Por Ana Arboleda

Publicado em 14 de fevereiro de 2020. | Atualizado em 15 de setembro de 2020


Product Owner é o profissional responsável por maximizar o valor de uma solução gerada nas empresas a partir de metodologias ágeis.

Para garantir o sucesso de qualquer projeto, é essencial que você tenha papéis bem definidos em todas as áreas importantes. Como já explicamos em nosso artigo sobre a Metodologia Scrum, existem três papéis fundamentais para quem coloca esse método de trabalho em prática:

  1. Scrum Master;
  2. Product Owner;
  3. Equipamento.

Neste post, vamos mostrar quais são as características do Product Owner e quais funções ele cumpre. Além disso, você vai entender:

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue lendo!

O que é um Product Owner?

O Product Owner trabalha utilizando Scrum para agregar valor ao negócio frente aos stakeholders.

Ele é responsável por obter o valor máximo possível ao custo mínimo. Além disso, o Product Owner também é encarregado pelo portfólio de produtos, conhecido como Product Backlog. Por esse motivo, ele entende as necessidades dos usuários da empresa.

Qual é a importância do Product Owner?

A figura do Product Owner é fundamental em projetos ágeis. Em outras palavras, aqueles que exigem flexibilidade e rapidez na execução.

Hoje em dia, as necessidades das pessoas mudam a uma velocidade vertiginosa e as empresas devem saber responder a essas demandas no menor tempo possível. Se o Product Owner não desempenhar adequadamente suas funções, todo o projeto poderá ser comprometido.

Como se distingue um Product Owner?

Essa função também é conhecida como “voz do cliente”, pois não apenas compreende os requisitos da empresa, mas também dos usuários. Durante sua gestão, o Product Owner enfrenta muitos desafios, como transformar ideias de clientes em produtos tangíveis.

Priorizar certas funções em detrimento de outras não é uma tarefa fácil, é preciso tomar decisões importantes e convencer todas as partes envolvidas. Portanto, essa pessoa deve ter confiança e total liberdade em seu trabalho. Somente dessa maneira ela será capaz de desempenhar adequadamente seu papel.

Quais são as diferenças entre um Product Owner e um Product Manager?

Geralmente, as responsabilidades do Product Manager se concentram no seguinte:

  • gerenciar KPIs;
  • preparar relatórios;
  • contabilizar resultados
  • assumir a responsabilidade pelo resultado.

Já as atividades do Product Owner se concentram em:

  • cuidar do Product Backlog (o que ele contém e o desenvolvimento do produto);
  • gerenciar o orçamento;
  • mensurar os resultados do produto.

Embora possam ter semelhanças, ambos os papéis têm diferenças importantes, especialmente na metodologia Scrum. Nesse outro artigo, explicamos mais sobre as características do Product Manager.

Powered by Rock Convert

Quais são as funções de um Product Owner em projetos ágeis?

Na execução de projetos ágeis, o Product Owner, normalmente, tem as seguintes responsabilidades:

  • determinar os requisitos gerais e atividades iniciais do projeto;
  • representar os usuários do produto;
  • buscar e garantir os recursos financeiros exigidos pelo projeto para iniciar e se desenvolver;
  • analisar a viabilidade do empreendimento;
  • garantir que o produto seja entregue;
  • desenvolver e estabelecer critérios para aceitar histórias de usuários;
  • aprovar ou negar entregas.

Quais habilidades um bom Product Owner deve ter?

Como explicamos, o Product Owner é a pessoa-chave em qualquer projeto ágil, pois ajuda a fornecer soluções.

Ele serve como um elo entre a empresa e a equipe de desenvolvimento, carregando a visão do produto e o que precisa ser desenvolvido, além de gerenciar os comentários dos usuários.

No entanto, para que sua atuação seja bem-sucedida, essa pessoa deve ter algumas habilidades. Muitas delas fazem parte das competências que um profissional do século XXI deve ter, conforme você verá a seguir.

Ter uma boa comunicação

A comunicação entre todos os membros da equipe é o requisito mais importante para qualquer projeto ter sucesso.

A equipe deve ser transparente e trabalhar em conjunto para alcançar um objetivo comum. É importante que todos os membros sejam abertos e se comuniquem efetivamente.

No entanto, a comunicação do Product Owner deve se adaptar a diferentes departamentos e formas de trabalhar. Se as partes envolvidas não se comunicarem efetivamente, as coisas podem não terminar da melhor maneira.

Ter compromisso

O Product Owner deve se comprometer com o projeto, a visão e os negócios. Deve estar presente em todas as reuniões, trabalhar com todos os membros da equipe e garantir o sucesso da gestão.

Ser capaz de dizer “não”

É importante que esse indivíduo gerencie o feedback da empresa e oriente a equipe de desenvolvimento.

Muitas vezes, ele terá que dizer “não” aos membros da organização e suas sugestões. Caso contrário, todo o processo levará muito tempo, o projeto perderá o foco e a solução proposta poderá não resolver o problema comercial identificado.

Portanto, é importante se comunicar efetivamente e dizer “não” sem desencorajar nem interromper os negócios.

Ter visão do cenário macro

Em relação à comunicação, o Product Owner deve compartilhar de forma clara e objetiva a visão entre os pequenos elementos da carteira de pedidos e o objetivo comercial mais amplo. Essa pessoa precisa alinhar a visão do produto e as necessidades da empresa.

Ter interesse

O Product Owner deve sempre ter um profundo interesse em fazer as seguintes perguntas:

  • Por quê? (Do ponto de vista da empresa);
  • Como? (Do ponto de vista da equipe de desenvolvimento).

Ao fazer essas perguntas à equipe, você entende melhor as regras de negócios e pode criar uma visão adequada de qual deve ser o produto final.

3 métricas principais para medir o desempenho do Product Owner

1. Problemas de produção relatados

Uma das responsabilidades do Product Owner é relatar falhas e limitações do processo de produção nos primeiros 30 dias após a data em que o projeto foi lançado.

Este é um indicador da qualidade geral do equipamento e do produto. Um bom Product Owner minimizará essa métrica.

2. Implementações no modo OFF (contagem de implementações técnicas)

Essa é uma medida para equipes que empregam funções alternativas que visam a capacidade do Product Owner de agregar valor cumprindo o prazo.

Implementações “técnicas” consistentes não fornecem nenhum benefício real ao usuário final, e devem ser consideradas um ponto de preocupação para a equipe.

Os Product Owners que mantêm essa medida baixa demonstram um bom uso do roteiro do produto e antecipam a necessidade do usuário final.

3. Valor de retorno do esforço

É uma medida percentual da quantidade de valor entregue por unidade de esforço da equipe. Você está entregando vitórias rápidas e capitalizando em grandes apostas?

Os Product Owners que preparam trabalhos atrasados considerando a entrega de valor vão buscar ganhos positivos nessa métrica, afinal, eles sabem que sua principal responsabilidade é melhorar a experiência do usuário de maneira consistente, eficiente e lucrativa.

Todo esse trabalho garante que o Product Owner seja bem-sucedido em sua carreira e, consequentemente, no projeto desenvolvido dentro do negócio.

Esperamos que este post tenha sido de grande ajuda para você. Se quiser saber mais sobre o assunto, leia nosso artigo sobre o que são Metodologias Ágeis e como implementar as 4 principais!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *