Por Kellison Ferreira

Publicado em 6 de fevereiro de 2020. | Atualizado em 5 de março de 2020


O SEO Copywriting permite que os conteúdos que você produz estejam mais capacitados a serem bem rankeados por motores de busca. O conceito é permitir que a escrita, além de qualificada ao leitor, também gere um posicionamento melhor na web, trazendo mais tráfego e resultados!

Estratégias de atração não são nenhuma novidade quando falamos de Marketing Digital, mas ainda que elas sejam uma escolha, é preciso refinar sua aplicação. Parte disso está relacionado à etapa mais prática do trabalho: a escrita.

Mais do que simplesmente escrever bem é necessário adequar esse conteúdo para a web, e é por isso que SEO Copywriting é tão importante.

Conteúdos para blogs são diferentes, por exemplo, de artigos para revistas ou matérias jornalísticas. No entanto, não se trata só de linguagem, mas também dos meios de veiculação.

Para estar em destaque e realmente atrair tráfego, ou seja, leitores interessados no assunto do qual você trata, é preciso usar técnicas e evitar falhas. Para isso, é fundamental adequar seu conteúdo!

Aqui, falaremos mais sobre:

Saiba mais a seguir!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
 

O que é SEO Copywriting e para que serve?

SEO Copywriting é a técnica de desenvolver conteúdos escritos otimizados para mecanismos de busca na web.

Na prática, trata-se de produzir textos para serem encontrados mais facilmente quando alguém faz uma pesquisa em mecanismos de busca, como o Google. Assim, há técnicas específicas para garantir que eles estejam em destaque.

É sempre importante partir do princípio da abordagem, que nesse caso é de Inbound Marketing. A atração é a base do trabalho, ou seja, a ideia é oferecer conteúdo interessante para garantir que seu público-alvo seja atraído.

No caso, esse conteúdo é escrito e vem por meio dos posts para blogs, aí já entrando em uma estratégia dentro da abordagem de atração: o Marketing de Conteúdo.

A relação do Marketing de Conteúdo com SEO Copywriting

Em estratégias de Marketing de Conteúdo, a ideia é manter um blog sobre o tema central do seu negócio, ou que tenha relação direta.

Por exemplo, se você vende produtos veganos, o blog falará sobre o estilo de vida vegano, alimentos desse tipo e tudo mais que estiver relacionado.

A ideia é veicular posts no seu blog que sejam capazes de atrair pessoas interessadas no assunto. A partir daí, seguindo a estratégia de atração, serão produzidos conteúdos de diversos níveis de profundidade.

Assim, é possível gerar tráfego de atração e estimular os leitores a realizar ações específicas, como assinar uma newsletter, informar dados de contato ou, por fim, comprar.

Acontece que, para garantir que esses textos gerem tráfego, é preciso muito mais do que escrever um conteúdo bom e que seja interessante para o leitor. Ele só conseguirá chegar a esse post se houver preocupação quanto à otimização do conteúdo para os mecanismos de busca, como o Google.

A necessidade de se aprofundar e qualificar o conteúdo

É justamente diante dessa necessidade que entra o SEO Copywriting, capacitando aquele conteúdo a estar mais visível. Na prática, as técnicas, que são das mais variadas, fazem com que o post esteja entre os primeiros resultados de uma pesquisa.

Mais do que usar as palavras-chaves com alto número de buscas, é preciso pensar em detalhes mais aprofundados.

Para quem deseja produzir conteúdos e alimentar uma estratégia sólida, é realmente importante dominar os conceitos mais básicos de SEO Copywriting.

As razões para isso são claras e podem ser vistas na Content Trends, pesquisa nacional sobre Marketing de Conteúdo. Entre as empresas respondentes do estudo, 67,3% afirmaram adotar essa estratégia.

Quando falamos em números, é possível perceber que há competitividade na busca por um espaço na primeira página nos resultados de pesquisa. Em meio a tanto conteúdo, é preciso qualificar ao máximo o que você produz, independentemente do assunto.

Há espaço para todos, mas só os melhores ficam no topo e, nesse caso, destacar-se depende de otimizações para a web. É por isso que, para recolher sua fatia de atenção do público-alvo, é fundamental conhecer a fundo as principais técnicas de SEO Copywriting.

 

Como aplicar o SEO Copywriting na sua estratégia?

O SEO Copywriting é um conceito baseado em práticas. Por isso, há uma série de técnicas voltadas para a produção de conteúdo qualificado para a web.

Cada uma dessas orientações, direta ou indiretamente, tem impacto no rankeamento de um conteúdo e na forma como os algoritmos dos motores de busca o reconhecem como relevante.

O trabalho é detalhado e vai desde o título do seu conteúdo até a qualidade do que você apresenta no post. De questões técnicas até o entendimento de como o artigo vai atingir seu público-alvo, tudo faz diferença para produzir um conteúdo que se destaque e esteja otimizado para a web.

A seguir, confira algumas das principais dicas para aplicar SEO Copywriting nos seus conteúdos!

Crie títulos chamativos para seus posts

Imagine a sequência de ações de um usuário na busca por um conteúdo na internet. Ele tem uma dúvida ou uma curiosidade e então faz uma pesquisa no Google usando algumas palavras-chave.

Os resultados sempre vão destacar o título daquele post, ou seja, é a partir daí que o interesse do usuário pelo seu conteúdo vai começar.

título de texto

Quanto mais atrativo for o título do post, maiores as chances de o usuário clicar para consumir o conteúdo. Conseguir bons resultados é mais fácil se você for por estes caminhos:

  • use questionamentos (“Como conseguir um emprego nos EUA?”);
  • faça listas (“Os 10 alimentos mais nutritivos para veganos”);
  • desperte interesse mostrando o valor do conteúdo (“SEO: confira um guia completo sobre como otimizar páginas para motores de busca”).

Use meta description

Além do título, há uma segunda categoria que também ajuda na identificação do usuário sobre a relevância do seu conteúdo: o meta description.

Já reparou naquele texo de duas linhas abaixo do título principal do conteúdo quando você vê os resultados da pesquisa? Além de ser importante para o usuário, ele também é um dos parâmetros de rankeamento mais importantes.

meta descrição

Diante disso, é fundamental que nenhum dos conteúdos que você produzir para a web deixem de ter um meta description.

Nesse trecho o ideal é que você, usando a palavra-chave do conteúdo, detalhe um pouco mais sobre o que o seu post vai falar.

Um bom exemplo, usando o título “Como conseguir um emprego nos EUA?”, seria assim:

“O sonho de viver e trabalhar nos Estados Unidos é possível. Saiba como solicitar seu visto e começar em um emprego legalmente no país.”

Crie um conteúdo realmente relevante

Por mais que haja muitas dicas de SEO e outros detalhes que ajudam a construir um conteúdo certeiro para a web, a nível de captação de tráfego, a qualidade deve ser a prioridade.

Um texto escrito com boas técnicas é capaz de atrair um leitor, mas se ele não é realmente bom, é difícil conseguir o engajamento.

Na prática, isso gera uma queda no tempo de permanência nas páginas, já que o conteúdo é fraco, prejudica o rankeamento, visto que essa é uma métrica considerada pelos algoritmos, e ainda não conquista o público-alvo.

Portanto, o foco deve ser produzir posts que sejam relevantes, cumpram com o que o título promete e, acima de tudo, tenham qualidade no que trazem.

Saiba explorar a palavra-chave naturalmente

Muitos produtores de conteúdo acabam engessando seu trabalho quando se encontram excessivamente presos à necessidade de cumprir com a inserção das palavras-chave. Elas são muito relevantes, mas não podem se tornar uma obsessão.

Quando isso acontece, elas são repetidas de maneira exagerada, além de serem inseridas de maneira pouco natural nos conteúdos.

O ideal é saber trabalhar essas palavras-chave de modo que o leitor nem perceba que houve a intenção de destacar aquele termo de alguma forma.

Além dessa naturalidade, é importante também usar as palavras-chave long tail e head tail de acordo com os termos mais pesquisados. Isso fará diferença para a escolha do termo ideal para dar visibilidade e tráfego ao seu conteúdo.

Aplique a escaneabilidade nos textos

A escaneabilidade é um conceito que tem a função de tornar textos da web mais fáceis de serem lidos.

Além de contribuir para ele ser mais receptivo, há outro ponto bem específico que é levado em consideração: leitores de conteúdos online têm exigências mais específicas, o que requer adequação na hora de produzir os conteúdos.

No geral, a proposta da escaneabilidade é tornar a leitura mais confortável, fluida e interessante.

Por isso, a produção de um conteúdo que segue esse conceito é a garantia de que haverá um engajamento quando o usuário captado no tráfego se sentir satisfeito e ler o post por completo.

Para aumentar a escaneabilidade é necessário recorrer a técnicas, como:

  • usar bullet points ao listar itens;
  • nunca extrapolar 4 linhas em um parágrafo;
  • destacar termos ou trechos importantes em negrito (cuidado para não exagerar!);
  • usar intertítulos com headings menores;
  • alinhar o texto à esquerda;
  • definir o tamanho do conteúdo de acordo com o nível de informação que é oferecido ao usuário.

Use a Indexação Semântica Latente

O Google, na tentativa de entregar conteúdos ainda mais certeiros a quem realiza pesquisas, implementou a Indexação Semântica Latente nos seus algoritmos.

Isso significa que eles serão capazes de identificar termos com relação direta ou sinônimos das palavras-chave que você usar.

Além disso, há outras variações que são consideradas pelo Google. São pequenas mudanças de gênero, número, adjetivos, verbos, entre outros.

Por isso, é recomendado estar sempre atento às possíveis variações que se encaixam na palavra-chave utilizada. Isso ajuda a reduzir a repetição excessiva dela, além de rankear melhor seu conteúdo na web.

Gere interesse com o seu CTA

Se você sabe que CTA é uma abreviação para Call To Action, ou chamada para ação, já consegue entender por que é importante gerar interesse e despertar curiosidade ao planejar esse gatilho.

Se a ideia é estimular o leitor a realizar algo, naturalmente, é preciso que esse CTA seja interessante e motivador, e que antecipe uma possível entrega de algo de valor ao usuário.

Para isso, há diversas técnicas de SEO que vão muito além da escrita, com um jogo de cores, botões de destaque, entre outros. Agora, no que se refere a SEO Copywriting, é fácil utilizar questionamentos e outras técnicas a fim de chamar para essa ação.

Suponhamos que a ideia seja oferecer o download de um ebook. Então alguns bons CTAs poderiam ser:

  • “Baixe o ebook agora mesmo e veja um guia completo sobre a cidade de Nova York”;
  • “Quer saber tudo o que precisa sobre como andar de metrô em Nova York? Baixe nosso ebook sobre o assunto!”;
  • “Quer gastar pouco na hora de comer em Nova York? Baixe nosso ebook e confira as principais dicas de lanchonetes e bares para comer bem sem pagar muito!”.

Saiba agradar algoritmos e pessoas

Quem escreve para a web precisa saber: é preciso agradar algoritmos e também pessoas.

SEO Copywriting nada mais é do que a implementação do conceito que reforça isso, mostrando como é necessário escrever de maneira qualificada para o público-alvo, mas também de forma otimizada para a web.

Só assim é possível encontrar esse leitor com precisão e então gerar valor para ele.

Quando se observa só a parte de otimização, certamente o conteúdo estará exposto ao risco de ser artificial, com uma linguagem pouco compreensiva e forçado em alguns pontos.

Acima de tudo, é importante que ele se comunique bem com quem vai ler. SEO Copywriting é a etapa que vai torná-lo pronto para rankear bem e ser encontrado por quem o busca!

Você pode se interessar por esses outros conteúdos
👉 SEO on page: o guia completo para você começar agora
👉 SEO off page: o que é e como fazer uma otimização que gera resultados

 

Quais erros devem ser evitados?

Se dicas de aplicação de SEO Copywriting são importantes, é fundamental também pontuar alguns erros na produção de conteúdo para web que podem prejudicar sua estratégia.

Entre os principais, sejam na otimização, sejam na hora de redigir o conteúdo, estão estes:

  • prejudicar o entendimento do trecho só para encaixar uma palavra-chave;
  • usar apenas palavras-chave head ou long tail, sem saber mixá-las;
  • fazer uma pesquisa de palavra-chave superficial;
  • produzir um conteúdo sem pensar na perspectiva do usuário ao ler o post;
  • não se manter fiel ao que é proposto no título do conteúdo;
  • gerar conteúdos apenas pensando em palavras-chaves, mas sem um trabalho de planejamento sobre como ele pode ser desenvolvido para engajar;
  • deixar de se manter atualizado quanto às tendências de SEO e os novos parâmetros de rankeamento dos algoritmos do Google.

Um trabalho contínuo de potencialização do tráfego para blogs é uma necessidade básica para qualquer estratégia de Marketing de Conteúdo.

É sempre possível melhorar seus posts, tornando-os mais atrativos e certeiros no que diz respeito ao rankeamento. O SEO Copywriting é um dos caminhos para conseguir resultados cada vez melhores!

Aproveitando o assunto, confira nosso ebook sobre copywriting e descubra os mistérios dos textos que convertem!

ebook de copywritingPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *