Google ataca lei que quer obrigar empresas de tecnologia a pagar por notícias

Buscas no Google nos levam a notícias tanto de blogs quanto de meios jornalísticos que as disponibilizam gratuitamente. Mas, será que isso é interessante para os veículos de comunicação? Ou o adequado seria receber pela publicação dessas notícias? É isso que está sendo discutido na Austrália, confira a seguir.

Google ataca lei que quer obrigar empresas de tecnologia a pagar por notícias

    Nesta segunda-feira, 17/08, o Google atacou uma proposta de lei levantada na Austrália com a finalidade de fazer as empresas de tecnologia pagarem veículos de comunicação local pela publicação de notícias, a começar por empresas gigantes como o próprio Google e o Facebook.

    O plano foi anunciado em julho deste ano e prevê ainda multas milionárias para aqueles que descumprirem. Isso fez o Google alertar numa carta aberta sobre o perigo da entrega de informações dos usuários à empresas jornalísticas e que seus recursos poderiam ser ainda piores caso tais regras fossem implantadas. Parte da carta diz:

    “Acreditamos profundamente na importância das notícias para a sociedade. Temos parcerias estreitas com empresas de mídia de notícias australianas – já pagamos milhões de dólares e enviamos bilhões de cliques grátis todos os anos. Oferecemos pagar mais para licenciar conteúdo. 

    Mas, ao invés de encorajar esse tipo de parceria, a lei foi criada para dar tratamento especial às grandes empresas de mídia e incentivá-las a fazer demandas enormes e irracionais que colocariam nossos serviços gratuitos em risco.”

    Em resposta, o órgão responsável pelo plano se referiu a essa carta como um serviço de “desinformação” e defendeu que a iniciativa se baseia na lei da livre concorrência visto que a crise causada pelo coronavírus causou o fechamento de diversos jornais australianos. Por essa razão, a lei recebeu apoio da imprensa local.

    De todos os modos, o caso reforça a importância que produzir conteúdo tem para as empresas. Neste artigo apontamos os 4 principais motivos pelas quais vale a pena você investir nesse tipo de produção.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!