Por Gabriel Camargo

Redator freelancer da Rock Content.

Publicado em 13 de fevereiro de 2020. | Atualizado em 12 de maio de 2020


Os consumidores estão cansados de tantos anúncios e propagandas, o que torna a geração de demanda ainda mais importante. A partir de conteúdos relevantes, é possível atrair usuários que não conheciam a sua empresa e, futuramente, transformá-los, de fato, em seus clientes.

Por muito tempo, as empresas viram o Marketing apenas como uma forma de promover suas marcas e para disputar espaço na mente do consumidor.

Um erro grave, especialmente por afastar outra área vital para o sucesso de qualquer negócio: Vendas. Ao trabalhar os dois setores em conjunto, torna-se muito mais fácil, por exemplo, aplicar o conceito de geração de demanda.

Em um mercado amplamente disputado, não é fácil encontrar o seu diferencial competitivo, afinal, seus concorrentes também têm seus benefícios para oferecer, certo?

O que fazer, então, para que mais usuários conheçam, se interessem e se tornem clientes da sua marca? Uma maneira eficiente é despertar o interesse nos consumidores e aproximá-los da sua empresa.

A resposta para esse desafio é justamente a geração de demanda. Apesar dos benefícios, é preciso ter muita organização e foco para aproveitar melhor os seus recursos com essa estratégia. Por isso, vamos abordar os seguintes tópicos neste artigo:

Ficou curioso e quer saber mais? Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas!

O que é geração de demanda?

A geração de demanda consiste na aplicação de estratégias que despertem o interesse dos consumidores na sua empresa, com foco especial naqueles usuários que ainda não faziam parte da jornada de compra da sua companhia.

Ou seja, o objetivo é gerar demanda do público em relação aos produtos, soluções e/ou serviços que o seu negócio oferece.

A partir do fortalecimento do Brand Awareness da sua empresa, a tendência é que mais consumidores em potencial se interessem pelo que você tem a oferecer.

Na prática, é uma forma de gerar mais receita para o seu negócio e, a longo prazo, estabelecer relacionamentos mais próximos com os clientes, aumentando, por exemplo, a sua taxa de fidelização.

Com tantos anúncios e propagandas sendo promovidos diariamente nos mais diversos canais e plataformas, os consumidores já não prestam tanta atenção em tudo o que recebem. Sendo assim, é necessário causar um impacto no usuário.

Como? Por meio da criação de conteúdos que sejam do seu interesse e, a partir desse ponto, pela construção de um trabalho aprofundado de nutrição dos leads.

A prática, portanto, consiste na atração dos clientes que estão navegando pela internet na busca por – acredite se quiser – sua solução. Isso significa colocar na mira da sua empresa usuários que não conheciam o que ela tem a oferecer.

Para isso acontecer, porém, é necessário um trabalho em conjunto entre os setores de Marketing e Vendas.

Podemos dizer, então, que a geração de demanda trabalha com dois fatores importantes de cada uma dessas áreas: o Marketing de Conteúdo e o Guia de Vendas da sua empresa.

A partir de materiais relevantes, nutrição dos leads e ferramentas de automação, é possível definir quais são as melhores estratégias de vendas para utilizar e aumentar as chances de sucesso das suas ações.

Ebook VendarketingPowered by Rock Convert

O que fazer para colocar esse conceito em prática? 

Como adotar a estratégia de geração de demanda com eficiência? Para não deixar você na mão, separamos algumas dicas importantes para fortalecer a presença da sua marca entre os consumidores e, mais importante, transformá-la em oportunidades de negócio.

Confira!

Gerar conteúdo de qualidade 

O fator primordial para o sucesso de uma estratégia de geração de demanda é, sem dúvidas, a produção de conteúdo de qualidade.

Afinal, a internet está repleta de informações, dados e materiais das mais variadas fontes e diferentes formatos e, por isso, mais do mesmo não vai ser o suficiente para garantir, por exemplo, que o usuário clique em sua página.

A partir de conceitos do Marketing de Conteúdo, é possível entender quais são as principais dores, demandas e objetivos dos seus alvos, tornando a sua produção mais precisa.

Quanto melhor e mais relevante for o conteúdo produzido, maiores serão as chances de o usuário conhecer, se interessar pela sua empresa e, aos poucos, se transformar em um cliente.

Trabalhar o funil de vendas

De nada adiantará criar materiais relevantes se, na prática, eles não forem do interesse de quem está lendo. E a melhor forma de saber o que falar, como falar e o momento mais adequado para isso é contar com o auxílio do funil de vendas.

Ao entender em qual estágio cada lead está dentro do processo de venda, as suas mensagens se tornam mais precisas, gerando um impacto real no usuário.

Focar na nutrição de leads

Quando falamos sobre a integração entre Marketing e Vendas, falamos sobre o fechamento de uma negociação.

A partir da nutrição de leads, é possível garantir o aprendizado de cada usuário, qualificando ainda mais o contato para que os profissionais responsáveis pelas negociações tenham mais chances de conseguir a conversão.

Considere a automação 

Um dos grandes desafios de qualquer profissional de Marketing Digital atualmente é encontrar tempo para executar todas as suas responsabilidades.

Sendo assim, é importante abraçar a transformação digital e aproveitar os benefícios que ela oferece, como soluções e softwares para automatizar os processos internos, especialmente em relação ao tratamento dos leads.

Use a estratégia de social selling

De acordo com o Social Media Trends 2019, mais de 96% dos usuários que estão conectados à internet também possuem uma conta em uma rede social.

Ou seja, muitos consumidores em potencial estão navegando pelas diferentes plataformas e, por isso, você deve explorar as possibilidades desses canais ao investir em estratégias de social selling.

A partir do engajamento mais natural e orgânico que acontece nas redes sociais, é possível criar um relacionamento direto com o consumidor em potencial.

Além de acompanhar a sua jornada pelo funil de vendas, o acesso ao perfil de cada lead é simplificado, garantindo mais informações relevantes para a sua equipe de Vendas.

Teste e mensure resultados

Como é de praxe em qualquer estratégia de Marketing Digital, é fundamental ficar de olho nos resultados gerados pelas ações que você colocar em prática.

Teste formatos, modelos, tons de voz, abordagens, canais de contato, enfim, explore as variadas opções existentes e faça a mensuração do que funciona e do que precisa melhorar, por exemplo. Assim, fica mais fácil identificar se as suas ações estão, de fato, funcionando conforme o esperado.

Qual é a importância de realizar esse trabalho?

A geração de demanda proporcionará uma maior precisão das suas ações de Marketing e, é claro, das abordagens do time de Vendas. Mas é muito mais do que isso: a integração entre esses dois setores permite a criação de laços mais próximos com quem mais interessa: o consumidor.

Para quem busca, por exemplo, fidelizar a sua base de clientes, esse é um dos caminhos indicados.

Além disso, de acordo com um estudo realizado pelo TAS Group, quando as tecnologias – ou seja, softwares, ferramentas e outras soluções – das áreas de Marketing e Vendas não estão em sincronia, as perdas em receita podem superar os 10% ao ano.

Ao mesmo tempo, quando o trabalho em conjunto é feito, a taxa de retenção de clientes tem um aumento de, em média, 36%.

Outro benefício é o fechamento de novas transações, com o aumento de conversões de vendas na casa dos 38%. As razões para tanta diferença em relação a quem não investe, por exemplo, na geração de demanda?

O mesmo levantamento mostra que 95% dos consumidores preferem as empresas que oferecem muito conteúdo e as ajudam em cada estágio do processo de venda.

Ainda não está convencido da importância da geração de demanda e de como o relacionamento mais próximo pode ser um diferencial? Pouco menos de 80% dos leads não são convertidos em transações.

Isso significa mais uma oportunidade para que você invista nessa estratégia e consiga, de fato, se diferenciar dos principais concorrentes.

Apesar de complexo, o trabalho de geração de demanda é fundamental para quem deseja aplicar melhor os recursos disponíveis para o setor.

Trabalhando em conjunto, a tendência é que Marketing e Vendas possam gerar retornos cada vez melhores para o seu negócio, além de criar uma relação mais próxima e natural com os seus clientes.

Agora que você já sabe o que é a geração de demanda e como ela pode ajudar a sua empresa a se diferenciar da concorrência, que tal saber como dar o próximo passo?

Afinal, é preciso fechar as vendas, certo? Então, baixe o nosso ebook completo e saiba como gerar mil pedidos de orçamento por mês e como convertê-los em clientes!

Powered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *