Por Autor Convidado

pela Rock Content.

Publicado em 29 de agosto de 2020. | Atualizado em 8 de setembro de 2020


O machine learning é uma tecnologia que pode tornar os processos de gestão de pessoas mais ágeis e eficientes. Veja como você pode usá-lo dentro da sua empresa!

Este conteúdo foi produzido pela Ahgora para uso exclusivo do Blog de Tecnologia da Rock Content. 

O uso de tecnologias, como Machine Learning, no dia a dia das empresas vem se tornando cada vez mais importante – em especial na gestão de pessoas. Isso porque elas são capazes de otimizar o tempo e os processos internos e mais burocráticos, permitindo se dedicar mais a ações estratégicas de negócio.

Mas, você sabe o que é e como usar machine learning? Também conhecido como Aprendizado de Máquina, trata-se de uma tecnologia que analisa e transforma dados brutos em informações estratégicas. Com ele, é possível resolver problemas complexos, ter novos insights, atuar seguindo tendências e, principalmente, tomar decisões mais assertivas.

Essa ferramenta usa algoritmos de autoaprendizagem. Desta forma, ela utiliza estatísticas e, conforme recebe novos dados, vai se moldando e aprimorando para oferecer resultados confiáveis.

Todavia, é importante destacar que Machine Learning não é a mesma coisa que Inteligência Artificial (IA). Na verdade, ele é um dos itens integrados à IA. Esta última compreende a combinação de algoritmos e demais elementos que criam um ambiente propício para o desenvolvimento de um sistema autônomo.

A seguir, mostraremos como usar o Machine Learning para melhorar o trabalho da gestão de pessoas!

Quando o Machine Learning pode ser aplicado na gestão de pessoas?

O principal processo que pode se beneficiar do Machine Learning é o recrutamento e seleção, uma vez que ele é capaz de ir além das capacidades verificáveis.

No entanto, o aprendizado de máquina também pode ser incorporado pelas empresas visando atrair talentos, reter e desenvolver os colaboradores, entre outras atividades.

Confira, a seguir, os principais processos que podem ser impactados positivamente pelo Machine Learning na gestão de pessoas:

Atração e retenção de talentos

Uma das atividades que o Machine Learning é capaz de realizar consiste em acompanhar a evolução dos colaboradores na empresa e levantar perfis individuais de forma detalhada.

Esse processo é especialmente útil na hora da contratação, pois é possível conflitar as informações e atrair pessoas que possuem as skills necessárias para desempenhar funções específicas. Assim como, é importante também, pensando na retenção dos colaboradores nas empresas. 

Nesse sentido, com dados precisos o RH passa a saber quando é necessário adotar medidas para aumentar a produtividade, motivação e satisfação com as atividades e a empresa como um todo.

Comunicação inteligente

Antes ou mesmo após qualquer processo seletivo, os novos colaboradores podem ter dúvidas em relação à empresa ou tarefas que devem ser desempenhadas. Dessa forma, para que o RH possa otimizar esse processo e auxiliar nesses esclarecimentos, é possível utilizar os chatbots.

Um chatbot é um canal virtual automatizado que consegue interagir e esclarecer as dúvidas mais comuns dos colaboradores. Conforme novas questões vão surgindo, ele vai aprendendo para poder respondê-las também.

Identificação de ameaças

Com o Machine Learning, o RH se torna capaz de identificar áreas, processos ou tarefas que não estão de acordo com o padrão esperado pela empresa. 

Além disso, a tecnologia permite detectar mais facilmente os colaboradores que estão com baixo desempenho, proporcionando o direcionamento para a criação de soluções que elevem o seu engajamento.

Powered by Rock Convert

Experiência personalizada

Através das análises geradas, a solução permite criar uma experiência individual e totalmente personalizada aos colaboradores, tornando possível:

  • Recomendar planos de carreira específicos;
  • Desenvolver programas de desenvolvimento profissional;
  • Otimizar o aprimoramento de carreira conforme as ações realizadas anteriormente pelo profissional.

Com isso, o Machine Learning permite direcionar melhor os esforços — tanto individuais quanto empresariais —, o que o torna uma tecnologia essencial para a gestão de equipes.

People Analytics

Essa ferramenta complementar permite que sejam coletados e analisados dados específicos sobre cada colaborador, extraindo insights sobre o comportamento e perfil de cada profissional.

Através do People Analytics, é possível avaliar se a pessoa está motivada, se o seu rendimento está dentro do esperado, quais as suas principais dificuldades e quais tarefas ela desempenha com mais rapidez e facilidade, por exemplo.

Logo, com essas informações em mãos, o RH pode planejar ações mais precisas e baseadas em dados — não se baseando apenas em intuições ou “achismos”. 

Qual o papel do Machine Learning no processo de recrutamento e seleção?

Como mencionamos, a tecnologia facilitou, e muito, o processo de recrutamento e seleção de pessoal nas empresas. 

Se antes o RH precisava analisar uma série de currículos, compará-los e escolher os que estavam mais adequados ao preenchimento de uma vaga específica, agora esse processo mudou — os sistemas que usam o Machine Learning utilizam algoritmos para tornar esse processo mais ágil, assertivo e eficiente.  

Ou seja, a ferramenta é capaz de identificar o perfil dos candidatos mais compatível com cada vaga de forma rápida e precisa. Com o uso de algumas soluções mais modernas, ainda é possível avaliar comportamentos e expressões no decorrer da entrevista — facilitando ainda mais a tomada de decisão.

Como usar o Machine Learning nas empresas?

Diversas empresas de todos os níveis, inclusive multinacionais e startups, estão usando o Machine Learning a favor do seu negócio. Um exemplo são as empresas que oferecem serviço de streaming de música, podcasts, vídeo, filmes e seriados. 

Com a tecnologia, elas conseguem recomendar outros conteúdos baseando-se no comportamento do usuário. Ou seja, se você pesquisar frequentemente por filmes de comédia, suas próximas recomendações seguirão nesse gênero.

O Machine Learning também é um assistente muito útil pensando no desenvolvimento de novos produtos — o que é um facilitador para quem atua com comércios via internet, por exemplo.

O setor automotivo também vem sendo beneficiado pelas inovações tecnológicas, com o desenvolvimento cada vez mais acelerado dos carros autônomos.

Aplicativos de transporte privado urbano igualmente estão usando a ferramenta a seu favor. Através dela, é possível disponibilizar o serviço de motoristas que estão mais alinhados com as preferências dos usuários.

Principais vantagens de ter um Machine Learning como aliado no RH

Por se tratar de uma tecnologia que reconhece comportamentos repetitivos e, a partir disso, executa suas tarefas, o Machine Learning é uma das principais tendências de trabalho do futuro

Para o profissional de RH, a estratégia oferece uma série de vantagens, como a redução de tempo e custo com tarefas operacionais e a otimização de esforços junto aos colaboradores. Além disso, com as informações mais precisas, é possível prever tendências, fazendo com que as decisões sejam tomadas com base em dados — eliminando erros ou a influência de intuições do profissional.

Tudo isso, em conjunto, torna a atuação do departamento de RH cada vez mais estratégica, auxiliando não apenas na retenção dos profissionais, mas no apoio de providências que influenciam no negócio como um todo.E você, já começou a usar as tecnologias apropriadas para melhorar os processos de RH da sua empresa? Conheça o Ahgora Analytics e comece a transformação digital no seu negócio agora mesmo!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *