Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 22 de janeiro de 2019. | Atualizado em 22 de maio de 2019


O nicho para blog é uma definição que pode fazer toda a diferença no sucesso do seu canal. A escolha desse posicionamento deve ser feita de forma estratégica, considerando vários aspectos, como os interesses e conhecimentos dos autores e as oportunidades.

Do ponto de vista técnico, é muito fácil criar um blog e um site. As ferramentas estão cada vez mais intuitivas, muitas delas são gratuitas e os recursos técnicos estão muito disponíveis. Com tantas facilidades, difícil mesmo é encontrar o recorte certo sobre o que falar.

Tanto se você tem várias ideias e não sabe qual explorar quanto se está completamente perdido sobre quais tópicos abordar, o mais complicado nesse processo parece mesmo ser a escolha do nicho para blog.

Se você se identificou com esse dilema, chegou no post certo! Leia até o fim para esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto e entender como se posicionar no mercado dos conteúdos para internet!

O que é um nicho para um blog?

Colocado de forma bem simples, o nicho do seu blog é o assunto principal que ele vai tratar.

Viagens, tecnologia, beleza, moda, gestão de negócios e jardinagem são alguns entre as — literalmente — quase infinitas possibilidades.

Na época em que os blogs surgiram, com a proposta de serem diários virtuais da vida particular de cada um, essa definição não fazia muito sentido, mas passou a ser necessária com o uso que os blogs foram ganhando ao longo do tempo.

Com a popularização das chamadas novas mídias, os veículos tradicionais de comunicação perderam espaço para outros canais por onde as pessoas se informam, como é o caso das redes sociais. Uma das consequências disso foi uma superespecialização dos novos veículos que surgiram desse movimento.

Em vez de assistir a um telejornal de 40 minutos, para ver uma matéria de 2:30 sobre um determinado assunto de interesse, o usuário de internet pode consultar diretamente um blog que trate da temática e coletar ali as informações de que precisa.

Para atender a esse novo perfil de consumidores de informação, os blogs deixaram de ser diários e passaram a ser veículos especializados em um determinado assunto ou segmento. Foi assim que surgiram os primeiros blogs de nicho, a partir dos quais um novo modelo de negócios foi criado.

Quais as vantagens de se ter um nicho bem definido?

Para quem deseja levar o blog mais a sério, estabelecer um nicho é fundamental e traz uma série de vantagens do ponto de vista de negócios. A seguir, vamos explorar algumas delas.

Fidelização da audiência

A partir do contexto histórico das novas necessidades dos consumidores de informação, fica claro que os usuários têm interesses bem específicos e procuram canais que tratam exatamente de seus temas de interesse.

Quem está em busca de uma receita para uma ocasião especial vai tentar encontrá-la em um blog de culinária. Quem precisa entender qual é o melhor tipo de maquiagem para sua pele recorre a um blog de beleza — e, assim, sucessivamente.

Se o blog for bom, todas as vezes que a pessoa precisar daquele tipo de informação, voltará ao canal.

Ou seja, a escolha de um bom nicho para o blog garante a fidelização da audiência. Depois de algumas visitas, as pessoas já sabem mais ou menos o que esperar, e é exatamente isso que com que elas voltem outras vezes ao blog.

Construir uma reputação

Depois de anos (e são mesmo anos!) postando sobre um determinado tema com consistência e confiabilidade, as pessoas realmente começam a encarar o seu canal como uma referência sobre o assunto do qual você fala.

De outro lado, a pesquisa e o aprofundamento constantes sobre um mesmo tema fazem com que você saiba cada vez mais sobre ele e leve contribuições mais complexas para a sua audiência.

Quem faz uma boa escolha pelo nicho para seu blog e tem resiliência diária no trabalho acaba construindo uma reputação para si.

Essas pessoas tornam-se formadoras de opinião sobre o tema que abordam e passam até a serem procuradas pelo público e por outras empresas para emitirem opiniões sobre ele.

Por outro lado, quem não tem um nicho bem definido perde o foco e não consegue construir uma imagem sólida para si e para o seu veículo. Isso vale tanto para blogs pessoais quanto para os corporativos.

Melhor retorno financeiro

As formas de monetizar um blog são muitas. Assim como outros negócios de empreendedorismo criativo, não há uma resposta única que ofereça uma solução adequada para todos os casos.

Mas, apesar de todas as diferenças, há um fator que podemos destacar como comum a todos os blogs monetizados: todos eles têm nichos bem definidos. Empresas, parceiros e até o público estão dispostos a investir em projetos com um foco bem definido. Por isso, ter um nicho é fundamental.

Além disso, alguns nichos são mais rentáveis do que outros, seja pelo alto volume de interessados no subtema, seja pela falta de outros canais que possam suprir a necessidade por aquele tipo específico de informação. Portanto, na hora de escolher sobre o que será o seu canal de comunicação, é uma boa ideia levar isso também em consideração.

Como fazer essa segmentação?

Se você ainda não tem uma ideia clara sobre como deseja formatar o seu blog, pode ser que a sua cabeça já esteja fervendo, sem entender bem como fazer esse recorte.

A escolha deve ser bem-feita para que você tire o máximo proveito do potencial desse canal.

É justamente por isso que vamos ajudar também nesse passo nos tópicos abaixo. Veja a seguir as principais perguntas a que você tem que responder para conseguir encontrar o seu nicho.

Quais são os seus interesses?

Um blog é sempre um projeto de longo prazo. Por isso, na hora de escolher sobre o que será esse canal, é essencial levar os seus interesses em consideração. Você precisa pensar que terá que pesquisar e escrever sobre o assunto mais de uma vez por semana — isso se não todos os dias.

Para o blog não se tornar uma obrigação chata, que corra o risco de ser descontinuada pela sua falta de motivação para produzir conteúdo, a solução é escrever sobre coisas que já fazem parte da sua lista de interesses. Isso vai garantir a longevidade do seu blog e tornará até mais fácil ter ideias de conteúdo.

Quais são os conhecimentos que você tem ou pode construir?

Outro aspecto que precisa entrar nas contas para a escolha do nicho do seu blog são as suas áreas de conhecimento.

Vamos supor que você seja especialista em marketing e também goste muito de física nuclear.

Caso a sua opção seja por fazer um blog sobre a física, pode levar anos até que tenha conhecimentos suficientes para começar a escrever sobre o assunto.

Lembre-se: na condição de autor do blog, você é responsável pelos conteúdos que publica. Dependendo do tema tratado, os conteúdos podem ter consequências diretas sobre a vida das pessoas (pense nos blogs de fitness e saúde, por exemplo).

Por isso, é muito importante que você tenha conhecimentos sólidos sobre o seu assunto.

Ainda que não seja ainda um especialista, você deve levar em consideração também a sua capacidade de aprender sobre o tema.

Usando de novo o exemplo do blog sobre física nuclear: você era bom aluno de física na escola? Chegou a fazer algum curso na área? Tem facilidade para aprender sobre o assunto? Isso já pode mudar o cenário e tornar o blog mais viável do ponto de vista da produção.

Qual tipo de nicho oferece melhores oportunidades?

Depois de analisados os seus interesses e habilidades, é hora de lançar o olhar sobre o mercado.

Você precisará fazer um benchmarking para entender a concorrência e também para descobrir espaços que ainda podem ser explorados.

Os nichos podem ser mais ou menos estreitos. Quanto mais geral, maior a competição com outros blogs. Quanto mais específico, menor será o público, mas você pode ter o único espaço na Web a tratar daquele recorte — ou seja, a audiência daquele assunto será praticamente exclusiva.

Se a sua área for a beleza, por exemplo, há inúmeras abordagens que podem ser feitas sobre esse tema geral. Você pode escolher falar sobre produtos para cabelos oleosos, assim como pode ser um blog sobre tratamentos para acne hormonal ou sobre cosméticos veganos.

Cada um desses segmentos terá um público diferente, que você precisa analisar. Qual deles oferece mais oportunidades de negócios? Isso será fundamental se você tiver a intenção de rentabilizar esse blog.

Bônus: quais as ferramentas para análise?

Se você está começando agora nesse mercado dos blogs, provavelmente, terá muitas dúvidas sobre como analisá-lo. Uma primeira leitura pode ser feita por meio das palavras-chave.

O volume de buscas por determinados termos relacionados ao universo que você deseja abordar pode dar dicas válidas sobre número de possíveis acessos mensais, o interesse geral das pessoas pelo assunto e os recortes de que o público necessita mais.

Depois dessa primeira análise, que fala sobre o status presente da Web, é bom você também fazer uma projeção para o futuro. Todos os anos, a Rock Content lança os resultados de uma extensa pesquisa que indica as tendências do marketing de conteúdo para o ano.

A partir desse relatório, você pode entender melhor quais pontos ainda podem ser mais bem explorados e oferecer uma solução que esteja alinhada com as tendências.

Content Trends 2018Powered by Rock Convert

Encontrar um nicho para blog não é uma tarefa simples e deve ser encarada de forma estratégica. Afinal, você vai se divertir muito escrevendo os conteúdos para o seu canal informativo, mas ele também pode se tornar um verdadeiro negócio. Faça análises sólidas e invista no caminho mais promissor.

Ficou entusiasmado para começar essa pesquisa agora mesmo? Então, não deixe essa animação se perder. Leia este post para aprender como criar bons blog posts e comece a investir já em sua estratégia!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *