Google Ads para agências: saiba como fazer e quais são as melhores práticas

O Google Ads é uma plataforma de publicidade online paga em que você pode desenvolver anúncios e determinar onde exibi-los, seja na Rede de Pesquisa, no Gmail, YouTube e em diversos sites pela Rede de Display. Saiba mais!

Google Ads para agências: saiba como fazer e quais são as melhores práticas

Se você está procurando sobre Google Ads para agências, com certeza já tem uma noção de que essa ferramenta é uma excelente forma de atrair mais clientes, não é mesmo?

Não é à toa que esse recurso é uma das estratégias de mídia paga mais consideradas por quem trabalha com marketing digital. Essa plataforma de anúncios se destaca por suas diversas possibilidades, capacidade de alcance e pelos seus consideráveis resultados.

Por isso, dominar a ferramenta é primordial para ter sucesso nas estratégias de marketing digital. Para ajudar você a saber quais são as melhores práticas do Google Ads para agências, preparamos este artigo. Nele, você vai conferir:

    O que é Google Ads para agências?

    O Google Ads, também conhecido como Google AdWords, é a plataforma de anúncios e principal fonte de receita do Google. Com esse recurso de publicidade paga, você pode desenvolver anúncios e determinar onde exibi-los, seja na Rede de Pesquisa, no Gmail, YouTube e em diversos sites pela Rede de Display.

    O primeiro passo para usar o Google Ads é ter uma conta no Google, se cadastrar na plataforma do Ads e configurar as opções de faturamento. No momento, a plataforma aceita pagamentos via cartão de crédito ou boleto.

    Com isso, é possível determinar o tipo de campanha a ser desenvolvida, que pode ser:

    • Gmail Ads;
    • Google Shopping;
    • Rede de Pesquisa;
    • Rede de Display;
    • vídeo;
    • campanha universal de apps.

    O tipo de campanha mais concorrido na plataforma é a Rede de Pesquisa, pois ela torna possível que anúncios de texto sejam exibidos de forma direta nas pesquisas do Google para milhões de usuários que procuram exatamente o que a empresa tem a oferecer.

    Nesse cenário, ao criar em excelente anúncio na Rede de Pesquisa, a sua agência tem a oportunidade de atrair mais visitas e ainda diminuir o custo por clique. Isso pode ser determinante para a viabilidade do negócio.

    Logo, compreender a relevância dessa etapa, dedicando tempo e estratégia para executá-la com qualidade, é fundamental para alcançar os melhores resultados.

    Separamos aqui alguns artigos que podem te interessar:

    Como funciona o Google Ads?

    Google Ads - Rock Content

    Assim como todas as ferramentas do Google, o Ads tem uma interface bastante amigável, facilitando todo o processo para os usuários que desejam anunciar na plataforma, que relaciona anúncios ao seu site tendo como base os usuários e o conteúdo disponível. 

    Dessa forma, os anunciantes criam e pagam os anúncios que desejam promover, sendo que esses podem ser de produtos ou serviços.

    É importante que você saiba que o valor pago pelos anunciantes não é sempre o mesmo, e seus ganhos são variáveis.

    Assim, basicamente, o Google Ads funciona em três etapas:

    1. Os proprietários dos sites parceiros do Google disponibilizam seus espaços para anúncios

    Os proprietários dos sites disponibilizam seus espaços para anúncios colando o código de anúncio na própria plataforma.

    Eles também definem onde desejam que eles sejam exibidos.

    2. Os anúncios que pagarem mais serão exibidos no site

    Aqueles anunciantes que derem os maiores lances para exibir anúncios nos espaços dos sites parceiros garantem o espaço desejado. Para isso, são realizados leilões em tempo real. Os anúncios que geram mais receita serão exibidos nos sites.

    3. Os donos dos sites recebem os pagamentos

    O Google cuida do processo de faturamento dos anunciantes e das redes que exibem anúncios no site para garantir que você receba os pagamentos.

    Como usar o Google Ads?

    Como já comentamos, o Google Ads tem uma interface bem intuitiva, o que facilita para os usuários na hora de criar as suas campanhas. Veja a seguir como usar a ferramenta!

    Rede de Pesquisa

    Os resultados das buscas e dos sites parceiros integram a Rede de Pesquisa. Assim, os anúncios são exibidos em áreas de destaque, como nas quatro primeiras posições ou nas três últimas posições da primeira página, sendo que esse último caso ocorre em caso de palavras-chave muito concorridas.

    Grandes portais de notícia como G1 e Terra também fazem parte da Rede, assim como sites de menor audiência, que contam com mecanismos internos. Esses sites menores integram a rede de afiliados do Google AdSense.

    Rede de Display

    A Rede de Display é formada por diversos parceiros do Google, como YouTube, Gmail, Blogger e sites parceiros que atuam com anúncios do Google Ads. Além disso, a Rede de Display ainda conta com aplicativos e sites para os aparelhos móveis.

    Dessa forma, quem anuncia nessa rede conta com um grande alcance de usuários, e ainda é possível chegar até ele de várias formas, pelo canal que mais o interessa.

    Assim, a sua agência pode alcançar o seu público por meio desses artigos, ou por meio de gráficos, vídeos e ou outras maneiras que sua criatividade (e plataforma) permitir.

    Funciona assim: uma pessoa faz uma busca no Google, como por exemplo, “isca para peixes”. No topo da página, aparece para ele um site ou blog que explica que tipo de isca utilizar e outras dicas de pescaria.

    Assim, ali mesmo no link disponibilizado pelo Google Ads, ele passa a ser direcionado para a página de uma loja de artigos de pesca que, por exemplo, tem uma determinada isca disponível.

    Com isso, esse anúncio possui uma grande chance de converter leads em clientes, pois toda a jornada do usuário, desde o momento da pesquisa, foi em torno de encontrar uma determinada isca.

    Ao usar o Google Ads para agência, você pode escolher de forma detalhada em que tipos de plataformas e em quais anúncios você deseja que seu serviço seja anunciado. O mesmo vale para o público, que você deve escolher ao fim das análises.

    Quais são as melhores práticas do Google Ads para agências?

    Agora que você já sabe como usar o Google Ads para agências, veja quais são as melhores práticas para fazer os seus anúncios!

    Planeje as palavras-chave

    Primeiramente, é fundamental conhecer seu nicho, identificando quais são as palavras-chave que são as mais relevantes e que estão em alta para serem usadas em sua campanha.

    Uma forma de fazer isso é acompanhar os trends de pesquisa no Google e redes sociais. Além disso, é preciso entender que, quanto mais específica as palavras-chaves escolhidas, maior a chance de atrair leads qualificados.

    As palavras-chave de cauda longa são aquelas que afunilam o público-alvo e tornam possível que a sua campanha fuja do tom generalista.

    No caso de uma agência focada no digital, por exemplo, pode ser que uma boa palavra-chave de cauda longa possa ser “como fazer anúncios no Google”, “passos para anunciar no Google”, “mídia paga no Google”.

    Assim, quanto maior o número de detalhes, maior a efetividade para alcançar a persona específica interessada nos serviços da sua agência.

    Segmente as campanhas

    Após escolher as melhores palavras-chaves, torna-se mais fácil segmentar a campanha. É possível definir o público-alvo por idade, localização, sexo e interesses, bem como o prazo que aquela campanha correrá pela internet.

    É importante lembrar que, quanto mais refinada a sua estratégia, maior será a sua efetividade. Isso porque, não adianta querer alcançar o grande número de pessoas, e acabar não persuadindo ninguém.

    Por isso, a segmentação precisa ser muito bem realizada, sendo que isso requer que você conheça bem o público-alvo do produto ou serviço a ser anunciado.

    Faça chamadas para a ação

    As Call-to-Action (CTA), também conhecidas como chamadas para ação, são uma maneira eficiente de engajar o público e fazer com que eles, de fato, passem a se interessar pelos seus produtos e serviços.

    O CTA corresponde a chamadas como “clique aqui e baixe agora”, “deixe seu comentário conosco”, “entre em contato para saber mais”.

    Para que os CTAs sejam eficientes, é necessário saber em qual estágio do funil de vendas está a persona do negócio. Caso contrário, você poderá se precipitar chamando os usuários para a compra, quando na verdade eles ainda não estão preparados para esse direcionamento.

    Aproveite a geolocalização

    O recurso de geolocalização do Google Ads é muito preciso e é possível determinar, até mesmo, o bairro com o qual a agência deseja comunicar os seus serviços.

    Por isso, mais uma vez, é fundamental compreender bem o comportamento do seu público nos veículos online, e onde ele estaria para poder ser fisgado pela sua campanha.

    O recurso de geolocalização é muito usado por empresas que possuem lojas físicas e fazem promoções relâmpagos, ou mesmo empresas de eventos que realizam shows em determinadas regiões. Isso porque, com esse recurso, é possível definir qual localidade será impactada pelo anúncio.

    Crie lista de palavras-chave negativas

    Também conhecido como correspondência negativa, a palavra-chave negativa é um tipo de palavra-chave que impede que seu anúncio seja acionado por uma determinada frase ou palavra. Com isso, seus anúncios não aparecem para os usuários que pesquisarem pela frase em questão. 

    A própria plataforma do Google Ads traz o recurso para ajudá-lo a criar as palavras-chaves negativas e, com isso, as suas campanhas ganham muito mais eficiência.

    Então, acesse o manual da plataforma do Google Ads para ter acesso ao passo a passo de como criar palavras-chaves negativas para as suas campanhas.

    Viu como o Google Ads para agências pode ser usado para atrair mais clientes? Colocando em prática essas dicas, você eleva as chances de sucesso das suas campanhas!

    Se você gostou deste artigo sobre Google Ads para agências, confira também como captar e gerenciar clientes lucrativos em sua agência.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!