Confira as respostas para as 12 principais perguntas sobre Marketing

O que é Marketing? Marketing e Publicidade são a mesma coisa? É caro? Quanto tempo leva para ter retorno? Dá para vender sem investir em divulgação? Há muitas perguntas sobre Marketing e as respostas podem ser mais simples do que imaginamos!

perguntas sobre marketing

O Marketing é uma área extremamente ampla e fluida. Seus conceitos, tecnologias e processos acompanham transformações históricas, mercadológicas e sociais, o que exige das empresas e dos profissionais que atuam diretamente no setor se manter atualizados e testar coisas novas constantemente.

Muito além da divulgação, os departamentos de Marketing funcionam como verdadeiros laboratórios nos quais estratégias, ferramentas, campanhas e produtos são desenvolvidos e aprimorados, no intuito de melhorar resultados e reduzir custos.

No entanto, é justamente a amplitude da área e suas diversas divisões que, muitas vezes, confundem as pessoas. Isso ocorre, especialmente, entre as empresas que necessitam desse tipo de serviço, mas não sabem exatamente o que é e como implementá-lo.

Neste artigo, reunimos as principais perguntas sobre Marketing e as respostas para várias dúvidas que envolvem esse universo. O objetivo é esclarecer os tópicos da área e desmitificar confusões persistentes, que podem estar fazendo com que você perca grandes oportunidades. Continue a leitura e confira!

    1. Afinal, o que é Marketing?

    A definição de Marketing gera muito debate, e a discussão se acentuou nos últimos anos. Isso se deve, principalmente, ao surgimento de novas demandas na área, que fizeram com que ela fosse muito além da publicidade e da propaganda tradicionais.

    De acordo com a mais recente definição da American Marketing Association (AMA), associação que representa os profissionais do setor nos Estados Unidos, “Marketing é o conjunto de atividades, instituições e processos responsáveis por criar, comunicar e entregar ofertas que tenham valor para clientes, parceiros e para a sociedade em geral”.

    A função do Marketing, porém, pode variar muito de uma empresa para outra, embora a maioria ainda o enxergue como um instrumento voltado unicamente à divulgação de produtos e marcas. Há departamentos dedicados a pesquisas e desenvolvimento de produtos. Outros, focados em estratégias e recursos de atendimento. Há, inclusive, equipes concentradas em questões públicas e sociais.

    A melhor maneira de compreender o Marketing, porém, é visualizá-lo como um grande processo, que parte da concepção do negócio e se estende ao seu impacto nos mais diversos aspectos da sociedade. Toda empresa faz Marketing de alguma forma, mas nem todas elas investem em estratégias e recursos eficientes para tornar suas atividades mais ágeis, sustentáveis e lucrativas.

    2. Qual a diferença entre Marketing, Publicidade e Propaganda?

    Como dito, o Marketing é um amplo processo, cuja função é estabelecer os pilares da atuação de uma organização, inclusive, nas práticas de divulgação. Suas atividades, portanto, são mais atreladas à estratégia e à gestão, embora diversas funções operacionais também façam parte da sua rotina.

    A Publicidade e a Propaganda, por sua vez, estão relacionadas à promoção, ao posicionamento e à percepção de uma marca no mercado, mas a diferença entre as duas prática gera muitas discussões. Em sua obra “Faixa Preta em Publicidade e Propaganda”, o professor da Universidade Federal de Santa Maria, Dr. Cláudio Rabelo, faz uma análise histórica sobre o assunto.

    Resumindo ao máximo, a publicidade pode ser entendida como os esforços de divulgação de marcas e produtos em espaços comerciais, e a propaganda, a propagação de conceitos e ideias sobre eles. Uma empresa de automóveis usa publicidade para fazer anúncios dos seus veículos, mas é a propaganda a responsável por torná-los um símbolo de status ou sucesso, por exemplo.

    3. Qual a diferença entre Marketing e Marketing Digital?

    Há quem diga que “Marketing é Marketing, não importa o meio”. Entretanto, não podemos tratar o Marketing Digital apenas como um canal, até porque a internet abriga diversos canais e as práticas online são muito diferentes das aplicadas no offline.

    A diferença-chave entre os dois, porém, diz respeito à segmentação e à aproximação entre as marcas e os consumidores. Nos meios tradicionais, a publicidade impera, e as ações de divulgação, geralmente, são voltadas para um público grande e heterogêneo.

    Na internet, as ações são muito segmentadas, algumas vezes, individualmente. Além disso, como nesse ambiente o usuário tem pleno controle sobre as informações que busca e consome, os anúncios são frequentemente entendidos como algo invasivo, o que obriga as empresas a investir em estratégias de relacionamento e atração, como o Marketing de Conteúdo.

    4. Toda empresa deve investir em Marketing Digital?

    Essa é uma pergunta sobre Marketing comum e a resposta é: não necessariamente. Mas é extremamente recomendável, pois a internet está muito bem consolidada e pessoas de todas as idades já a utilizam para buscar informações e realizar transações comerciais e financeiras.

    O que muitas empresas tradicionais, digamos assim, não sabem é que existem vários serviços de divulgação de altíssima qualidade na internet que são gratuitos, como o Google Meu Negócio. Basta fazer um cadastro simples para ter a sua marca exibida no Maps e nas buscas locais da sua região.

    Entre as diversas vantagens de investir no marketing online, podemos citar também a precisão e o relacionamento. Na internet, usamos ferramentas para medir criteriosamente o desempenho das ações e otimizar os resultados. Com a ajuda de blogs, serviços de atendimento e redes sociais, temos a oportunidade de nos aproximar e fazer parte do dia a dia das pessoas.

    5. Marketing de qualidade custa caro?

    Não existe um valor definido para o Marketing. Existem empresas que começam sem gastar nenhum centavo, outras que investem bilhões. Somente a avaliação de um especialista ou empresa da área pode informar em que situação o seu negócio se encaixa nesse aspecto.

    O ideal é que as empresas, desde a sua abertura, tenham um orçamento definido para essa atividade, de acordo com a realidade financeira do empreendimento. Esse valor, ou proporção, pode ser ajustado, à medida que novos recursos surgirem. O importante é não ficar parado, esperando que os resultados simplesmente batam na porta.

    Para que isso funcione, também será preciso definir prioridades, ou seja, definir o que será mantido caso o budget esteja apertado. Essa flexibilidade é perfeitamente possível, principalmente, na internet, mas é fundamental que algumas ações apresentem consistência.

    6. Por que divulgar é importante?

    Embora a resposta a essa pergunta sobre Marketing pareça óbvia, há quem menospreze o papel da comunicação no sucesso de um negócio. Na maioria das vezes, essa impressão é criada quando se observa muitas empresas reproduzindo exatamente as mesmas estratégias, aparentemente, sem obter muito retorno.

    Outro ponto importante é a ideia de que um negócio inovador não necessita de divulgação, pois a qualidade dos serviços, por si só, é capaz de atrair a atenção do público. O Nubank, por exemplo, já se posicionou há alguns anos como uma empresa que cresceu sem precisar investir em Marketing, o que não faz muito sentido, afinal, Marketing e Publicidade não são a mesma coisa, lembra?

    Existem diversas formas de divulgar uma empresa, além de fazer anúncios, principalmente, na internet. O Nubank, inclusive, foi uma marca que se destacou por fazer uma excelente trabalho de relacionamento nas redes sociais.

    https://www.youtube.com/watch?v=rR2soDMV9os

    O fato é que toda empresa precisa investir em divulgação, sobretudo, nos dias de hoje, em que a concorrência nunca foi tão acirrada. Outro ponto importante é o controle da sua imagem no mercado. Se o seu negócio é bom, as pessoas vão falar sobre ele, e essa também é uma razão para se posicionar e conduzir a sua audiência para não correr o risco de ser mal-entendido pelo público.

    7. O que mudou no Marketing com as redes sociais?

    As redes sociais são um dos grandes marcos da internet. Elas revolucionaram completamente a forma como as pessoas utilizam a web e são um dos recursos que mais impactam o dia a dia das pessoas.

    O que cabe destacar, porém, é que um dos grandes atrativos dessas plataformas é que elas criam espaços fechados para pessoas interagirem diretamente. Inicialmente, isso fez com que as empresas ficassem um tanto deslocadas.

    Para se “enturmarem” nesse universo e conquistarem a atenção do público, as marcas foram obrigadas a se humanizar. Diálogos formais e corporativismos, simplesmente, não funcionam nas redes sociais. Nelas, as empresas precisam se posicionar e interagir como pessoas.

    Embora o público saiba que por trás das logos e avatares existem apenas sistemas inteligentes ou colaboradores descontraídos, o sucesso é enorme. Mas esse trabalho não é realizado de forma espontânea, há um enorme planejamento por trás dessas estratégias que passa, principalmente, pelo conhecimento profundo do público. É preciso mergulhar no universo da sua audiência.

    8. Qual é a melhor forma de divulgar a minha empresa?

    Essa pergunta não tem uma resposta definida, pois dependerá das características, do contexto e das circunstâncias de cada empreendimento. Essa, inclusive, é uma das principais questões que uma equipe de Marketing deve responder. Um trabalho que envolve etapas, como:

    • conhecer seu público-alvo e persona;
    • estudar as práticas da concorrência (benchmarking);
    • descobrir os pontos fortes e fracos do seu negócio (análise S.W.O.T.);
    • testar canais de divulgação, bem como estratégias de relacionamento e comunicação.

    Um bom trabalho de Marketing exige, sobretudo, muita pesquisa. A criatividade é importante, mas as boas ideias só surgem a partir de uma base de informações sólida.


    9. Em que consiste uma pesquisa de mercado?

    Existem vários tipos de pesquisa de mercado, mas todas elas envolvem planejamento, coleta e análise de dados relacionados a um empreendimento. Esse trabalho pode ser feito pela própria empresa beneficiada ou por terceiros.

    Um ponto importante que deve ser esclarecido sobre o assunto é que nem sempre será necessário entrevistar pessoas ou conduzir grandes operações de coleta de dados. De maneira geral, o simples fato de visitar seus concorrentes como um consumidor, por exemplo, é uma espécie de pesquisa de mercado.

    Isso significa que não há um método ou orçamento definido para isso, e o ideal é consultar um profissional ou empresa especialista para avaliar a melhor forma de realizar esse trabalho.

    Outro ponto importante a ser destacado são as robustas plataformas de monitoramento de marketing da atualidade, equipadas com sistemas de automação, Inteligência Artificial e Big Data. Por meio delas, é possível estudar o comportamento das pessoas com enorme precisão, muitas vezes, por valores muito baixos. Mas é preciso ter atenção às regulamentações, em especial, à LGPD.

    10. O que mudou no Marketing com a Lei Geral de Proteção de Dados?

    A Lei Geral de Proteção de Dados do Brasil é fortemente inspirada na GDPR, a lei europeia que foi pioneira nesse tipo de regulamentação e é focada nos direitos do consumidor. Quem não se adequar, corre o risco de sofrer processos e receber multas milionárias.

    A quase totalidade dos negócios coleta e trata algum dado pessoal, como uma lista de contato de clientes ou cadastros em sistemas comerciais. Hoje, as empresas são obrigadas a informar às pessoas quais dados são coletados, por que e como eles serão usados, e esse processo só pode ser realizado mediante o consentimento de cada proprietário.

    Outro ponto importante é que é obrigatório disponibilizar meios para consulta, alteração ou remoção desses dados, pois a lei esclarece que eles não pertencem às empresas, mas às pessoas. Entretanto, isso é apenas a ponta do iceberg.

    O ideal é consultar uma organização ou profissional especialista para definir quais são as regras que a sua empresa deve cumprir. Você pode conferir o nosso artigo sobre o assunto para saber mais sobre a LGPD e como se adequar!

    11. Quanto tempo leva para os resultados do Marketing aparecerem?

    Na internet, ações de publicidade, como anúncios no Facebook Ads ou no Google Ads, tendem a gerar resultados rápidos, pois atingem muitas pessoas de maneira imediata. Entretanto, eles costumam ser pontuais, pouco sustentáveis.

    Em estratégias de atração, como o Inbound Marketing, os resultados demoram um pouco mais para surgir, tanto por questões de SEO (otimizações para mecanismos de busca), quanto pelo próprio comportamento do público. Construir confiança, autoridade e relacionamento leva mais tempo, mas os resultados são muito mais consistentes e podem sair até mais em conta, no longo prazo.

    Tenha em mente, porém, que, embora essas e outras tendências sejam frequentemente observadas no mercado, tudo é relativo. Por mais que o planejamento seja refinado, não há como controlar todos os aspectos de uma estratégia. O que podemos fazer é testar, ajustar e otimizar constantemente as ações para que os resultados melhorem ou cheguem mais rápido.


    12. Como avaliar o sucesso das minhas ações de Marketing?

    Para saber se a sua ação de Marketing foi um sucesso, a primeira coisa que precisamos descobrir é o que a sua empresa entende como sucesso. O progresso nem sempre depende de lucro, especialmente, quando você mira retornos duradouros.

    Seu planejamento deve trazer objetivos de curto, médio e longo prazo para que a sua equipe saiba o que monitorar e em que investir. O que a sua empresa necessita hoje? Ser mais conhecida? Ter mais autoridade no mercado? Conquistar investidores? E no longo prazo? Quitar dívidas? Expandir? Gerar lucro? Quanto, exatamente?

    A partir dessas informações, definimos os chamados KPIs, os indicadores-chave de performance a que sua empresa deve ficar de olho para saber se está nos trilhos ou não. Isso também passa pela escolha das ferramentas e estratégias corretas para monitorar e otimizar seus resultados.

    Nosso guia com as respostas para as principais perguntas sobre Marketing fica por aqui. Esperamos que as informações tenham ajudado a entender melhor a área e seu papel nos negócios. Por fim, não se esqueça de que Marketing é, principalmente, estudo e, por isso, é fundamental ficar em dia com as novidades do mercado.

    Aproveite que está por aqui e confira agora o nosso conteúdo com as principais tendências de Marketing para 2021!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!