Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 28 de agosto de 2020. | Atualizado em 11 de setembro de 2020


Foi relatado um bug no sitemap do WordPress 5.5 que afeta alguns sitemaps gerados pelo núcleo do CMS. Páginas que precisam de mais de um sitemap geram um arquivo em XML inexistente. A falha foi oficialmente confirmada.

Para saber a real gravidade do problema, primeiramente precisamos entender o que é um sitemap. Diferentemente do termo com tradução literal, não diz respeito aos mapas do site carregados para facilitar a busca durante o acesso em uma página.

Sitemaps são arquivos com metadados, criados manualmente ou por meio de plugins do WordPress, que permitem aos buscadores, como o Google, indexarem os sites em seus resultados de pesquisa.

Geralmente criados em XML (também podem ter outros formatos, como RSS, mRSS, Atom 1.0 a TXT), os sitemaps existem para facilitar o reconhecimento de páginas pelos mecanismos de pesquisas e informam dados importantes para as classificações do algoritmo, como:

  • localização da URL;
  • data da última atualização;
  • frequência de atualizações;
  • nível de relevância do conteúdo;
  • tempo de duração de um vídeo;
  • autoria de uma imagem;
  • preço de um produto ou serviço.

Sitemaps podem ser usados em sites com grande volume de páginas e informações, páginas novas, que ainda não têm backlinks suficientes para demonstrar autoridade na Web ou sites que objetivam o ranqueamento em categorias específicas, como em notícias.

Esse bug — erro inesperado que recebeu esse nome depois de afetar um hardware, mas atualmente se refere a uma falha ou problema em softwares — já foi relatado e reconhecido pelo WordPress. Veja como ele ocorreu:

  • arquivos XML de sitemaps, conforme já mencionamos, exibem as URLs de uma página e algumas informações pertinentes para a indexação em mecanismos de pesquisa. Neste link, você pode conferir um exemplo de sitemap;
  • como você pôde perceber no arquivo do nosso exemplo, as URLs estão listadas, uma abaixo da outra;
  • de acordo com a informação reportada sobre o bug, o sitemap gerado pelo WordPress 5.5 aparece normalmente, entretanto quando o usuário clica na segunda URL em diante, ele é encaminhado para uma página de erro 404 — apenas o primeiro link funciona corretamente;
  • no nosso exemplo de sitemap, é como se o usuário conseguisse visualizar apenas o conteúdo do endereço “https://rockcontent.com/blog-4/” mas, a partir da URL “https://rockcontent.com/br/blog/blog-memoravel/”, “https://rockcontent.com/br/blog/criar-titulos/” e assim por diante, não pudesse mais acessar a página requerida.

A mensagem de erro 404 indica que uma página solicitada pelo usuário não foi encontrada no servidor, geralmente porque a URL está incorreta ou foi retirada pelo administrador do site.

Nesse caso específico, a mensagem de erro 404 não afeta diretamente sua estratégia de SEO, porque o resultado não pode ser indexado em mecanismos de pesquisa.

Powered by Rock Convert

Entretanto, sabe-se que esse direcionamento errôneo pode apontar aos algoritmos do Google que o seu site não preza pela boa experiência de navegação do seu público.

O WordPress é um modelo de software de código aberto, o que significa que existe toda uma comunidade de desenvolvedores que testam e revisam as funções como parte do ciclo de criação e desenvolvimento de novas funcionalidades.

É durante esse processo que bugs são descobertos, reportados e atribuídos a um momento e um nível de gravidade até que um patch seja lançado para corrigir o problema.

Cada nova função é um pedaço de código incorporado ao CMS para aumentar ainda mais sua funcionalidade e versatilidade. É assim que acontece com templates, plugins e outros elementos que dão mais personalidade ao seu site.

Os sitemaps também são adições do WordPress e, portanto, também estão sujeitos a falhas. Felizmente, como parte desse processo de revisão e correção, o bug foi devidamente reportado e corrigido:

“Sitemaps: Prevent incorrect redirection of paged sitemap requests.

Update redirect_canonical() to account for custom pagination and URL format used by sitemaps in order to follow standard practices.

Introduce the function get_sitemap_url() to simplify getting the index and provider URLs as needed.”

O primeiro patch de atualização foi lançado em 27 de agosto e a a atualização final de manutenção do WordPress 5.5.1 foi programada para 1º de setembro de 2020.

Aproveite que agora você sabe a importância de evitar o erro 404 para garantir uma boa experiência de navegação para o seu público e veja como criar uma página 404 personalizada quando o redirecionamento for inevitável!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *