O que é Megamarketing e como aplicar o conceito criado por Kotler?

O Megamarketing é um conceito criado por Philip Kotler para definir o trabalho que trata muito mais do que a relação entre marca e público. Nesse campo, são avaliados e geridos fatores externos, que trazem impacto à credibilidade e à solidez de uma empresa no mercado.

Megamarketing

    A comunicação entre uma empresa e seu público é parte essencial do que conhecemos pelo Marketing tradicional.

    Externamente, é isso que se pode ver de maneira mais superficial, mas há também questões administrativas e políticas envolvidas na hora de posicionar uma companhia diante de uma sociedade. Por isso, entender melhor o que é o Megamarketing se faz essencial.

    As dimensões do Marketing vão muito além do contexto em que compradores e vendedores impactam uns aos outros.

    Parte desse cenário mais amplo é composto por interesses da empresa em expandir seus negócios e, a partir disso, de que formas governo, grupos trabalhistas, entidades comerciais e grandes autoridades podem gerar influência.

    Entender esse conceito é fundamental para ter uma percepção mais ampla da importância do Marketing e como os resultados da empresa, especialmente, sua expansão em um mercado, vão além da relação com o público.

    Neste conteúdo, você entenderá melhor isso, passando pelos seguintes tópicos:

    Continue a leitura!

    O que é Megamarketing?

    Megamarketing é um conceito criado por Philip Kotler para abordar elementos do Marketing que vão além da relação entre marca e público.

    São fatores externos que podem afetar a percepção pública sobre marcas e, até mesmo, impactar o sucesso de seu desenvolvimento e estabilização na sociedade.

    Kotler prega, nessa ideia, a necessidade de as empresas aplicarem esforços não somente para posicionar marcas em um mercado e ser capazes de alcançar seu público.

    A ideia de gerir fatores externos é permitir que todos esses elementos possam se manter sob controle, garantindo, basicamente, dois objetivos:

    • a ausência de qualquer influência negativa causada por fatores externos (governos, entidades, grupos comerciais, entre outros);
    • a obtenção de influência positiva, favorecendo que grandes órgãos tenham uma percepção qualificada da marca, sendo capazes de influenciar a percepção pública sobre ela.

    Como funciona esse conceito?

    A premissa que baseia o Megamarketing é de que há muito mais do que somente publicidade e relacionamento com o público dentro do Marketing.

    Por mais que esses sejam os assuntos mais recorrentes e, de fato, gerem um impacto mais visível, para que eles sejam a única preocupação de times de Marketing, é necessário ter um trabalho administrativo.

    Como consumidores, é comum não ter a percepção de que uma nova empresa se estabilizou no mercado com uma construção de marca ascendente e bem-sucedida.

    Esse é apenas o fim, e o Megamarketing é o que, de fato, garante os meios para que esses resultados sejam alcançados. Influência e bom relacionamento são o que permite ultrapassar barreiras e abrir mercados.

    Para que uma nova tecnologia seja lançada por uma fabricante de smartphones, por exemplo, há todo um trabalho prévio focado em aprovações e flexibilização de restrições.

    A importação de peças, a contratação de mão de obra e as autorizações de fabricação são questões burocráticas que precisam ser negociadas para atender aos interesses do público, das empresas e dos governos.

    Não se trata de, simplesmente, conseguir um modo de lançar um produto ou autorizar a atuação de determinada marca em um país.

    O trabalho do Megamarketing é focado em aproximação, negociações e estreitamento de relações para, a partir disso, conseguir mostrar a grupos e autoridades que os interesses em jogo podem ser favoráveis a todos, respeitando leis, principalmente.

    Como o Megamarketing é aplicado no mercado?

    Para conquistar espaço em mercados, expandir a atuação para outros países e, de maneira geral, poder atuar de forma que alcance seu público, empresas precisam aplicar o Megamarketing.

    Esse conceito é executado por meio de um conjunto de esforços contínuos que ajudarão a conquistar os resultados desejados, independentemente do nível de complexidade do contexto em questão.

    A seguir, entenda melhor como o Megamarketing é utilizado pelas empresas na prática, por meio de ações essenciais.

    Usando Relações Públicas

    O trabalho de Relações Públicas é, praticamente, o ponto de partida para ambientar uma empresa ao seu contexto mais geral, ou seja, aos elementos externos. Companhias precisam não só estar atentas ao seu público e ao que eles desejam, mas também, às comunidades que as cercam.

    O interesse público e suas expectativas também vão moldar o segmento em questão, por isso, é fundamental ter um trabalho de entendimento e adequação ao ambiente externos.

    Esse departamento também vai agir junto a grandes veículos de mídia, garantindo que eles sejam capazes de ter a melhor percepção possível da companhia.

    Não se trata de influenciar ou tentar vender uma imagem inexistente, mas sim, de manter a proximidade com esses veículos e garantir que eles sempre terão acesso à posição da empresa e como ela se coloca à sociedade.

    Webinar-carol-terra

    Um bom trabalho de Relações Públicas deve estar totalmente ciente do contexto social e de mercado ao qual a empresa está adequada. Por isso, construir o ambiente perfeito para a atuação da empresa, considerando as premissas de Megamarketing, passa pelos esforços desse departamento.

    Na busca por poder e impacto

    Ter impacto e poder são dois desejos que empresas precisam ter para dominar mercados e conseguir autoridade necessária para promover e estabilizar suas marcas.

    Esses objetivos não podem ser conquistados somente com estratégias de publicidade tradicional. O que define o tamanho de uma empresa em seu contexto não é somente o público que ela tenta alcançar.

    Para ter grande influência, é fundamental estar associado aos órgãos mais relevantes de um mercado.

    Por exemplo, o trabalho junto a associações relacionadas ao segmento em questão, a necessidade de manter um diálogo com governos e prefeituras e a abertura para um diálogo cada vez mais próximo com quem tem o poder de decisão.

    A busca por poder não pode ser vista como ganância ou tentativa de influenciar um mercado de maneira indevida.

    Empresas poderosas são construídas com diálogo, participação em decisões importantes do segmento e, principalmente, disponibilidade. Isso gera crescimento à marca e a coloca como uma das principais concorrentes do seu mercado.

    Visando à expansão de mercado

    Expandir fronteiras é um objetivo em comum a muitas empresas, sejam as multinacionais, sejam as que buscam realizar esse movimento pela primeira vez. Entrar em um novo país, com uma nova cultura, hábitos e expectativas por parte do público não é o único desafio.

    O Megamarketing ajuda a lidar com questões maiores, como políticas governamentais que podem impedir a atuação dessas companhias.

    Alguns países impõem restrições às chegadas de novas empresas, limitando mercados e controlando a liberdade de empresas estrangeiras.

    Nesses casos, o sucesso dessa nova empreitada em outra nação pode depender de esforços administrativos para gerar proximidade, mostrando ao governo local que há vantagens para todas as partes envolvidas.

    A remoção de obstruções comerciais depende de negociações e também de capacidade de comprovação do sucesso da chegada de um novo concorrente à indústria local.

    Para conseguir isso, é fundamental que haja uma estratégia de apresentação bem definida, algo que é um trabalho direto da estratégia de Megamarketing.

    Na gestão de percepção do mercado

    Produtos e serviços têm grande impacto na construção da credibilidade de empresas diante de público e do mercado.

    Por mais que isso seja o mais evidente e marcante para as pessoas, é sempre importante estudar como o Megamarketing tem seu percentual relevante na construção da imagem de uma empresa. Isso só é possível, também, se houver instituições maiores dando suporte.

    Há muito trabalho a ser feito diante de agências de mídia, veículos de comunicação, patrocínios de relevância à sociedade, apoio de órgãos regulamentares, entre outros agentes de destaque.

    Quando o relacionamento é construído de forma adequada junto a essas instituições, marcas conseguem construir um nome muito mais sólido e de credibilidade em diferentes mercados.

    Muitas vezes, é essa aprovação partindo de uma instituição maior que muda a opinião pública em relação a uma empresa. Esse é um trabalho que não é desenvolvido somente com publicidade simples e Marketing em canais tradicionais. A parte administrativa e de Relações Públicas é indispensável.

    Como as mudanças do Marketing devem ser percebidas pelas empresas?

    Philip Kotler falou sobre o Megamarketing em 1986, e o conceito ainda é extremamente relevante e indispensável nos dias de hoje.

    Paralelamente, outros importantes estudos sobre o Marketing trazem percepções sobre o tempo e de que maneira ele gerou mudanças e impactos importantes nesse campo. Às empresas, cabe saber como se manter atualizadas no que diz respeito a estratégias, práticas e tecnologias.

    Entre os conceitos mais modernos e importantes que Kotler seguiu desenvolvendo, certamente, o Marketing 4.0 é o que melhor traduz a realidade do mercado e das empresas atualmente.

    A tecnologia e os recursos digitais ditam o ritmo no Marketing, por isso, é fundamental que, além de entender isso, as companhias saibam como se adaptar ao processo conhecido como transformação digital.

    Gestores e grandes empresas precisam estar sempre atentas às mudanças do segmento, especialmente, no que diz respeito às novas tecnologias digitais, ao uso de dados e como isso gera novas possibilidades ao Marketing.

    Mais do que somente consultar estudos e novos conceitos, é fundamental observar, na prática, como as novas tecnologias impactam tanto o Marketing como o comportamento do consumidor.

    Mais do que o público consegue ver, o Megamarketing é o que possibilita que qualquer outra estratégia de atração, relacionamento e exposição seja colocada em prática. É essencial garantir esse trabalho administrativo de expansão e estabilização, tornando uma empresa sólida em todos os mercados.

    Dados são um ativo extremamente valioso para empresas hoje. Consequentemente, eles mudaram também a forma como as áreas de Comunicação e RP fazem seus respectivos trabalhos. Entenda melhor sobre o momento em que vivem essas áreas!

    Compartilhe

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!

    Nosso site é otimizado para cada país em que operamos.

    Ir para site em Português ->