Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 11 de setembro de 2020. | Atualizado em 11 de setembro de 2020


No dia 1º de setembro o Google atualizou sua plataforma e passou a ocultar alguns dados em termos de pesquisa para consultas de um número “significativo” de usuários.

A ocultação de dados em termos de pesquisa afeta diretamente os anunciantes do Google, que por meio do Google Ads incorporam os seus sites em resultados de pesquisa cujos os termos têm correspondência com palavras-chave buscadas pelos usuários em seu mecanismo.

Antes, a incorporação de anúncios acontecia apenas com a inserção de uma frase exata. Entretanto, com a implementação de melhorias e o desenvolvimento da plataforma, muitos resultados são entregues com termos exatos mas também com suas variantes próximas, por meio da reformulação, reordenação e ocultação de algumas palavras.

Essa evolução na operacionalização dos mecanismos de busca evita que o usuário refaça várias vezes a pesquisa depois de não encontrar o resultado esperado e, consequentemente, otimiza a experiência de uso da própria ferramenta do Google.

A mudança acerca da ocultação de dados em termos de pesquisa implementada, no entanto, reduz o controle dos anunciantes sobre quais resultados seus anúncios aparecem, minimiza a transparência do processo e altera significativamente o que foi objetivado com o investimento em publicidade paga.

Um aviso exibido na seção de alertas da conta do Google informa que:

Powered by Rock Convert

“Atualizamos o relatório de termos de pesquisa para incluir apenas os termos que foram pesquisados por um número significativo de usuários. Como resultado, daqui para frente você poderá encontrar menos termos em seu relatório.”

Entretanto, não existe uma explicação sobre o que a plataforma considera como “número significativo de usuários” e o Google oferece apenas uma declaração adicional:

“Para manter nossos padrões de privacidade e fortalecer a proteção em relação aos dados dos usuários, fizemos alterações no relatório de termos de pesquisa e incluímos apenas os termos buscados por um número significativo de usuários. Investimos em maneiras novas e eficientes de compartilhar ideias que permitem aos anunciantes tomar decisões comerciais críticas. ”

Muitos empreendedores reagiram com grande frustração, uma vez que empresas que pagam altas taxas de custo por clique (CPC) podem perder uma parcela considerável de investimento em mídia paga para que suas marcas sejam exibidas em termos de pesquisa irrelevantes.

Embora algumas pessoas vejam isso como uma inevitabilidade, que só precisa ser adaptada conforme a plataforma evolui, muitas mudanças recentes implementadas pelo Google sugerem que as empresas devem concentrar seus esforços no conteúdo, na usabilidade, segurança e responsividade de suas páginas e não em um elemento com tanta granularidade e pouca tangibilidade quanto as palavras-chave.

Por isso, é essencial que os proprietários de páginas aprendam e usem boas práticas de SEO (Search Engine Optimization), a fim de rankear suas páginas no Google de forma orgânica, o que inibe a dependência de recursos pagos como o Google Ads.

Se o seu site é baseado em WordPress, conheça agora alguns plugins de SEO que podem auxiliar você nessa função.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *