Como comunicar o aumento dos seus preços sendo freelancer

Comunicar o aumento dos preços pode ser um tanto constrangedor para freelancers de primeira viagem e, inclusive para freelas de carreira. Vença o medo e aprenda como comunicá-lo!

Como anunciar o aumento dos seus preços sendo freelancer

De acordo com a lei, é necessário realizar ajustes periódicos do salário para quem é regido pela CLT. Isso para que o valor recebido acompanhe a inflação, oscilações do dólar e outros impactos econômicos. Porém, quando se é freelancer, costuma ser mais difícil aplicar esses ajustes e descobrir como comunicar o aumento dos preços. Se identificou? 

Isso porque a definição da remuneração é feita por conta própria. É o freelancer que deve estudar a média de valores do mercado e o valor da sua hora. Contudo, especialmente se a sua área de atuação não envolver contabilidade, é natural ter dificuldades. Junto a isso, esses profissionais não têm garantias trabalhistas e, ao aumentar o preço cobrado, podem perder clientes. 

Diante desse contexto, é natural ter dúvidas ao pensar em como comunicar o aumento dos preços. Então, para que você não tenha valores estagnados e se prejudique, preparamos este post com dicas de como encarar o processo. Confira!

Faça um benchmarking

É fundamental fazer uma análise dos concorrentes ou parceiros de negócio para conhecer a média de valores cobrados. Fazer isso diminui as chances de o seu preço estipulado ficar muito acima ou abaixo do mercado. Afinal, o cliente tende a não fazer boas interpretações dessa situação.

Por exemplo, imagine que você precisa contratar os serviços de um contador. A opção A tem um valor muito mais alto que a B. Assim, é possível que algumas pessoas escolham a segunda alternativa por precisar investir menos. 

Do mesmo modo, existe quem desconfie da qualidade dos serviços oferecidos por B e da ética da A, que pode ter elevado o preço injustamente. É por isso que o benchmarking evita desequilíbrio nos valores cobrados. Entre outros malefícios, isso tende a gerar desconfiança no consumidor. 

Ainda assim, os freelancers podem ter receio de conversar entre si sobre os valores cobrados. Isso porque falar de quanto ganha costuma ser um tabu na sociedade. Então, a recomendação é deixar isso de lado para aproveitar oportunidades, avaliar o valor cobrado no trabalho de cada um etc. 

Detalhe ao cliente tudo que está incluso no valor do serviço

Muitos freelancers erram ao achar que todo cliente tem educação de mercado o suficiente para entender sobre os valores e os serviços oferecidos. Porém, nem sempre isso acontece. Existem clientes com mais e menos conhecimento nessa área.

Por exemplo, se você é designer e passa um orçamento para uma agência de publicidade, é natural que ela entenda as despesas envolvidas no serviço. Por outro lado, o mesmo não costuma ocorrer com o dono de um pequeno negócio que começou recentemente.

Seja como for, é importante detalhar para o consumidor tudo que está incluso no valor do serviço. Isso evita que eles considerem o aumento no preço injusto e enxergue mais vantagem no seu trabalho. 

De todo modo, tenha em mente que sempre é possível perder clientes nesse processo. Isso porque o seu valor não cabe no orçamento deles ou por uma insistência em não pagar o aumento. Ainda assim, foque em passar tais informações para o público. Isso deve incluir despesas com:

  • cursos;
  • softwares;
  • internet;
  • energia elétrica;
  • manutenção dos equipamentos etc.

Mostre o retorno sobre o investimento que você pode gerar

Novamente, é válido considerar o desconhecimento de muitos clientes nos benefícios dos seus serviços. Assim, para muitos, ser redator é ‘’só fazer um textinho’’ e designer ‘’é só fazer uma artezinha’’. 

Diante desse contexto, mostre o retorno sobre o investimento que pode ser gerado. Isso evita que eles enxerguem o seu trabalho como uma despesa adicional e cortem do orçamento após sua decisão de aumento. 

Para isso, utilize embasamentos, como dados e números, para que o seu mérito fique claro e menos abstrato. Por exemplo, se você trabalha com gerenciamento de redes sociais, faça um relatório com o desempenho alcançado pelos perfis administrados. 

Deixe claro, inclusive como os resultados proporcionados contribuíram para o cliente. No exemplo acima, o melhor gerenciamento das redes sociais pode ter melhorado o reconhecimento da marca e aumentado as vendas. 

Capriche no portfólio

Você, como freelancer, deve reconhecer o valor do seu trabalho e a importância de elevar o preço periodicamente. Contudo, também é importante reconhecer que, especialmente em períodos de crise econômica, os clientes devem ficar mais receosos em investir em algo. 

Diante disso, caprichar no portfólio é uma maneira de ‘’encher os olhos’’ do público. Isso mostra a qualidade do trabalho e como o investimento nele pode ser útil para um cliente. Assim, priorize a exibição dos seus melhores projetos desenvolvimentos, principalmente se forem para grandes marcas.

Fazer isso também funciona como uma espécie de vitrine dos preços. Isso porque justifica o aumento no valor sem que o seu trabalho seja visto com desconfiança. Afinal, é possível provar os resultados para o cliente. Então, após o interesse dele a partir do seu portfólio, basta seguir um script de vendas para conseguir a conversão.

Tenha valores adaptáveis conforme o tipo de demanda ou prazo

A flexibilidade oferecida pode ser uma maneira de aumentar o preço dos serviços e ainda torná-los atrativos para os clientes. Por exemplo, eles querem um projeto em um prazo curto? O valor cobrado tende a ser menor. 

A mesma lógica pode servir para o número de ajustes solicitados, comum em demandas de revisão e copywriting. Isto é, você pode combinar o máximo de 3 ajustes nas tarefas, que tal? Isso desde que o briefing esteja bem elaborado, para evitar dúvidas e interpretações erradas do freelancer. 

Naturalmente, as razões por trás dessas decisões precisam ser explicadas ao cliente, para não gerar conflitos. Assim, caso ele queira solicitar mais ajustes do que o estipulado, precisa pagar um valor extra. 

Sempre comunique o aumento dos preços com antecedência

É nítido que aumentar o valor dos serviços é justo. Entretanto, se isso não for comunicado aos clientes com antecedência eles podem se chatear ainda mais. Afinal, é importante ter um tempo para maior organização e planejamento financeiro. 

Além disso, é importante deixar o aumento claro e por escrito. Isso evita que a informação passe despercebida ou seja mal interpretada. Lembre-se que tudo isso pode influenciar na relação com o cliente.

Valorize seu trabalho, mas seja coerente

Conforme mencionado, valorizar o trabalho e elevar o preço é fundamental para o freelancer. Todavia, isso deve ser alinhado com o nível de experiência e entrega do profissional, para que a coerência seja mantida. Afinal, o preço deve subir conforme a evolução no mercado, o que mostra que a remuneração é um investimento para o cliente.

Então, conseguiu tirar suas dúvidas sobre o processo de aumento de preços sendo freelancer e como comunicar isso? A missão exige uma série de planejamentos para evitar que clientes desistam dos seus serviços. Ainda assim, ao seguir as recomendações citadas é possível ter um melhor desempenho.

Quer aprender mais sobre o assunto? Faça o download da nossa Planilha de Produtividade e Faturamento de 2022 e tenha um maior controle financeiro! 

planner-2022

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail
Briefing

Jéssica Fontoura

Copyediting

Thiago Murça

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.