Por Autor Convidado

pela Rock Content.

Publicado em 17 de setembro de 2020. | Atualizado em 17 de setembro de 2020


A inteligência artificial tem contribuído para que máquinas consigam simular as habilidade e linhas de pensamento humanas. Saiba aqui como funciona a inteligência artificial do Google!

Quando falamos de Inteligência Artificial, pensamos em robôs, uma tecnologia ultramoderna, certo? Aquelas grandes máquinas que podem construir um carro inteiro praticamente sozinhas. Algo completamente abstrato e distante.

Não está completamente errado pensar dessa forma, afinal esses grandes feitos também são possíveis por essa tecnologia. Mas ainda assim, a inteligência artificial está muito mais perto do que podemos imaginar, lidamos com ela praticamente todos os dias através de nossos smartphones. É uma realidade cada vez mais presente nas nossas rotinas, mesmo que passe despercebida na maioria das vezes.

Os aplicativos do seu celular, a sua televisão smart, no seu computador. Todas essas novas máquinas que fazem parte do nosso dia a dia, estão cheias de formas diferentes de inteligência artificial. Formas que foram evoluindo e trazendo novidades com um objetivo principal: facilitar a nossa rotina diária.

As buscas que fazemos no Google, as rotas que traçamos no Maps, os aplicativos de nuvens que guardam os nossos arquivos pessoais, os serviços de streaming, como a Netflix ou o Spotify. Todos os dias estamos envolvidos com a inteligência artificial, algoritmos e uma grande massa de tecnologia.

O próprio Google disponibiliza diversos recursos embasados em aprendizado da máquina e inteligência artificial. Entenda um pouco mais sobre a tecnologia envolvida e como lidamos com ela a cada dia:

Inteligência Artificial

A inteligência artificial é um ramo de pesquisa das ciências da computação que busca construir mecanismos que possam simular a habilidade humana de formar uma linha de pensamento. Ou seja, máquinas inteligentes, que possam resolver problemas através de símbolos computacionais.

Esse desenvolvimento e estudo começou ainda na época da Segunda Guerra Mundial. Os cientistas pretendiam criar algo que pudesse simular uma vida humana. Os primeiros estudos de inteligência artificial aconteceram na década de 1950, na Universidade de Carnegie Mellon, no estado da Pensilvânia, Estados Unidos.

Com o avanço da tecnologia, os estudos em inteligência artificial progrediram rapidamente. Em filmes como O Homem Bicentenário e A.I. – Inteligência Artificial, podemos entender a vontade fantasiosa de criar uma máquina que, além da habilidade de pensar, pudesse ter também capacidades emocionais, assim como um ser humano.

Em uma visão mais atual, as máquinas de inteligência artificial podem facilmente imitar a capacidade racional do cérebro humano. Apoiada em dados digitais, a máquina pode tomar decisões de forma independente e de forma precisa. Resolvendo problemas práticos, podendo simular situações e respostas. Ou seja, com uma alta inteligência.

A tecnologia de inteligência artificial permite que a máquina aprenda, assim como uma criança. O sistema pode absorver uma grande quantidade de dados não processados, entender e identificar padrões de todos os tipos.

São três fases específicas para compreender a inteligência artificial:

  • Machine learning: o aprendizado da máquina. A máquina vai aprendendo regras a partir dos dados disponíveis e chega ao resultado sozinha. Dessa forma os serviços de streamings, por exemplo, aprendem seu gosto e sugerem títulos semelhantes.
  • Deep learning: em um sistema de aprendizado profundo, a máquina utiliza algoritmos complexos para aprender uma área de conhecimento, com pouca ou mesmo nenhuma supervisão. O sistema pode aprender a se defender sozinho, por exemplo.
  • Processamento de linguagem natural: assim como o machine learning, esse processamento utiliza técnicas para encontrar padrões dentro de uma grande quantidade de dados e reconhecer uma linguagem natural.

7 Recursos de inteligência artificial no Google

O Google é uma empresa AI-first. Isso significa que todos os seus produtos apresentam, de alguma forma, processos de aprendizado da máquina e inteligência artificial. Seja em seu principal recurso, como as buscas na internet, no seu e-mail ou no recurso de fotos dos smartphones Android. Sempre trazendo novas soluções, cada vez mais práticas e rápidas, para seus usuários, por meio da inteligência artificial.

Por trás de cada recurso que o Google oferece para seus usuários, existe um sistema de softwares. Cada qual com uma principal finalidade, mas que, em termos básicos, podem captar padrões através de treinos com uma base real de dados.

Conheça agora sete, entre muitos outros, que envolvem toda essa tecnologia e que contam com o poder de facilitar nossa vida:

01 – Pesquisas da Web

O Google começou como um motor de buscas dentro da internet. Diferente de outros motores de busca dos anos 1990, os criadores do Google desenvolveram um sistema que poderia analisar a relação entre os sites, determinando sua relevância e importância através do número de páginas.

Com o passar do tempo, a inteligência artificial passou a ser o centro do sistema de buscas. Uma de suas últimas atualizações, ainda em 2019, envolvia o processamento de linguagem natural, afinal a máquina ainda apresenta dificuldades para compreender linguagens, com tantas possibilidades e contextos para cada usuário.

Mas além disso, as buscas já contavam com o GoogleBot, um robô que rastreia todas as páginas da internet em busca dos melhores resultados de pesquisa – em questão de milésimos de segundos.

02 – Google Assistente e Google Duplex

No mundo dos smartphones, os assistentes virtuais já não são novidades. E os usuários de sistemas Android contam com o Google Assistente. Essa ferramenta de inteligência artificial está disponível em diferentes idiomas e pode ser facilmente acessada com o comando de voz ‘Hey Google’.

Com suas últimas atualizações é possível até mesmo manter uma conversa mais fluida com o sistema. O usuário continua fazendo perguntas, sem precisar acionar sempre o comando, com uma forma mais natural de interação.

Já foi apresentado também a função Google Duplex. Nessa impressionante atualização, o Google Assistente pode efetuar ligações e conversar diretamente com outras pessoas. Podendo agendar viagens e horários – de acordo com uma orientação prévia do usuário.

03 – Google Fotos

O Google Fotos armazena as imagens dentro de cada pasta do seu dispositivo. Inclusive, quando percebe que as fotos estão ocupando muito espaço do celular, avisa o usuário para apagá-las, afinal estão seguras no backup online do dispositivo, atrelado ao Gmail.

Além disso, o Google Fotos pode reconhecer as suas imagens. Se você pesquisar por ‘animais de estimação’, ‘cachorros’, ‘parques’ e até mesmo ‘abraços’, o sistema vai buscar por todas as fotos relacionadas à sua busca. Essa forma de reconhecimento do sistema ainda pode organizar automaticamente álbuns, como fotos de um fim de semana e até mesmo por pessoas, através de reconhecimento facial.

O sistema ainda oferece correção automática para suas imagens e várias opções de filtros. No caso de fotos tiradas de documentos, o Google Fotos reconhece o arquivo e também oferece uma correção, ajustando a imagem para facilitar a leitura.

04 – Google Lens

O Google Lens é um recurso novo para os dispositivos com sistema Android 5.0, que também visa trazer facilidades para os usuários. O aplicativo reconhece imagens e disponibiliza informações, a partir é claro, da inteligência artificial.

Através dele é possível captar informações sobre produtos, como marca, preço e onde encontrar o item. Também é possível traduzir textos em imagens – o sistema ainda tenta utilizar a mesma fonte encontrada na foto, para um leitura mais natural. Em casos de cartões de visita, você pode salvar o contato no celular a partir dos dados captados na foto.

O sistema ainda pode identificar plantas e animais, fatos históricos de edifícios pela cidade e ainda buscar mais informações sobre um tema de um livro. Basta aproximar o seu Google Lens e pedir pelas suas referências.

05 – Gmail e texto automático

O e-mail dos usuários Google também passou por aprimoramentos de linguagem, em uma nova função chamada Composição inteligente. Quando você começa a digitar um texto, vai recebendo sugestões para terminar a frase. Clicando na tecla Tab do teclado você aceita o texto previsto pela máquina, de forma parecida ao corretor automático já presente nos smartphones.

A ideia do sistema é economizar tempo, diminuindo a escrita repetitiva e chance de erros de ortografia e gramática. A máquina ainda pode sugerir frases relevantes e contextualizadas, saudações e até mesmo um encerramento de acordo com o dia da semana.

06 – Google Play Music e Youtube

O Google Play Music permite a reprodução de arquivos em mp3 do usuário, mas no caso de assinantes, também conta com um sistema de streaming com milhares de músicas e playlists prontas, e claro, também conta com inteligência artificial.

Conforme o usuário vai escutando suas músicas e artistas preferidos, a máquina oferece recomendações personalizadas. Podendo levar em consideração até mesmo a hora do dia ou o clima para sugerir uma música.

No Youtube, plataforma de vídeos do Google, não poderia ser diferente. Além de usar algoritmos para sugerir vídeos com base nas escolhas prévias do usuário, o sistema também conta com inteligência artificial para as legendas do vídeo.

Quando o usuário pede para ativar legendas de um vídeo, a inteligência artificial transforma o áudio em texto no idioma original e depois traduz esse texto para uma legenda. Esse algoritmo de aprendizado pode transcrever falas em até 10 idiomas!

07 – Google Maps e Trips

O Google Maps já é um velho conhecido dos usuários. O recurso ajuda a encontrar diversos pontos, e funciona há anos. A primeira versão era um software para computador chamado Google Earth, que tinha uma versão do globo terrestre em sua inicialização e poderia encontrar diferentes pontos do mundo. O Maps é uma versão mais evoluída, que pode ajudar a encontrar um endereço certo, servindo como um GPS

No sistema de viagens, o aplicativo Google Trip pode ajudar o usuário a criar o roteiro da sua próxima aventura, organizando um itinerário completo, inserindo destinos, locais favoritos e até mesmo armazenando reservas.

O aplicativo também traz sugestões de locais turísticos e restaurantes, para você planejar o seu dia.Esses são apenas alguns dos diversos recursos de inteligência artificial desenvolvidas pelo Google. Com o avanço dos estudos da ciência da computação, podemos esperar ainda mais facilidades na palma da nossa mão!

A inteligência artificial ainda pode impactar muitas áreas do mercado, entre elas o Marketing Digital, com a possibilidade de implementar Robôs, como o Elevaweb, nas campanhas de anúncios do Google.

A ferramenta, desenvolvida pela Agência Mercado Binário, verifica a cada 30 minutos os lances de palavras-chaves, garantindo sempre o melhor resultado e custo-benefício da campanha!

Este conteúdo foi escrito pela equipe do Mercado Binário.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *