Google Acadêmico: como usar essa rica ferramenta de pesquisas do Google

O Google Acadêmico é uma ferramenta do Google que possibilita a localização de artigos, teses, dissertações e outras publicações úteis para pesquisadores. Existem vantagens e desvantagens em sua utilização, seja para fazer buscas, seja para agregar relevância ao seu nome no meio acadêmico.

Google Acadêmico

Talvez você nem lembre, mas já houve um tempo em que o acesso à informação era mais difícil.

Notícias, pesquisas e várias outras fontes de conhecimento não estavam disponíveis na palma de nossas mãos nem no bolso de nossas calças — algo possibilitado pela popularidade dos smartphones e pelo crescimento do Marketing Digital.

Outra limitação mais frequentemente encontrada até alguns anos atrás dizia respeito ao acesso financeiro a esses materiais. Entretanto, a internet e os mecanismos de busca gratuitos, como o Google Acadêmico, trouxeram novos modos de estudo e de criação de pesquisa.

Neste post, você vai conhecer mais sobre a ferramenta acadêmica do Google, conferir suas principais vantagens e desvantagens e aprender como tirar o melhor proveito dela. Acompanhe!

O que você vai ver neste texto:

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    O que é Google Acadêmico?

    O Google Acadêmico é uma ferramenta gratuita do Google, que tem como função realizar buscas de relatórios para revistas científicas, artigos, livros digitais, e muitos outros conteúdos capazes de conceder um fundamento teórico ou referencial.

    A ferramenta é ideal para apoiar estudantes e pesquisadores em suas atividades acadêmicas. Ela proporciona apoio para a participação em palestras, simpósios e o temido Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Isso porque o Google Acadêmico conta com referências fiéis e de credibilidade.

    Qual a diferença de uma busca normal para o Google Acadêmico?

    Basicamente, quando o usuário busca no Google, os algoritmos passam a listar os resultados informais e orgânicos. Dessa forma, os primeiros resultados aparecem de acordo com os critérios do algoritmos do buscador para buscas gerais, como os conteúdos mais acessados, maior número de downloads, entre outros.

    No entanto, não é sempre que as buscas correspondem às respostas que o estudante está procurando, certo? Ainda há o risco de ser direcionado para conteúdos com fontes suspeitas e não confiáveis. Dessa forma, não são apropriadas para os padrões de metodologia científica.

    É por essa razão que a ferramenta do Google Acadêmico é a mais recomendada, pois ela lista apenas os materiais com melhor reputação e de alta qualidade. Além disso, os conteúdos rankeados pelo Google Acadêmico são revisados diversas vezes por especialistas das mais variadas áreas, o que garante a excelência das publicações online.

    Como funciona essa ferramenta?

    De forma resumida, o Google Acadêmico funciona da mesma forma que a ferramenta de busca tradicional. A interface da tela inicial é bastante semelhante à da plataforma. Em cada hiperlink, o mecanismo de busca faz as especificações do tipo de arquivo localizado, podendo ser uma citação, um livro, uma monografia ou dissertação, por exemplo.

    Para otimizar as buscas, é possível fazer a seleção por filtros simples, como da ordem por relevância ou data de publicação do conteúdo. No entanto, as funcionalidades não param por aí! A ferramenta ainda oferece outros recursos para melhorar a pesquisa e a experiência do usuário.

    Para que o Google Acadêmico pode ser usado?

    Agora que você já sabe o que é o Google Acadêmico e como utilizar essa ferramenta, veja para quais buscas ele pode ser utilizado!

    Artigos científicos

    Os artigos científicos são publicações que evidenciam resultados de uma pesquisa de forma sistematizada. Eles são muito utilizados nos meios acadêmicos como uma forma de pulverizar a disseminação de ideias.

    Além disso, é um recurso fundamental para democratizar o conhecimento, sendo uma importante ferramenta utilizada por pesquisadores para divulgar seu conhecimento.

    Teses

    De forma básica, a tese é a sintetização de um ponto de vista acerca de um assunto proposto. O autor pode fazer a sua apresentação em forma de texto a partir de afirmações positivas ou negativas.

    Com isso, o conteúdo deve ser elaborado tendo em vista um pensamento crítico por meio de um conteúdo original e com o máximo de informações possíveis.

    Resumos

    Os resumos são uma das publicações mais procuradas por acadêmicos e, como o próprio nome sugere, sintetiza pontos essenciais de um livro, a exemplo de ideias e fatos principais, que são expostos de forma sucinta.

    Dissertações

    As dissertações são textos que fazem uso da argumentação para defender um ponto de vista. Com isso, o autor pode usar dados como pesquisas, fatos, estatísticas e outros recursos que possam embasar o que está sendo dito.

    Assim, o Google Acadêmico ganha espaço no dia a dia dos usuários como uma ferramenta que tem como diferencial seus filtros de pesquisa voltados para o universo dos estudos.

     

    Quais as vantagens do Google Acadêmico?

    Além de trazer comodidade e gratuidade às pesquisas, o Google acadêmico traz diversas outras vantagens que justificam seu uso. Confira quatro delas a seguir.

    Múltiplas fontes acessíveis gratuitamente

    Como a maioria das ferramentas oferecidas pela empresa, o Google Acadêmico é gratuito. É possível ter acesso a uma variada gama de informações em diferentes línguas e referentes às mais variadas áreas do conhecimento sem pagar nada por isso. Pesquisadores que desejem fazer o upload de seu material também podem usá-lo gratuitamente.

    Integração com bibliotecas universitárias

    A base de dados do Google Acadêmico é formada pelo arcabouço de diferentes bibliotecas online também gratuitas. Porém, caso você tenha acesso à bibliotecas pagas ou limitadas a sócios e alunos — como a de Harvard, por exemplo —, é possível incluí-las no repertório do buscador.

    A principal vantagem dessa prática é reunir todas as suas fontes de pesquisa em um só lugar. Para fazer isso, basta ir em Configurações > Links de bibliotecas e pesquisar pela biblioteca que você deseja adicionar.

    Google acadêmico

     Acompanhamento de citações

    Como falamos, pesquisadores podem fazer o upload manual de seus trabalhos no buscador. Além disso, é possível criar alarmes para acompanhar cada vez que o seu trabalho foi citado em outros artigos. Para habilitar essa funcionalidade, é preciso criar um perfil específico, além de estar logado na sua conta do Google.

    Extensão do Google Chrome

    Se você precisa de praticidade na sua vida acadêmica, o botão do Google Acadêmico pode ser adicionado ao seu navegador. Ele facilita a transferência de uma leitura de qualquer página da web para o buscador acadêmico e formata as referências de forma padronizada — ideal para quem ainda luta com a ABNT, por exemplo.

    Construa bibliotecas de conhecimento exclusivas

    Para ajudar ainda mais na busca por documentos relevantes para um pesquisador, o Google Acadêmico conta com um recurso de bibliotecas. Ele é altamente customizável e tem como principal propósito armazenar as informações relevantes para um determinado projeto ou trabalho específico.

    Com a função de salvar informações, o pesquisador centraliza todas as informações adquiridas na plataforma em um só lugar e tem facilidade de encontrar as referências bibliográficas que utilizou na hora de construir um artigo.

    Caso a referência pesquisada seja um livro, por exemplo, ao acessar a informação e inserir seu CEP, dá para encontrar uma biblioteca ou livraria com essa publicação perto de você.

    Esses recursos expansivos, que fazem com que acessar conhecimento seja uma tarefa mais simples, são o que dá destaque para o Google Acadêmico dentre as outras ferramentas de pesquisa destinadas ao mesmo fim. E todos eles podem ser acessados gratuitamente, desde que você possua uma conta Google.

    Adicione uma ferramenta gratuita ao seu kit

    Boa parte dos periódicos, jornais, revistas e livros têm um custo para serem acessados, mesmo em suas versões online. O “paywall acadêmico”, que exige que nos registremos em uma porção de sites de universidades para ter acesso a determinados conhecimentos, é um problema na comunidade e algo que outros recursos como o Unpaywall.org tentam endereçar.

    O Google Acadêmico também lhe ajuda nessa jornada e traz mais uma ferramenta gratuita para tornar o acesso à informação universal. Utilize-o para ampliar as estratégias de acesso que você tem em mãos na hora de buscar os dados que faltavam para a sua pesquisa!

    Quais as desvantagens do Google Acadêmico?

    Certamente o Google Acadêmico oferece mais vantagens do que desvantagens, mas isso não significa que não existam alguns pontos negativos. Apresentamos abaixo os dois principais.

    Acesso limitado

    A base de dados do Google Acadêmico é gigante, mas nem todos os conteúdos podem ser consumidos na íntegra — principalmente os livros. É comum que algumas pesquisas apenas indiquem as fontes, sem garantir o acesso.

    Isso também pode acontecer com artigos, visto que alguns periódicos são destinados a associados e cobram uma taxa para a leitura completa dos trabalhos publicados.

    Omissão de fontes relevantes

    Por conta dos critérios de indexação do Google — e dos específicos ao Google Acadêmico — algumas obras relevantes podem acabar de fora da sua pesquisa apenas por não terem levado em consideração essas especificações em sua produção.

    O contrário também pode acontecer pelo mesmo motivo e é possível que alguns resultados tragam fontes desatualizadas, pouco confiáveis ou que não sejam nem mesmo acadêmicas.

    Como usar o Google Acadêmico?

    Agora que você já conhece as principais vantagens e desvantagens do Google Acadêmico, apresentamos um passo a passo de como tirar o melhor proveito dele. Conforme explicamos, a ferramenta é bem parecida com o mecanismo de buscas tradicionais do Google, mas existem alguns “truques” que podem facilitar a busca e melhorar os seus resultados.

    Acessar

    O acesso à ferramenta acadêmica do Google é bem simples. Basta pesquisar por “Google Acadêmico” no buscador tradicional ou digitar https://scholar.google.com.br/ no seu navegador. Como falamos, os serviços disponibilizados pela ferramenta são gratuitos, mas é preciso ter uma conta de email do Google para garantir o acesso a todas as funcionalidades.

    Se você deseja utilizar o Google Acadêmico apenas para fazer pesquisas, basta seguir adiante e iniciar suas buscas. Agora, se seu interesse é incluir as suas publicações, explicamos a seguir como associar os perfis.

    Criar marcadores

    Se você é bem familiarizado com o Gmail, deve saber que é possível criar marcadores por lá. Eles são utilizados para organizar e facilitar a busca por emails recebidos e enviados. Assim, você pode identificar o que é “Trabalho”, “Contas”, “Eventos” e assim por diante.

    Uma funcionalidade bem semelhante está disponível no Google Scholar. Para isso, basta seguir do painel “My Library” para “Manage labels” e lá definir os marcadores que melhor vão organizar sua pesquisa — seja por autor, por artigo a ser preparado, por disciplina a ser estudada ou como for mais conveniente para você.

    Organizar a biblioteca

    Os marcadores certamente já ajudam na organização da sua biblioteca. Mas além deles, você sempre vai achar uma estrelinha abaixo de cada resultado apresentado em uma pesquisa. Ao selecioná-las, você pode salvar um artigo para ler depois. Essa funcionalidade também pode ser utilizada com os conteúdos que demandam acesso recorrente.

    Se desejar ver todos os artigos salvos na sua biblioteca, basta clicar em “Minha biblioteca”, no canto superior direito, abaixo do seu avatar. Se você tem um perfil no Google Acadêmico, todos os artigos de sua autoria serão incluídos automaticamente na sua biblioteca. Também é possível ver todo o conteúdo em que suas pesquisas são citadas.

    Definir alertas

    Os alertas servem para receber notificações a cada nova publicação dentro de um tema do seu interesse. A definição de palavras-chave permite cadastrar um autor, por exemplo. Você pode, inclusive, incluir o seu próprio nome para receber notificações sempre que uma pesquisa sua for referenciada.

    Acompanhar as citações de suas pesquisas

    Outra forma de acompanhar suas publicações pelo mundo é por meio da funcionalidade “Minhas citações”. Para habilitá-la, basta selecionar a atualização automática de seus textos ao criar o seu perfil, o que explicamos acima.

    É possível selecionar se você deseja receber um e-mail para análise e confirmação antes de o conteúdo ser acrescentado ao seu nome.

    Como fazer buscas de TCC e livros?

    Você provavelmente já está familiarizado com o buscador tradicional do Google. Se esse é o caso, não deverá enfrentar grandes dificuldades de realizar pesquisas no Google Acadêmico. Porém, a seguir apresentamos três dicas que podem aprimorar ainda mais os seus resultados. Confira!

    Pesquisar perfis ou artigos

    Da mesma forma que ao criar o seu perfil você pode optar por deixá-lo público e ser localizado por outros pesquisadores, você pode iniciar uma busca a partir do nome de autores específicos.

    A outra possibilidade é buscar a partir do título de um trabalho, ou mesmo de palavras-chave mais genéricas, que trarão resultados um pouco menos refinados, porém ainda organizados por relevância — de acordo com os critérios do Google Acadêmico.

    Filtrar informações

    Os filtros do Google Acadêmico não são tão extensos quanto os do buscador tradicional, mas são bastante úteis. É possível visualizar resultados por ano de publicação, relevância ou data e existência de patente. Você também pode especificar se os resultados devem mostrar citações ou não.

    Fazer uma busca avançada

    Para usar a busca avançada, é preciso localizar a lupa com o símbolo de “+” que está localizada na barra lateral à esquerda do navegador. Depois disso, é só preencher os campos que trarão maior precisão aos seus resultados.

    Você pode encontrar artigos das seguintes formas:

    • com todas as palavras;
    • com a frase exata;
    • com no mínimo uma das palavras;
    • sem determinadas palavras;
    • especificando se as palavras devem ocorrer em qualquer lugar do artigo ou no título;
    • exibir artigos de autoria de determinado autor;
    • exibir artigos publicados em determinado periódico;
    • exibir artigos entre datas de sua escolha.

    Acompanhar as métricas

    A ferramenta “Métricas” permite visualizar os artigos mais relevantes, de acordo com categorias apresentadas pelo próprio site. Também é uma ótima forma de acompanhar as tendências na sua área. Essa funcionalidade está disponível em 12 idiomas: inglês, chinês, português, alemão, espanhol, francês, italiano, japonês, russo, holandês, polonês e ucraniano.

    A ferramenta disponibiliza os 100 periódicos mais citados, enquanto as colunas “Índice h5” e “Mediana h5” organizam o ranking com a média de referências que seus artigos receberam. Ou seja, você pode fazer um exame minucioso dos artigos exibidos, em vista das diversas opções disponíveis.

    Como registrar o seu trabalho no Google Acadêmico?

    Agora que você já sabe como refinar suas buscas e tirar um melhor proveito do Google Acadêmico como aluno, veja agora como ter o seu perfil listado entre os autores que podem ser encontrados na ferramenta.

    Criar um perfil

    Como falamos, se você tem a intenção de incluir as suas produções acadêmicas na ferramenta, é preciso criar um perfil no próprio Google Scholar.

    Você inclui suas principais informações de contato, assim como suas filiações universitárias. Aqui, o e-mail informado deve preferencialmente ser o da instituição de ensino — com o final .edu —, mas também é possível deixar essa área em branco.

     Associar o artigo ao seu perfil

    Visto que o Google Acadêmico tem acesso às principais revistas e jornais acadêmicos, a página seguinte já apresentará os resultados com o seu nome e você pode selecionar aqueles dos quais deseja reclamar a autoria e associar ao seu perfil. Bem simples!

    Quais cuidados são necessários ao usar o Google Acadêmico?

    Se você já está familiarizado com a vida acadêmica, essas dicas não serão novidade. É preciso checar os dados apresentados nos resultados e escolher adequadamente o material que será utilizado em suas publicações. Afinal, apesar de ser uma ferramenta com artigos, documentos e publicações ricos em dados e informações, é preciso estar sempre atento ao que você utiliza como fonte.

    Além disso, como falamos, é sempre importante ter em mente os critérios de indexação do Google Acadêmico e, dependendo do caso, estender sua pesquisa a outros buscadores. Infelizmente, muitas ferramentas disponibilizam informações falsas ou desatualizadas e o mesmo pode acontecer com o Google Acadêmico.

    A internet modificou diferentes relações e práticas sociais e talvez não seja exagero afirmar que o jeito de fazer pesquisa é uma delas. Afinal, será que existe alguma biblioteca física que se compare às informações contidas no Google Acadêmico?

    Independentemente da sua área de atuação, é importante saber acompanhar as novas tendências e tecnologias — desde, claro, que você siga as dicas que trouxemos aqui para encontrar os melhores resultados em suas buscas. Assim, o Google Acadêmico será uma ferramenta muito útil para você.

    Agora que você já sabe como usar o Google Acadêmico, confira nosso ebook com todas as informações que você precisa saber sobre as principais ferramentas do Google!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!