Por Camila Casarotto

Redatora Freelancer da Rock Content

Publicado em 17 de dezembro de 2019. | Atualizado em 8 de junho de 2020


Cases de sucesso (ou estudos de caso) são conteúdos ideais para o fundo do funil de vendas. Eles servem para contar histórias de clientes que tiveram resultados positivos com seus produtos e evidenciam todo o potencial da sua marca. Neste artigo, você vai saber tudo sobre esse tipo de conteúdo.

Diferentes etapas do funil de vendas exigem diferentes estratégias de conteúdo. Quando falamos da etapa final, o estudo de caso ou case de sucesso é um dos melhores conteúdos para converter leads.

É nesse momento que eles estão mais próximos da compra. Por isso, você precisa mostrar que é diferente dos concorrentes, que oferece muito mais benefícios e entrega resultados efetivos. O problema é que eles já estão cansados de ouvir isso de todas as empresas…

Como, então, provar que você merece a confiança dos leads!? É isso que um case de sucesso faz, ao apresentar histórias de clientes reais que já tiveram resultados com o seu negócio.

Neste artigo, vamos entender melhor qual é o papel do estudo de caso no funil de vendas e como elaborar esse tipo de conteúdo da melhor forma. Você vai saber: 

Para saber isso tudo, basta seguir a leitura. Vamos lá?

O que é um case de sucesso?

Case de sucesso, também chamado de estudo de caso, é um tipo de conteúdo que apresenta histórias de clientes reais que tiveram resultados positivos com o produto ou serviço de uma empresa.

Mas a intenção desse conteúdo não é apenas juntar gráficos de desempenho ou simplesmente mostrar como o cliente está feliz. Um case de sucesso deve contar uma história real e inspiradora, com boas pitadas de storytelling, estruturada em três elementos-chave:

  • O problema do cliente;
  • A solução da empresa;
  • Os resultados alcançados.

Essa história deve persuadir outros consumidores que estejam interessados naquele produto ou serviço, mas que ainda estão em processo de decisão.

“Será que devo investir nesse produto? Será que posso confiar nessa empresa?” — essas questões são comuns a quem já está na etapa final da sua jornada de compra.

Então, o estudo de caso diz: “Olhe o que já fizemos para os nossos clientes! Podemos fazer isso por você também”. Assim, com situações reais de quem já testou e aprovou a sua empresa, você pode conquistar a confiança dos leads.

Geralmente, esse tipo de conteúdo é usado por empresas B2B, que são aquelas que vendem para outras empresas. A Rock Content, por exemplo, apresenta uma série de cases de sucesso.

Mas nada impede que um negócio B2C traga estudos de caso de clientes individuais que tiveram resultados positivos com um produto ou serviço. Um escritório de arquitetura, por exemplo, pode apresentar seus melhores projetos residenciais em forma de case de sucesso.

Por que fazer um estudo de caso?

Agora que você já sabe o que é um estudo de caso, quer entender melhor os benefícios desse tipo de conteúdo? Vamos mostrar agora por que vale a pena investir nos cases de sucesso:

Influencia a tomada de decisão

Cases de sucesso são capazes de influenciar a tomada de decisão dos consumidores. Quando os leads estão no fundo do funil, eles já conhecem a sua empresa e já selecionaram as possíveis soluções para o problema. Agora, eles precisam de argumentos para finalmente escolher o seu produto.

Então, o case de sucesso funciona como um argumento de venda, ao mostrar os resultados que outros clientes tiveram. Então, o lead entende que pode confiar na sua empresa.

Destaca a marca entre os concorrentes 

No fundo do funil de vendas, os leads já têm um grupo selecionado de possíveis soluções para o seu problema. Nesse grupo, provavelmente estão os seus concorrentes mais próximos

Então, o case de sucesso serve para diferenciar o seu produto da concorrência nessa etapa determinante do processo de decisão. Sob o ponto de vista do cliente, você mostra como é capaz de transformar um negócio, de uma maneira que nenhum outro produto consegue — e que, por isso, a sua empresa é a melhor escolha.

10 mil leadsPowered by Rock Convert

Funciona como prova social 

O estudo de caso desperta a identificação do público, porque apresenta situações reais de outras pessoas que tiveram sucesso com o produto. Isso funciona como prova social.

A prova social é uma forma de persuadir os consumidores, que querem saber o que os outros pensam para poder confiar em uma marca. Isso se explica pela busca do ser humano por aceitação e pertencimento a um grupo — para se sentir acolhido, ele tende a seguir os comportamentos dos seus integrantes.

Então, o estudo de caso mostra que outras pessoas já testaram e aprovaram a marca. Assim, o lead também vai querer se tornar cliente para ter os mesmos resultados positivos.

Além disso, vivemos um cenário em que a publicidade tradicional — interruptiva e muitas vezes enganosa — está perdendo espaço. Os consumidores tendem a confiar muito mais nas opiniões de outras pessoas do que naquilo que a marca fala de si mesma.

Nesse contexto, o estudo de caso ganha ainda mais força. Ele serve para endossar aquilo que o marketing defende, com base no que os clientes dizem.

Defende a marca com base em resultados

Não adianta falar para os leads que eles precisam confiar na sua empresa só porque você tem um produto que faz isso ou aquilo. O que realmente convence é mostrar a transformação que o produto pode trazer para a vida da pessoa. O estudo de caso, então, faz isso com exemplos reais de outros clientes.

Muito se fala atualmente sobre o marketing de resultados, ou seja, o marketing focado em atingir os objetivos da empresa. Então, se é isso que os seus leads buscam, os cases de sucesso vão ajudar a convertê-los em clientes.

Quebra objeções de potenciais clientes 

Quando o lead chega ao fundo do funil, ele ainda tem algumas objeções que dificultam a decisão. Elas podem ser bastante variadas, mas geralmente se concentram em dois fatores: tempo e dinheiro.

Então, o estudo de caso pode ajudar a contornar essas objeções. Para isso, a história deve mostrar os obstáculos que o cliente também enfrentava — como orçamentos enxutos ou falta de equipe — e como eles foram superados.

Dessa forma, o lead se identifica com a experiência deles e entende que pode seguir o exemplo para ter os mesmos resultados.

Quais os formatos de case de sucesso?

Você pode apresentar cases de sucesso nos mais variados formatos de conteúdo. Isso é essencial para adaptar as suas publicações às formas que o seu público mais gosta de consumir. A seguir, conheça as principais maneiras de apresentar os seus cases:

Texto 

Marketing de conteúdo não se resume a texto, mas esse é o formato mais básico e mais utilizado. Então, você pode utilizá-lo para contar as histórias dos seus clientes, com uma narrativa interessante e envolvente.

Em formato de texto, os estudos de caso podem ser publicados em:

  • Páginas específicas do site;
  • Blog posts;
  • Ebooks;
  • Apresentações em PDF;
  • Materiais impressos.

Aqui na Rock Content, temos uma área específica no nosso site, com vários cases de clientes. Veja o exemplo do estudo de caso da Matilde Filmes:

Alguns cases também são publicados no nosso blog, como forma de engajar o público que costuma ler nossos posts e atrair mais interessados do Google. Veja o exemplo do case da Ambra University:

Vídeos

Um dos formatos preferidos do público online é o vídeo. Nos últimos 5 anos, entre 2014 e 2019, houve um aumento de 165% no consumo de vídeos pela internet no Brasil, de acordo com uma pesquisa do YouTube.

Então, vídeo cases podem ser bastante atrativos para contar as histórias dos seus clientes. Você pode utilizar esse formato de diversas formas, por exemplo:

  • Gravar entrevistas com clientes;
  • Montar vídeos animados, com recursos gráficos;
  • Convidar clientes para webinars.

Veja, por exemplo, o vídeo case do Google, que mescla as falas do cliente com gráficos que mostram os resultados:

Podcasts

Outro formato que está em crescimento são os podcasts. Em 2019, o consumo desse tipo de conteúdo teve um aumento de 67% no Brasil, conforme uma pesquisa da Deezer. Além disso, 25% dos ouvintes brasileiros consomem mais de 1h por dia.

Mas você já tinha pensado em apresentar estudos de caso em formato de áudio? Considere essa possibilidade como um dos conteúdos que você pode oferecer nos seus podcasts!

Da mesma forma que os vídeos, você também pode convidar seus clientes para uma entrevista, como se fosse um programa de rádio. Depois, você pode editá-la ou disponibilizá-la integralmente.

Imagens e gráficos 

Tanto nos textos quanto nos vídeos, imagens e gráficos podem complementar as informações do case. Você pode, por exemplo, apresentar imagens do produto em uso e destacar os resultados em gráficos que facilitem a visualização dos dados.

Além de agregar informações, essa também é uma forma de dinamizar os conteúdos.

Posts nas redes sociais

Estudos de caso também podem ser apresentados em posts nas redes sociais, em formato de texto, imagem ou vídeo ou ainda com um link para a página ou blog post do case.

No Instagram, por exemplo, você pode criar um carrossel de imagens ou uma sequência de stories (que podem ser fixados nos Destaques) para mostrar os cases de sucesso.

O LinkedIn é uma rede bastante propícia para negócios e gera uma boa aceitação para esse tipo de conteúdo. Veja o exemplo da Softplan, que costuma apresentar cases de sucesso na aplicação das suas soluções:

Como elaborar um estudo de caso?

Agora, vamos ver um guia passo a passo para elaborar um estudo de caso, desde a seleção das melhores histórias até a edição do conteúdo no formato escolhido. Veja agora como fazer isso:

1. Selecione candidatos para o case

O primeiro passo é selecionar, entre os seus clientes, aqueles que tiveram os melhores resultados e podem render histórias inspiradoras.

Mas antes, talvez alguém se pergunte… “E se eu ainda não tenho clientes ou nenhum projeto finalizado?”. Não pense que você vai ficar de fora, pois a sua própria empresa pode ser um case!

Se você já colheu resultados expressivos usando seus próprios produtos, elabore um case da sua empresa para inspirar seus potenciais clientes.

Mas, se você já tem uma cartela de clientes, pode escolher entre eles aqueles que vão participar dos seus cases de sucesso.

É bem provável que você já tenha em mente alguns clientes satisfeitos que utilizaram seus produtos e serviços de maneira bem-sucedida. É possível selecionar candidatos que deixaram depoimentos em e-mails, redes sociais etc.

Independentemente disso, sempre vale a pena fazer mais uma busca. Às vezes, uma empresa tem clientes extremamente satisfeitos que nunca deram um feedback.

Por isso, nesse momento, você pode enviar um e-mail para sua lista de clientes procurando pessoas que tenham tido bons resultados com o uso do produto ou serviço. Seja sincero e direto na abordagem, como no exemplo abaixo:

Título do e-mail: Quer ver sua história de sucesso contada para mais pessoas?

Corpo do e-mail: Aqui na [Sua Empresa] sempre fazemos o máximo para que nossos clientes alcancem os melhores resultados. Não é por acaso que já temos tantos exemplos de pessoas/empresas satisfeitas.

Mostrar as histórias de sucesso dos nossos clientes é uma forma de ajudar ainda mais pessoas/empresas a atingirem resultados semelhantes. Por isso, agora queremos conhecer a sua história também.

Se você tem interesse em ser um case de sucesso da [Sua Empresa], responda este e-mail contando em poucas linhas:

  • Como você chegou até nós;
  • Por que decidiu usar nosso produto/serviço;
  • Quais resultados você alcançou.

Caso tenha alguma dúvida, não deixe de perguntar!

Obrigado e um abraço,

[Fulano de Tal], Gerente de Sucesso do Cliente

Esse primeiro contato ajudará você a filtrar os candidatos. A partir daí, existem algumas dicas para selecionar as melhores histórias. Veja o que você deve procurar:

  • Selecione os clientes que tenham colhido resultados expressivos, que impressionem o mercado e mostrem todo o potencial da sua empresa;
  • Garanta que os resultados dos candidatos sejam reais e comprováveis para não iludir os potenciais clientes com resultados improváveis;
  • Escolha candidatos que estejam dispostos a mostrar o seu nome e abrir dados da sua empresa, pois apresentar cases anônimos não desperta confiança;
  • Escolha clientes que tenham uma boa relação com a sua empresa e que tenham afinidade com os profissionais, pois isso os deixa mais à vontade para falar;
  • Escolha clientes que usem seu produto com frequência e tenham mais familiaridade para explicar a implementação das soluções no cotidiano;
  • Selecione candidatos próximos ao perfil da persona da sua marca, de maneira que os leads se identifiquem com as experiências relatadas;
  • Ouça os profissionais de customer success, que estão mais próximos dos clientes, conhecem o perfil deles e sabem quais tiveram melhores resultados;
  • Ex-clientes da concorrência podem ser bons candidatos, pois eles podem enfatizar seus diferenciais e vantagens competitivas.

2. Entre em contato com os participantes

A segunda etapa consiste em contatar os participantes que você selecionou entre aqueles que responderam ao seu primeiro contato.

Essas pessoas já se mostraram dispostas a participar. Por isso, tudo que você precisa fazer é explicar o funcionamento do processo e marcar uma data para entrevistá-las. Mais uma vez, você pode usar o e-mail para alinhar expectativas.

Sua mensagem será mais ou menos assim:

Olá, Fulano!

Ficamos muito felizes com o seu interesse em participar como case de sucesso da [Sua Empresa]. Vamos adorar conhecer sua história em detalhes e ter a chance de fazer algumas perguntas a mais.

O que você acha de marcarmos uma entrevista para a semana que vem?

Você não precisa aparecer em nenhuma gravação. O objetivo da entrevista é simplesmente colher dados para que possamos redigir o estudo de caso da forma mais acurada possível.

Após a entrevista, nós montaremos o estudo de caso e enviaremos para a sua aprovação. Só depois do seu ok é que vamos divulgar o material, tudo bem?

O dia [incluir data/horário ideal] fica bom para você?

Qualquer dúvida é só perguntar!

Um abraço,

[Fulano de Tal], Gerente de Sucesso do Cliente


Essa entrevista pode ser marcada presencialmente, por telefone ou por Skype, dependendo da localização e da disponibilidade dos seus clientes. Abra essas possibilidades para eles.

Além disso, como você deve ter notado, o e-mail acima menciona que o cliente não precisará aparecer em nenhuma gravação. Mas isso não é uma regra, já que o case de sucesso pode ter vários formatos, como vimos antes.

Você pode gravar a entrevista (em vídeo ou áudio) ou convidá-lo para um webinar, por exemplo, especialmente se já tem bastante proximidade com o cliente.

De qualquer forma, tenha em mente que, quando você conta com imagens gravadas de uma entrevista, sua equipe tem mais material para trabalhar. Essa entrevista pode dar origem a vários conteúdos.

Afinal, é fácil transformá-la em texto, por exemplo. Por outro lado, caso a entrevista seja por escrito, não será possível transformá-la em áudio ou vídeo.

O importante é deixar claro no e-mail quais são as suas intenções, para não pegar o cliente de surpresa. Então, defina esses pontos antes de entrar em contato com os participantes.

marketing de conteudo primeiros passosPowered by Rock Convert

3. Elabore um roteiro com perguntas estratégicas

Essa etapa é essencial. Na entrevista com o cliente, é hora de colher as informações que vão servir para elaborar o estudo de caso. Por isso, não faça a entrevista sem ter um roteiro de perguntas.

Elas devem ser estratégicas, para coletar tudo o que você precisa. Lembre-se dos três principais elementos de um case de sucesso: problema, solução e resultados. As perguntas precisam cobrir esses elementos, além de explorar os detalhes da experiência para construir uma narrativa interessante.

A seguir, elencamos as principais perguntas que você deve incluir na entrevista:

Pergunta 1: Quais eram as dificuldades que você encontrava na sua vida/negócio antes de conhecer a [sua empresa, produto ou serviço]? 

Produtos e serviços nada mais são do que soluções. Por isso, é importante conhecer as dificuldades e desafios que seu cliente enfrentava antes de conhecer a sua marca — é isso que dá início à jornada. Isso vai contribuir para mostrar como o produto ou serviço ajudou a superar os obstáculos.

Pergunta 2: Como você conheceu a [sua empresa, produto ou serviço]?

Essa pergunta ajuda a conectar com consumidores que chegaram até a sua empresa da mesma forma, como pelo Google, redes sociais ou indicação de amigos.

Pergunta 3: Por que você decidiu confiar na empresa e experimentar essa solução?

Quase todo mundo fica em dúvida antes de fechar uma compra. Quando um cliente revela o motivo pelo qual decidiu dar um voto de confiança, outros clientes se identificam e tendem a fazer o mesmo.

Portanto, essa resposta contribui para começar a quebrar as objeções dos leads.

Pergunta 4: Quais foram as dificuldades durante a implementação e como você as superou? 

Aqui está mais uma pergunta para quebrar objeções. Nem mesmo o melhor produto ou serviço garante que tudo será um mar de rosas. Então, quando um cliente fala de desafios reais e comenta como os superou, potenciais clientes podem perceber que suas dificuldades também podem ser superadas. 

Além disso, uma história é mais envolvente quando os personagens passam por desafios e superações. Eles fazem parte da jornada do herói, que é o padrão encontrado na narrativa de boas histórias.

Pergunta 5: Quais resultados você alcançou usando esse produto/serviço?

No fim das contas, é isso que as pessoas esperam: resultados. Ao falar de números e conquistas, o cliente prova que sua solução é capaz de entregar o que promete, mostrando que mais pessoas podem alcançar o mesmo.

Pergunta 6: Como a sua vida/negócio se transformou depois de usar esse produto/serviço?

Com essa resposta, você vai mostrar o poder de transformação da sua solução. Resultados em números e gráficos podem impressionar, mas quando os olhos do cliente brilham falando das transformações que seu produto proporcionou, aí é que o case de sucesso toca o coração das pessoas.

4. Prepare-se para a entrevista

Agora que você já tem o roteiro de perguntas em mãos, já está pronto para a entrevista, não é? Ainda não!

Lembre-se que você vai falar com um cliente, então precisa passar uma boa impressão a ele. Já pensou chegar lá e não lembrar o nome da pessoa ou qual produto ela usou?

Então, é preciso se preparar para a entrevista. Revise o histórico do cliente, quais soluções já adotou, quais profissionais o atendem e os principais resultados que ele conquistou. Mostre que você conhece o cliente!

Também releia as perguntas, ensaie a entrevista e faça testes com outros respondentes, para ver se as questões fazem sentido. Na hora você não precisa seguir o roteiro à risca, mas é importante dominar as perguntas para não esquecer de nada.

Além disso, se essa entrevista for gravada para ser utilizada nos cases de sucesso, você precisa de autorização para uso de imagem.

Também é bom se precaver com um termo de consentimento do cliente autorizando a divulgação das informações que ele conceder. Então, prepare esses documentos para serem assinados no dia da entrevista.

5. Organize as informações

Depois de realizar a entrevista, é hora de organizar os dados e informações que você coletou. Durante a conversa, pode ser que o entrevistado perca o fio da meada e fale mais que o necessário.

Isso é ótimo para revelar detalhes da experiência, mas agora é preciso selecionar o que é mais relevante para a história.

A edição do conteúdo vai depender do formato de case que você escolher. Mas você pode começar estruturando o case no formato de texto usando a sugestão que mostramos abaixo.

A partir daí, fica fácil transformá-lo em um programa de podcast ou um vídeo animado, por exemplo. Veja só:

  • Título: Evite usar um modelo genérico como “Estudo de caso do [Cliente]”. No título, procure evidenciar a principal conquista do cliente e qual produto ele usou, de maneira curta e direta.
  • Resumo: Escreva um breve parágrafo (de 2 a 4 frases) que resuma a história. Vale adicionar alguns bullet points com métricas/estatísticas que mostrem o sucesso alcançado.
  • Sobre o cliente: Esse é o momento de apresentar rapidamente quem é seu cliente e qual perfil de público atende, para contextualizar o case.
  • Desafios: em 2 ou 3 parágrafos, mostre quais eram os problemas do cliente que levaram ao uso do seu produto ou serviço. Procure incluir uma frase que resuma o(s) objetivo(s) que o cliente tinha com o uso da sua solução.
  • Como sua empresa ajudou: Aqui você deve incluir outros 2 ou 3 parágrafos descrevendo como seu serviço ou produto ofereceu uma solução para o problema que o cliente tinha.
  • Resultados alcançados: A seção de resultados também pode ter em torno de 2 ou 3 parágrafos. Esse trecho deve descrever, de forma específica, as conquistas proporcionadas pelo produto ou serviço, inclusive com números e estatísticas.
  • Citações: Selecione um ou dois comentários impactantes do seu cliente que ilustrem os resultados e mudanças percebidas. Essas citações podem ser incluídas ao final do case ou em quadros de destaque.
  • Imagens e gráficos: É importante ter um apoio visual que ajude a ilustrar a história. Dependendo do formato do case, você pode usar uma simples foto do cliente ou gráficos que destaquem os resultados alcançados. Esse é o momento de selecionar essas imagens de apoio.

Entenda que essas dicas valem para formatos editados. Se você optar por disponibilizar a entrevista na íntegra ou convidar o cliente para uma conversa ao vivo (em vídeo ou podcast), você não vai editar o conteúdo.

Por isso, esses casos exigem cuidados redobrados com o planejamento do roteiro e a condução da entrevista.

6. Conte a história do cliente

A partir da organização das informações da entrevista, você já tem o que precisa para contar a história do cliente, de acordo com o formato escolhido.

Aqui é importante adotar as técnicas do storytelling, que tornam as histórias muito mais interessantes e envolventes, capaz de criar uma conexão emocional com a audiência.

Lembre-se que o foco é o cliente, não a sua marca, que entra na história como o elemento que vai ajudá-lo a resolver seus problemas. O cliente, por sua vez, é o protagonista da jornada do herói que o case de sucesso vai contar.

A jornada do herói representa um padrão narrativo em que o personagem central da história passa por uma série de situações e conflitos. De maneira geral, a narrativa se apresenta dessa forma:

  1. Introdução ao herói e ao contexto;
  2. Apresentação do problema que ele enfrenta;
  3. Recusa ao chamado (quando ele pensa em desistir);
  4. Ajuda ao herói (ou mentor, uma ferramenta ou, é claro, a sua empresa!);
  5. Superação do conflito em etapas;
  6. Desafio final;
  7. Resolução e transformação.

Portanto, procure pensar nessa estrutura de storytelling ao construir os estudos de caso da sua marca. Dessa maneira, você vai despertar a identificação do público, envolver os leads emocionalmente e influenciar sua tomada de decisão.

Como divulgar o case de sucesso?

Montou o caso de sucesso, publicou na internet e acha que está tudo pronto? Para ter mais resultados, é preciso investir na divulgação desse conteúdo, em canais e momentos estratégicos da jornada do cliente. A seguir, veja algumas dicas para isso:

Tenha uma área do seu site específica para cases

Primeiramente, crie uma área específica do site, que seja facilmente encontrável, para publicar os cases de sucesso. É lá que os potenciais clientes, interessados no seu produto, vão procurar histórias inspiradoras de uso dos seus produtos para saber se podem confiar na sua empresa.

Peça ajuda para os próprios clientes

Quando publicar um estudo de caso, você deve informar ao cliente que a sua história já está no ar! Então, envie o link da publicação e sugira que ele compartilhe com seus colaboradores e nas suas redes sociais.

Em geral, os clientes se sentem orgulhosos de fazer parte desse conteúdo e mostrar suas conquistas.

Inclua versões dos cases na página de vendas ou landing pages

Como vimos, estudos de caso funcionam como argumentos de venda, certo? Por isso, eles ajudam a gerar conversões quando são usados em páginas de produtos ou landing pages.

Para isso, você pode usar versões resumidas dos cases de sucesso, em formato de vídeo, gráfico ou uma citação do cliente, com link para a página completa.

Crie blog posts educativos

Talvez você já tenha criado um blog post para apresentar seu case de sucesso. Mas que tal usar o case para ilustrar conteúdos de blog posts educativos?

Digamos, por exemplo, que você esteja escrevendo um post sobre SEO e queira mostrar como as estratégias de otimização podem gerar mais tráfego e conversões. Então, você pode apresentar cases de sucesso que tenham alcançado esses resultados.

Invista em anúncios segmentados

Você também pode utilizar mídia paga para potencializar seus estudos de caso. A vantagem, nesse caso, é que você pode segmentar precisamente o público-alvo, mirando especialmente em potenciais clientes que já estejam no fundo do funil.

Para isso, você pode utilizar o remarketing, para atingir apenas pessoas que já conhecem sua empresa ou já realizaram alguma ação no seu site.

Além disso, pode segmentar links patrocinados com palavras-chave que costumam ser usadas no fundo do funil, que geralmente são termos de cauda longa ou relacionados à marca (brand terms).

Envie e-mail marketing para leads no fundo do funil

E-mail marketing também permite atingir os leads que estão no fundo do funil. Para isso, é preciso inseri-los, desde o início da jornada, em um fluxo de nutrição de leads com conteúdos relevantes, para que eles avancem no funil.

Os estudos de caso, então, podem ser enviados na etapa final do funil, quando eles já estão mais maduros sobre a decisão de compra.

Então, agora você já sabe por que e como elaborar cases de sucesso para a sua empresa!

Pense que esse tipo de conteúdo deve fazer um potencial cliente pensar que também pode estar naquela posição, falando sobre os resultados que conquistou e que transformaram a sua vida. Com histórias inspiradoras, você vai conseguir converter mais leads em clientes!

Agora, já que falamos tanto do funil, temos uma ferramenta que vai ajudar você a ter mais resultados. Baixe agora o template que usamos aqui na Rock e comece a mapear seu funil de vendas!

Kit Planejamento do Funil de VendasPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *