Google Core Update de Março oficialmente terminou. E agora?

O Google Core Update de março de 2024 trouxe mudanças significativas para a qualidade dos resultados de pesquisa, focando em conteúdo original, experiência do usuário e políticas antispam mais rigorosas. Descubra como essas atualizações impactam seu site e como otimizar sua estratégia de SEO a partir de agora.

Jovem lendo sobre Google Core Update de Março

Precisando de conteúdo para sua empresa? Encontre os melhores escritores em WriterAccess!

Se você trabalha com marketing de conteúdo e SEO e não esteve numa ilha deserta sem internet nos últimos dois meses, provavelmente leu e ouviu bastante sobre o Core Update de março de 2024 do Google. 

Ele marcou um ponto significativo nas atualizações algorítmicas do mecanismo de busca mais relevante do mundo. 

A atualização foi concluída em 19 de abril de 2024 e, de acordo com Elizabeth Tucker, Product Management da Google, a iniciativa resultou em uma redução de 45% no volume de conteúdo considerado de baixa qualidade ou pouco útil nos resultados de pesquisa — a previsão inicial era de 40%. 

Após essa finalização oficial, talvez você tenha notado queda de tráfego, posicionamento e palavras-chave no seu site, ou simplesmente esteja um pouco perdido. O que fazer agora? 

Vem entender as principais consequências desse update e o que você deve focar no momento! 

    Google Core Update de Março de 2024: o que rolou mesmo?

    Lançado em 5 de março de 2024, este update abrangeu uma série de mudanças complexas, visando aprimorar a qualidade dos resultados de pesquisa e combater práticas de spam e conteúdo de baixa qualidade — e deu o que falar, sobretudo com ações anti-spam manuais  que resultaram na remoção completa de sites de baixa qualidade dos resultados de pesquisa do Google.  

    Após um período de 45 dias de implementação em larga escala, a atualização foi finalizada em 19 de abril de 2024, mas o Google avisou apenas dia 26 de abril. 

    A ideia da atualização foi entregar informações mais úteis e relevantes para os usuários, priorizando páginas da web com conteúdo original e uma experiência do usuário positiva, enquanto reduzia o conteúdo não original nos resultados de pesquisa. 

    Além disso, foram implementadas políticas anti-spam novas e aprimoradas, focadas em áreas como abuso de domínios expirados, abuso de conteúdo em escala (como aqueles feitos com IA sem edição humana) e abuso da reputação do site. 

    Essas medidas tiveram como objetivo reduzir o volume de conteúdo de baixa qualidade e spam nos resultados de pesquisa — o que foi alcançado, como comentei na introdução, com redução de 45% desse tipo de conteúdo. 

    Com esta atualização, o Google encerrou a prática de anunciar novas atualizações de Helpful Content Update, uma vez que o sistema de conteúdo útil foi incorporado ao sistema de atualização principal. 

    A última atualização de conteúdo útil, lançada em setembro de 2023, teve um impacto significativo em vários sites. 

    Leia tudo sobre o Google Core Update de Março em nosso artigo especial sobre o assunto: Atualização do Google de Março Remove Sites de Baixa Qualidade

    Outras mudanças

    Além das mudanças substanciais na avaliação e classificação de conteúdo, o Google Core Update de Março de 2024 também trouxe ajustes importantes em outras áreas. 

    Primeiramente, a página do centro de ajuda foi atualizada, fornecendo orientações detalhadas para proprietários de sites sobre como solucionar quedas no ranking de pesquisa do Google. 

    Além disso, a empresa introduziu um novo formulário de feedback para as mudanças de classificação do site, permitindo que os proprietários de sites enviem comentários diretamente à equipe de pesquisa do Google. Ele ficará disponível apenas até 31 de maio 2024.

    No próprio formulário, o Google indica que o feedback não é utilizado para fazer alterações em consultas específicas, listagens específicas ou para sites específicos. Ele é usado apenas para considerar melhorias gerais que possam funcionar em toda a experiência de pesquisa no futuro. As equipes do Google não responderão a essas submissões. 

    O core update de março de 2024 representa uma evolução na forma como o Google avalia a relevância e utilidade do conteúdo exibido aos usuários, evidenciando o foco em fornecer uma experiência de busca mais satisfatória e informativa para as perguntas das pessoas usuárias e ainda mais ancorada às boas práticas EEAT. 

    EEAT é a sigla para Experience, Expertise, Authoritativeness, and Trustworthiness. Representa os critérios que o Google usa para avaliar a qualidade de conteúdo, enfatizando experiência, conhecimento especializado, autoridade e confiabilidade.

    Espera-se que alguns sites afetados vejam alívio com esta atualização de março de 2024, embora, como tudo em SEO, seja difícil afirmar isso neste momento. 

    Leia também: 

    Impacto do Google Core Update: o caso da HouseFresh

    Ao acompanhar posts no LinkedIn, Reddit e em sites especializados, não faltaram relatos de sites sendo afetados pelo update. Um exemplo interessante foi o site HouseFresh, presente em reportagem do Search Engine Land

    Após o Google Core Update de março de 2024 e depois de denunciar repetidamente a prática de ser constantemente superado por grandes editores, a HouseFresh viu uma queda abrupta de 91% em seu tráfego do Google.

    Gisele Navarro, a Managing Editor da HouseFresh, destacou no artigo HouseFresh has virtually disappeared from Google Search results. Now what? como essas mudanças favoreceram “conteúdo SEO focado em afiliados” de grandes marcas de mídia. 

    Este caso ilustra um fenômeno mais amplo de desafios enfrentados por sites menores em um ambiente de busca dominado por grandes marcas e práticas de SEO agressivas.

    Além disso, a HouseFresh revelou a magnitude da perda de tráfego desde outubro de 2023, passando de 4.000 visitantes diários do Google Search para pouco mais de 200 ao final de abril de 2024.  

    A situação ressalta a vulnerabilidade dos sites menores a mudanças nos algoritmos de busca, afetando significativamente sua visibilidade e, claro, sua viabilidade financeira.

    Embora Navarro reconheça que o Google não deve nada à HouseFresh em termos de tráfego, ela reitera a importância de abordar as preocupações legítimas sobre a equidade nos resultados de pesquisa. 

    O que fazer agora?

    Nas palavras do Google

    “Não há nada novo ou especial que os criadores precisam fazer para essa atualização [de março 2024], desde que eles tenham criado um conteúdo satisfatório feito para as pessoas”.

    Viu o seu tráfego cair e não sabe o que fazer? Ou ainda não tem muita certeza se está produzindo esse tipo de conteúdo? Vamos ver o passo a passo do que fazer agora. Sem pânico! 

    Análise de tráfego e desempenho

    Comece do começo. Não vá correndo fazer atualizações, mexer no seu calendário e alterar tudo. É hora de analisar dados! 

    Faça um checklist do que você precisa ter para obter uma visão geral da situação. Verifique o número de palavras-chave ranqueadas, o posicionamento na SERP e o tráfego orgânico antes e depois da atualização. 

    Utilize o Google Search Console para comparar, por exemplo, quantidade de cliques antes e depois do update, e verifique as páginas mais clicadas. No Google Analytics, compare o tráfego orgânico antes e depois do update. Em ferramentas como Ahrefs e SEMRush, veja o posicionamento dos seus conteúdos na SERP e as principais palavras-chave. 

    Houve uma queda significativa de posições? Conteúdos que estavam no top 5, por exemplo, caíram de posição? Esses conteúdos são os mais relevantes para o seu negócio e a sua audiência? Talvez a queda tenha sido em conteúdos mais distantes do interesse da sua pessoa e do seu negócio e essa queda não seja, exatamente, um problema urgente. 

    Aqui entra a importância de analisar dados de forma contextualizada. Número por número não significa muita coisa. 

    Como esses conteúdos em queda estão estruturados? Analise também como estão os concorrentes atuais da SERP. O que eles estão fazendo que você não está? 

    Plano de ação

    Com base na análise dos dados, é hora de criar um plano de ação. A partir dos dados, faça uma lista dos conteúdos mais importantes para seu negócio e sua persona e nos quais você precisará mexer.

    Dessa lista, identifique os conteúdos que precisam ser otimizados com updates mais robustos, utilizando dados e apoio de especialistas na área, por exemplo. Esses vão ser mais demorados, então, precisam ser mapeados o quanto antes.

    Além disso, busque por quick wins, ou seja, atualizações mais simples, especialmente com conteúdos que perderam poucas posições. Analise a linkagem interna (todos os links estão funcionando e estão bem contextualizados?) e verifique se há atualizações mais ágeis que possam ser feitas.

    Exemplos são a inserção de um novo tópico curto, de um vídeo da sua empresa que encaixa com o tema e pode ser inserido, ou de um FAQ ao final do conteúdo, mudança de CTA etc. 

    Organize suas ações por prioridade, dando foco especial às palavras-chave que perderam o posicionamento, mas que são importantes para sua persona e o seu negócio. 

    Lembre-se de que o foco deve estar na experiência do usuário. Pense na sua persona como o centro, não no Google.

    Análise de resultado

    Após implementar seu plano de ação, é fundamental analisar os resultados. Faça isso de forma mensal ou bimestral, dependendo da quantidade de conteúdo que você produz regularmente. 

    Avalie o impacto das suas ações e ajuste seu plano conforme necessário. Esteja preparado para fazer adaptações contínuas à medida que monitora e compreende melhor o impacto do update em seu site e no seu público-alvo.

    Reflexão sobre o atual cenário do SEO: caso The Verge 

    Em meio a essa atualização importante do Google, o site The Verge chamou atenção com um artigo bem peculiar chamado “Best Printer 2024”, que foi basicamente uma “trollagem” para testar o algoritmo de busca do Google. Em resumo, eles queriam ver até onde a autoridade de domínio poderia levar no ranking dos resultados de pesquisa. 

    Se você não conhece, o site The Verge aborda desde tecnologia até cultura, entretenimento e ciência. Com um alcance amplo e uma base de leitores diversificada, o site conseguiu construir uma boa reputação online. Seu alto Domain Authority mostra o quão influente é na internet, com uma pontuação de 93 de 100, bem perto da pontuação máxima.

    Apesar de algumas táticas de SEO duvidosas, como a sobrecarga de links e o uso de conteúdo gerado por IA (feito via Gemini do Google) para ridicularizar o próprio conteúdo, o artigo da “trollagem” conseguiu uma classificação impressionante nos resultados de busca, alcançando a primeira posição orgânica para a kw ‘best printer’.

    Print do artigo. Fonte: The Verge 

    Data da SERP: 6/5/2024

    Apesar de toda a brincadeira envolvendo as estratégias de SEO e o artigo troll da The Verge, é interessante notar que, no meio disso tudo, o artigo ainda oferece informações úteis para os usuários. 

    Ao destacar a Brother laser printer como a melhor opção para 2024, o autor fornece argumentos baseados em sua experiência pessoal com o produto e acrescenta uma camada extra de informações sobre os pontos fortes e fracos das impressoras a laser da Brother, ajudando os leitores a tomar uma decisão informada sobre suas necessidades de impressão.

    No final das contas, não é sobre isso, responder da melhor forma à dúvida do usuário, mesmo que não de uma forma perfeita?

    Esse caso ressalta como a autoridade de domínio pode ser crucial para o sucesso de uma página nos resultados de pesquisa, mas também levanta questões sobre a integridade dos resultados de busca e a importância de seguir boas práticas de SEO. 

    Enquanto alguns podem ser tentados a usar estratégias de SEO duvidosas, lembre-se de que 1) Você não é a The Verge, 2) a criação de conteúdo de qualidade e relevante para os usuários é a chave para uma estratégia de SEO bem-sucedida no longo prazo. 

    Invista em conteúdo de qualidade. Ponto.  

    Brincadeiras à parte, essas estratégias de tentar burlar o algoritmo do Google existem praticamente desde que os mecanismos de busca foram criados. É uma espécie de jogo de gato e rato, no qual algumas pessoas tentam encontrar atalhos para alcançar os primeiros lugares nos resultados de pesquisa. 

    E, sim, essas táticas podem até funcionar por um tempo, mas o Google está sempre atualizando seus algoritmos para detectar e penalizar práticas enganosas.

    Acreditamos que essas estratégias de “ranquear rápido” não são sustentáveis ​​a longo prazo. O Google valoriza a autoridade, relevância e qualidade do conteúdo. Construir autoridade significa ter um histórico sólido, fornecendo conteúdo valioso e ganhando a confiança dos usuários ao longo do tempo. É sobre se tornar uma fonte confiável em seu nicho.

    Isso significa entender as necessidades e interesses de sua audiência e criar conteúdo que responda às suas perguntas e resolva seus problemas. É sobre ser útil e valioso para seus usuários.

    Em vez de tentar enganar o algoritmo, achamos muito mais construtivo construir relacionamentos com sua audiência e fornecer conteúdo de alta qualidade que os mantenha engajados. 

    Isso não só ajudará você a se destacar nos resultados de pesquisa, mas também a construir uma base sólida de seguidores leais e clientes satisfeitos. Dá trabalho e leva tempo. 

    Muito longo, Larissa, dá pra resumir?

    O Google Core Update de março de 2024 trouxe mudanças significativas visando melhorar a qualidade dos resultados de pesquisa. 

    Focando em conteúdo original e experiência do usuário, a atualização combateu práticas de spam e conteúdo de baixa qualidade, reduzindo-os em até 45%. Além disso, foram implementadas políticas anti-spam mais rigorosas.

    Após a atualização, é essencial realizar uma análise de tráfego e desempenho do seu site, identificando quedas no ranking e no tráfego orgânico. 

    Com base nessa análise, desenvolva um plano de ação, otimizando conteúdos ligados a palavras-chave mais relevantes para o seu negócio e priorizando a experiência do usuário. Monitore os resultados regularmente e ajuste o plano conforme necessário. 

    Em vez de tentar burlar o algoritmo, concentre-se em fornecer conteúdo valioso e relevante para sua audiência. 

    Eleve sua estratégia de SEO pós-Core Update com especialistas em conteúdo do WriterAccess. Encontre redatores, editores, designers e copywriters qualificados para impulsionar seu sucesso online! Faça o teste grátis

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo no WriterAccess.

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo em WriterAccess.

    Larissa Mendes Rock author vector
    Analista SEO

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Compre conteúdo de alta qualidade com a WriterAccess.

    Tenha acesso a mais de 15.000 freelancers especializados em redação, edição, tradução, design e muito mais, prontos para serem contratados.

    Fale com um especialista e amplie seus resultados de marketing.

    A Rock Content oferece soluções para produção de conteúdo de alta qualidade, aumento do tráfego orgânico e conversões, e construção de experiências interativas que transformarão os resultados da sua empresa ou agência. Vamos conversar.