Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 28 de setembro de 2020. | Atualizado em 28 de setembro de 2020


O NPM é um poderoso gerenciador de pacotes utilizado para administrar as bibliotecas e frameworks utilizados em uma aplicação. Confira as suas características e saiba por que deve utilizá-lo e como realizar a instalação em diferentes plataformas.

O NPM, que significa Node Package Manager, é um poderoso gerenciador de pacotes que faz parte do Node.js. Esse, por sua vez, é um ambiente para a execução de JavaScript no lado do servidor de hospedagem. Em outras palavras, ele permite utilizar a linguagem JavaScript no back-end da aplicação, o que não era possível antes da existência do Node.

Trata-se de uma ferramenta crucial para realizar um desenvolvimento organizado e otimizado, pois permite instalar dependências em um projeto, mantê-las atualizadas e muito mais. Por isso, é importante conhecer essa tecnologia e entender como utilizá-la. Pensando nisso, fizemos este post em que vamos mostrar:

Vamos lá? Boa leitura!

O que é NPM?

O NPM é uma ferramenta do Node.js para o gerenciamento de pacotes. Ele permite instalar, desinstalar e atualizar dependências em uma aplicação por meio de uma simples instrução na linha de comando. Sempre que um projeto é criado por meio do gerenciador, é adicionado um arquivo chamado package.json, que contém a relação dos pacotes instalados no ambiente. Veja um exemplo, a seguir.

{
  "name": "appteste",
  "version": "1.0.0",
  "description": "",
  "main": "index.js",
  "scripts": {
    "test": "echo \"Error: no test specified\" && exit 1"
  },
  "author": "",
  "license": "ISC",
  "dependencies": {
    "bootstrap": "^4.5.2"
  }
}

Assim, quando for preciso realizar alguma alteração, o NPM verifica esse arquivo e faz as atualizações necessárias de forma simples e rápida. Isso contribui para manter a organização do projeto e de suas dependências, além de evitar erros de configurações ao fazer a instalação de pacotes de forma manual.

Por que devo usá-lo?

Realizar instalações manuais de bibliotecas, frameworks e ferramentas pode ser bem trabalhoso, além de ser maior as chances de realizar configurações erradas. E não é só isso, veja outros motivos que fazem essa ferramenta tão essencial.

Maior repositório de softwares do mundo

O NPM conta com um repositório repleto de ferramentas de código aberto que podem ser utilizadas gratuitamente. Vale dizer que qualquer pessoa que queira compartilhar seu código JavaScript pode disponibilizá-lo nesse ambiente. 

Instalação e gerenciamento de pacotes locais 

As ferramentas disponíveis no repositório do NPM podem ser instaladas e gerenciadas de forma local em uma aplicação. É importante dizer que quando um pacote é instalado de forma local, ele estará disponível apenas no projeto em questão. Para isso, o gerenciador cria um diretório chamado node_modules e todas as dependências são adicionadas ali.

Gestão de dependências instaladas globalmente 

Outra forma de adicionar pacotes pelo NPM são as instaladas globalmente, ou seja, o diretório node_modules é instalado na pasta do usuário local da máquina. Para utilizar o recurso em um projeto, basta adicioná-lo com o comando require no código JavaScript.

Controle de várias versões e dependências de código 

O NPM sempre fará a instalação da última versão disponível ao instalar um pacote. Para instalar versões anteriores, é preciso especificar o número ou utilizar a tag correspondente.

Além disso, ele faz a instalação de todas as outras bibliotecas e frameworks que são dependências de um pacote. Por exemplo, se um pacote depender do jQuery para funcionar, ao fazer a instalação dessa ferramenta, o NPM fará a instalação dessa biblioteca também.

Bloqueio de pacote JSON que exibe todas as dependências do projeto

Sempre que o comando npm install é executado, todas as dependências do projeto são atualizadas, o que pode ser um processo um tanto demorado, conforme o tamanho da aplicação. Uma forma de evitar esse transtorno é por meio da criação de um arquivo chamado npm-shrinkwrap.json. Para isso, basta digitar o comando:

npm shrinkwrap

Dessa forma, as versões contidas nesse arquivo que serão consideradas durante o processo de instalação.

Como instalar em diferentes plataformas?

O NPM pode ser utilizado em diferentes plataformas, como Windows, Linux, macOS e muitas outras. Para utilizá-lo, entretanto, é preciso realizar a instalação do Node.js, já que o NPM é um recurso disponível nessa ferramenta.

O primeiro passo é baixar o Node.js do site oficial, já que o NPM é um recurso adicional dessa ferramenta. A seguir, escolha a versão de acordo com a plataforma utilizada.

npm

Fonte: print de tela de https://nodejs.org/en/download/

Confira, a seguir, como realizar a instalação nas principais plataformas.

Windows 

A instalação no Windows pode ser feita pelo instalador. Basta executar o arquivo baixado, concordar com o termo de licença e clicar no botão “Next”.

npm
npm

A seguir, será exibida a tela para demonstrar quais ferramentas serão instaladas. É possível alterar a configuração, entretanto, o ideal é realizar a instalação completa.

npm

Na tela seguinte é exibida uma mensagem para oferecer a instalação de ferramentas adicionais que podem ser necessárias para a utilização do Node.js com outras ferramentas como o Visual Studio Code. Apesar de não ser obrigatória essa instalação, ela é recomendada.

npm
npm

É importante dizer que, se você optou por instalar as ferramentas adicionais, haverá uma etapa a mais após o processo de instalação ser finalizado. Será aberto uma tela de comando para realizar as instalações e solicitado que uma tecla seja pressionada. Isso será feito duas vezes e, por fim, a instalação será concluída.

npm
npm

Para conferir se tudo está correto, basta acessar o prompt do Windows e consultar a versão instalada do Node.js e NPM.

npm

Linux 

O Linux tem diferentes distribuições, como o Debian, Fedora, Ubuntu etc. Por isso, os comandos para a instalação podem diferenciar entre esses sistemas. Vamos mostrar como realizar a instalação do Node.js e do gerenciador NPM no sistema Ubuntu. Existem diferentes formas de fazer a instalação. Uma delas é por meio do utilitário APT — Advanced Packaging Tool — do Linux.

Para isso, abra o terminal de comandos e atualize o índice de pacotes local por meio do comando:

$ sudo apt update

O próximo passo é realizar a instalação do Node.js. Portanto, digite o comando:

Powered by Rock Convert
$ sudo apt install nodejs

A instalação do NPM não é feita automaticamente como acontece no Windows. Por isso, é preciso fazer a instalação por meio do comando:

$ sudo apt intall npm

Por fim, verifique se a atualização foi realizada com sucesso. Para isso, verifique as versões das duas ferramentas por meio dos comandos:

$ nodejs -v
$ npm -v

macOS

A instalação no macOS é feita por meio do terminal de comandos. Um pré-requisito é ter o Homebrew instalado na máquina, que é um gerenciador de pacotes para Mac e Linux. Caso ele já não esteja instalado, isso pode ser feito por meio do comando:

ruby -e "$(curl -fsSL https://raw.githubusercontent.com/Homebrew/install/master/install)"

<imagem mac_01.png>

Fonte: https://tidahora.com.br/wp-content/uploads/2017/12/1-1.png

O próximo passo é instalar o Node.js. Para isso, informe o seguinte comando:

brew install node

<imagem mac_02.png>

Fonte: https://tidahora.com.br/wp-content/uploads/2017/12/2-1.png

Por fim, verifique a instalação com a confirmação das versões.

node -v
npm -v

O que mais preciso saber sobre este gerenciador?

O NPM oferece uma série de recursos para o gerenciamento de pacotes e versões. Confira, a seguir, o que é possível realizar com ele.

Como iniciar um projeto rapidamente

Iniciar um projeto com o NPM é extremamente simples. Basta acessar o prompt de comando ou o terminal, e digitar os seguintes comandos:

mkdir <nome do diretório do projeto>

Comando para criar uma pasta para armazenar o projeto.

cd <nome do diretório do projeto>

Comando para acessar a pasta criada.

npm init

Comando para criar um projeto.

Como utilizar o npm ci

O comando npm ci instala as dependências conforme a especificação feita no arquivo package-lock.json e utiliza o package.json para conferir as referências. Por isso, ele é uma boa alternativa para a instalação de projetos em um ambiente de desenvolvimento, pois permite o mesmo conjunto de pacotes em máquinas diferentes.

npm ci

Quais os atalhos mais comuns para instalar os pacotes

Para adicionar pacotes em um projeto, basta digitar o seguinte comando no terminal:

npm install <nome do pacote> 

Veja um exemplo da instalação do pacote Bootstrap:

npm install bootstrap  

Por padrão, os pacotes são criados de forma local. Portanto, para adicionar pacotes globais é preciso adicionar o parâmetro -g.

npm install <pacote> -g

Como instalar pacotes de outras fontes 

O NPM também permite a instalação de pacotes de outras fontes ou repositórios. Para isso, é preciso indicar à ferramenta qual a localização do pacote. Confira o comando para instalar a partir de uma pasta local:

npm i ./diretório/nome_pacote 

A partir de um endereço na internet:

npm i http://sitedopacote/nome_pacote

Como instalar suas próprias variáveis package.json

Caso seja preciso utilizar uma variável com escopo global na aplicação, ela pode ser declarada no arquivo package.json. Dessa forma, toda a aplicação poderá acessar o recurso. Confira o código:

"config": {
 "variavelAplicacao": "Essa é uma variável global"
 }

A seguir, execute o seguinte comando para adicionar a variável ao ambiente:

npm run env npm_package_config
// saída:
> SET "npm_package_config"
npm_package_config_variavelAplicacao=Essa é uma variável global

Como analisar dependências desatualizadas

Os pacotes instalados não são atualizados automaticamente. Para realizar essa tarefa, é preciso executar o seguinte comando:

npm outdated

O NPM é um gerenciador de pacotes multiplataforma, que oferece uma série de recursos para desenvolver aplicações de forma organizada e segura, pois permite o controle de versões, o gerenciamento de dependências e muito mais. Agora que você já conhece as principais funcionalidades dessa ferramenta, já está preparado para aproveitar ao máximo seu imenso potencial.

Gostou do nosso post sobre as facilidades que o NPM proporciona no desenvolvimento de aplicações? Então, confira este conteúdo sobre o que é JavaScript, como ele funciona e por que você deve utilizá-lo em seu site!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *