucedida. Você sabe quais métricas a sua empresa deve acompanhar? Leia este post e retire as suas dúvidas.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo no WriterAccess.

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo em WriterAccess.

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Compre conteúdo de alta qualidade com a WriterAccess.

    Tenha acesso a mais de 15.000 freelancers especializados em redação, edição, tradução, design e muito mais, prontos para serem contratados.

    Fale com um especialista e amplie seus resultados de marketing.

    A Rock Content oferece soluções para produção de conteúdo de alta qualidade, aumento do tráfego orgânico e conversões, e construção de experiências interativas que transformarão os resultados da sua empresa ou agência. Vamos conversar.