Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 20 de junho de 2019. | Atualizado em 10 de março de 2020


Spam traps são contas de email inexistentes ou inativas usadas pelos provedores para identificar spammers — endereços que enviam mensagens indesejadas e sem o consentimento de quem as recebe.

92% da população adulta mundial usa email. E, embora muitos afirmem que “o email está morto”, ele continua firme como um dos canais de marketing digital que proporcionam maior retorno financeiro.

Se bem planejada, uma campanha de email marketing ajuda as pessoas interessadas no seu produto ou serviço a se manterem informadas com as publicações da sua empresa, a avançar no seu funil de vendas e, é claro, a estarem mais preparadas para fazer uma compra.

No entanto, alguns problemas podem atrapalhar o sucesso da estratégia, um deles é conhecido como spam traps, ou armadilhas de spam, temidos por muitos profissionais de email marketing.

Nesse post, você vai descobrir:

O que são spam traps?

20% dos emails enviados não chegam à caixa de entrada do inscrito. Por esse motivo, as baixas taxas de entrega são um dos desafios mais críticos e difíceis que você pode encontrar ao trabalhar com email marketing.

Imagine que você melhorou e otimizou sua base de dados, criou uma campanha atraente e elaborou assuntos irresistíveis para incentivar a abertura do email. Se eu disser que seu email não chegará ao destinatário, de que adiantaria todo esse esforço?

As armadilhas de spam ou, em inglês, spam straps, são um dos aspectos mais perigosos e prejudiciais do email marketing. E sua maior desvantagem está no fato de que elas ainda são bastante desconhecidas.

Os spam traps se referem às contas de email inexistentes ou inativas na sua base de dados que afetam sua reputação como remetente e “queimam” o seu domínio, podendo ir parar em uma blacklist, caso os usuários bloqueiem seus emails.

A reputação online é o reflexo do quão relevante é sua marca e do prestígio que você criou frente ao seu público. No email marketing, isso é chamado de reputação do email.

Você pode atingir uma alta porcentagem de reputação se os seus inscritos abrirem e lerem seus emails. No entanto, se os seus destinatários não clicarem ou interagirem com suas mensagens, a má reputação poderá cair sobre o seu endereço.

Assim, foram criadas classificações de pontuação para medir a qualidade dos remetentes e emissores. Para isso, se consultam ISPs e filtros anti-spam.

Gerador-de-assunto-de-emailPowered by Rock Convert

Tipos de spam traps

Os spam traps são divididos em dois grupos: puros e reciclados. A seguir, você vai conhecer as características de cada um.

Spam traps puros

Os spam traps puros são contas exclusivamente feitas para capturar spammers e criadas em segredo, para não receberem o email de nenhuma empresa ou pessoa.

Imagine que você criou uma conta e não revelou ela a ninguém, como seria possível receber emails promocionais? Se isso acontecesse, possivelmente os spammers teriam obtido o seu endereço de forma incorreta, ignorando as boas práticas de email marketing.

Por isso, se sua empresa for capturada por um email desse tipo, é muito provável que seu endereço IP e seu domínio acabem imediatamente comprometidos.

Spam traps reciclados

Os spam traps reciclados são endereços de email que já existiam anteriormente e que foram recuperados por provedores após um período de inatividade ou desuso.

Este tipo de spam trap é menos agressivo, já que antes de se tornar uma armadilha, ele envia, por um tempo, um email informando sobre a inatividade do endereço.

Depois que esse período termina, a conta se torna automaticamente um spam trap. Se por acaso você tiver um desses endereços na sua base de dados, possivelmente recebeu (ou receberá) notificações para excluí-los.

Se você não os excluiu e continua enviando campanhas publicitárias para qualquer um desses endereços, poderá ser qualificado como spammer.

Você também pode se interessar por este conteúdo!
👉 Aprenda como descobrir o email dos seus prospects

O que fazer para evitar cair spam traps?

Siga nossos conselhos para evitar cair nessas armadilhas tão prejudiciais ao seu negócio.

1. Não compre bases de dados ou listas de contatos

Construa sua própria lista de emails com os inscritos que você mesmo obtém seguindo as boas práticas de email marketing. Para enviar mensagens promocionais, você deve ter o consentimento dos seus assinantes.

Comprar uma base de dados é uma péssima opção. Os endereços que você obterá provavelmente serão muito antigos e poderão estar, inclusive, inativos, correndo o risco de que alguns sejam spam traps.

Além disso, esses endereços serão de usuários não interessados em seus produtos, o que significa que eles não pediram para receber seus emails e, mais cedo ou mais tarde, marcarão suas mensagens como spam, manchando sua reputação.

2. Não invente endereços genéricos

Em momentos de desespero, há pessoas que inventam endereços de email, esperando que sejam contas reais. É possível que elas até acertem uma dessas contas, mas a probabilidade é muito baixa. Por outro lado, a probabilidade de cair em spam é bastante alta.

Como se isso não bastasse, os endereços certos serão aleatórios e não farão parte do público-alvo da marca, portanto, esses destinatários não estarão interessados no que é oferecido e podem marcar o endereço como spam.

3. Mantenha sua base de dados atualizada

Como já mencionamos, as contas inativas geralmente são recicladas pelos provedores como filtros anti-spam. Portanto, é aconselhável manter a sua base de dados atualizada, eliminando os endereços que não estão mais ativos.

Apesar dos spam traps, o email marketing é um canal extremamente eficiente em estratégias de conversão. Só é necessário tomar o devido cuidado e respeitar as boas práticas para conseguir resultados expressivos para o seu negócio.

Se você quiser saber mais sobre como manter sua estratégia de email marketing funcionando, acesse e baixe o nosso guia com as melhores dicas de engajamento!

ebook email marketingPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *