Escalabilidade: o que é, exemplos e como criar um negócio escalável

Escalabilidade: o que é e como criar um negócio escalável

Um negócio escalável está pronto para o próximo passo, ou até mesmo para crescimentos repentinos. É cada dia mais importante ter a capacidade de atender ao aumento de demandas, especialmente, com o avanço do digital. A escalabilidade é o fator de destaque nessas situações.

Começar um novo negócio é sempre um momento importante. O futuro, no entanto, nunca está fora dos planos e, para que sua empresa possa crescer, é importante se preparar desde o primeiro momento.

A escalabilidade de um negócio depende das escolhas realizadas e também da base em que esse empreendimento é fundado. Só assim, ele terá um crescimento ativo, sem sofrer consequências.

Até mesmo para expandir, é importante se preparar adequadamente. Se o seu negócio não tem os recursos certos e não foi conduzido adequadamente, essa expansão será muito complicada.

Por isso, trabalhar com as melhores soluções e com a mentalidade certa faz toda a diferença.

Quer saber mais sobre como conseguir a escalabilidade? Entenda de vez o conceito e como executá-lo a seguir!

O que é a escalabilidade?

Independentemente se já foi uma perspectiva, o crescimento das empresas se torna uma realidade em muitas ocasiões. Apesar de ser algo positivo, há consequências e mudanças importantes quando se expande um negócio.

A escalabilidade é justamente a capacidade de a empresa reagir bem e atender a essa nova realidade, sem demonstrar nenhum problema operacional ou de gestão.

Recursos, ferramentas, sistemas e todo o trabalho (inclusive, marketing e publicidade) precisam não só dar conta das mudanças, mas crescer junto com as novas exigências.

Isso torna a escalada da empresa saudável, uma vez que ela não terá consequências negativas com o desenvolvimento.

Do contrário, não seria possível atender a esse aumento de demanda, já que a empresa não estava adaptada a possíveis mudanças futuras.

Um negócio escalável está no caminho certo para o sucesso, inclusive, com mais chances de captar capital de investimentos.

Se ele tem o que é necessário para expandir sem perder eficiência, é muito provável que investidores se interessem por aplicar nele.

Isso significa que, com o tempo e os esforços adequados, as atividades vão crescer sem que esse aumento de demanda seja negativo.

Ao pensar na escalabilidade, é importante entender para qual tipo de crescimento cada negócio estará voltado. Isso também depende de uma adequação ao longo do tempo em que a empresa é conduzida.

Há dois conceitos importantes quando se fala de escalabilidade: horizontal (out) ou vertical (up). Entenda melhor sobre eles logo abaixo!

Escalabilidade horizontal (out)

No modelo horizontal, as empresas têm como principal meta se tornarem referências absolutas em seus segmentos. Por exemplo, se você é um e-commerce, não vai se prender apenas a uma categoria de produtos.

A ideia é abranger o máximo possível, para se tornar um dos líderes do comércio online. Assim, a atuação é mais ampla e precisa de mais eficiência, para, então, gerar mais vendas.

Escalabilidade vertical (up)

A escalabilidade vertical trata de empresas que querem crescer, mas dentro do seu segmento.

Se seu negócio vende snacks veganos, por exemplo, a proposta pode ser abranger toda a culinária desse tipo.

Assim, há a escalabilidade das atividades para a sua persona, mas isso não representa uma fuga do mercado principal da marca, em busca de uma extensão maior. O mercado se mantém apenas com uma variação maior de produtos e serviços.

Quais são os atributos das empresas escaláveis?

Para atingir a escalabilidade, as empresas precisam cumprir com requisitos que as coloquem nesse caminho.

São atributos específicos, que, geralmente, se repetem entre elas e fazem toda a diferença para que possam sempre expandir sua atuação e, principalmente, sua forma de faturar.

A seguir, veja algumas das características mais comuns e alguns bons exemplos de empresas escaláveis.

Sistema e investimento únicos, mas faturamento em crescimento

Existem empresas que oferecem um único serviço e, apenas mantendo sua operação, são capazes de ter ainda mais abrangência, aumentar seu número de clientes e ter um faturamento crescente.

Ótimos exemplos são as empresas de tecnologia que oferecem serviços a pessoas interessadas, como Airbnb, Uber, 99 e iFood. Elas têm o mesmo modo de operação, usando apenas a tecnologia.

O Airbnb, por exemplo, não detém nenhuma das casas e quartos que mostra em seu app. No entanto, quanto mais pessoas se cadastram disponibilizando suas residências, maior é a oferta.

O mesmo acontece com os usuários, que não param de aderir ao serviço. É um modelo de negócio em plena era da transformação digital que sustenta e é escalável o tempo todo, sem que isso gere custos ou dificuldades à empresa.

Transformacao Digital e Marketing

Os aplicativos de transporte vão pela mesma linha. Uber e 99 são apenas os aplicativos que conectam motoristas aos passageiros. Todo dia, novos condutores se cadastram e a demanda de corridas é atendida.

Isso também acontece com o iFood e outros concorrentes. Os restaurantes se cadastram, sendo novos parceiros, além de haver cada vez mais novos usuários.

Abrangência grande na escalabilidade horizontal

Um dos principais exemplos de escalabilidade no mundo é a Amazon, gigante norte-americana do e-commerce. Reflita por um momento: o que você não consegue comprar por lá atualmente?

A empresa não tem uma categoria definida de produtos, o que representa uma escalada horizontal, ou seja, ela ultrapassa os segmentos para se tornar líder e gigante no e-commerce.

Em seu modelo de negócio, a Amazon vende produtos de empresas variadas, com o custo normal de qualquer varejista.

Com isso, o número de clientes aumenta, e o negócio se torna ainda mais escalável.

A plataforma online precisa apenas dar o suporte para que tudo esteja no seu site e, então, os novos clientes em potencial encontrarão os produtos e estarão prontos para comprar mais.

Como tornar um negócio escalável?

As empresas podem buscar a escalabilidade por meio de práticas, ferramentas e uma gestão que prepare tudo para o crescimento.

É possível obter isso de maneira ativa, tornando o seu negócio mais receptivo à expansão que pode ocorrer tanto em longo prazo quanto constantemente. A seguir, confira algumas dicas de como iniciar a postura escalável da sua empresa!

Utilize soluções em nuvem

Sistemas em nuvem já são uma realidade em diferentes mercados. São softwares de todos os tipos, desde os que só armazenam até aqueles que têm toda a sua operação descentralizada.

A proposta é, justamente, não depender de nenhum periférico físico e, principalmente, estar totalmente pronto para aumentos a qualquer hora. Isso garante uma adaptabilidade muito melhor.

Suponha que você tenha registrado determinado volume de clientes em seu software de CRM, mas, nos últimos meses, sua empresa decolou.

Com um sistema em nuvem, isso não será nenhum problema, porque ele pode ser expandido facilmente. Tanto os seus registros quanto a operação não dependem de um computador.

Implemente o home office

Em amplo crescimento, o modelo de home office tem conquistado cada vez mais empresas adeptas. Dependendo do tipo de serviço, não ter colaboradores em um local físico e fixo não é problema algum.

Entender isso pode ser um grande salto, principalmente, quando o assunto é escalabilidade. Ter um local pode ser um fator limitador à expansão física da sua empresa, algo que nem todos os CEOs e gestores pensam.

Por que concentrar todos em um só local e gerar custos com isso se os seus funcionários podem trabalhar remotamente?

Tê-los em um escritório gera investimentos diversos, o que, por si só, já é motivo para questionar. No entanto, se a empresa cresce, esses custos aumentam e pode ser preciso expandir o local físico. No regime de home office, não tem esse problema!

De onde quer que estejam, colaboradores seguem seu trabalho, independentemente se a empresa cresce.

Aumentam os clientes, o faturamento e a marca se expande, mas isso não precisa representar a busca por um prédio comercial inteiro, por exemplo.

Adote o planejamento estratégico

A gestão estratégica das empresas é um modelo já estabilizado e que se mostrou extremamente eficaz. Sua proposta principal tem relação direta com a escalabilidade: o crescimento em longo prazo.

Portanto, se o seu negócio tem essa abordagem na administração, muito provavelmente, estará pronto para, a cada passo, dar conta do aumento das demandas relacionadas.

planejamento estratégico se baseia em metas de curto, médio e longo prazo. Com isso, os diferentes departamentos têm objetivos a cumprir, para que, de modo geral, a empresa chegue onde deseja.

Naturalmente, o crescimento esperado será alcançado e, dentro disso, gestores também pensam em como preparar a operação para seguir o mesmo caminho.

Isso garante uma expansão em que os resultados consigam ser, de fato, aproveitados.

Terceirize considerando qualificação e custo

A terceirização é uma ótima forma de ter serviços qualificados na sua empresa por um custo-benefício interessante.

Isso permite ainda que você e seus colaboradores se concentrem em tarefas mais estratégicas, que são importantes para o desenvolvimento do negócio.

Terceirizar serviços transfere essas demandas para outras empresas, sem perder qualificação e garantindo o cumprimento delas. Conforme seu negócio escale, a terceirização é capaz de acompanhar esse crescimento.

Por ser um serviço terceirizado, há sempre a possibilidade de ter um aumento de demanda. Naturalmente, quem presta esse serviço estará pronto para se adaptar.

Por mais que gere um custo, é uma prática indispensável para empresas que querem ter recursos prontos para serem potencializados a qualquer momento.

A escalabilidade é fundamental! Se você pensa em empreender, é importante começar seu negócio em bases escaláveis.

Contudo, se você já gerencia um setor ou um negócio, essas práticas podem ser adotadas para preparar a companhia para possíveis expansões, sem deixar de atender às novas exigências.

Agora que já sabe como escalar a empresa, aprenda como fazer o plano de mídia perfeito para o seu negócio!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo