Como escrever como um profissional em um tema desconhecido

escrever-como-um-profissional- teclado

Este texto é uma tradução de um ótimo texto do Neil Patel para o site Content Marketing Institute e você pode conferir o original em inglês neste link.

—————————————————————————————————————————————————————–

Eis o que aconteceu: você foi escolhido para começar um blog para a nova divisão da sua empresa. Tudo bem, sem problemas. Você sabe escrever.

Mas você é relativamente novo na companhia e naquela indústria — um nicho completamente diferente. Como você desenvolve uma voz? Como você se comunica com uma nova audiência de maneira simpática? Como você entende a nova área?

Conheço muitos blogueiros que conseguem entrar em qualquer nicho, despejar um artigo fenomenal, depois entrar em outro e repetir o sucesso.

Se você trabalhar com marketing de conteúdo, você pode já ter estado em uma situação em que foi necessário mudar de nicho, ou experimentar uma área nova. Você pode precisar vender um novo produto, ou atender um novo público. Talvez a companhia tenha um novo conjunto de clientes como alvo, o que requer um novo tom e uma nova abordagem. Mesmo se não tiver nenhuma novidade, a constante evolução do mercado requer que estejamos sempre de olho para entender o clima da audiência e manter nossa criação de conteúdo tão aguda quando possível.

Se você tem flexibilidade para mudar seu estilo e sua abordagem, você é valioso para os esforços de marketing da sua empresa.

Veja como aprimorar seu estilo e escrever como um profissional em qualquer nicho.

Faça uma lista dos blogs mais populares e respeitados da área

Crie uma lista dos maiores e melhores blogs do nicho. Durante minha primeira incursão em um nicho novo, eu criei uma planilha, para ter certeza de que estava de olho nos maiores nomes da área. Segui seus perfis no Twitter e li seus blogs religiosamente. Eles foram meu curso rápido nas informações daquela área.

Como você encontra os melhores blogs de um área? Eu fiz uma pesquisa com as palavras-chaves mais relevantes ao meu nicho no Google. Por exemplo, se você está criando conteúdo sobre SEO, você procuraria por “blog de SEO”. Os sites na primeira página são provavelmente os melhores e de mais autoridade. Os topos da lista são o blog do Moz e o Search Engine Land. Outras buscas com palavras-chaves fornecem uma visão holística da “terra do SEO”. Uma busca por “novidades SEO” produz uma lista similar — Moz, Search Engine Land, Search Engine Watch, Search Engine Roundtable etc.

São esses os blogs que os profissionais estão lendo e seguindo.

Quando você encontrar os blogs do seu nicho, siga-os e aprenda. Eles te darão toda a educação de que você precisa.

Aprenda os jargões mais importantes

Toda área tem seus jargões. Eu não recomendo que você floreie seu conteúdo apenas para usar jargões.

Porém, se você vai existir em um nicho, você deve usar o vocabulário correto.

Não tem como escapar disso. Por exemplo, se você está entrando no nicho de SEO, você tem que saber que o acrônimo “SEO” significa “search engine optmization”. Você tem que estar estar familiarizado com termos como algoritmo, SERP, NAP, orgânico, sitemap, domínio, texto âncora etc.

Você precisa saber tudo? Não no começo. Durante suas aventuras em um novo nicho, você precisará fazer várias buscas no Google.

Por exemplo, digamos que você vai começar a escrever sobre CrossFit. Você provavelmente vai seguir o blog Invictus, que oferece um “treino do dia”. Se você é novo na área de fitness, você pode não saber o que são lunges. Sem problema. Jogue no Google. Se não tem certeza do significado de bench press, procure no Google também.

Pode demorar alguns minutos, mas se você procurar todos os termos que não conhece, logo vai entender o treino todo.

“Plagie” o artigo mais popular da área

Nesse ponto, eu estou te falando para plagiar, mas eu te proíbo de publicar o artigo plagiado.

Plágio é pegar a ideia de alguém e usar como se fosse sua. Além de ser idiota e antiético, isso também é ilegal.

A recomendação de plágio é para propósitos educacionais apenas. Eu te aconselho a copiar um artigo apenas para que você possa aprender com a experiência:

  1. Descubra qual site é mais popular no nicho. Você pode ter descoberto isso no primeiro passo.
  2. Vá no BuzzSumo (uma conta gratuita resolve) e coloque a URL do site mais popular.
    • Identifique o artigo mais popular do site.
    • Leia o artigo.
    • Crie seu próprio artigo com base no original. Use as ideias, a organização e a pesquisa original, mas faça isso no seu próprio estilo.
    • Não publique o artigo.

Mas por que escrever algo que você nunca vai publicar?

Uma das melhores maneiras de aprender sobre um tópico novo é escrever sobre ele. Sua mente pode capturar a essência do estilo do nicho sem que você tenha que saber de tudo. Em vez disso, sua exercício de escrita te permite se aprofundar num tópico relacionado ao nicho e absorvê-lo profundamente.

Quando você tiver acabado, você vai estar anos-luz à frente até do blogueiro mais prolífico da indústria. Você pode até não ter um conhecimento tão expansivo, mas vai saber mais sobre aquele tópico em especial. Mais importante, você conseguirá entender como as ideias num determinado tópico são melhor expressadas.

Você está no caminho de dominar um nicho e escrever como um profissional.

Escolha um assunto específico para escrever

A seguir, você vai escolher um assunto sobre o qual escrever. Eu sugiro algo restrito.

Por quê? Porque quanto mais específico o assunto, menos pesquisa será necessária. Se você é completamente novo em uma área, você não quer ter que procurar em montanhas de pesquisa e artigos. Você quer manter o foco e se aprofundar.

Deixe-me dar um exemplo.

Vamos voltar ao exemplo do blog sobre CrossFit.

  • Você sabe pouco sobre CrossFit, mas sabe que uma lesão é comum num esporte ou num treino.
  • Você procura “lesões mais comuns no CrossFit” no Google.
  • Você vê rapidamente quais são as lesões mais comuns de praticantes de CrossFit.
  • Você encontra a “Síndrome do Impacto no Ombro”
  • Você pesquisa um pouco e desenvolve um rascunho de título: 5 coisas que todo atleta de CrossFit precisa saber sobre Síndrome do Impacto no Ombro

Esse é um assunto apropriadamente específico, mas tem uma intensidade de pesquisa suficiente para resultar em uma ótima experiência de aprendizado.

Pesquise até cansar

Agora você está pronto para a parte divertida — pesquisar.

Nunca tente escrever um artigo sem pesquisar profundamente ou ele vai soar idiota.

Acredite em mim, eu já li artigos sem pesquisa nenhuma e é dolorosamente óbvio. Sem a pesquisa correta, seu artigo pode soar muito simples, ou simplesmente errado. Como essas afirmativas sobre CrossFit, por exemplo:

  • Síndrome do Impacto no Ombro é dolorosa.
  • Mova-se devagar para evitar torcer o músculo.
  • Tente não curvar o braço demais.
  • Deixe seus ombros relaxarem entre séries.
  • Se estiver doendo, coloque gelo.

Antes de escrever os tópicos do seu artigo, pesquise sobre o assunto. Uma busca simples no Google é um bom jeito de começar. Abra os primeiros resultados e leia a informação sobre o assunto. Examine as imagens também, para ver qual é a aparência da Síndrome do Impacto no Ombro.

Aprofunde mais um pouco a sua busca e a restrinja às causas e tratamentos relacionados ao CrossFit.

À medida que você pesquisar, seus tópicos vão começar a tomar forma e o seu conteúdo vai começar a se desenvolver.

Cite pessoas inteligentes

Talvez você ainda não seja um mestre do nicho. Mas você está trabalhando no seu primeiro artigo, e ele vai ficar ótimo.

Como deixá-lo ainda melhor?

Cite autoridades sobre o assunto. Ao se associar com pessoas inteligentes em sua pesquisa, você transfere seus conhecimentos para o seu conteúdo e, por consequência, à sua marca.

É assim que você faz isso:

  • Encontre um artigo bem pesquisado.
  • Consiga alguma informação sobre o autor.
  • Escolha uma citação.
  • Inclua a citação e a atribuição no seu artigo.

Seja confiante

Como a Mind Tools diz, um princípio da psicologia humana é que “pessoas confiantes inspiram confianças em outras”.

Quando você tem um estilo de escrita confiante, seus leitores estarão mais propensos a te respeitar e confiar no que você diz.

Níveis de confiança aparecem facilmente no texto. Compare essas duas frases:

  • Muitas pessoas que praticam CrossFit se machucam.
  • Setenta e três por cento dos participantes de CrossFit sofrem pelo menos uma lesão durante o treinamento, de acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Strength and Conditioning Resaerch.

Ambas estão corretas. Porém, a segunda afirmativa inspira confiança, enquanto a primeira pode resultar em ceticismo.

Você pode desenvolver confiança indicado os fatos de maneira clara, sustentando-os com pesquisa e buscando referências.

Não é só o tom confiante que inspira confiança, mas sim o conteúdo. Já que você está entrando em um nicho, você tem que ser capaz de verificar coisas com base não na sua própria autoridade, mas na pesquisa e na experiência de outros.

Tenha uma opinião

Você pode não ser a maior autoridade no assunto, mas você com certeza pode ter uma opinião sobre ele.

E por que não? Opiniões são o que tornam um artigo interessante. Claro, pessoas amam fatos. Mas a melhor parte de um artigo é quando o autor compartilha seus pensamentos sobre o assunto. Além disso, é esse tipo de coisa que gera comentários, controvérsias e réplicas.

Para exemplificar: Adam Singer decidiu verbalizar suas opiniões sobre um tópico. Ele falou sobre o site Mashable. Apesar de Singer não ser o blogueiro mais famoso, seu comentário foi visto pelo CEO do Mashable e deu início a uma discussão acalourada.

O ponto é: opiniões ganham notoriedade.

Já que o seu objetivo é entrar em um nicho e dominá-lo, você tem que desenvolver opiniões baseadas em pesquisas. Seu status de “neófito” não importa. De fato, por ser novo, você provavelmente traz perspectivas que os veteranos não trazem.

Como você compartilha sua opinião? Aqui estão algumas conclusões:

  • Deixe claro que é a sua opinião. “Minha opinião é que…”
  • Sustente sua opinião. “A razão por que eu penso assim é que…”
  • Compartilhe seus sentimentos também. “Eu fico frustrado quando vejo pessoas desperdiçando recursos, porque…”
  • Convide as pessoas a responder. “Essas são minhas ideias baseadas na minha experiência, mas eu gostaria de saber o que outros profissionais pensam.”

Conclusão

Não fique desencorajado se você está abrindo um novo caminho para você em um novo nicho. Seus primeiros artigos vão ser lentos, difíceis e vão tomar muito tempo. Continue escrevendo. Continue pesquisando.

Não fique muito preocupado com sua voz ou seu estilo ainda. Apenas escreva. Quanto mais fizer isso, melhor fará… e mais poderoso você irá ficar.

Já tentou escrever para um novo nicho? Como foi sua experiência?

curso_de_redacao_web-750x200

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

6 estratégias de escrita que aumentam o tráfego dos blogs

alt Redator Rock Content
jul 20, 16 | Leitura: 5min

6 blogs que mandam ver em conteúdo audiovisual!

alt Redator Rock Content
fev 13, 17 | Leitura: 7min

O que é preciso para seguir a profissão de revisor?

alt Raphael Alves
nov 1, 21 | Leitura: 11min

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.