Por Autor Convidado

pela Rock Content.

Publicado em 24 de julho de 2020. | Atualizado em 24 de julho de 2020


Conheça mais sobre as melhores táticas de Inbound Marketing e estratégias avançadas para e-commerce neste post!

Lojas virtuais que adotam uma estratégia de SEO conquistam 13,2 vezes mais visitantes e 5,7 vezes mais clientes em comparação com os e-commerces não otimizados com SEO (E-commerce Trends, 2017), sabia?

Estratégias de SEO estão intimamente ligadas à estratégias avançadas de Inbound Marketing para e-commerce.

Outro exemplo do sucesso de estratégias de Inbound Marketing são os investimentos em redes sociais. 69,4% dos usuários descobrem lojas virtuais por meio de redes sociais (E-commerce Trends, 2017).

Esses números apenas mostram como é importante usar o Inbound Marketing no e-commerce. E, pensando nisso, separei este post para apresentar estratégias para você usar na sua loja virtual!

Qual o conceito de Inbound Marketing

De modo simples, o Inbound Marketing é atrair clientes por meio de conteúdo relevante.

O Inbound Marketing é composto por estratégias de marketing de criação e compartilhamento de conteúdo valioso com o objetivo de conquistar a permissão de comunicar com seu potencial cliente de forma direta, criando um relacionamento que pode ser duradouro.

Com o Inbound Marketing, seus potenciais clientes começarão a vir até você atraídos pela sua mensagem. Nas estratégias de Inbound Marketing, a comunicação é mais aberta, ou seja, a marca e cliente se engajam em discussões e iniciativas, a interação é aberta e constante.

É importante ressaltar o constante, pois a continuidade é também uma das características das estratégias de Inbound Marketing. Em vez de interromper as pessoas, a mensagem da marca é passada de forma contínua, nos momentos mais convenientes para elas, entendeu?

Além disso, com essa estratégia, o engajamento tende a ser maior. Isso se dá pelo fato de que o relacionamento de confiança é criado pela constante geração de valor sem interrupções aos leads.

Benefícios do Inbound Marketing para e-commerce

Atrair clientes em potencial por meio de conteúdo relevante traz vários benefícios para o seu e-commerce. O Inbound Marketing tem o poder de construir uma marca forte e aumentar as vendas.

Alcance do público certo

Uma estratégia de Inbound Marketing bem feita tem tudo para aumentar muito o público que entra em contato com a sua mensagem por meio de conteúdo. 

Mas não só isso, estratégias de Inbound Marketing também podem atraem um público realmente interessado.

Segundo a Content Trends 2017, empresas que produzem uma quantidade maior de conteúdo (mais de 13 peças por mês) chegam a ter 4,2 vezes mais visitas.

A mesma pesquisa mostrou que as empresas que usam Marketing de Conteúdo também conseguem gerar 3,2 vezes mais leads que as empresas sem uma estratégia similar.

Aproximação com clientes

O Inbound Marketing não é também chamado de marketing de atração sem motivos.

Por oferecer conteúdo que ajuda a persona na prática, em vez de simplesmente tentar “empurrar” qualquer produto nela, cria-se uma relação de confiança.

O Inbound Marketing se baseia totalmente na comunicação aberta e na interação constante. 

Ciclo mais curto de vendas

Ciclo de vendas é o tempo que sua empresa gasta desde o contato inicial até o fechamento da venda, considerando todas as etapas da jornada.

Uma das muitas utilidades do Inbound Marketing é reduzir o tempo necessário para levar alguém a comprar.

Isso acontece por causa do conteúdo altamente relevante e personalizado, que acelera a movimentação dos leads pelo funil de vendas e os coloca mais cedo na etapa de decisão para compra.

Segundo a pesquisa Martech 2017, 50,4% das empresas de tecnologia que adotam Inbound Marketing têm ciclo menor que 30 dias. Apenas 29,5% das que usam métodos Outbound têm esse desempenho.

Isso é altamente vantajoso pois aumenta as vendas e diminui custos.

Diminuição de custos

O Inbound Marketing é relativamente mais barato que soluções tradicionais, como anúncios e ativações de marca e essa redução dos custos não faz o negócio sofrer com a perda de qualidade ou a diminuição de resultados. Pelo contrário, o investimento tende a ser mais eficiente.

Ticket médio maior

Leads qualificados e bem informados durante o processo de venda se sentem mais confiantes para comprar. Isso faz com que o ticket médio seja maior.

Além de vender mais e melhor, o processo apresenta um risco menor de tentar vender antes da hora, o que poderia atrapalhar a venda definitivamente.

Estratégias de Inbound Marketing para e-commerce

Lembrando que estratégias de Inbound Marketing para e-commerce são ótimas para conquistar resultados mais consistentes do que qualquer outra estratégia digital.

As melhor estratégia de Inbound Marketing para seu e-commerce ter sucesso é produzir conteúdos que atendam as necessidades e expectativas do consumidor, para atraí-lo, convertê-lo e fidelizá-lo. E é sobre isso que irei falar!

1. Marketing de Conteúdo

O conteúdo é uma das principais ferramentas do Inbound Marketing para e-commerce, podendo ser usada em todas as etapas do funil! 

O Marketing de Conteúdo gira em torno da produção e divulgação de uma série de conteúdos diferentes que possuem propósitos e estratégias específicos de acordo com a etapa de compra que seu cliente esteja. 

Alguns conteúdos usados em estratégias de Marketing de Conteúdo são criados para que você aumente a audiência do seu site, melhorando seu posicionamento no Google, outros são criados em forma de iscas, entregando muito valor para as pessoas e pedindo os contatos delas em troca do conteúdo (e-book, cupom de desconto e outros tipos de iscas digitais). 

O Marketing de Conteúdo atrai, converte e encanta clientes e potenciais clientes. Essa estratégia envolve a criação de personas, pesquisa de palavras-chave e vários outros fatores.

2. Blog

Não há dúvidas de que o Inbound Marketing é a melhor prática para a aquisição de clientes por meio de buscadores da internet como o Google.

O blog é o principal canal de produção de conteúdo que uma empresa pode usar no Inbound Marketing. Todos os materiais criados passam, de uma forma ou outra, pelo blog.

Os blog posts são considerados conteúdos de atração, porque sua missão é se identificar com o problema da persona. Ele é uma importante porta de entrada para que potenciais clientes descubram a sua loja.

O resultado é um tráfego maior de pessoas com alto potencial de efetuarem uma compra e se tornarem clientes recorrentes!

Manter um blog para e-commerce consiste em, basicamente, entender a fundo quem são as personas do seu negócio e, a partir daí, produzir conteúdo exclusivo que as ajudem a resolver problemas e sanar dúvidas.

rock stagePowered by Rock Convert

3. Site

Se o blog “vende” o conteúdo, o site é que vende seu produto real. Conforme ouvem a sua mensagem, os visitantes e leads, naturalmente, se sentirão atraídos a ver o que a sua empresa oferece.

Já ficou claro que o e-commerce está se destacando como um dos melhores mercados para investimentos futuros, atraindo várias pessoas empreendendo por necessidade ou por oportunidade. 

4. Mídias sociais

As mídias sociais são fundamentais para espalhar seu conteúdo e fortalecer a imagem da sua marca com o público.

A comunicação nas redes sociais é mais direta e imediata. Ou seja, as ações recebem seu feedback rapidamente, assim que são lançadas. Esse é um grande benefício, porque assim é possível ver o que deu certo e o que deve ser ajustado.

Ao mesmo tempo, essa agilidade e praticidade aumentam o sentimento de valorização do cliente, porque ele percebe que obtém um retorno personalizado e eficiente a suas reclamações, dúvidas e elogios.

A aproximação e interação com os clientes é um dos principais objetivos das redes sociais, já que a aproximação gera engajamento e a conquista de novos clientes. Procure criar postagens mais humanizadas e que repassem conceitos, histórias e sentimentos despertados pela sua marca.

5. SEO

O SEO para e-commerce é uma das ferramentas mais práticas e econômicas para impulsionar as suas vendas na internet. 

Ele trata de estratégias de otimização para mecanismos de busca, como o Google. O objetivo dessa técnica é atrair tráfego qualificado para o seu site.

O Google é a fonte mais usada pelas pessoas para pesquisar produtos e tirar dúvidas. O SEO faz com que seu site seja encontrado mais facilmente e consiga muito mais tráfego qualificado.

Guia do SEO 2.0Powered by Rock Convert

6. Landing pages

Também conhecidas como páginas de conversão, são feitas para convencer os visitantes a aceitar uma oferta (normalmente um material gratuito de grande qualidade) em troca de informações pessoais

Landing pages são cada vez mais comuns nas estratégias de Marketing Digital. Afinal, são um estimulante para o engajamento dos visitantes, o que afeta positivamente a taxa de conversão.

Além disso, ela colabora para o rankeamento e também para a obtenção de dados.

As informações que a landing page pede são preenchidas em formulários. A forma como eles são criados faz grande diferença na taxa de conversão, então fique atento para tornar o preenchimento fácil e agradável.

7. CTAs (call to action)

CTA é uma chamada à ação, um convite direto para que o visitante aceite a oferta da landing page e preencha o formulário. Sendo assim, é uma ferramenta primordial para promover suas ofertas de Marketing Digital e gerar leads.

Mantenha um alto contraste do CTA com os outros elementos da página.

8. Email marketing

Email marketing é uma das estratégias de Marketing Digital mais utilizadas no mundo. 

Não basta gerar leads sem fazer um trabalho de gestão e mantê-los interessados na sua marca.

O email marketing é a melhor estratégia de Marketing Digital para manter a comunicação com os seus clientes ativa. O email marketing é o canal perfeito para isso, já que permite estimular o interesse dos leads com praticidade e alto nível de personalização.

9. Produção de ebooks

A palavra ebook significa livro digital.

Ebooks são materiais avançados que contém uma estrutura para explanar um assunto e geralmente explicam como resolver algum problema. Ele é muito útil para levar o cliente ideal para o próximo nível do funil de vendas.

Os ebooks são fundamentais para concluir o processo educacional dos consumidores e abordar temas mais específicos. Além disso, também são portas de entrada para leads.

A produção de ebooks em estratégias de Inbound Marketing para e-commerce também geram autoridade para a marca, fazendo com ela se torne referência no assunto que produz.

10. Produção de Webinars

Os webinars ou aulas online respondem a dor do cliente de maneira simples a ágil porque se apoia, principalmente, em como fazer na prática.

Ao explorar essas vantagens, suas vendas tendem a aumentar. Elas melhoram o reconhecimento e autoridade da marca já que ao abordar assuntos relevantes para a sua persona, o interesse em sua marca aumentará de forma natural. Quanto melhor for a sua produção, mais conhecida ficará a sua empresa.

Elas também tendem a gerar maior engajamento da base, o que é ótimo para a estratégia de Inbound Marketing.

Checklist para webinarsPowered by Rock Convert

11. Produção de vídeos

Se seu objetivo é começar a adotar estratégias de Inbound Marketing, produzir vídeos deve estar na sua lista!

É inegável que hoje em dia o consumo de vídeos para aprender e se informar tem um valor muito expressivo na sociedade. Isso porque seu conteúdo é de fácil acesso e interativo.

E agora, mãos à obra!

Espero que você tenha gostado deste post e tenha aprendido bastante sobre estratégias de Inbound Marketing para e-commerce! Tenho certeza de que, ao começar a usar as novas estratégias citadas, seu e-commerce irá decolar!

Este conteúdo foi produzido pelo blog parceiro da ISET.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *