Como funciona o marketing no metaverso? Descubra agora e prepare-se!

O marketing no metaverso é uma forma de garantir a presença da sua marca nesse ambiente tão promissor. Muitas pessoas ainda não entendem bem esse conceito, mas ele promete revolucionar o que conhecemos como transformação digital, por isso, é fundamental conhecer essa novidade.

marketing no metaverso

O marketing no metaverso é uma tendência iminente do Marketing Digital — e os profissionais do setor precisam se antecipar para garantir a presença online das marcas nesse ambiente promissor. Metaverso é um universo virtual, criado paralelamente ao mundo real, e com características inspiradas em nosso ambiente offline.

Entretanto, esse mundo digital tem especificidades que favorecem a estratégia de Marketing de empresas que atuam em qualquer segmento: inovação, interoperabilidade, ininterruptibilidade e integração.

À medida em que as pessoas têm maior compreensão sobre esse universo, as buscas e as tentativas de acesso a esse ambiente tendem a crescer exponencialmente. Da mesma forma, o marketing no metaverso se tornará cada vez mais relevante para as empresas.

Neste artigo, explicamos melhor esse conceito e trazemos informações interessantes para você se preparar. Veja, a seguir:

    Como o metaverso funciona?

    No metaverso, as pessoas têm seus avatares digitais e, com eles, conseguem fazer qualquer atividade do mundo real: comprar, negociar, viajar, investir, empreender, interagir, entre outras. O foco desse universo é ser um ambiente digital alternativo, que viabiliza uma experiência sensorial real e desperta emoções, como as que as pessoas têm a partir dos seus próprios sentimentos.

    Como o ambiente está sempre ativo, as pessoas têm acesso irrestrito aos produtos e serviços oferecidos. Imagine uma empresa operando 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem que você tenha que arcar com os custos mensais, como energia elétrica e folha de pagamentos. Já que o ambiente é virtual, e os funcionários, avatares programáveis, certamente, o seu lucro com as vendas seria potencializado!

    O metaverso não para quando o usuário deixa o ambiente. Pelo contrário, ele continua indefinidamente, e altamente usual para demais pessoas com o acesso liberado. Além disso, ele acompanha a linha temporal do mundo real, e os consumidores mantêm o seu poder de ação e de escolha.

    Como o metaverso integra diferentes plataformas, que podem atuar de forma conjunta ou separada, as experiências são as mais omnichannel possíveis. Além disso, esses espaços virtuais são focados nos usuários e, por isso, o UGC (User Generated Content) tem alto valor.

    Por que as marcas devem criar estratégias de marketing no metaverso?

    A Transformação Digital e a mudança de comportamento do consumidor incentivaram a mudança de mindset nas empresas e a necessidade da presença online das marcas. Entretanto, a pandemia causada pelo novo coronavírus acelerou esse o processo de digitalização dos negócios. As pessoas adotaram o modelo remoto para comprar, trabalhar, jogar, interagir e aprender, por exemplo.

    O metaverso é a solução que integra o melhor dos mundos online e offline no chamado “phygital” (físico e digital), de modo a reduzir cada vez mais a diferença entre experiências que ocorrem no mundo real e no ambiente virtual. Para as empresas, essa é uma oportunidade de alcançar novos clientes, melhorar a experiência de compra do seu público e potencializar a lucratividade sobre a sua receita.

    Os usuários do Roblox, por exemplo, gastaram US$319 milhões em Robux, a moeda oficial do jogo, apenas no segundo trimestre de 2020. A maioria dos usuários desse universo virtual integra a geração Z: somente nos EUA, esse público tem um poder de compra enorme, cerca de US$143 bilhões, e com potencial para ultrapassar a capacidade de consumo dos millennials e dos boomers, até 2030.

    Ao se antecipar a essas tendências investindo em marketing no metaverso, as empresas aumentarão o seu potencial inovador. Terão maior probabilidade de garantir diferenciais competitivos que agreguem valor ao negócio, poderão adequar os seus processos às diferentes transformações digitais e, com isso, melhorar o seu Brand Awareness e o faturamento de suas operações.

    Como fazer marketing no metaverso?

    Veja, a seguir, estratégias possíveis para inserir a sua marca, produto ou serviço no metaverso.

    Invista em publicidade nativa

    Publicidade nativa são campanhas inseridas naturalmente em canais sociais e plataformas digitais, com o intuito de evitar ao máximo a interrupção da experiência dos usuários. Por exemplo, os outdoors virtuais de marcas como Coca-Cola, Samsung e Volkswagen inseridos nas interfaces de games como Football Manager e Hyper Scape, ou comerciais transmitidos em telas de eventos virtuais.

    Crie um paralelo entre o ambiente real e o virtual

    Sua empresa pode replicar no metaverso o que oferece no mundo real. Essa é uma excelente maneira de aumentar a percepção dos usuários pela sua marca nesses ambientes, além de aumentar o Brand Awareness do negócio.

    Além disso, permite que você crie experiências mais completas e imersivas, com baixo custo e risco, principalmente, relacionados às etapas da cadeia de suprimentos. Entretanto, essa abordagem exige grande esforço de marketing e um budget maior para implementação, uma vez que necessita que você compre um espaço ou registre a sua marca no ambiente virtual, como o que foi feito pelo McDonald’s, recentemente.

    Venda bens virtuais para avatares digitais

    Os avatares são identidades virtuais que representam as pessoas reais. Por isso, assim como o ser humano, eles também podem comprar e gastar com experiências no metaverso.

    Esse mercado pode ser um movimento de capital que não depende de produtos físicos, como uma bolsa da Gucci, que foi vendida digitalmente no Roblox por US$ 4 mil, ou associada a um produto real, entregue para a pessoa que representa o avatar que o comprou.

    A Realidade Aumentada reduz o abismo que existe entre experiências reais e virtuais. Algumas ferramentas permitem que os usuários visualizem produtos em tempo real, e isso também pode impactar as vendas no varejo físico.

    Transforme produtos em NFTs

    NFTs (non-fungible token), ou tokens não fungíveis, comprovam a autenticidade de um produto e aumentam a confiança do usuário no processo de compra. Quando uma empresa transforma bens virtuais em NFTs, pode comercializá-los com mais segurança. Ao torná-los colecionáveis ou usá-los como recompensa, ainda aumenta a fidelidade dos usuários pela sua marca.

    Crie eventos ao vivo

    Os eventos que acontecem ao vivo no metaverso, conhecidos como Massive Interactive Live Events (MILEs), reúnem uma grande quantidade de usuários em um mesmo evento ou jogo, em tempo real. Os avatares interagem e influenciam a experiência dos demais, e podem ser distribuídos em canais sociais, como o Instagram e o Facebook.

    Esses eventos são especialmente interessantes para empresas que atuam na indústria da música ou da moda, que promovem desde grandes concertos a desfiles.

    Por enquanto, o marketing no metaverso não será prioridade para muitas empresas: a maioria dos negócios não está preparada para esse novo contexto. Entretanto, alguns empreendimentos têm maior maturidade digital e consciência da importância de antecipar demandas para ganhar com o pioneirismo. O seu negócio está preparado para essa transformação?

    Agora que você já sabe como fazer marketing no metaverso, que tal descobrir outras tendências para os próximos anos?

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!