Motive e engaje seu time com a remuneração variável na agência

A satisfação dos seus colaboradores é um fator de suma importância para reter talentos e manter a alta performance de uma agência. Nesse sentido, a remuneração variável é uma ótima opção para engajar o seu time e potencializar os seus resultados.

Remuneração-variável

    Todo gestor sabe a dificuldade que é identificar e selecionar os melhores profissionais para formar uma equipe eficiente. Sem falar que esse processo não termina na contratação de talento, já que é preciso mantê-lo motivado em suas atividades. Felizmente, existem alternativas que te ajudam nessa missão, como a Remuneração Variável (RV), que funciona como um incentivo ao desempenho dos colaboradores.

    Quando sentem que não estão sendo valorizados, a tendência é que os profissionais fiquem desmotivados, o que resulta na queda da sua produtividade e até mesmo na busca por outra oportunidade de emprego. Assim, para evitar o temido turnover, é fundamental buscar meios para engajar o seu time.

    Precisa melhorar a satisfação e os resultados da sua equipe? Confira, abaixo, tudo o que você deve saber sobre a remuneração variável e como esse programa te ajuda nesse objetivo!

    O que é remuneração variável?

    A remuneração variável é definida como um conjunto de recompensas que cumprem o papel de complementar o salário fixado. Ela é uma grande aliada do profissional talentoso, uma vez que o permite obter um montante financeiro maior no final do mês, conforme o seu desempenho nas atividades que foram previamente estabelecidas.

    Embora muitas vezes seja confundida com o salário — que consiste no montante fixo pago por mês ao funcionário — a remuneração variável tem suas características específicas. Além do salário, pode-se somar à remuneração itens como premiações, bônus e demais incentivos.

    Existem diversos valores que podem ser incluídos nessa remuneração, como participação nos lucros da empresa e comissão por vendas. Para escolher a melhor alternativa, é importante considerar a sua cultura organizacional e o perfil da equipe.

    Frequentemente utilizada nas empresas mais bem-sucedidas do mundo, a RV faz parte de uma poderosa estratégia de engajamento e motivação das pessoas.

    Qual a importância da remuneração variável para a agência?

    Desenvolver e manter uma sólida remuneração variável impacta positivamente as empresas. Isso porque ela incentiva o esforço individual e coletivo na obtenção de melhores resultados. O programa ainda estimula a busca pela qualidade total, ajudando na redução de custos e despesas e reforça os valores culturais que são defendidos pela companhia.

    A partir da RV os empreendedores podem atrelar as recompensas aos resultados conquistados para atrair e reter os melhores talentos para a sua agência de comunicação, além de diminuir os custos fixados relacionados ao pagamento de salários e encargos — valores que são bastante significativos em períodos em que todo o investimento deve ser voltado para o negócio.

    Outro aspecto relevante da remuneração variável é reduzir a alta rotatividade de profissionais, já que os mesmos ficam mais satisfeitos com o reconhecimento dado por parte do empregador.

    Quais são os tipos de remuneração variável?

    Conforme já dissemos, há diferentes tipos de remuneração variável, que podem ser utilizados de acordo com a atividade em questão. Veja só quais são as opções mais adotadas no mercado de trabalho.

    Participação nos lucros e resultados (PLR)

    Regulamentada a partir da lei 10.101/2000, essa alternativa é uma espécie de gratificação concedida aos colaboradores como parte dos lucros obtidos pela empresa dentro de um determinado período.

    A PLR não requer contribuições trabalhistas e previdenciários e permite deduções como despesa operacional. Pode haver diferenças de valores pagos aos colaboradores da organização, mas é imprescindível que isso esteja na arquitetura de remuneração e atenda a todos os profissionais.

    Bônus

    Muitas empresas escolhem bonificar os seus funcionários com prêmios e incentivos, visando reconhecer aqueles que se destacam na realização das suas atividades. Esse tipo de remuneração não necessariamente é feito em dinheiro, visto que pode ser concedido em forma de vale-compras, viagem ou curso.

    Campanha de incentivo

    Uma campanha de incentivo tem data de início e fim previamente estabelecidas, e toda a equipe tem que estar ciente disso. Trata-se de uma ação de marketing voltada para os colaboradores, o que é chamado de endomarketing, e cria objetivos e incentiva o seu time a alcançá-los, recompensando aqueles que apresentarem os melhores resultados.

    O seu diferencial é ter um tempo de validade bem definido, sendo recomendado para períodos sazonais, como Páscoa ou Natal, quando há maior demanda no mercado.

    Comissão de vendas

    Popular, principalmente entre as equipes de vendas, a comissão é uma recompensa financeira oferecida aos funcionários pelo cumprimento de objetivos ou metas estabelecidos pelos seus gestores.

    A sua finalidade é estimular a intermediação de negócios e, consequentemente, melhores resultados comerciais.

    Remuneração por produtividade

    Geralmente, é uma premiação dada com base na produção geral, seja de forma individual ou coletiva, podendo ser feita como valores fixos ou conter definições específicas para as condições da empresa.

    Onde se aplica a remuneração variável?

    Entre as principais finalidades dessa prática está transformar o custo fixo em variável. Por isso, pode ser aplicada em qualquer área de negócio.

    Por exemplo, na Inglaterra e nos Estados Unidos, o programa é recorrente no setor da saúde, em que os funcionários são recompensados por cumprir metas pré-estabelecidas. Com isso, houve uma mudança no pagamento de honorários para o pagamento por serviços, o que gerou valor variável a ser pago pelas empresas.

    Aqui no Brasil, a RV tem ganhado espaço nas organizações, pois ajuda a alinhar as expectativas, comprometimento e os resultados almejados.

    Existe regulamentação para a remuneração variável?

    Ao utilizar a remuneração variável é necessário observar algumas questões, haja vista que ela está prevista na Constituição Federal, no inciso XI do art.7, há mais de 50 anos.

    É importante ressaltar que a legislação determina que esses programas nunca podem substituir a remuneração fixa. Contudo, são opções interessantes para fomentar a negociação entre os trabalhadores e empregadores

    Como implantar a remuneração variável na agência?

    Para ter sucesso na estratégia de remuneração variável é essencial seguir alguns passos que ajudam na sua correta aplicação. Saiba quais são eles.

    Defina indicadores

    Criar métricas é indispensável para avaliar e controlar o desempenho. O uso de indicadores (KPIs) permite verificar se os objetivos estratégicos estão sendo atingidos. Normalmente, estão relacionados a uma tarefa, setor ou realização do colaborador.

    Portanto, defina indicadores que acompanhem os resultados que deseja alcançar, como alavancar os resultados do time de marketing em 10%. Tenha em mente que as métricas escolhidas devem estar claras e diretamente ligadas ao alcance da performance organizacional projetado.

    Determine critérios e metas

    Em seguida, tome algumas medidas para o bom funcionamento do programa de remuneração variável, como estabelecer qual é o valor do bônus, incluindo o montante máximo e mínimo, determinar o prêmio conforme a porcentagem do salário fixo e quem são os funcionários que podem participar, usando critérios de tempo de casa e nível de absenteísmo, por exemplo.

    Acompanhe a execução

    Acompanhar a implementação da RV periodicamente, preparando relatórios com os números dos indicadores, é indispensável para saber se o programa está funcionando.

    Para apoiar esse projeto também é necessário levantar os números e calcular o Retorno sobre Investimento (ROI) de todo o investimento, pois isso aponta o potencial de retorno, e mostra quanto dinheiro a empresa poderá lucrar ou perder.

    Quais as vantagens e desvantagens da remuneração variável?

    Como acontece com toda estratégia, essa também tem benefícios e alguns riscos a serem considerados. Descubra quais são os fatores a serem observados.

    Vantagens:

    • gera motivação e esforço por parte dos colaboradores;
    • ajuda no desenvolvimento da cultura de meritocracia;
    • fortalece, a visão, missão e valores da agência;
    • reduz custos fixos.

    Desvantagens:

    • caso não sejam bem definidas e alcançáveis, podem surtir o efeito contrário e acabar desmotivando o seu time;
    • dependendo do departamento, pode ser difícil encontrar os melhores indicadores a serem utilizados;
    • quando implementada incorretamente, pode ocasionar resultados negativos. 

    De maneira geral, estruturar um programa de remuneração variável pode trazer uma excelente performance pessoal, bem como auxiliar na retenção e atração de bons profissionais, pois eles ficarão satisfeitos em receber o reconhecimento e um valor a mais pelos resultados conquistados.

    Agora que você já conhece a remuneração variável, que tal aprender a precificar melhor os serviços da sua agência? Use a nossa calculadora de precificação  e aumente a sua competitividade no mercado!

    Usar gratuitamente a Calculadora de Precificação Online
    Compartilhe

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!

    Nosso site é otimizado para cada país em que operamos.

    Ir para site em Português ->