Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 26 de março de 2020. | Atualizado em 30 de março de 2020


Qualquer página, incluindo a sua empresa, pode receber um vírus se não for bem protegida. Um dos primeiros passos para minimizar danos é saber como remover malware e como prevenir sua entrada. Descubra mais a respeito nesse texto.

A segurança de dados é um tema cada vez mais importante, especialmente para uma empresa. Além de saber como criar um site, o empreendedor também precisa aprender como protegê-lo, especialmente na hora de remover malware.

Caso sua página carregue um código malicioso, isso afetará diretamente todos os clientes que tentarem te visitar. Além de ser um grande risco para os usuários, também trará uma má reputação para seu site. Por isso que, para te ajudar, vamos explicar como remover malwares do seu site e se prevenir contra futuros problemas.

Neste artigo você verá:

  • quais são os principais tipos de malware;
  • como identificar que o meu site foi infectado;
  • como o malware se instalou;
  • como manter o site da sua empresa protegido;

Acompanhe e descubra como proteger seu site!

Quais são os principais tipos de malware?

Antes de falar sobre a identificação destes programas, vale a pena entender quais são os principais malwares, ou “códigos maliciosos”. Veja aqui uma lista com os mais comuns.

Spyware

É um software que monitora as ações do usuário, registrando coisas como suas teclas, histórico de acesso, etc. É normalmente usado para obter dados de forma ilícita, incluindo coisas como cadastros, senhas, contas bancárias, endereços, etc. É preciso se precaver, em especial se você é dono de um e-commmerce.

Trojan

São similares aos spywares, porém, estes ficam disfarçados de outros tipos de programa que parecem ser legítimos e inofensivos. Quando são executados, estes começam a espionar seus dados e manipular arquivos.

Vírus

Um tipo bem conhecido de malware, tanto que algumas pessoas confundem os termos. Um vírus é um tipo específico de código que se replica e infecta outros arquivos no caminho. Isso o torna especialmente perigoso quando em um site muito acessado.

Ransomware

“Ransom” é traduzido como “resgate”, que é o que estes malwares fazem. Uma vez dentro do computador, eles sequestram arquivos e, quando o usuário percebe, ele é compelido a pagar um valor para receber os arquivos de volta.

Como identificar que o meu site foi infectado?

O primeiro passo para remover malware de qualquer página é identificar se o seu site possui algum. E os sinais podem ser um pouco sutís em alguns casos. Veja aqui os principais sinais.

Redirecionamentos externos inesperados

Algo comum em malwares é redirecionar hiperlinks do seu site para páginas de phishing, propaganda, spam ou fazer o download de outros malwares. Quando aparece um pop-up inesperado, é sinal de que há um programa assim em ação.

Não conseguir fazer login

Alguns códigos maliciosos podem danificar dados de login, fazendo com que seja impossível acessar seu perfil. Em casos mais graves, é sinal de que sua senha e dados de acesso já foram alterados por terceiros.

Site desconfigurado

A adição de códigos maliciosos a uma página pode provocar algum efeito colateral, como uma mudança no layout ou um texto mal formatado. Caso você note algum destes sinais, vale a pena averiguar com mais atenção.

Powered by Rock Convert

Arquivos desaparecendo

Obviamente, se algum arquivo some do seu site sem que nenhuma pessoa o tenha deletado, então um malware pode estar manipulando seus dados. É o caso principalmente com ransomwares.

Como o malware se instalou?

Assim como existem vários tipos de malware, também existem várias formas de infecção. Porém, os três mais comuns são: utilizar uma máquina já infectada para fazer edições no site; fazer upload de arquivos contendo malwares; instalar plugins e recursos sem verificar sua procedência. Como já mencionamos, muitos desses códigos maliciosos se escondem em plena vista.

Como remover o malware?

Digamos que seu site está infectado. Nesses casos, há algumas atitudes que você deve tomar para remover a ameaça. Confira aqui os principais exemplos.

Instalação e verificação de antimalwares e firewalls

O primeiro passo é fazer uma verificação em todo o site com softwares de segurança adequados. É importante ter, pelo menos, um antimalware e um firewall sempre ativos.

Escanear arquivos do site

Em seguida, você deve verificar todos os arquivos da página e tratar aqueles que contém códigos maliciosos. Isso pode envolver a remoção do código ou a exclusão completa do arquivo.

Gere novas chaves criptográficas

É bem provável que o malware também tenha conseguido identificar a criptografia usada para proteger sua página e seus usuários. Sendo assim, o melhor a fazer é gerar novas chaves e renovar a criptografia do site como medida de segurança.

Remover usuários antigos ou desconhecido

Por fim, alguns destes problemas podem ser resultado da presença de um usuário inativo ou desconhecido. Contas não usadas são portas de entrada para hackers, enquanto usuários desconhecidos podem ser criados pelos próprios invasores. Para remover malware, você também precisa remover estes usuários.

Como manter o site da sua empresa protegido?

Além de pensar na remoção, também é importante prevenir novos casos. Veja aqui algumas dicas para minimizar estes riscos em seu negócio.

Acesso e modificações por máquinas não-infectadas

Manter os computadores em si protegidos é outra forma de evitar que malwares cheguem até seu site. Deixe os antimalwares e firewalls da sua empresa sempre atualizados, especialmente em máquinas que modificam seu site.

Capacite sua equipe para agir com segurança

Em muitos casos, é o descuido ou falta de orientação de um colaborador que deixa esses códigos entrarem. Sendo assim, instruir sua equipe para tomar os cuidados certos é a melhor forma de se prevenir.

Utilize uma plataforma segura

Por fim, mas não menos importante, a plataforma de hosting do seu site também deve ser segura. Boa parte da segurança de dados vem justamente do seu provedor, então você precisa escolhê-lo com cuidado.

Com essas informações, você está um pouco mais preparado para remover malware do seu site e evitar danos ao seu público. Também é sua responsabilidade garantir que os dados da sua empresa e de seus clientes estejam sempre seguros.

Quer se aprofundar um pouco mais no tema? Então veja nosso artigo falando sobre o Really Simples SSL e tenha mais um recurso para manter seu site seguro.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *