O que é Audacity? Entenda tudo sobre e como editar áudios usando a plataforma

Ao aprender como usar o Audacity, você saberá como obter bons resultados na edição de som para ajustar suas gravações de podcasts e outros arquivos de áudio, otimizando ainda mais sua estratégia de conteúdo.

Audacity

    Com a ascensão do Audio Marketing e do uso de podcasts como uma estratégia rápida e menos custosa para gerar resultados, é necessário também saber como criar e editar uma conversa gravada.

    Por mais que isso pareça uma tarefa difícil e específica de grandes especialistas, existem algumas ferramentas que podem auxiliar e tornar o trabalho de edição menos trabalhoso e mais democrático.

    O software Audacity é uma dessas opções mais famosas. É um programa muito conhecido pela sua simplicidade e por permitir que pessoas sem contato com grandes sistemas de processamento consigam editar seus arquivos de áudio.

    Por isso, é fundamental entender como usar o Audacity em sua estratégia e saber como é possível realizar as configurações principais na aplicação sem perder tempo. Quer saber como começar? Então, acompanhe já os tópicos deste post.

    Neste artigo, vamos explorar:

  • O que é o Audacity?
  • Como o Audacity funciona?
  • Como usar o Audacity para editar áudios?
  • Quais os benefícios de usar o Audacity?
  • O que é o Audacity?

    O Audacity é um software de processamento de áudio criado em 1999, por Dominic Mazzoni e Roger Dannenberg, na Carnegie Mellon University. Contudo, o sistema só veio ao ar em 2000.

    É um software livre e de código aberto, muito famoso por ser democrático e intuitivo. É usado para gravações de áudio e edições de faixas sonoras.

    Esse programa concorre com sistemas mais robustos, como o Reaper e Logic Pro, que são versões pagas e com maior número de funcionalidades. Geralmente, as aplicações mais complexas são ideais para gravações profissionais de multifaixas, como um álbum de música.

    Contudo, já existem exemplos de CDs profissionais que foram mixados no Audacity, como é o caso do “Bird-Brains” (2009), do grupo Tune-Yards. Por ser mais limitado, o software deu uma característica mais abafada e de qualidade menos polida, mas na música nem sempre é ruim.

    Por suas características, o sistema gratuito também consegue ser uma boa opção para alguns usos específicos, diferentes de uma gravação de CD. Um deles é para produção de vinhetas de divulgação, que geralmente consistem em uma voz e um som de fundo.

    Edição barata e eficiente

    Por não envolver muitas camadas, o Audacity pode ser usado para que o editor ganhe tempo e não precise de opções pagas. Da mesma forma, se o usuário precisar de alguma gravação da própria voz, ele também é útil.

    Entretanto, com o avanço do Audio Marketing e a popularização de podcasts, empresas já enxergam o software como uma opção para editar seus programas de uma forma menos custosa e demorada.

    Assim, é possível importar uma fonte de áudio de alguma aplicação que grava a conversa e adicionar características comuns em podcasts, como vírgulas, música e vinhetas.

    É possível conseguir uma edição completa e profissional com uma ferramenta de fácil acesso. Assim, você garante que seu podcast soe como uma conversa natural e realmente engaje os ouvintes, alcançando os resultados esperados em sua estratégia de Marketing Digital e Marketing de Conteúdo.

    Como o Audacity funciona?

    Veremos de uma maneira mais detalhada quais as funcionalidades do sistema, neste tópico.

    Painel de edição Audacity

    Inicialmente, vamos analisar as principais ferramentas que existem na plataforma. Nesses menus principais, é possível reproduzir, pausar, parar, avançar para a direita ou para a esquerda, bem como gravar, função indicada pelo símbolo vermelho. Também existe a possibilidade de verificar o sinal do som no ícone do microfone.

    É importante destacar que cada ação pode ser facilmente revertida com o “CTRL + Z”. Ou seja, não há risco de estragar permanentemente o áudio. Ao olhar a interface principal, também percebemos que é possível definir quais serão os dispositivos usados para gravar e para executar o áudio.

    Com as faixas sendo mostradas no sistema, é possível realizar zoom e fazer edições minuciosas em partes específicas. Isso ajuda quando o editor precisa remover detalhes sem comprometer o todo. Pequenos barulhos no meio da conversa são um exemplo disso.

    Redução de ruído

    Um recurso que é muito poderoso e útil é a redução de ruído. Ele permite limpar a fonte sonora para obter clareza na gravação.

    Quando falamos em podcasts, é sempre importante obter uma transparência maior, pois as pessoas só conseguirão entender a conversa se todos os participantes estiverem perfeitamente audíveis. Com o Audacity, é viável chegar a essa limpeza.

    Tratamento de várias faixas

    O software possibilita o tratamento de diversas faixas ao mesmo tempo, inclusive com ajuste de volume e configurações específicas para cada uma delas. Cada faixa fica disposta, uma abaixo da outra, na tela principal.

    É possível trabalhar com o entendimento de cada faixa isolada, com a função de solar uma voz, por exemplo. Como também dá para não ouvir somente determinada voz, com a função de tornar mudo.

    Esse aspecto é importante quando há uma conversa mais empolgada e alguma confusão na compreensão do que foi dito. O editor consegue entender cada áudio, desde que eles tenham sido gravados separadamente, como ocorre na maioria dos podcasts.

    Compressão

    Outra grande funcionalidade é a compressão. Ela consiste em padronizar as fontes de som, tornando os volumes equilibrados.

    Ou seja, esse mecanismo identifica os picos de volume de certas partes da gravação e as partes mais baixas. Então, ele diminui o que é alto e aumenta um pouco o que está baixo, para que tudo fique com uma dinâmica mais natural.

    Inserção de arquivos externos

    Com a ferramenta de importação, o editor consegue inserir músicas e vinhetas no meio da gravação. O Audacity permite colocar esses sons adicionais e posicioná-los onde necessário, com a ajuda das ferramentas de manipulação das ondas sonoras.

    Esses recursos de manipulação envolvem os comandos básicos de recortar, copiar e colar. Eles podem ser usados para criar loops, por exemplo, com sons que tocam por um tempo maior do que a duração normal do arquivo.

    Caso você queira um som de fundo para o seu podcast, mas esse áudio seja mais curto do que a conversa, essa reparação pode ser adotada. Claro, é fundamental que haja sincronização das faixas, o que é fácil, uma vez que o sistema permite a visualização delas de forma gráfica e intuitiva.

    Como usar o Audacity para editar áudios?

    Agora, vamos revisar os principais passos para editar um podcast no Audacity. É importante prestar atenção aos princípios e a sequência, porque explicaremos com detalhes e imagens como fazer cada passo.

    1. Importar áudio

    Vamos considerar que o áudio foi gravado fora da aplicação para que foquemos apenas na funcionalidade de edição. Então, para começar, é preciso realizar uma importação dos arquivos.

    O sistema permite o uso de “mp3”, “wav” ou “aiff”. Com as faixas importadas, você já pode começar a manipulá-las.

    Importar áudio no Audacity

    Uma boa prática é adicionar nome a cada uma das faixas, pois isso ajuda na hora de editá-las e permite evitar confusão. Deixe bem claro quem é o host, por exemplo, e quem são os outros participantes.

    2. Sincronize

    Em seguida, o ideal é realizar uma busca rápida por elementos não-sincronizados.

    Pode ser uma conferência visual, por exemplo, com a checagem das ondas e do sincronismo das faixas com o contador de tempo do sistema. Contudo, algumas vezes, é necessário ouvir e tentar entender se tudo está alinhado.

    3. Cortar as partes indesejadas

    A primeira etapa de processamento requer uma limpeza. Nesse momento, é a hora de usar o recurso de eliminação de ruídos e deixar o som mais claro. Não se esqueça de selecionar o áudio inteiro usando “CTRL + A”.

    Redução de ruído no Adacity

    Da mesma forma, busque por sons inconsistentes e incômodos, como barulhos de respiração ou informações indesejadas, externas à conversa.

    Remova-os com a ferramenta de gerar silêncio na determinada região sonora. Para isso, é necessário selecionar a região e clicar na opção do menu “gerar”, como indica a imagem a seguir.

    Silenciar parte do áudio

    4. Ajustar volumes

    Faça uma compressão e tente ajustar os volumes. Em podcasts com várias pessoas, sempre existem diferenças de qualidade que refletem em disparidades de volume. É preciso, então, deixar a conversa natural e normalizada.

    Para comprimir, é preciso selecionar o áudio inteiro com “CTRL + A” e clicar na função.

    Compressão de áudio

    Na imagem a seguir, o controle de volume.

    Ajustar volume do áudio

    5. Inserir músicas e sons adicionais

    Então, você já consegue adicionar sons e músicas no meio do áudio com a ferramenta de importar. Tenha cuidado com o sincronismo e com as faixas já existentes.

    Uma dica é sempre criar um silêncio para todas as faixas de voz e adicionar uma música nessa brecha, por exemplo. 

    Inserir música no áudio

    6. Finalizar e exportar resultado

    Depois que finalizar o processo de edição, é preciso, então, mixar as faixas e processá-las em uma única.

    Mixar áudio no Audacity

    Em seguida, você pode, finalmente, exportar o resultado.

    Exportar áudio no Audacity

    Quais os benefícios de usar o Audacity?

    Vamos comentar algumas vantagens de optar pelo Audacity como a sua plataforma de edição de áudio.

    Menor curva de aprendizagem

    Como já falamos, esse sistema é muito mais simples que outros exemplos de softwares de processamento. Por isso, a curva de aprendizagem é menor, o que o torna mais democrático.

    Cada pessoa da equipe que grava pode editar, por exemplo, sem que essa função sobrecarregue ninguém. Afinal, nenhum dos usuários precisará de muito tempo para entender como começar e obter resultados, como vimos no nosso tutorial.

    Bom desempenho

    Essa aplicação não exige tanto da memória e da CPU dos computadores. Então, pode ser facilmente instalada e utilizada.

    Ou seja, diferentemente de outras opções, o Audacity não é um sistema pesado, que trava bastante e, até mesmo, põe em risco o trabalho da edição. Evidentemente, é sempre bom salvar periodicamente os resultados, mas o software não aumenta o risco de perda.

    Dessa forma, não será preciso fazer grandes investimentos para adquirir computadores mais robustos a fim de utilizá-lo em sua empresa, por exemplo.

    Custo

    A gratuidade é uma vantagem muito atrativa quando falamos em softwares de áudio. As opções pagas são sempre caras demais e demandam um grande esforço de aquisição e estudo para aprender.

    Com o Audacity, a empresa não paga, aprende rápido a usar e ainda conta com a possibilidade de melhorias contínuas — afinal, é um software livre. Isso significa que ele é de código aberto: suas funcionalidades estão abertas para qualquer desenvolvedor utilizar e modificar.

    Assim, diferentes recursos são criados por pessoas ao redor do mundo, em um trabalho colaborativo com o objetivo de melhorar os resultados e o desempenho do sistema.

    Portabilidade

    O software está disponível para os principais sistemas operacionais do mercado, o Mac OS X, as versões do Windows, bem como as distribuições Linux.

    Com isso, a companhia ganha com a possibilidade de instalá-lo em diversas máquinas, democratizando o seu acesso. Ou seja, essa característica é um complemento do seu desempenho, que já comentamos.

    Essa solução gratuita é muito eficaz em ajudar as empresas a conseguir resultados ótimos com seus programas e conteúdos em forma de áudio.

    Assim, não há empecilhos para que sua empresa dê os primeiros passos nas iniciativas de Audio Marketing e na criação de seus podcasts, de maneira gratuita e com um alto retorno em sua estratégia de Marketing Digital.

    Gostou de aprender sobre como usar o Audacity? Confira o nosso checklist sobre como garantir sucesso com o seu podcast!

    Compartilhe
    Redator Rock Content Rock author vector
    um de nossos especialistas.

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!

    Nosso site é otimizado para cada país em que operamos.

    Ir para site em Português ->