Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 25 de novembro de 2018. | Atualizado em 25 de março de 2019


O Google Lens é uma inovação do Google Assistant, que permite aos usuários a pesquisa por meio da câmera do smartphone. Além de ser um recurso prático de usar, a ferramenta diz muito sobre o futuro dos buscadores e os novos hábitos de compra na internet.

É verdade que a busca por voz tem os holofotes do momento e vários profissionais estão aprimorando seus conhecimentos em otimização de pesquisas para atender a esta demanda que cresce cada vez mais.

Por outro lado, a tecnologia não para de impressionar e a realidade aumentada, junto a inteligência artificial, trouxe-nos a busca por imagem.

Já pensou em apontar a câmera do seu celular para um cachorro e o Google responder para você qual é a raça dele? Ou melhor, e se fosse possível encontrar um produto que você quer muito comprar apenas escaneando-o? Pois é, isso tudo já é possível!

Com o Google Lens, os usuários de smartphones podem usar a câmera do dispositivo para obter informações diversas sobre objetos físicos e seres vivos, como peças de roupas, produtos no mercado, animais, plantas e, até mesmo, prédios e monumentos em uma cidade.

Legal, não é? Agora, acompanhe tudo o que você precisa saber sobre o Google Lens e como utilizá-lo na prática!

Google Lens e as buscas por imagem

Em 2017, na Conferência de Desenvolvedores do Google I/O, o Google fez o lançamento de seu novo recurso para pesquisas na internet, o Google Lens, criado para atender às necessidades das buscas por imagens.

Basicamente, a ferramenta permite escanear qualquer coisa ao seu redor e obter mais informações sobre ela.

Logo, o Google Lens se tornou um dos recursos mais importantes do Google Assistant. Basta usar a câmera do seu smartphone para buscar informações sobre algum objeto, animal, texto e até código de barras.

Com a união das tecnologias de inteligência artificial e realidade aumentada, desenvolveu-se um sistema que, ao focar a câmera em um item específico, permite ao Google realizar uma seleção de informações relevantes sobre o objeto em questão.

Entre as possibilidades de pesquisa, estão:

  • distinguir espécies de plantas e raças de animais;
  • obter dados históricos e de funcionamento de estabelecimentos na cidade;
  • encontrar produtos semelhantes ao buscado pela câmera;
  • comparar preços de produtos;
  • reproduzir vídeos ao apontar para um poster;
  • traduzir textos ao focar em um trecho escrito;
  • identificar pontos turísticos e históricos;
  • reconhecer obras de arte em museus e nas ruas.

Melhorias no Google Lens

Para aprimorar cada vez mais a ferramenta, o Google colocou uma opção de feedback no recurso, que ativa sempre que o Google Lens não consegue identificar a figura focada na câmera.

Com as respostas dos usuários, a inteligência artificial se encarrega de aprender mais sobre o mundo e trazer informações ricas para nós.

Outra melhoria para as buscas por imagens está no localizador em tempo real.

Isso quer dizer que a câmera do seu smartphone reconhecerá um objeto antes mesmo de você tocar no visor para “habilitar” a pesquisa. Assim, a pesquisa se torna ainda mais prática e rápida.

Dispositivos com o recurso disponível

O Google Lens está disponível para quase todos os smartphones com Android. Para iPhones, é possível usar o Google Lens por meio do Google Fotos ou no aplicativo do Google.

Se o Google Lens não estiver disponível para você, há outros meios de realizar a busca por imagem. Por exemplo, o próprio Bing disponibilizou uma ferramenta chamada Bing Visual Search, que apesar de ser inferior ao Google Lens, é mais uma opção disponível para pesquisa.

E tudo começou com o Google Goggles

É isso mesmo, o Google Lens não foi o pioneiro nas buscas por imagem. Desde 2009 que o Google já estava explorando esse tipo de pesquisa, antes mesmo da gente sequer pensar em tal possibilidade.

Na época, o recurso de ponta era o Google Goggles, um aplicativo de reconhecimento de imagem que escaneava diversos produtos, entre eles os livros, cartões de visita, códigos de barra, entre outros.

A ferramenta ainda não era tão precisa, mas os resultados já impressionava os usuários.

Por fim, o que aconteceu foi que o Google Goggles não recebia nenhuma atualização há muito tempo. Foi então que, em 2014, a empresa finalmente deu o aviso de que o aplicativo não seria mais utilizado.

Como usar a busca por imagens

Para começar a sua busca por imagens no Google Lens, acesse o assistente virtual da Google no seu smartphone.

Depois, veja se entre os seus recursos está um ícone com a imagem de uma câmera, como na imagem abaixo. Ao tocar na opção, o Google Lens já habilitará a sua câmera para você começar sua pesquisa.

Uma lista com diferentes tipos de buscas aparecerá assim que sua câmera ativar. Ela ajuda a visualizar as possibilidades dos resultados no Google Lens, que podem ser: texto, produtos, livros e mídia, lugares etc.

Lembre que, ao escanear um objeto, o foco da imagem é essencial para uma pesquisa, já que quanto mais detalhada for a captura, melhor será a resposta do Google para ela.

Se o objetivo é encontrar produtos semelhantes, como uma peça de roupa, basta focar no objeto como um todo. Isso funciona, também, para informações sobre animais, plantas e pontos turísticos nas cidades.

Busca por caneca no Google Lens
Busca por canecas semelhantes
Busca por canecas no Google Lens
Resultados semelhantes encontrados

Por outro lado, se a intenção é saber mais sobre uma marca ou obter um comparativo de preços, o melhor é focar a imagem no rótulo do objeto, que contém informações importantes como a marca, o tipo de produto e outros.

Em resumo, quanto mais específica for a imagem, mais informações relevantes o Google conseguirá reunir e levar até você.

Busca por livro no Google Lens
Resultado de busca por livros
>
Resultado de busca por página do livro

Busca por imagem e o marketing digital

Assim como a pesquisa de voz já é uma realidade no mercado, e tem uma boa parcela da atenção do público, a pesquisa visual é a próxima a se popularizar entre o público.

As pessoas costumam processar informações visuais muito mais rápido do que texto, inclusive, uma pesquisa da Kissmetrics mostra que 93% dos consumidores consideram os recursos visuais como fatores decisivos em um escolha de compra.

É por isso que empresas e profissionais de marketing digital já estão estudando as novas possibilidades que o Google Lens trouxe ao mercado.

Aliás, quem já investe emconteúdos com imagens e vídeos estão um passo à frente quanto às buscas visuais, principalmente quando se trata da riqueza de imagens nos catálogos de produtos vendidos no comércio eletrônico.

Além disso, grandes players apostam em suas próprias ferramentas, como o eBay, que criou o Find It On eBay, para que os consumidores possam localizar os produtos desejados apenas apontando a câmera para um objeto igual ou semelhante ao desejado.

Mais satisfação do público

Você já teve alguma experiência frustrante de procurar no Google algo que gostaria de comprar e não encontrar um produto igual ao que viu na loja física ou na casa de um amigo?

Pois é, as imagens dos resultados do Google nem sempre correspondem ao termo de busca, assim como os vídeos.

Prova disso está no comportamento de procura, que mostra como os usuários fazem para encontrar exatamente o produto que desejam.

Um exemplo comum é especificar a cor de um móvel, o estilo de uma roupa, o formato de um objeto ou demais adjetivos que ajudem o usuário a achar o que está em sua mente.

É por isso, também, que a busca por imagem e o Google Lens traz otimismo para o mercado digital. Por meio da pesquisa visual, fica muito mais prático de ajudar o consumidor a achar o produto perfeito, além de facilitar a decisão de compra.

Google Lens e “Ok Google”

É claro que o Google está sempre buscando por melhorias em seus mecanismos de pesquisa em vez de ficar focado somente nas tradicionais buscas por texto.

O primeiro avanço veio com o “ok Google”, que já mudou completamente o nosso modo de tirar dúvidas frequentes.

Porém, o Google Lens não fica para trás e está chamando atenção de todo mundo que trabalha com o meio digital.

O ideal é ficar de olho em todos os tipos de buscas disponíveis para os usuários.

As dicas de SEO mudam para cada tipo de pesquisa, então, não adianta achar que saber tudo sobre palavras-chave é o suficiente para trazer resultados em pesquisas de voz e de imagem. Os hábitos estão mudando e sempre é hora de adquirir mais conhecimento!

Por isso, agora que você já está por dentro do que é o Google Lens e um pouco sobre as buscas visuais, corra para ler o conteúdo sobre pesquisa por voz: entenda a importância desse fator para SEO e fique atualizado sobre todos os recursos disponíveis para os usuários no Google Assistant!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *