Como fazer o balanço de fim de ano?

Depois de sobreviver a mais um ano, todo mundo espera um amanhã melhor. Mas, para desenhar um novo horizonte, é preciso avaliar o saldo do ano que se foi.

Como fazer o balanço de fim de ano

Está nos seus planos o balanço de fim de ano? Quando o mês de dezembro se aproxima, não é todo mundo que decide rever metas, reconhecer erros e avaliar o que pode mudar daqui para frente. Mas, se você é um freelancer, existem boas razões para fazer isso.

O balanço de fim de ano é o momento para refletir sobre questões que desempenham um impacto direto na sua renda, na maneira como você aproveita seu tempo e na sua satisfação com a carreira que escolheu seguir.

O problema com boa parte dos balanços de fim de ano é que as resoluções que surgem disso são vagas: ganhar mais dinheiro, comer de forma saudável, viajar mais etc. Sem um plano de como alcançar tudo isso, a tendência é desistir ao dobrar a primeira esquina.

Freelancers enfrentam o mesmo dilema. Usando o balanço para criar resoluções detalhadas, as chances de levar sua carreira para outro nível são maiores. O resultado, no final das contas, é criar um planejamento que valha a pena renovar ano após ano.

Para ajudar você nesse desafio, separei aqui perguntas para fazer um balanço de fim de ano e, em seguida, algumas dicas para concretizar seus objetivos. Vamos lá!

Perguntas para o balanço de fim de ano

Aqui estão algumas questões que você pode levar em conta nesse momento do ano para avaliar o que dá para fazer de diferente na sua carreira.

Você gosta dos projetos em que está trabalhando?

Pense sobre o seu nível de satisfação com as atividades da sua rotina de trabalho. Isso, com certeza, reflete diretamente na qualidade e no seu comprometimento com cada projeto.

Veja, por exemplo, se não é a hora de se especializar em uma área, em vez de trabalhar com projetos de diferentes temas ou estilos.

Como está seu desenvolvimento profissional?

É um desafio atingir o equilíbrio entre os compromissos de trabalho e as aulas de um curso, sem que isso prejudique sua saúde física ou emocional. Muitas vezes, é preciso subtrair algo da rotina para conseguir dar conta das duas coisas tranquilamente.

O mais importante é não ficar estagnado. Sem investir no desenvolvimento profissional, você corre o risco de não acompanhar tendências e perder relevância para os clientes.

Sua precificação condiz com o mercado?

Afinal, quanto cobrar? Essa dúvida já passou pela cabeça de todos que seguem uma carreira freelancer. E uma vez definido o valor, é normal que, depois de um tempo, apareça a necessidade de fazer reajustes. Talvez, no final do ano, seja o momento de finalmente colocar isso em prática.

Uma boa régua para avaliar o valor cobrado é analisando a concorrência: veja se o valor que você cobra está na média do mercado.

Porém, esse não é o único parâmetro. Suas necessidades de gastos pessoais, a complexidade do trabalho e o tempo de duração também devem ser considerados nessa parte do balanço.

Como você está conciliando a vida pessoal e a profissional?

 O trabalho de freelancer pode ser uma carreira solitária. Embora trabalhar em casa tenha suas vantagens, como não pegar trânsito e não precisar lidar com possíveis chefes dentro do escritório, é verdade que o profissional freelancer pode se sentir sozinho, principalmente se não morar em uma casa com muita gente.

Se, no balanço de fim de ano, você decidir que precisa equilibrar a vida pessoal e profissional, algumas dicas podem ajudar. Por exemplo, varie seu local de trabalho, adote um hobby ou reserve um tempo para passeios sociais e produtivos.

O que você pretende fazer diferente no próximo ano?

Coloque no papel o que você deseja fazer diferente no próximo ano. Sim, isso mesmo, como se fosse uma listinha de compras. Essa pode ser uma excelente maneira de terminar um balanço de fim de ano.

Se, para cada objetivo da sua lista, você tiver uma noção clara de como pode alcançá-lo, ótimo. Mantenha um número restrito de itens na lista: 4, 5 ou, no máximo, 6 — isso vai ajudar a considerá-los prioridades alcançáveis para o próximo ano.

Dica para concretizar suas metas 

Durante os últimos dias do ano, é provável que você se sinta confiante com as novas resoluções. Sem nenhum desconforto ou tentação associada à mudança de comportamento, cumprir as novas metas pode parecer simples.

Mas, com o início do ano e os compromissos de rotina, a motivação com os novos hábitos nem sempre é a mesma. É aí que as resoluções de fim de ano correm risco. Sem ações que renovem sua motivação, você pode repetir os mesmos erros.

Confira, a seguir, algumas dicas que podem ajudar você a concretizar suas metas planejadas no balanço de fim de ano.

Aprenda a dizer não para projetos

Pode ser muito difícil dizer não para alguns projetos, mas, se você tem prioridades a cumprir, é bom se acostumar com isso para usar seu tempo de uma maneira estratégica.

Como freelancer, eu sei que um dos medos de quem opta por essa carreira é não trabalhar o suficiente e, por consequência, sentir falta do dinheiro que um projeto poderia render. Mas essa insegurança também pode levar à sobrecarga no trabalho.

Nessa situação, a pressa e o excesso de demandas são inimigos do trabalho bem-feito. Por isso, pode fazer uma grande diferença para você identificar seus limites e saber dizer “não” para projetos que não estão entre as prioridades.

Continue melhorando sua marca 

O trabalho de branding não é o inimigo das resoluções de fim de ano. Ao contrário, investir na sua marca pessoal é um esforço que impulsiona suas metas de carreira, seja lá quais elas forem. Afinal, mesmo fazendo bom trabalho, pode ser difícil conquistar muitos clientes e bater suas metas sem boas estratégias de comunicação.

Portanto, faça networking, navegue pelas redes sociais, desenvolva uma marca para criar uma identificação própria e mantenha contato constante com clientes.

Profissionalize sua carreira 

Sempre existem habilidades para aperfeiçoar e conhecimentos a serem atualizados. Essa deve ser a premissa de quem decide se comprometer com a carreira freelancer. Então, é uma boa ideia incluir a profissionalização nas suas resoluções para o ano que vai começar.

Estudar e fazer cursos para se profissionalizar favorece as outras atividades que você precisa realizar além do serviço como freelancer, como as estratégias para prospectar clientes, engajá-los e fidelizá-los.

Além disso, estude a possibilidade de se formalizar como Microempreendedor Individual (MEI). É assim que você fortalece sua reputação no mercado.

Mesmo se você for uma daquelas pessoas céticas sobre as resoluções feitas no fim do ano, avalie a possibilidade de se planejar. Afinal, não custa nada o balanço de fim de ano. Na pior das hipóteses, nada acontecerá. Na melhor das hipóteses, você vai aproveitar melhor seu tempo, participar de projetos instigantes e ganhar mais.

É isso, chegamos ao final! Se você gostou do conteúdo, ainda temos um convite. Aproveite para baixar o e-book da Rock Content “Como profissionalizar a sua carreira freelancer“. É hora de sair do básico e aprender a construir uma carreira de sucesso!

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail
Briefing

Nara Porto

Copyeditor

Débora Albuquerque

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

Como simplificar ideias complexas

alt Raphael Alves
jan 21 | Leitura: 5min

Lições do webjornalismo para a produção de conteúdo web

alt Redator Rock Content
dez 19, 16 | Leitura: 5min

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.