White Paper: entenda o que é e como incluí-lo na sua estratégia online

White Paper: entenda o que é e como incluí-lo na sua estratégia online

O White Paper pode ser um grande diferencial no marketing de conteúdo. Ele é o passo além dos e-books e blog posts, graças à abordagem aprofundada e técnica. Na prática, é uma ótima ferramenta para obter leads, captar tráfego qualificado e gerar conversões.

Conteúdos estratégicos de Inbound Marketing atraem público e o conduzem pelo funil. Apesar de blog posts e e-books serem os mais recorrentes, é possível se aprofundar ainda mais.

O White Paper é a ferramenta que permite isso, trazendo alguns ganhos importantes para empresas que buscam gerar materiais mais especializados. Eles podem ter um importante papel na estratégia.

A aplicação do White Paper precisa ser feita de modo adequado em um plano de marketing, para colher os resultados mais satisfatórios.

Há uma série de vantagens que podem ser obtidas com esse material, desde que ele siga os padrões de planejamento e seja executado da maneira certa. Neste post, você aprenderá mais sobre White Paper e como fazer um. Confira a seguir!

O que é o White Paper?

O White Paper é um conteúdo mais avançado dentro do marketing de conteúdo. Ele tem como base estudos mais detalhados e profissionais, além das pesquisas.

Todo o seu desenvolvimento é baseado nesses materiais produzidos de maneira mais técnica. Na apresentação, lembra e-books, porém, é mais complexo, como um verdadeiro manual diante de alguma situação.

Esse conteúdo traz sempre uma questão ou problema diante de um aprofundamento que propõe soluções e análises a partir de uma ótica bastante técnica.

Nesse estudo, o que gera essa questão é abordado, assim como as causas e seus desdobramentos. Ao final, o leitor entende melhor esse problema e ainda consegue sair com uma solução, oferecida no conteúdo.

A abordagem vai além de alguns conteúdos, naturalmente, mais superficiais do marketing de conteúdo. Isso acontece justamente pelo estágio do funil em que o White Paper é posicionado. A proposta é oferecê-lo ao público que já esteve durante um tempo na etapa de decisão e que, ocasionalmente, até mesmo já se tornou cliente da empresa.

Na prática, esse conteúdo tem um importante papel relacionado ao tráfego de um site ou e-commercetrazer quem talvez não voltasse. É muito comum que usuários façam visitas esporádicas após consumir um conteúdo de decisão, mas não realizem nenhuma conversão e acabem se perdendo. Nesse estágio final do funil, o White Paper pode gerar bons leads.

As características desse material

O White Paper tem uma abordagem muito alinhada com os guias, no entanto, dispensa a superficialidade que muitos desses conteúdos têm.

A propósito, uma série de blog posts e e-books considerados “guias” até são úteis nessa função, mas não trazem metodologias de solução, detalhamento e, principalmente, estudos avançados.

Como fazer ebooksPowered by Rock Convert

O White Paper traz essa série de fatos e dados, precisamente, com a proposta de persuasão do leitor. Por meio desses estudos, é possível mostrar como o problema abordado é recorrente e acontece com outras pessoas.

Após chancelar essa dor do leitor, o material destrincha a questão e traz soluções totalmente técnicas, sem necessariamente ser uma oferta do produto da empresa.

Um ponto que diferencia muito esse conteúdo dos outros é a sua extensão. Blog posts e e-books são lidos em poucos minutos e produzidos em apenas algumas horas.

White Papers são, além de detalhados, bem mais extensos e podem levar semanas sendo produzidos. Em toda essa extensão, a abordagem também é muito mais séria, com um visual de material técnico.

Quais vantagens esse material oferece?

O White Paper é uma importante ferramenta dentro de uma estratégia de marketing conteúdo, gerando grande valor e captando audiência qualificada em etapas avançadas do funil. A seguir, entenda melhor quais vantagens uma empresa pode aproveitar a partir desse conteúdo!

Aumento da captação de leads

Assim como e-books, os White Papers devem ser fornecidos diante de um pequeno formulário de cadastro. São as landing pages simples que tanto conhecemos, com dados como nome, email, endereço e o que mais for interessante para a empresa.

Naturalmente, se o usuário forneceu todas essas informações para baixar o material, um lead acaba de ser conquistado.

Um bom White Paper tem tudo para ser uma verdadeira fonte de leads, no entanto, é preciso atentar para dois pontos principais.

O primeiro é a temática do conteúdo. Para ser baixado, ele deve abordar um tema realmente relevante e que seja alvo de busca. O segundo ponto está relacionado à qualidade. Se ele realmente for bom, esse lead captado pode ser mais bem nutrido e gerar conversões.

Chamar atenção para outros conteúdos

Por ser muito aprofundado e completo, esse conteúdo vai abordar um tema central, mas passará por diversos tópicos dentro do seu desenvolvimento.

Pode ser que esses assuntos gerem a necessidade de link building, o que é uma ótima oportunidade de gerar tráfego para outros posts. Eles servirão como leituras complementares ao White Paper, tornando a experiência mais completa.

Assim, é possível gerar mais acessos para posts antigos que sejam realmente relevantes para aquele conteúdo. Fora isso, um bom link building enriquece o conteúdo, tornando-o ainda mais técnico e instrutivo. É possível obter dois ganhos estratégicos ao fazer essas linkagens pontuais.

Gerar mais valor para a marca

Os White Papers são os conteúdos mais avançados, técnicos e detalhados que a sua estratégia de Inbound Marketing pode ter.

Na prática, eles são muito bem recebidos pelo usuário, que os acessa porque precisa solucionar alguma demanda. Se a sua empresa é capaz de oferecer algo tão técnico, certamente, ela será vista com outros olhos pelo público.

Antes de mais nada, um White Paper gera muito valor e engajamento às empresas, uma vez que, gratuitamente, leva pesquisas e estudos aprofundados ao leitor.

A recorrência das ofertas desses materiais pode ser ainda mais impactante, gerando cada vez mais leads e atraindo tráfego qualificado que, posteriormente, vai resultar em fidelização.

Como um White Paper deve ser produzido?

Para ter o impacto que se espera, o White Paper precisa ser produzido dentro de bons parâmetros editoriais e de planejamento.

A seguir, veja como pensar em uma ideia de conteúdo de sucesso e, posteriormente, como ele deve ser estruturado para dar vida ao material.

O início do trabalho

Primeiramente, é fundamental ter uma ideia que renda um White Paper de qualidade. Isso é o que determinará o sucesso da aplicação dessa estratégia.

De nada adianta produzir um material extenso, detalhado e avançado se ele não tiver relevância na solução de um problema. Sendo assim, é fundamental seguir estas etapas:

  • idealize: pense no material de modo que ele aborde uma questão, desenvolva sua origem e suas consequências para, então, propor a solução ideal;
  • defina sua audiência: pense para quem esse material será oferecido e como ele vai impactar quem recebê-lo. Quanto mais preciso, mais positivo será o impacto;
  • reforce a ideia: após pensar no tema e no público, ficou em dúvidas sobre o White Paper ser o melhor formato? Reflita se ele é realmente o conteúdo ideal;
  • estruture o conteúdo: relacione todos os tópicos que serão abordados, considerando o que realmente é relevante, para guiar a produção.

A estruturação do material

Agora que já existe uma ideia pronta do White Paper, é hora de começar a escrevê-lo. Com os tópicos definidos, isso fica bem mais fácil. No entanto, há uma estrutura editorial que deve ser seguida. Ela deve ser apresentada desta maneira:

  • mínimo de 6 páginas, podendo chegar a 50 se for necessário. Deve incluir gráficos, imagens ilustrações e o que mais enriquecer o material;
  • estrutura deve conter título, sumário, resumo, introdução, conteúdo com o problema, conteúdo com a soluçãocases de sucesso utilizando o produto sugerido e conclusão;
  • informações bem mais densas e com uma linguagem um pouco mais complexa, com foco técnico reforçado;
  • formato em PDF;
  • linguagem profissional, séria, técnica e com autoridade.

Quais erros devem ser evitados nesse conteúdo?

Um White Paper de qualidade deve, a qualquer custo, ficar longe de erros! É fundamental lembrar que ele é o mais qualificado e avançado material que a estratégia de marketing de conteúdo pode produzir.

Portanto, para que a sua empresa consiga atrair status de referência e adquirir autoridade, ele precisa estar perfeito e atender a alguns parâmetros. Vejas quais erros devem ser evitados.

Parecer apenas um material de vendas

Um White Paper é um material longo, extenso e aprofundado. Pode ser uma grande decepção ao leitor perceber que ele é apenas focado na venda de um produto. Essa não é a proposta!

Ele deve trazer o problema, dados que reforcem essa questão e, então, a solução, especialmente, em cases de sucesso. Se ele for completo e detalhado, a citação do produto será convincente.

Ter pesquisas superficiais ou fracas

Os dados devem ser a base da produção! Somente eles trazem mais veracidade e autoridade ao conteúdo que está sendo consumido.

Quando as pesquisas e os estudos são escassos ou superficiais, dificilmente o leitor terá confiança no que está relatado ali. Isso atrapalha o fluxo de captação, reduz a autoridade da empresa e descarta o aproveitamento dos leads.

Ter um layout ruim ou pouco atrativo

A apresentação é um elemento fundamental no desenvolvimento de um White Paper. Com a devida seriedade que esse conteúdo demanda, é importante ter um layout com um design adequado.

A modernidade, sofisticação e adequação ao tom do conteúdo devem ser mantidas, proporcionando uma estética atrativa e que torne a leitura mais agradável.

Dispensar o storytelling

O storytelling é uma ferramenta indispensável no desenvolvimento do conteúdo, sendo aplicado na mostra de como há um problema e uma solução para ele.

Essa técnica é muito utilizada no marketing, justamente, porque relata essa jornada desde o surgimento da questão até o momento em que alguém obtém a solução com o produto. Só assim, é possível envolver o leitor da maneira certa!

O White Paper tem potencial para ser um conteúdo estrategicamente muito positivo para as empresas. Se for produzido diante de bons parâmetros e pensado como uma solução útil, as chances de gerar conversões é alta.

E então, está pensando em desenvolver esse material para as suas ações de marketing? Aproveite e veja neste post como montar uma persona e deixar sua estratégia melhor direcionada!

Guia para criação de personasPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo