Se a Geração Z não acredita no marketing tradicional, como podemos alcançar esse público valioso?

geração z e marketing tradicional

Precisando de conteúdo para sua empresa? Encontre os melhores escritores em WriterAccess!

Na última Black Friday, a Geração Z (de 9 a 24 anos) gastou mais dinheiro do que qualquer geração anterior. Mas, ao mesmo tempo, os dados mostram que as marcas estão perdendo oportunidades de vender para esses jovens.

Quer saber por que e como não perder essas vendas? Siga este artigo.

De acordo com a última pesquisa da plataforma Student Beans feita no Reino Unido, o marketing tradicional na Black Friday não é mais suficiente para atingir o público da Geração Z. De fato, 63% dos consumidores procuram marcas que adotam práticas sustentáveis e oferecem, além dos descontos já conhecidos, incentivos à compra consciente.

Geração ConZciente

Este ano, os jovens gastaram em média £ 298 (R$ 2.195) na Black Friday, enquanto seus pais gastaram £ 251 (R$ 1.849) e os avós, £ 206 (R$ 1.517). Ao mesmo tempo, estima-se que 9 em cada 10 jovens britânicos esperam contribuir ativamente para causas beneficentes ao comprar qualquer produto.

Por fim, os jovens da Geração Z que compraram itens com descontos de empresas que “retribuíram” de alguma forma (por meio de doações ou alguma ação de compensação climática) ficaram 41% mais satisfeitos com suas compras na Black Friday.

Mas então o que acontece com o marketing tradicional na Black Friday (e em todas as épocas de compras)?

O marketing tradicional morreu?

A resposta imediata é não. Mas como você já aprendeu (espero!) no Marketing Digital, você precisa sempre adaptar sua mensagem ao público que deseja atingir, certo? Se o perfil do seu público está mudando, também é hora de revisar algumas práticas.

Já sabemos a importância de temas como consumo consciente, práticas sustentáveis, compensação climática, etc. para a Geração Z. Para efetivamente atingir esse público dourado, o que você precisa fazer é incluir incentivos e retribuir em suas ações de marketing. Mas como?

Algumas marcas já “despertaram” para isso, enquanto outras já estão dando passos largos. Podemos citar marcas como Harvey Nichols e Tommy Hilfiger, que estão ajudando a combater as mudanças climáticas reduzindo resíduos e emissões. Não é por acaso que eles têm uma legião de clientes apaixonados.

É importante enfatizar que esta não é uma realidade passageira. Na verdade, é o contrário: este é o perfil de uma geração inteira. Portanto, esta é uma tendência que veio para ficar. A questão é: você deve focar não apenas no marketing consciente, mas também em ser uma marca sustentável com práticas genuinamente sustentáveis. O marketing, então, deve ser uma consequência e não uma ação imediata.

E por onde começar?

Esse tipo de mudança é estrutural e deve acontecer de dentro para fora. É preciso sensibilizar colaboradores, lideranças e fornecedores para encontrar oportunidades de promoção da sustentabilidade e da solidariedade em toda a cadeia produtiva.

Seja reduzindo desperdício e emissões, eliminando o plástico, ou realizando projetos sociais e ações solidárias, é importante começar por algum lugar.

Você pode aproveitar o fato de que o maior período comercial do ano está bem à nossa frente: as festas de fim de ano. Que tal promover uma ação solidária de Natal para crianças? Doar uma parte da sua receita em um período específico? Oportunidades e ideias não faltam.

Obviamente, é possível (e recomendado) realizar ações específicas que sejam genuínas e possam traduzir seus propósitos, mas a partir do momento em que isso se tornar uma cultura e um valor para a empresa, as ações de marketing fluirão naturalmente.

Espalhe a mensagem!

Você já ouviu a frase “seja a mudança que você quer ver no mundo”? Os jovens da Geração Z estão ansiosos por mudanças e querem consumir de marcas que também estejam engajadas neste propósito.

É evidente que é necessário mudar e se adaptar às expectativas e demandas do consumidor. Mas o que não se vê não é lembrado … e isso vale também para as ações sustentáveis e conscientes que sua empresa realiza.

De acordo com a mesma pesquisa da Student Beans, as marcas que promovem incentivos de compra sustentáveis – como doações ou compensação climática – têm duas vezes mais chances de conquistar os jovens da Geração Z.

E não custa lembrar que não estamos falando aqui puramente de ações de marketing. A urgência de todos esses temas é real: solidariedade, sustentabilidade e compensação climática são temas que estão sendo discutidos em todo o mundo. O reconhecimento e a execução dessas práticas são essenciais para o sucesso das empresas modernas.

Incorporar e priorizar esses temas na sua empresa não é uma escolha, mas uma necessidade: vender, manter o negócio e contribuir com esta e as próximas gerações. Juntos, consumidores e marcas podem tornar o mundo melhor. Assim como sua empresa ajuda a sociedade, a sociedade ajudará sua empresa a alcançar seu cliente ideal.

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

Encontre os melhores freelancers de conteúdo no WriterAccess.

CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

Encontre os melhores freelancers de conteúdo em WriterAccess.

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Posts Relacionados

Compre conteúdo de alta qualidade com a WriterAccess.

Tenha acesso a mais de 15.000 freelancers especializados em redação, edição, tradução, design e muito mais, prontos para serem contratados.

Fale com um especialista e amplie seus resultados de marketing.

A Rock Content oferece soluções para produção de conteúdo de alta qualidade, aumento do tráfego orgânico e conversões, e construção de experiências interativas que transformarão os resultados da sua empresa ou agência. Vamos conversar.