Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 2 de setembro de 2020. | Atualizado em 11 de setembro de 2020


O patch de atualização do WordPress 5.5 que quebrou milhões de sites baseados no CMS foi lançado no dia 1º de setembro e tem prazo para expirar.

A versão 5.5 do WordPress gerou outro problema para os usuários, dessa vez, não está relacionado à bugs em sitemaps que geram o erro 404 e sim no JavaScript, que afeta templates e plugins. Os desenvolvedores dos elementos personalizáveis do CMS têm prazo determinado para corrigir o problema a partir do patch de atualização 5.5.1.: março de 2021 ou até o lançamento da nova versão do WordPress.

De acordo com o WordPress:

“O plano é remover esse código em duas versões principais, até que ele seja excluído no WordPress 5.7. Isso dá aos desenvolvedores de plugins e temas bastante tempo para remover o código conflitante e passar a usar o wp.i18n ”

Se o problema não for corrigido, a partir de março do ano que vem o patch de correção expira e o código errado resultará em outra rodada de falhas.

Inicialmente, não sabia-se a proporção do problema, mas logo o WordPress publicou novas informações que descreveram os motivos pelos quais essa falha no JS ocorreu, juntamente com uma planilha que revelou a quantidade exorbitante de sites corrompidos e os centenas de temas e plugins afetados.

O patch de atualização para a correção do erro — o WordPress 5.5.1, foi projetado para impedir que os sites quebrem, mas os erros ainda precisarão ser corrigidos.

Powered by Rock Convert

Alguns plugins e temas bem famosos constam na planilha divulgada pelo WP, mas muitos desenvolvedores já se anteciparam e realizaram a atualização a partir do patch de correção. Veja se você tem alguns desses elementos e extensões instalados no seu site:

  • Pacote de widgets do SiteOrigin;
  • Campos personalizados avançados;
  • Ninja Forms — formulário de contato;
  • Plugin WordPress Gallery — NextGEN Gallery;
  • Polylang;
  • Configurador de tema infantil;
  • Personalizador simples de CSS e JS;
  • conjunto de ferramentas — taxonomias, postagem e campos personalizados;
  • Max Mega Menu;
  • WP AutoTerms: gerador de Políticas de Privacidade, Termos e Condições e banners de notificação de uso de cookies;
  • Lista de desejos do YITH WooCommerce;
  • Ocean Extra;
  • Rank Math — plugin de SEO para WordPress;
  • Meta Box — framework de campos personalizados do WordPress;
  • Hummingbird — plugin que otimiza velocidade a partir do armazenamento em cache, minimização de CSS e JavaScript críticos;
  • Post Grid & List para WordPress — visualizador de conteúdo;
  • Astra;
  • Vitrine;
  • Hestia;
  • Neve;
  • ColorMag;
  • Customizr;
  • Hueman;
  • Zakra;

Muitos proprietários de páginas retornaram uma versão anterior do WordPress para garantir que o seu site não fosse quebrado, mas o patch de atualização 5.5.1 foi projetado para resolver uma ampla gama de bugs descobertos após o lançamento do WordPress 5.5. e pode corrigir todos esses problemas.

Se você teve o seu site quebrado, por esse ou outros motivos, veja agora como resolver esse problema para evitar prejuízos financeiros e de credibilidade para a sua página.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *