O antigo Google Analytics (GA3) vai ser desativado. O que esperar do GA4?

O mercado está agitado desde que a Google anunciou a nova atualização do Analytics! Há muitas notícias na mídia que estão causando um choque no mercado de dados, anunciando que o Google Universal Analytics, ou GA3, como muitos o conhecem, deixará de funcionar em 2023, para ser substituído pelo GA4.

Acredito que represento muitos dos meus colegas quando digo que associar palavras como mudanças, atualização ou novos parâmetros ao nome Google é algo que assusta um pouco!

Isso porque, apesar de o Google sempre anunciar mudanças sobre sua forma de entender e divulgar informações, elas nos tiram da nossa zona de conforto e nos obriga constantemente a aprender novos métodos. Assim, serão necessários ajustes em nossas estratégias de comunicação.

Nesse contexto, a migração para o GA4 nos impacta porque significa que devemos nos adaptar novamente ao Google. E é por isso que os profissionais de marketing digital estão expressando suas percepções na web.

Você também está se preocupando com o que está por vir? Vamos descobrir um pouco mais sobre o que é essa grande nova alteração da Google.

Estamos nos despedindo do Universal Analytics?

As coisas não são tão radicais assim, já que não é a primeira vez que acontecem mudanças no Google Analytics. Inclusive, não é à toa que o nome da nova versão é GA4; e a que usamos atualmente é GA3. Isso significa que já existiam as versões 2 e 1 do Google Analytics. Então, grandes atualizações na ferramenta não são uma novidade.

Isso sem contar que a cada ano a tecnologia avança mais rápido, e a inteligência, tanto humana quanto artificial, acompanha esses níveis de desenvolvimento e a aparição de novos paradigmas.

Sou muito jovem no mercado para poder falar sobre os impactos que a implementação da versão atual GA3, ou Universal Analytics (UA), trouxe em 2012 após as versões 1 e 2. Nesse ano, ela substituiu o GA2, também chamado Classic Analytics (CA), que ainda funciona para algumas empresas, apesar do tempo que passou.

Então, vamos seguir em frente para entender melhor essas mudanças que afligem o mercado hoje. Mas antes, quero compartilhar em nome da Rock Content que acreditamos ser um privilégio podermos viver um momento de inflexão do Google.

Isso porque todos os profissionais do mercado digital devem implementar uma nova estrutura de organização, análise e compilação de informações para receber a versão GA4 e tirar o máximo proveito dos dados.

Você já imaginou o número de estratégias de comunicação robustas que surgirão com a nova implementação do GA4? Nós já imaginamos!

Quais são as mudanças que o GA4 traz para o mercado?

Sem entrar a fundo no assunto, pois para isso vamos preparar um conteúdo completo, posso dizer que o GA4 foi criado para repensar as fórmulas para organizar os dados sem o uso de cookies.

Essa ideia surge dos danos que a Google estava sofrendo à sua reputação devido à relação controversa entre o rastreamento de informações do usuário e os problemas de privacidade gerados. E isso era especialmente relacionado ao uso de cookies third-party.

Além disso, o GA4 foi criado para trazer novas propostas para a atual era da informação, em que as plataformas buscam se integrar com maior agilidade, diante de uma relevância ainda maior da Inteligência Artificial e do Machine Learning.

Assim, essas tecnologias alcançaram um nível estratégico na comunicação, e não é possível evitá-las. Com o GA4, a Google promete entregar uma solução adequada a esse contexto!

Quer saber tudo sobre o Google Analytics 4? Acesse agora nosso webinar com Eleonora Diniz, uma das maiores referências em Analytics do Brasil!

Como o GA4 afetará as estratégias de marketing digital?

Hoje, os profissionais de marketing trabalham com base em métricas de desempenho que informam se estão atingindo as metas de comunicação e geração de oportunidades de vendas.

A partir disso, pense no GA4 como uma ferramenta capaz de nos alertar, por meio de notificações, sobre mudanças importantes nas tendências de nossos KPIs.

Essa lógica nos afasta do tradicional planejamento de objetivos baseado no simples cálculo de visitas a um site, ao passo que nos aproxima da mensuração completa dos dados certos para desenvolver uma comunicação adequada a cada mercado-alvo. Este último ponto, para nós da Rock Content, já é altamente valioso por si só.

Como a Rock Content vê as mudanças no GA4?

Antes tarde do que nunca! Confesso que como atual líder dos três principais blogs da Rock Content, que são para os Estados Unidos, Brasil e México, só hoje passei a realmente me preocupar com a atualização do sistema.

Bom, digamos que o dia a dia nos absorveu como equipe, para responder primeiro às emergências. Apesar disso, eu gosto da ideia de que o GA4 agora se tornou uma nova prioridade para a equipe da Rock. Assim, podemos conhecer a ferramenta e reconstruir as informações antes que a mudança seja uma realidade inevitável.

Se aprendi algo trabalhando com o Google e suas várias ferramentas, é que nada é para sempre. Ainda, como profissionais de comunicação digital, a flexibilidade deve ser a primeira qualidade que nos acompanha.

É inútil se apegar ao antigo. Do passado, apenas devemos colher a aprendizagem para poder seguir com o que vem adiante. E, como já citei várias vezes, o que vem com o GA4 é uma nova ferramenta de análise capaz de levar nosso conhecimento de mercado ao próximo nível.

Como profissionais digitais, somos detentores da grande quarta potência mundial: a comunicação. Também estamos nos conscientizando de que as mudanças que serão implementadas servem para otimizar nossos recursos e nos proteger mais como pessoas físicas. O GA4 é simplesmente uma ferramenta que nos ajudará a ter ética com nossas estratégias; e isso não tem preço.

Então, o convite inicial aqui é para aprendermos a aprender. Estamos a um ano de ver a nova versão GA4 se tornar a principal versão do Google Analytics. Portanto, devemos nos apressar para fazer a migração, não por medo de perder os dados, mas porque isso é necessário para a saúde do nosso negócio.

Como sabemos, a tecnologia avança com ou sem a gente. Então, é melhor que ela esteja com a gente 😉

O que nós da Rock Content aprendemos com o Google Analytics?

Não há um dia em que a Rock Content não abra o Google Analytics. E para falar a verdade, quem trabalha com canais digitais, usar a ferramenta acaba sendo a primeira e a última ação a fazer em um dia útil.

Na Rock Content, temos várias ferramentas de análise de dados extremamente importantes e interessantes, mas a quantidade de informação em tempo real que o GA nos oferece não se compara com as outras.

Construímos nosso sucesso em Marketing Digital com base em gráficos do GA. As nossas estratégias se consolidaram à medida que aprendemos a interpretar os dados. E, por fim, os números que o GA mantém em nossos domínios contam as histórias que vivemos na Rock Content ao longo de nossos 9 anos de mercado.

Quando digo histórias, estou falando literalmente, pois o histórico de métricas nos permite reconstruir as decisões que nós, como empresa, tomamos ou não. E essa análise pode ser feita até mesmo por colaboradores que não participaram das decisões passadas.

O Analytics já apontou como sobrevivemos a migrações de domínio, hospedagem e layout em anos anteriores.

Ele também nos mostrou como uma estratégia muda quando aumentamos ou diminuímos a produção de conteúdo, mesmo quando nossas equipes de trabalho sofrem alterações ou rotações.

O GA nos ensinou sobre comportamentos, não apenas de usuários independentes, mas também de países e nações com seus costumes e necessidades de informação. Ele nos lembrou, dia após dia, como o mundo inteiro interpreta um assunto de forma diferente. E os ensinamentos vão além: a ferramenta apontou como as pessoas utilizam a informação para resolver seus problemas pessoais.

O Analytics é uma ferramenta que nos ajuda não apenas a olhar para o passado para reconstruí-lo e compreendê-lo, mas também a construir o futuro a partir dele. Com o GA, adquirimos habilidades para prever comportamentos, o que acaba se traduzindo em estratégias.

Como é uma ferramenta muito completa, estamos colocando todas as nossas expectativas no GA4 para dar nosso próximo grande passo.

O que nós da Rock Content esperamos com a mudança para GA4?

O Google Analytics, em todas as suas versões, fez parte da construção da história da Rock Content. Então, se a Google insistiu hoje na implementação de sua última versão, o GA4, é porque grandes eventos ainda estão por vir para o mercado digital e de dados.

Por mais que a mudança nos cause uma certa preocupação na Rock Content, não vemos a hora de começar a fazer parte desse novo paradigma da informação.

Com a proposta de trazer o Machine Learning e a Inteligência Artificial para o GA4, a ferramenta se torna ainda mais estratégica. Assim, quanto mais tempo levarmos para implementar a nova versão, mais demoraremos para aprender e captar insights sobre o mercado, comportamentos humanos e negócios. Amanhã será tarde demais!

E cá entre nós; hoje estamos falando do GA4 como versão final, mas tenho certeza de que em breve estaremos nos reunindo novamente para falar sobre a chegada de um GA5. Por que não?

Então, esperamos passar essa primeira fase de migração para poder trazer novas reflexões sobre o Google Analytics. Assim, no futuro poderemos relembrar com carinho o marco migratório que os profissionais digitais tiveram que vivenciar em massa em meados de 2022.

Fique de olho artigos da Rock Content. Vamos trazer esse tópico para você muitas outras vezes, para ajudar na sua migração para o Google Analytics 4 com segurança. Para não perder nada, assine The Beat, a nossa newsletter interativa lançada todas as segundas-feiras.

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!