Como encontrar ideias de conteúdo perfeitas para o seu público? Estes 6 métodos vão facilitar a sua vida!

Para pesquisar assuntos relevantes para incluir no seu conteúdo, nós utilizamos algumas técnicas fundamentais. Conheça agora ferramentas e hacks que vão facilitar a sua vida e ajudá-lo a criar conteúdos épicos.

Como encontrar ideias de conteúdo perfeitas para o seu público? Estes 6 métodos vão facilitar a sua vida!

Você está criando conteúdos para a web e seu prazo está cada vez mais perto do fim, mas a tela ainda está em branco (ou quase).

Então, você se pergunta: “sobre o que eu devo falar?”.

Não importa se você está procurando um tema para post ou ideias para um assunto pré-definido, há formas de encontrar tópicos interessantes por toda a internet!

Aprenda agora como incrementar a sua pesquisa de conteúdo usando ferramentas incríveis da web — e também algumas técnicas super atuais no mundo do Marketing de Conteúdo.

Confira!

    1. Encontrar assuntos usando ferramentas de palavra-chave

    Existem dezenas, talvez centenas de ferramentas de pesquisa de palavras-chave. Muitas delas nós tratamos aqui, como o Keyword Tool.

    Hoje, vamos aprender a usá-los para conseguir insights sobre assuntos para blogar!

    Sugestões da Busca Google

    Essa é uma das formas mais básicas de saber o que está atraindo o seu público. Ao realizar uma busca no Google, ele auto-completa os termos inseridos, o que você já deve saber.

    No entanto, o que nem todos sabem é que isso é feito com base no volume de pesquisas realizadas com determinada palavra-chave.

    Ou seja, é como uma pesquisa breve, feita imediatamente, que retorna tópicos relacionados ao assunto que você está buscando. Em outras palavras, é uma mina de ouro para quem está escrevendo.

    Veja alguns temas que encontro imediatamente, somente ao pesquisar uma palavra-chave qualquer, como esta: “livros online”.

    Keyword Tool

    Frequentemente falamos do KeywordTool.io aqui em nosso blog, mas não é à toa. Essa ferramenta é gratuita e bem prática.

    Além de mostrar resultados relacionados e relevantes, o software gera uma lista super completa — bem maior do que a caixinha de buscas do Google — além de também mensurar outros motores de busca, como Bing, Yahoo e outros!

    SerpStat

    Confesso que esta é uma ferramenta recente, mas também ganha pela praticidade. O SerpStat é uma ferramenta bastante ampla de search engine marketing.

    E, com isso, a funcionalidade de sugestão de palavras-chave, além de super completa, também tem uma interface bem interessante, que exibe diversos termos relacionados e palavras-chave head tail.

    Muito bacana, não é mesmo? E você ainda pode navegar por outras opções ali dentro, que podem ser úteis para diversos fins.

    No entanto, o SerpStat ainda não cobre domínios no Brasil e, por isso, tive que fazer a minha pesquisa em inglês. Nesse caso, fez bastante sentido, mas isso é algo que você deve avaliar antes de usar essa ferramenta!

    Muito bacana, não é mesmo? E você ainda pode navegar por outras opções ali dentro, que podem ser úteis para diversos fins.

    No entanto, o SerpStat ainda não cobre domínios no Brasil e, por isso, tive que fazer a minha pesquisa em inglês. Nesse caso, fez bastante sentido, mas isso é algo que você deve avaliar antes de usar essa ferramenta!

    Answer the Public

    O Answer The Public é uma das minhas ferramentas preferidas na web. Com apenas um clique você pode, além de encontrar palavras-chave relacionadas, separá-las por tipo de pergunta (o que, como, onde etc) ou preposição (para, ou, com).

    Keyword Magic Tool

    O Keyword Magic Tool é uma poderosa ferramenta para encontrar palavras-chave em diferentes formatos e obter insights de conteúdos úteis para uma audiência.

    Essa é uma ferramenta prática e intuitiva. A partir da palavra-chave que você coloca na barra de buscas, você tem acesso a uma lista completa com vários termos relacionados.

    Você também pode usar os “modificadores” para obter resultados mais específicos. Um dos modificadores é o “Phase Match”, com o qual a ferramenta mostra opções que usam a palavra-chave em várias expressões

    Por exemplo, se você buscar por “marketing de conteúdo”, você vai encontrar “marketing de conteúdo a moeda do século XXI” e “marketing de conteúdo exemplos”. Ou seja, variantes que podem inspirar novos conteúdos!

    Outro filtro extremamente útil é o “Questions”, por meio do qual você confere perguntas que usam a palavra-chave que você buscou. Para “marketing de conteúdo”, os primeiros resultados são “o que é marketing de conteúdo”, “quanto custa fazer o marketing de conteúdo” e “para que serve o marketing de conteúdo”. É ou não uma boa ideia?

    2. Encontrar assuntos usando mídias sociais

    Mídias sociais são lugares onde as pessoas estão sempre interagindo e se posicionando. Por isso, se você busca algo mais específico e dinâmico do que as ferramentas tradicionais de busca, as redes podem ser o lugar perfeito.

    Grupos de Facebook

    Esta é uma dica básica. Se você quer saber quais tópicos a sua audiência está buscando, por que não perguntá-la diretamente?

    A desvantagem, aqui, é que as respostas dependem das pessoas, e podem demorar a vir. Então, nem sempre você conseguirá informações interessantes rapidamente.

    Você pode:

    1. Analisar as perguntas em um grupo específico.
    2. Fazer uma pergunta você mesmo e aguardar as respostas.

    Nesse exemplo, perguntei em um grupo de especialistas em cursos online sobre o que motivaria um redator freelancer a criar o seu próprio curso.

    Com as respostas que eu obtive, além da discussão que eu provoquei, tirei diversos insights e consegui encontrar o ponto certo para abordar em um conteúdo.

    BuzzSumo

    O BuzzSumo é uma ferramenta incrível de rastreamento de conteúdo. Buscando uma palavra qualquer no BuzzSumo, ele exibe também o volume de compartilhamento em mídias sociais.

    Observe:

    Demais, não? Se o que você busca são assuntos que viralizam nas redes, essa tática vai te ajudar muito.

    Além disso, você pode testar a ferramenta de análise específica para Facebook.

    Mesmo que você não queira assinar, você pode testar o produto durante 14 dias e verificar se vale a pena utilizar essa (ou outra) funcionalidade do BuzzSumo para encontrar temas relevantes para blogging.

    Enquetes do Instagram

    As enquetes do Instagram são uma maneira divertida e simples de engajar e interagir com os seguidores. As perguntas diretas geram dados que podem ser usados para encontrar ideias de conteúdo.

    Basta usar a pergunta certa para atrair a atenção da audiência. Os temas variam de acordo com o nicho da marca. Mas perguntas do tipo “O que você gostaria de ver por aqui?”, com duas opções curtas, não exigem muito tempo do usuário e permite colher informações sinceras do público.

    Trending topics do Twitter

    O algoritmo do Twitter ranqueia os principais tweets que estão “em alta” na rede para que os usuários saibam quais são os assuntos mais falados no mundo atualmente. Esse ranking é o Trending topics.

    Vale a pena usar o Trending Topics do Twitter para saber quando o seu cliente pode usar um desses tópicos e criar um conteúdo que ajude verdadeiramente sua audiência.

    3. Obter ideias de conteúdo por benchmarketing

    Benchmarketing é um conceito usado para se referir ao ato de analisar profundamente estratégias de empresas que atuam em determinado segmento ou em segmentos semelhantes.

    O termo “Banchmarketing” vem de “benchmark”, que significa “referência”. A ideia desse conceito é analisar e interpretar referências, de modo que seja possível criar ações que funcionem para uma empresa em determinado segmento.

    Ao buscar todas as ações elaboradas pela concorrência e as estratégias que deram certo para os líderes do mercado, a empresa tem um “norte, ações que merecem mais atenção para serem reinterpretadas de acordo com a sua realidade.

    O benchmarketing no Marketing de Conteúdo bastante usado com o objetivo de obter novas ideias de posts. Para fazer isso, comece selecionando os blogs e/ou redes sociais de pelo menos três líderes do segmento que está no seu foco.

    Tenha alguns indicadores para organizar os dados para a análise posterior. Você pode, por exemplo, separar sua busca de acordo com o formato dos conteúdos (“e-books”, “infográficos” etc.).

    Colocar os dados em uma planilha, organizados a partir dos indicadores, é uma boa ideia para facilitar a comparação. Compare os conteúdos das empresas do mesmo segmento para identificar temas recorrentes e formatos de conteúdos. Assim, você começará a entender o que pode dar certo para a estratégia de conteúdo do seu cliente.

    4. Acompanhar os temas quentes no Google Alerts

    O Google Alerts é uma ferramenta gratuita do Google que permite acompanhar os assuntos mais interessantes de acordo com o critério que você deseja utilizar. É possível monitorar novidades usando como filtro diversos aspectos, não só termos específicos, mas também tipos de conteúdo, fontes, localização e muito mais.

    O melhor de tudo é que você pode receber notificações no e-mail sempre que um novo conteúdo do seu interesse for publicado na internet. A sua principal funcionalidade quando falamos de Marketing de Conteúdo é servir de fonte para ideias de novos conteúdos para um blog ou rede social.

    Com o Google Alerts na sua estratégia de conteúdo, você pode monitorar referências estrangeiras em determinado segmento. Existe uma quantidade abundante de materiais em inglês sobre diversos assuntos que podem gerar novas ideias. Dessa forma, você se atualiza com tendências que primeiro impactam o mercado estrangeiro antes de chegar ao Brasil.

    5. Usar o SlideShare

    Já ouviu falar do SlideShare? É uma rede social voltada para o compartilhamento de slides, e-books, sequência de fotos, gráficos, infográficos e outros materiais visuais que são inspiradores, chamam atenção e geram novas ideias. Você tem acesso a milhares de conteúdos para baixar, além de ter espaço para compartilhar conteúdos.

    Ao usar o SlideShare, você pode seguir tópicos favoritos para monitorar as últimas publicações e as mais populares sobre assuntos do seu interesse. Isso facilita muito a busca por conteúdos sobre temas específicos.

    Não é uma rede social tão popular como o Instagram, o Facebook ou o Twitter, e, por isso mesmo, ela se torna uma fonte ainda mais preciosa de boas ideias!

    6. Atualizar conteúdos antigos

    Às vezes, as ideias de conteúdo para engajar mais usuários estão na própria base de dados da empresa. Atualizar conteúdos antigos, diferentemente do que muito pensam, é uma estratégia que ajuda a tornar os blogs mais atrativos para os buscadores. A atualização envolve alterações de SEO, atualização de porcentagens e informações datadas, entre outras mudanças.

    Existem vários fatores para você conseguir saber se é o momento ideal de atualizar conteúdos antigos. Por exemplo, o tempo mínimo de 6 meses de publicação no blog deve ser seguido. Além disso, vale a pena atualizar conteúdos que estão bem ranqueados no Google.

    Espero que as dicas de hoje tenham sido relevantes! Todas as informações que você encontrará na web podem gerar ideias de conteúdo para o seu blog ou blog do seu cliente. Por isso, vale a pela otimizar os meios pelos quais você se mantém em dia com as notícias. Qualifique suas fontes de dados para ter boas inspirações daqui para frente!

    As ferramentas que vimos aqui são maneiras de produzir conteúdos relevantes para uma audiência. Mas para entender como elas se integram a outras estratégias de SEO, confira nosso Webinar completo sobre Mapeamento de Conteúdo.

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.