Por Larissa Lacerda

Editora do Blog da Rock Content.

Publicado em 30 de janeiro de 2020. | Atualizado em 30 de janeiro de 2020


Google anunciou que páginas que apresentam featured snippets serão removidas dos dez primeiros resultados da SERP. Saiba mais!

É ainda início de 2020 e o Google parece ter criado a sua própria resolução de ano novo: deixar as páginas de busca cada vez mais objetivas — e essa mudança parece não ter agradado muito os profissionais de SEO ao redor do mundo.

Depois de anunciar o core update de janeiro de 2020, que ainda está sendo absorvido e acompanhado pela comunidade de especialistas, o porta-voz do buscador, Danny Sullivan, publicou que todas as páginas que apresentam featured snippets não aparecerão duas vezes na SERP.

E o que isso significa exatamente? De forma simples: se você tem algum tipo de snippet, saiba que apenas o snippet aparecerá na primeira página e o resultado comum será levado para o início da segunda página.

A princípio, a ideia parece bem assustadora. Preocupações com a diminuição do CTR, sobre nunca mais voltar para a primeira página mesmo sem o snippet, e quedas ainda mais drásticas de posição são pertinentes, mas requerem uma análise paciente antes de qualquer tomada de decisão.

Pensando nisso, para te ajudar a enfrentar essa novidade, traremos neste texto o máximo de informações possíveis sobre a mudança. Confira!

Quando foi anunciada a remoção de páginas duplicadas?

O tweet de Danny Sullivan foi postado ontem, 22/01, às 13:28 em resposta ao Especialista de Marketing da Moz, Pete Meyers.

O questionamento feito por Pete sobre os relatórios que obteve informando a queda das posições forçou a resposta do liaison do Google, que aparentemente não faria nenhum pronunciamento oficial sobre a mudança — como tem feito com os core updates, em vista da política de maior transparência iniciada pela empresa no ano passado.

Confira a postagem na íntegra:

Abaixo, traduzimos o conteúdo de ambos os tweets:

“Relatórios curiosos indicam que Featured Snippets têm tido seus resultados orgânicos regulares levados para o topo da segunda página. Podemos confirmar caso a caso, mas analisaremos mais profundamente a respeito.” Pete Meyers

“Se uma página da web de lista é elevada a posição de featured snippet, nós não repetiremos mais a listagem nos resultados da pesquisa. Isso limpa os resultados e ajuda os usuários a localizarem informações relevantes mais facilmente. Featured snippets contarão como um dos dez itens da listagem apresentada nas páginas da web.” Danny Sullivan

Danny Sullivan também informou que ainda hoje, 23/01, John Muller comentará mais sobre a mudança.

Qual o objetivo da remoção das páginas duplicadas?

Nesse momento, como um profissional de marketing, a preocupação com o desempenho dos sites pode dificultar a compreensão de que essa mudança, na verdade, é positiva de algum modo. Mas, já parou para pensar no usuário? 

O que significa para ele uma página com resultados duplicados?

Como ele reage ao abrir os links e perceber que são um mesmo conteúdo?

Respondendo às questões: 

  1. uma experiência ruim;
  2. ele sairá da página.

Isso é ruim principalmente se levamos em consideração a prática do SEO como uma forma de otimização para usuários, pessoas, e não para mecanismos de busca.

Por isso, apesar de todas as implicações, é importante reconhecer a necessidade da mudança, entendendo-a para que seja possível tirar o melhor proveito da situação.

Você também pode se interessar por estes outros conteúdos!
👉 Quality Rater Guidelines do Google: o que mudou em 2019
👉 Resultados omitidos no Google: saiba o que fazer para voltar a rankear
👉 12 técnicas antigas de SEO que não funcionam mais!

Quem será impactado por ela?

Como a atualização é ainda bem recente, é cedo para falar com precisão sobre os impactos, mas já é bem possível indicar quem serão os afetados pela mudança. 

Primeiramente, é válido informar que a retirada dos resultados duplicados em featured snippets é global, ou seja, já está impactando todas as páginas do buscador em escala mundial desde a tarde de ontem.

Aqui no Blog da Rock, já verificamos o ocorrido em nossas próprias páginas.

Essa é a página de busca para a palavra-chave “tipos de marketing”. Antes da modificação, o resultado duplicado ficava logo abaixo do nosso snippet.

Ao clicar na segunda página, encontramos o resultado logo em primeiro.

Vale ressaltar aqui que não é certo que todo resultado duplicado ficará no topo da segunda página, esses resultados podem variar entre posições.

Update 30/01/2020: foi anunciado pelo Google que essa mudança para o topo da 2º página era apenas um bug, e que ainda essa semana ele seria corrigido. Assim, as páginas originais podem ser encontradas em qualquer lugar entre os 100 resultados da página.

Dito isso, sabe-se que os principais envolvidos nisso serão os SEOs e produtores de conteúdo que detém snippets, assim como os demais concorrentes da SERP que se encontravam abaixo do resultado duplicado, que, felizmente, subirão uma posição

FAQ: quais são as perguntas mais recorrentes?

Para esclarecer algumas das principais dúvidas que surgirão sobre o tema, compilamos algumas das perguntas respondidas por Sullivan em seu Twitter. Veja quais são:

Essa mudança será aplicada em outras features da SERP?

Não, apenas para featured snippets em todos os seus formatos (definição, lista e tabela). Além disso, imagens que aparecem e snippets também não serão impactadas.

Update 30/01/2020: os novos snippets que são posicionados na lateral dos resultados — parecidos com knowledge panels — não serão mais afetados por essa mudança.

Depois de realizar uma análise sobre o caminho da leitura do usuário, compreendeu-se que esses resultados laterais são lidos como a 11º posição e, por isso, seriam drasticamente afetados caso as páginas fossem removidas dos resultados orgânicos comuns.

Veja um exemplo:

Se meu featured snippet desaparecer da SERP, para onde meu resultado original irá?

Como todo featured snippet surge a partir de um conteúdo que rankeia na primeira página da SERP, mesmo se o snippet for perdido, se ele continuar relevante para a busca, então retornará para a página de resultados.

Nesse caso, não se sabe se ele retornará para a posição anterior e nem mesmo se esse “retorno” significa exatamente a primeira página. 

Como saber qual a posição real da minha página na SERP?

Para descobrir em qual posição de fato a sua página está rankeando apesar do snippet, basta que você insira “&num=9” ao final da URL da página de resultados.

Confira o exemplo:

Depois de fazermos a busca, inserimos esse código na URL disponível.

Em seguida é só clicar em “enter” que a SERP aparecerá sem o snippet.

Gostou de conhecer esse hack? Para mostrar que não é nada demais, vamos explicar o seu funcionamento.

O código “&num=9” limita a página a apresentar apenas 9 resultados e como os snippets só aparecem em SERPS com 10 ou mais resultados, elas desaparecem da página e dão lugar ao ranking original.

Essa dica foi disponibilizada por Kevin Richard, do SEObserver, por meio da sua conta do Twitter.

Posso escolher não ter featured snippets?

Caso esteja temeroso em relação aos impactos negativos, é possível solicitar que seus conteúdos não conquistem featured snippets. Para isso, basta acessar esse tutorial do próprio Google.

Agora que conheceu um pouco mais sobre essa grande mudança, lembre-se de acompanhar seus resultados para as palavras-chave que apresentam featured snippets, principalmente CTR, posições e tráfego.

Ao fazer isso, você terá maiores insights sobre os impactos e será capaz de criar melhores estratégias para lidar com a atualização e otimizar os resultados da sua estratégia.

Para te ajudar nessa tarefa, veja o nosso material completo sobre Google Search Console e saiba como analisar e documentar esses dados!

Guia do Google Search ConsolePowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *