Por Ana Júlia Ramos

Redatora freelancer da Rock Content

Publicado em 9 de maio de 2019. | Atualizado em 9 de dezembro de 2019


Com 2019 chegando ao fim, é hora de pensar nas metas e no planejamento para o ano que vem. Quem quer apostar no empreendedorismo conta com vários modelos de negócio que estão em alta, como infoprodutos, alimentação para pets e comidas saudáveis.

Final de ano é época de repensar as metas e traçar objetivos para os próximos meses. E para quem deseja apostar no empreendedorismo, o cenário é positivo: pesquisas apontam que 70% dos brasileiros acreditam que 2020 será próspero no que diz respeito aos negócios.

Paragarantir as vendas e a escalabilidade de qualquer investimento, porém, é preciso pensar com atenção em como o dinheiro será aplicado e qual é o melhor mercado para isso.

Um ponto interessante que envolve o universo dos negócios lucrativos para 2020 é que eles são muito vastos e podem agradar a todos os gostos. Basta buscar por aqueles que fazem mais sentido para a sua realidade, tudo sempre com muita pesquisa e planejamento prévio.

Neste artigo, você vai conhecer mais sobre as seguintes áreas de atuação:

1. Dropshipping

O dropshipping é simplesmente o modelo de negócio de gigantes como Amazon, eBay e Mercado Livre. Seu significado é simples: consiste em divulgar e vender um produto terceirizado.

O e-commerce trabalha com toda a divulgação e fecha o negócio. Depois disso, a ordem da transação é enviada ao fornecedor. Ele, por sua vez, é o responsável por enviar o produto ao cliente. 

Todo o lucro do dropshipping fica por conta da diferença entre o preço do fornecedor e o do e-commerce. Se uma cadeira, por exemplo, é vendida do fornecedor para o eBay por 50 reais, ele insere a sua margem de lucro e aumenta o valor final para o consumidor.

2. Consultorias virtuais

Em meio aos novos hábitos de comportamento que chegaram com a transformação digital, a praticidade é um dos pontos prioritários no dia a dia das pessoas.

Consultorias virtuais chegaram para oferecer grandes possibilidades de melhorar ou facilitar processos, habilidades ou qualquer outra questão que envolva as necessidades do público. Isso é feito por meio de aulas e mentoria remota, que podem acontecer em qualquer dia, hora ou lugar.

Você pode optar por áreas que domina e iniciar a divulgação do trabalho em redes sociais, site ou blog. O importante é caprichar nas estratégias de Marketing Digital para garantir uma boa visibilidade e alcance, direcionando o trabalho para as pessoas certas.

3. Infoprodutos

Conforme o nome já adianta, os infoprodutos são inúmeros tipos de materiais ricos disponibilizados na internet. Eles podem ser cursos, ebooks ou videoaulas, por exemplo. 

Uma grande vantagem de trabalhar na área é o baixo investimento e o alto potencial de retorno financeiro. Como o empreendedorismo online é o principal ambiente de trabalho, os custos são exponencialmente reduzidos.

Além disso, a capacidade desse tipo de conteúdo viralizar é altíssima, o que faz com que cada vez mais pessoas se transformem em alunos, aumentando o ticket médio.

4. Criação de aplicativos

Você sabia que o Brasil é o segundo mercado de aplicativos que mais cresce em todo o mundo? O foco está nos apps de compras, seguidos pela categoria de viagens.

Todo o desenvolvimento e a divulgação de um aplicativo parecem ser tarefas difíceis, mas com a equipe certa você pode conquistar um grande mercado que tem tendência de crescimento constante e requer um investimento relativamente baixo.

Você também pode se interessar por este conteúdo!
👉 Google Instant Apps: o que é e quais os benefícios para o seu celular

5. Serviços de entrega

Ultimamente é difícil não ouvir falar em aplicativos como Uber Eats, iFood, Rappi e derivados. O que muita gente não sabe é que o modelo de negócio é extremamente replicável e altamente lucrativo, mesmo com concorrentes tão expressivos!

Pense só: por mais que a entrada em cidades grandes teoricamente seja difícil pelo fato de os gigantes já terem tomado conta do lugar, o Brasil é um país gigantesco e conta com milhares cidades de pequeno e médio porte. 

Elas, por sua vez, carecem de serviços de tecnologia com uma boa cobertura. Em alguns lugares já possível perceber aplicativos de delivery de comida ou transportes com uma excelente entrada no mercado e uma popularização praticamente instantânea.

6. Serviços para os pets

Os números relacionados ao mercado de pets também são muito interessantes: o Brasil se posicionou em segundo lugar, mesmo com toda a crise financeira e possíveis empecilhos.

No ano de 2018, o setor movimentou mais de R$20 bilhões, quase 10% a mais que no ano anterior. A mudança no estilo de vida dos brasileiros é um aspecto que favorece a entrada de serviços no setor: muitas famílias estão reduzindo e os pets ganham espaço.

É cada vez mais comum ver famílias formadas por uma pessoa e seus cachorrinhos ou gatinhos, por exemplo. Com a percepção cada vez maior de que os animais são sim parte do núcleo familiar, o investimento em produtos para a saúde e o bem-estar dos bichinhos aumentou muito e tende a crescer ainda mais.

7. Alimentos saudáveis

O mercado de alimentação saudável ganhou evidência mundial principalmente nos últimos anos. Cada vez mais pessoas vêm se posicionando como advogados de um estilo de vida natural que preserva o corpo e a mente. 

De acordo com o Sebrae, o segmento cresceu 98% nos últimos anos por aqui e a tendência é crescer ainda mais. O público vegano/vegetariano e o gluten free são grandes oportunidades, além daquelas pessoas que não necessariamente têm restrições alimentares, mas prezam por uma produção natural, com ares de “casa” e cuidado com o meio ambiente.

8. Mobilidade urbana

Já adiantamos um mercado similar ao falar sobre os serviços de entrega online. Assim como eles, a oferta de possibilidades que facilitam a mobilidade urbana são altamente atrativos para um público que busca cada vez mais praticidade no deslocamento entre um compromisso e outro.

Além da oferta de transporte, por exemplo, existe um mundo de possibilidades a serem exploradas:

  • aplicativos com o quadro de horários do transporte coletivo da sua região;
  • aluguel de bicicletas ou outros meios de transporte alternativos;
  • aplicativos de carona.

9. Clubes de assinatura

Clubes de assinatura são ótimas possibilidades de investimento em um mercado no qual as pessoas prezam por conforto, comodidade e, se possível, aquele precinho camarada.

Eles funcionam da seguinte maneira: o seu cliente contrata os serviços e paga uma espécie de carnê mensal. Com isso, ele pode desfrutar de uma série de benefícios durante a assinatura: descontos em restaurantes, farmácias, clínicas ou qualquer outro serviço que faça sentido para você.

É interessante investir em áreas específicas de ofertas — clubes de restaurantes, saúde ou lazer, por exemplo. Isso aumenta ainda mais o interesse por parte do público e a possibilidade de ele fazer a assinatura em dois nichos diferentes, por exemplo. Também é possível separar os serviços de acordo com o preço. 

Com isso, veja as principais vantagens de investir nos clubes de assinatura:

  • grandes chances de fidelização;
  • maior receita mensal recorrente;
  • melhor controle de estoque;
  • possibilidade de oferecer preços altamente atrativos para o cliente;
  • aumento na oferta de praticidade e comodidade.
primeiros passos no marketing digitalPowered by Rock Convert

10. Economia compartilhada

A economia compartilhada — ou economia do compartilhamento — é baseada nos serviços que contam com práticas mais sustentáveis, que prezam uma redução não apenas nos gastos, mas também nos impactos que o consumo provoca na sociedade. Grandes exemplos da área são Netflix, Spotify e Airbnb. 

Sua teoria é fundamentada em um modelo social que prega o compartilhamento de recursos físicos ou intelectuais, tudo isso a partir da força de trabalho coletiva de diversas pessoas dispostas a difundirem um pouquinho do que sabem.

Um bom exemplo é o Waze, alimentado diariamente com informações de cada motorista. E ele, assim como várias outras tecnologias, é capaz de formar um banco de dados poderoso que conta com dados ricos e a percepção de pessoas ao redor de todo o mundo.

11. Blogs

Tem algo interessante para falar? Então compartilhe com o mundo! Há quem acredita que os blogs estão morrendo e dando lugar para as redes sociais, mas o poder do Marketing de Conteúdo aumenta a cada dia.

Quando unimos o talento e o conteúdo que você ou a sua marca têm a oferecer com técnicas de SEO e planejamento estratégico, tenha certeza que o sucesso é só questão de tempo.

Encontre aquela pauta em que você é referência e trabalhe em cima de técnicas de divulgação. Quando falamos sobre investimento financeiro, essa modalidade é uma daquelas que demandam uma quantia inicial baixa, principalmente quando comparada com os resultados.

Nômades digitais e influenciadores vêm se destacando no mercado não necessariamente de forma negativa. Encontrando o conteúdo certo, os meios apropriados e o público ideal, esse novo tipo de negócio vai deslanchar! 

Além do mercado, é importante entender como o negócio será viabilizado. Quem quer apostar no universo online, fundamental nos dias de hoje, pode estudar sobre o e-commerce. É um ótimo caminho para começar!

Aprenda tudo sobre o e-commerce e saiba como você pode tirar proveito de uma estratégia de vendas, além de entender na prática quais são suas principais vantagens!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *