Dúvidas de SEO que você deve responder aos seus clientes

Dúvidas sobre SEO são comuns: o mercado está em ascenção e as empresas buscam cada vez mais profissionais capacitados, capazes de entregar resultados e apresentar os dados de suas ações.

Dúvidas de seo que você tem que responder para seus clientes

Certamente as suas dúvidas sobre SEO não são sobre como enganar os buscadores. Se você chegou até aqui, é um especialista em SEO: sabe o conceito e as boas práticas de Search Engine Optimization, compreende claramente a importância de garantir uma boa experiência aos usuários e de fornecer informações valiosas para o seu público.

Você também já sabe que esses requisitos atestam a autoridade do conteúdo compartilhado em pontos de contato com o público e incrementam indicadores usados pelos algoritmos para o ranqueamento orgânico, como o tempo de permanência na página e outras métricas do Core Web Vitals — LCP (tempo de renderização do conteúdo), FID (tempo de resposta à primeira interação) e CLS (tempo de carregamento do layout).

Entretanto, saber todas as boas práticas de SEO não garante a você a capacidade de negociação de um bom contrato, a rentabilidade na prestação de serviços e outros aspectos básicos para atuação nessa profissão com tamanho potencial de demanda na atualidade. Então, que tal aprender a profissionalizar a sua atuação como especialista em SEO?

Neste artigo, você encontra as principais dúvidas de SEO, orientações para freelancers e outros profissionais que pretendem atuar nesse segmento. A seguir, você confere como alinhar as expectativas dos seus clientes com o seu trabalho, além de dicas sobre onboarding, requisitos de contato, apresentação da proposta, desenvolvimento do trabalho e apresentação de resultados. Veja:

  • como fazer o primeiro contato com o cliente de SEO?
  • Como criar uma proposta de trabalho atraente?
  • Como desenvolver um trabalho como especialista em SEO?
  • Como apresentar os resultados de SEO para a empresa contratante?

Como fazer o primeiro contato com o cliente de SEO?

O primeiro contato com potenciais contratantes pode acontecer em um site institucional, criado para o serviço, ou por meio de redes sociais, como o LinkedIn ou o Facebook. Independentemente da origem do contato, é preciso manter uma conversa inicial ativa, que consiste basicamente na apresentação de competências, habilidades, certificados, entre outros, e a apresentação de um plano de trabalho.

Logicamente, isso não significa que você deve apresentar todas as ações necessárias para ranqueamento, visibilidade e conversões nas primeiras conversas, antes mesmo do fechamento do contrato, mas definir o alinhamento entre expectativas e capacidades e delimitar os níveis de SLA (Service Level Agreement) que devem integrar o acordo entre as partes.

Como criar uma proposta de trabalho atraente?

A precificação de um serviço não é uma tarefa fácil, mas o processo deve considerar, principalmente, o valor do seu tempo e dedicação para o trabalho que será realizado. O contratante sabe que a relação entre custo e benefício será mais atraente se contratar um profissional competente, mesmo que isso signifique um preço mais alto.

Por isso, valorize os seus esforços de aprendizagem, todos os cursos e horas demandadas para a sua profissionalização, mas também apresente dados que embasem a sua capacidade em oferecer esse valor aos seus clientes. Veja algumas formas de precificação da consultoria de SEO e como “aumentar o seu passe” a seguir.

Defina como o seu serviço será cobrado

Veja quais as modalidades de cobrança mais comuns para a prestação de serviços de SEO.

Consultoria — paga por hora

A prestação de serviços por hora trabalhada é a modalidade mais comum, pois baseia-se na determinação do valor pelo tempo que será demandado para a realização de uma ou mais tarefas.

Geralmente, essa forma de cobrança é aplicada quando o profissional tem know how e didática para instruir uma equipe da empresa contratante, ou seja, você não coloca efetivamente a “mão na massa”: vende seu tempo e conhecimentos.

Consultoria paga por projeto

Na prestação de serviços, assim como na venda de produtos, é muito difícil prever uma demanda. Nesses casos em que a cobrança do valor da hora de consultoria não será aplicada, pode ser interessante fechar um valor maior, que abranja todo o escopo do projeto.

A forma de cobrança por projeto é bem-vista pelos contratantes porque está atrelada a garantias de resultados. Esse valor deve ser determinado por vários fatores, mas, principalmente, pelos objetivos delimitados em contrato. No caso do SEO, isso pode ser aplicado por meio do volume de tráfego, conquista de snippets, entre outras métricas de desempenho.

Contrato com prazo determinado

Em vez de atrelar o trabalho aos resultados, você também pode associar a execução de um serviço ao tempo previsto até que alguns objetivos sejam alcançados.

Embora esse modelo de cobrança seja eficiente, ele é indicado somente para profissionais que têm experiência, conhecem profundamente o nicho do contratante e delimitaram muito bem a sua forma de trabalho, pois, se os resultados almejados não forem contemplados ao final da relação contratual, isso pode ser um problema para a sua credibilidade como profissional.

A prestação de serviços de SEO tem resultados demorados, entre 4 e 6 meses, no mínimo. Por isso, nunca crie expectativa para alcançar os objetivos antes desse período ou você terá que lidar com a ansiedade e a possível insatisfação dos seus clientes.

Pagamento por objetivos

Assim como a consultoria paga por resultados, o contrato com pagamento por objetivos alcançados está intimamente atrelado aos resultados que você espera alcançar. Esse modelo de cobrança é mais indicado para clientes que têm uma meta mais clara, como melhorar o ranqueamento para um grupo de palavras-chave específico.

Por isso, nele, você precifica o seu trabalho conforme as metas que serão delimitadas no projeto:

  • ranqueamento para palavras-chave;
  • volume de tráfego;
  • posição na SERP;
  • volume de leads;
  • qualificação de leads;
  • featured snippets;

Para que o pagamento por objetivos seja bem-sucedido, as metas devem acompanhar o modelo SMART (específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporizáveis). Além disso, o modelo é atraente para o contratante, que pode dimensionar melhor o buget para investimento, conforme a capacidade de pagamento da empresa.

Divisão de Lucros

Esse é o melhor modelo de cobrança para ambas as partes: o cliente não precisa necessariamente investir no projeto se ele não contemplar bons resultados e o profissional garante uma boa recompensa pelos seus esforços e qualidade do trabalho.

Um gargalo desse tipo de cobrança de serviço é a necessidade de acompanhar de perto as conversões, o que pode significar mais transparência no volume de vendas, o que pode ser um empecilho para muitos contratantes.

Muitas vezes, quando o resultado é realmente bom, o cliente pode passar a achar que está pagando caro demais pelo serviço ou desassociar a melhoria das vendas aos esforços de SEO. Por isso, tenha muita atenção aos requisitos de contrato caso você escolha essa forma de cobrança.

Prometa boas posições nas SERPs, temporize as entregas mas não eleve as expectativas

Uma das principais dúvidas sobre SEO está relacionada ao tempo em que será possível vislumbrar resultados pelos seus esforços. Profissionais que trabalham com esse nicho de mercado há mais tempo sabem que isso não acontece da noite para o dia.

Embora existam inúmeras ferramentas de acompanhamento de resultados, que permitem que você demonstre a evolução dos dados de forma periódica, é muito difícil lidar com a ansiedade dos clientes quando a expectativa é elevada.

Por isso, deixe claro que as metas serão alcançadas, mas no tempo certo, pois o trabalho de otimização demanda prazos mais longos, assim como a obtenção de resultados. Além disso, saiba como combinar estratégias orgânicas e pagas. O escopo do trabalho de SEO abrange apenas as otimizações orgânicas. Usar Ads e outras práticas de PPC pode garantir um resultado rápido, mas sem perspectiva de serem vislumbradas em longo prazo.

Mostre relatórios e resultados de trabalhos anteriores

“Contra dados não há argumentos”. Carrego essa máxima e a uso para embasar qualquer tipo de objeção. Por isso, documente todos os seus esforços de SEO, em projetos passados e atuais, para apresentar informações relevantes e reais de resultados que embasem as decisões de seus contratantes.

Invista em cases de sucesso e solicite depoimentos de antigos clientes. A prova social é a melhor forma de atestar a credibilidade da sua marca e a sua capacidade como profissional. Apesar disso, cuide para não expor dados de propriedade intelectual e desrespeitar cláusulas de confidencialidade impostas pelos seus clientes.

Como desenvolver um trabalho como especialista em SEO?

O trabalho de SEO começa com uma pesquisa profunda sobre as estratégias e formas de atuação de profissionais anteriores à sua contratação, passa pela operacionalização de boas práticas que você já conhece e termina com a apresentação dos resultados. Veja cada etapa a seguir.

Pesquise sobre características, expectativas e práticas já adotadas pela empresa

Conhecer bem o seu cliente é o primeiro passo para uma estratégia de sucesso. Para isso, considere a aplicação de uma entrevista com algumas perguntas cruciais para entender as características, expectativas e o histórico de investimento em SEO do seu cliente:

A sua empresa já teve alguma experiência com o trabalho de SEO? Quais pontos foram positivos ou negativos nesse contrato? Por que a relação não foi estendida? Existem ações que foram aplicadas que você deseja manter?

Ao conseguir respostas para essas dúvidas sobre SEO, você pode definir um tempo mais preciso para os resultados, principalmente se o trabalho anterior ficou aquém do esperado. Além disso, você poderá poupar esforços iniciais, como a determinação da persona, das principais palavras-chave do negócio, entre outros.

Com essas informações você saberá o que funciona para o seu cliente, quais ações mais satisfazem as suas expectativas, bem como o que o seu contratante não gosta e deve ser evitado para não replicar erros cometidos pelos seus antecessores.

Como a sua equipe legada faz o trabalho de SEO?

Confira quais práticas já foram adotadas pela equipe interna da empresa. Isso abrange a criação de conteúdos, linkbuilding, e-mail marketing e até PPC. Assim, você entenderá melhor as ações já implementadas para efetivar mudanças ou reforçar potencialidades.

Você tem budget para integrar uma estratégia de PPC aos esforços de SEO?

Embora o uso de Ads não seja indicado individualmente, quando essa estratégia é combinada adequadamente com boas práticas de SEO, é possível garantir bons resultados de longo prazo.

Isso porque anúncios elevam a quantidade de visitantes, mas o que realmente “fisga” e encanta o usuário da Internet é a qualidade do conteúdo oferecido, a proposta única de valor da marca e a capacidade de atender a uma demanda específica no momento certo.

Quem são seus principais concorrentes?

É importante esclarecer os requisitos de trabalho dos principais concorrentes do seu cliente. Isso permite que você analise sites, visibilidade, links, palavras-chave do segmento, presença social, velocidade da página etc., para entender potencialidades que precisam ser alcançadas ou superadas e problemas que se transformam em diferenciação no seu projeto.

Você tem uma USP — Unique Selling Proposition — Proposta Única de Venda que diferencie o seu negócio dos seus concorrentes?

Defina as potencialidades dos seus clientes para dar ênfase em cada uma delas dentro do seu projeto. Aproveite para definir as seções mais importantes do site, iniciativas de promoção com grande potencial de visibilidade e características únicas do negócio que podem ser incorporadas a uma estratégia bem-sucedida de brand awareness.

Qual a estrutura atual do site? Quem o monitora e atualiza?

Nesse ponto, você precisará entender sobre questões técnicas, como a possibilidade de existência de outro domínio que direciona o tráfego e interfere na unicidade da estratégia, mas que pode ser vinculado para melhorar os resultados rapidamente.

Além disso, é hora de compreender sobre o CMS (Content Management System) escolhido, a hospedagem contratada, entre outros aspectos que também influenciam no SEO, por meio da interferência em resultados de velocidade, segurança, usabilidade, responsividade e design, por exemplo.

O seu site já foi penalizado por uma atualização de algoritmo?

Se a resposta for sim, descubra quais foram as penalizações e quando elas aconteceram, pois a recuperação de relevância pode demandar ainda mais tempo dentro do seu projeto. Além disso, verifique se já foram operacionalizadas práticas de Black Hat que podem interferir em seus resultados.

Você tem uma lista de email? Como funciona a sua estratégia de email marketing?

O email marketing é uma boa prática imprescindível para a obtenção de resultados orgânicos. Se a lista de contatos existe, isso já é um passo na sua estratégia. Aproveite para definir métodos de coleta de informações das leads, uma landing page ou um evento online exclusivo, por exemplo.

Solicite acesso às informações estratégicas

Você precisará de acesso às informações da empresa. Para isso, considere a obtenção de autorização explícita para:

  • implementar alterações no CMS;
  • fazer alterações técnicas no site;
  • contratar ferramentas de trabalho;
  • obter acesso às contas do Google Analytics, Search Console e Google Ads;
  • criar, editar e compartilhar o calendário editorial da empresa;
  • acessar ferramentas de SEO;
  • avaliar a documentação de outras estratégias, do segmento de vendas, por exemplo.

Determine metas e objetivos

Essa é uma das principais etapas de implementação de um novo projeto de SEO. Quais são as metas e objetivos que o cliente deseja alcançar? Quais são os resultados possíveis que você pode prometer?

Para definir esses objetivos e metas, use novamente a ferramenta SMART. Além disso, registre todos os dados desde o início do trabalho e documente todas as suas ações. Veja alguns exemplos de objetivos:

  • volume de tráfego;
  • taxa de conversões;
  • quantidade de leads;
  • quantidade de hiperlinks obtidos;
  • volume de vendas;
  • classificações nas SERPs;
  • conquista de featured snippets.

Lembre-se: saber o que o seu cliente deseja pode ser o fator determinante para o reconhecimento de valor em seu trabalho e nos esforços de SEO implementados.

Defina KPIs para acompanhar os resultados

Não adianta definir metas e objetivos se eles não puderem ser acompanhados: o que não pode ser mensurado jamais poderá ser melhorado. Por isso, defina quais KPIs serão mais úteis para a sua estratégia.

Se o objetivo é gerar mais tráfego, avalie a taxa de usuários únicos, se for qualificação de leads e conversões, acompanhe a taxa de downloads de e-books, quantidade de avaliações gratuitas solicitadas e inscrições em boletins informativos, por exemplo.

Sempre acompanhe o ROI (Return of Investiment) do seu projeto, associando a rentabilidade gerada pelas mudanças e ações implementadas aos custos gerados pela sua contratação e uso de ferramentas.

Operacionalize a estratégia de SEO

Agora é só colocar as ações em prática. Algumas delas abrangem:

  • estude o mercado do cliente: quem compõe o público-alvo do negócio?
  • escolha as palavras-chave: essa etapa crítica permite garantir boas classificações por meio da correta indexação dos algoritmos;
  • faça o mapeamento de conteúdos;
  • defina funções e responsabilidades da equipe de trabalho: conhecer as atribuições e responsabilidades de todos é fundamental para saber quem são os principais membros da equipe e como cobrar deles as ações necessárias para alcançar bons resultados;
  • escolha uma forma de comunicação e uma ferramenta de gestão de projetos: assim, será possível trocar informações o tempo todo e gerenciar melhor os processos implementados;
  • crie, analise, otimize os conteúdos produzidos: sempre analise os conteúdos produzidos sob a perspectiva do cliente. São as demandas do usuário que guiam a sua estratégia, desde a definição das melhores palavras-chave até a melhoria de requisitos de experiência na página (velocidade, usabilidade, segurança, responsividade, entre outros);
  • use meta tags;
  • oriente a adequação de páginas e outros canais de comunicação que podem ranquear;
  • crie sitemaps;
  • estabeleça ações de link earning;
  • negocie guest posts.

Como apresentar os resultados de SEO para a empresa contratante?

Dados: esta é a resposta para o modelo de relatório que você deverá apresentar. Quanto mais dados você utilizar, mais fácil será demonstrar os seus bons resultados na estratégia. Por isso, considere a criação de séries históricas, gráficos, infográficos, mapas mentais, pictogramas, fluxogramas, organogramas, wireframes, entre outros.

Além disso, adicione um pouco de interatividade para atrair a atenção do contratante — e até impressioná-los —, mas sempre baseando-se em informações reais sobre as suas ações e as principais mudanças implementadas.

Respondidas algumas dúvidas sobre SEO e definida a melhor forma de trabalhar o ranqueamento orgânico de seus clientes, agora é a hora de trabalhar para ganhar mais experiência nessa função.

Se você ainda não tem segurança para prospectar e lidar com clientes como um profissional especialista, que tal integrar o banco de talentos da Rock Content antes de se aventurar no mercado? Tenho certeza que você aprenderá muito aqui!

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.