Por Autor Convidado

pela Rock Content.

Publicado em 21 de março de 2020. | Atualizado em 3 de agosto de 2020


Você sabe como fazer o controle de jornada dos seus colaboradores em home office? Veja como fazer isso no artigo!

Se você abriu esse texto acredito que a combinação entre controle de jornada no home office no mesmo título te chamou a atenção. As duas palavras parecem impossíveis de estarem juntas, mas é justamente sobre isso que vamos falar nesse texto. 

O controle de jornada tem se transformado ao longo dos anos, ele não é mais aquele modelo antigo de cartão de ponto ou aquele aparelho com espaço para a leitura da digital dos colaboradores. 

Agora existe também a possibilidade de controle de ponto pelo celular, o que torna ele móvel, assim como os escritórios virtuais ou os profissionais que atuam em home office

Você deve estar se perguntando o que ele tem a ver com o home office, bom eu te digo que muita coisa e eu vou te contar tudo sobre isso.

Para começarmos a nossa conversa, vou usar um pouco de lei trabalhista, mas calma, não vai ser aquele juridiquês. Prometo!

teste o iclips gratuitementePowered by Rock Convert

O que diz a lei sobre a jornada no home office?

O home office já é uma tendência no mundo todo, e claro que aqui no Brasil não poderia ser diferente. Segundo a Pesquisa Nacional de Home Office 2018, realizada pela SAP Consultoria em RH em parceria com a Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades, 45% das empresas entrevistadas para o estudo já adotam esse modelo.

Observando essa tendência, a legislação trabalhista precisou se adequar para atender essa nova demanda do mercado. 

Por isso, a reforma trabalhista sancionada em 2017 trouxe alguns requisitos para esse regime. Entre os principais dispostos na lei Nº 13.467, estão duas coisas cruciais para esse texto. 

A primeira delas é que o regime do teletrabalho ― como o home office aparece na legislação ― não atende as regras de jornadas expressas na CLT, como por exemplo, o trabalho de 8 horas diárias com intervalos para almoço. A segunda é que quando uma empresa decide atuar com funcionários em home office, o contrato de trabalho dele será por atividades. 

Por isso, essas duas mudanças na legislação estão relacionadas. Como os funcionários em regime de home office não atendem às mesmas regras de jornada de quem trabalha em escritórios convencionais nesse modelo as empresas podem fazer um contrato de atividades. 

Ou seja, ao invés de estar estipulado que o colaborador tem que trabalhar tantas horas por dia até dar um total semanal, no contrato deste colaborador terá quais atividades ele tem que desenvolver.

Agora que eu te expliquei o que determina a legislação trabalhista nesses casos, voltamos a pergunta principal deste texto.

Qual é a relação entre controle de jornada e o home office? 

Quando você pensa em home office, o que te vem à cabeça?

Bom, na minha vem os profissionais liberais, PJ e até mesmo freelancer. Mas como vimos acima, o home office não é exclusivo desses profissionais, e diversas empresas estão aderindo a esse modelo também. 

Eu diria mais, hoje em dia existem empresas que funcionam apenas no modelo de  escritórios virtuais, ou seja, elas não tem uma sede e cada colaborador trabalha de um lugar. Isso permite que a mesma empresa tenha funcionários de diferentes estados, cidades e às vezes até mesmo país. 

É então que o controle de jornada no home office entra. Por mais que a legislação não exija o controle de jornada para colaboradores home office, imagina como uma empresa pode gerenciar os horários com cada colaborador estando em um local diferente?

Vamos falar sério agora, quem nunca fez home office um dia esqueceu do tempo e passou horas a fio trabalhando? 

Isso não é nem um pouco benéfico para a saúde do colaborador, muito menos para sua produtividade, afinal, precisamos de descanso em nossas atividades para conseguirmos o melhor resultado. 

Então, além do controle de jornada no home office trazer organização para uma empresa, ele também traz benefícios para os colaboradores. 

Depois de tudo isso que eu te disse, aposto que tem uma pergunta rondando sua cabeça:

É possível controlar a jornada do meu funcionário que faz home office?

Acertei a pergunta? Sim, é totalmente possível controlar a jornada mesmo em home office. Lembra do controle de ponto pelo celular que eu te falei mais acima? Então, com ele é possível controlar a jornada dos funcionários mesmo a distância. 

Com o ponto online, você só vai precisar de um smartphone, um tablet ou um computador. 

Mas controle de ponto não é ultrapassado?

Não! Essa é uma ideia bastante enraizada na cabeça das pessoas, mas está totalmente errada. A tecnologia revolucionou o controle de jornada, e hoje aplicativos para registro de ponto, como o da PontoTel fazem mais do que apenas registrar horários dos colaboradores, eles auxiliam e muito na gestão do pessoal da sua empresa. 

Como isso acontece?

Vou te explicar. No momento em que seu colaborador registra o ponto, o horário vai automaticamente para o sistema de ponto que funciona totalmente em nuvem. Nele, o dia do colaborador começa a ser calculado, e a empresa consegue extrair diversos relatórios com informações sobre a jornada. 

Além disso, o próprio colaborador pode fazer a autogestão de sua jornada. Dessa forma, caso a empresa permita o acesso, ele pode ver quantas horas trabalhou no dia, na semana e no mês todo.

E se a sua empresa atuar com banco de horas, esse aplicativo também pode ajudar. O sistema calcula diariamente a quantidade de horas que o colaborador tem no banco, sejam elas negativas ou positivas. 

Mas, você não disse que quem trabalha em home office não segue um contrato de horas?

Sim, mas como eu disse, o contrato pode ser feito por atividades. Nesse caso, o aplicativo da PontoTel também pode te ajudar. O app também possui a opção de registro de atividades em que o colaborador pode registrar o ponto toda vez que iniciar e terminar uma atividade. Legal né?

O colaborador só pode bater o ponto quando estiver em casa?

Você sabia que muitos colaboradores que fazem home office preferem ir para coworkings realizar o seu trabalho? Os motivos são inúmeros, mas um deles é que os coworkings oferecem todas as coisas essenciais para o trabalho, como: mesa, cadeira e internet. O funcionário precisa apenas chegar com seu computador e iniciar sua jornada de trabalho. 

Por isso, o ponto móvel é uma boa opção, o colaborador pode realizar a marcação do ponto de onde estiver, seja em sua casa ou em um espaço de coworking. 

A tecnologia está a cada dia mais reinventando o mercado de trabalho, e você e sua empresa não podem ficar de fora dessas mudanças, pois como eu disse, um controle de ponto além de organização, permite com que a empresa tenha bons indicadores sobre a jornada de seus funcionários.

Este texto sobre controle de jornada no home office foi redigido por Aline Fernandes, jornalista e redatora no blog PontoTel.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *