Quais estatísticas sobre influencers você deve considerar em 2022?

Estatísticas sobre influencers mostram que o marketing de influência não pode mais ficar de fora das estratégias da sua empresa. Se você ainda não trabalha com influenciadores, é hora de entender como esse tipo de parceria pode potencializar seus resultados de marketing em 2022.

estatísticas sobre influencers

Já faz alguns anos que os influenciadores ganharam os holofotes no marketing digital. Em vez das celebridades da mídia tradicional, as marcas passaram a confiar suas campanhas a personalidades da internet, com um público fiel e engajado.

Agora, as estatísticas sobre influencers mostram que o marketing de influência se consolidou nas estratégias das empresas e só tende a crescer. Mas é importante acompanhar a evolução dos influenciadores para entender como eles são capazes de moldar os comportamentos dos consumidores e quais os melhores caminhos para se conectar com eles.

Neste artigo, você vai entender melhor o que é marketing de influência e quais os principais dados e estatísticas sobre influencers que você deve considerar para o marketing em 2022. Acompanhe:

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    O que é marketing de influência?

    Marketing de influência é a estratégia de marketing que estabelece parcerias com influenciadores digitais, a fim de associar sua imagem à marca, endossar seus produtos e se conectar com os consumidores.

    Essa estratégia ganhou relevância com o surgimento de blogs e redes sociais na era da web 2.0, que permitiram a qualquer pessoa publicar na internet.

    Os primeiros influenciadores, até então meros desconhecidos, surgiram nos blogs e vlogs, com conteúdos autênticos e divertidos que engajaram uma audiência. Logo eles se tornaram celebridades conhecidas nacionalmente — veja, por exemplo, o sucesso de nomes como Whindersson, Kéfera e Felipe Neto.

    Nesse mesmo contexto, a publicidade tradicional entrou em xeque. Com tantos conteúdos para consumir na internet, por que as pessoas dariam atenção para um anúncio de empresa, que geralmente invade sua rotina sem pedir licença?

    Por isso, as marcas passaram a adotar novas estratégias, mais relevantes e interessantes para o consumidor, em busca da sua atenção e confiança. Então, aquelas personalidades da web, que tinham credibilidade junto aos seus seguidores, passaram a representar um caminho efetivo para se conectar com os consumidores na era digital.

    Assim, as parcerias entre marcas e influenciadores consolidaram o marketing de influência, além de um mercado de serviços e ferramentas — a Creator Economy — que ajudam a prosperar esse tipo de parceria.

    Por que contratar influencers para sua estratégia de marketing? 

    Influenciadores digitais são criadores de conteúdo na internet que constroem uma audiência engajada e fiel. Ao contratar influencers para sua estratégia de marketing, você consegue se aproximar dessa audiência com a confiança e o endosso que eles transmitem.

    Embora os influencers mais conhecidos tenham milhões de seguidores, o marketing de influência cada vez mais se volta para os microinfluenciadores e nanoinfluenciadores, que permitem aumentar o alcance e o engajamento da marca, mas dentro do seu nicho.

    Os números impressionam, mas não são determinantes — o que importa no marketing de influência é a relevância dos influencers para o público da marca.

    Por meio de conteúdos autênticos, eles revelam o seu estilo de vida, mostram que são pessoas reais e se aproximam dos seguidores, diferentemente das celebridades da mídia tradicional, que são distantes do público. Assim, os influenciadores digitais são capazes de moldar comportamentos e preferências do seu público.

    O interesse das marcas, portanto, é estabelecer parcerias com esses influenciadores para associar sua imagem a eles e se conectar com essa audiência. Dessa forma, os seguidores passam a confiar também nas marcas que os influenciadores endossam.

    Quais são as principais estatísticas sobre influencers para o marketing em 2022? 

    Reunimos aqui algumas estatísticas sobre influencers que evidenciam como o marketing de influência funciona e por que tantas empresas investem nessa estratégia. Acompanhe para entender por que você também deve investir nela em 2022.

    76% das pessoas já compraram algo por recomendação de um influencer

    Um estudo realizado pela Spark em parceria com o Instituto QualiBest, noticiado pelo UOL, mostrou que 76% dos consumidores já compraram algum produto ou serviço devido a alguma recomendação feita por um influenciador digital. Assim, você já começa a perceber o poder de influência dessas personalidades da internet.

    A mesma pesquisa revelou que, entre os itens comprados por indicação de influenciadores, os produtos de beleza aparecem em primeiro lugar (52%), seguidos por livros e acessórios de moda (42%), alimentos e bebidas (30%) e smartphones (29%).

    Mulheres e jovens seguem mais influenciadores que homens e mais velhos

    Aqui, trazemos alguns dados que revelam o perfil predominante dos seguidores de influenciadores.

    Existem influencers e seguidores de todos os nichos e perfis, mas os dados do Influence Marketing Hub mostram que há mais mulheres do que homens seguindo influenciadores. Além disso, os mais jovens seguem mais influenciadores que os mais velhos.

    Nas faixas etárias mais jovens, a disparidade entre mulheres e homens é mais evidente. Entre 16 e 24 anos, 33.1% das mulheres seguem influenciadores, contra 25.1% dos homens. Já entre 25 e 34 anos, são 26.1% de mulheres e 21.9% de homens. No gráfico abaixo, você pode ver todos os dados.

    estatísticas sobre influencers

    91% do engajamento em posts patrocinados no Instagram são de microinfluenciadores

    Você acha que os grandes influenciadores dominam as campanhas das marcas? Então, saiba que os microinfluenciadores vêm ganhando espaço, e não é por acaso. Sua audiência menor, mas mais focada, favorece o envolvimento dos seguidores.

    Conforme o relatório 2022 State of Influencer Marketing, realizado pela Klear, 91% do engajamento em posts patrocinados foi com conteúdos criados por microinfluenciadores. Isso representa ainda um crescimento de 2% em relação a 2020.

    94% das campanhas de marketing de influência incluem o Instagram

    Você sabe qual o canal mais usado nas campanhas com influenciadores? Se você apostou no Instagram, acertou!

    A rede social é a queridinha dos influencers e das marcas: 94% das campanhas de marketing de influência incluem o Instagram nos seus canais, conforme dados do relatório 2022 State of Influencer Marketing, realizado pela Klear.

    O Facebook também aparece com força, em 43% das campanhas. Em seguida, aparece o TikTok (13%) à frente do YouTube (10%), o que pode indicar uma tendência de preferência das marcas pelos vídeos curtos.

    estatísticas sobre influencers

    A taxa de lembrança de anúncios feitos por influencers é de 69% no Brasil

    De acordo com dados do Nielsen, revelados pelo relatório Retrospectiva 2021 Tendências 2022 do YOUPIX, as campanhas realizadas com influenciadores geram maior lembrança de marca do que os anúncios tradicionais.

    Essa lembrança é chamada no mercado publicitário de recall. Nos anúncios tradicionais, a taxa de recall é de 36%, enquanto os influenciadores geram um recall de 59%. No Brasil, esse percentual é de 66%, acima da média global.

    estatísticas sobre influencers

    Os investimentos em conteúdo de influenciadores cresceram 64% em 2021

    O relatório Tendências e Previsões de Mídia 2022, elaborado pela Kantar, mostrou que os investimentos em mídia digital aumentaram em 2021 e devem continuar crescendo em 2022. 

    Os investimentos em conteúdos de influenciadores ajudam a impulsionar esse crescimento: em 2021, eles cresceram 64%, e em 2022 devem crescer 71%. Esses dados deixam claro que o marketing de influência é uma das principais estratégias das empresas, ao lado de outros importantes canais como publicidade em vídeos online e stories nas redes sociais.

    estatísticas sobre influencers

    90% dos profissionais acreditam que marketing de influência é uma estratégia efetiva

    Se os números acima ainda não convenceram você de que o marketing de influência merece um espaço nas suas estratégias, ouça o que os profissionais de marketing falam.

    De acordo com o Influencer Marketing Benchmark Report 2021, 90% dos profissionais acreditam que o marketing de influência é uma estratégia efetiva. Isso significa que o trabalho com influenciadores tende a potencializar seus resultados de marketing, melhorar seu relacionamento com o público e trazer um retorno positivo sobre os investimentos.

    estatísticas sobre influencers

    E agora, como contratar bons influencers?

    Diante dessas estatísticas sobre influencers, talvez você se pergunte agora como contratar bons influenciadores para as suas campanhas. Vamos ver agora algumas dicas para você entrar no universo do marketing de influência com sucesso. Confira:

    Não foque no número de seguidores dos influencers

    O número de seguidores dos influenciadores geralmente chama a atenção das marcas, que querem saber o potencial de alcance das suas campanhas. Porém, ter uma grande audiência não significa que aquele influenciador realmente tem engajamento e poder de influência.

    Na hora de procurar influenciadores no mercado, mais importante é entender se eles têm a confiança dos seus seguidores, como se relacionam com eles e se realmente são uma inspiração para o seu público.

    Encontre influencers alinhados aos valores da sua marca

    Além de entender a relevância dos influenciadores para o seu público, é importante também avaliar fatores mais subjetivos, que não estão nos números de alcance e engajamento.

    Procure influenciadores que tenham valores e princípios alinhados aos da sua marca. Lembre-se de que, ao fazer parcerias com eles, a imagem dos influenciadores é associada ao seu branding. Então, avalie o histórico e a reputação deles para entender se estão afinados com o que a sua marca defende.

    Escolha influencers que gostam da sua marca e do seu produto

    Pode parecer óbvio, mas é importante prestar atenção nisto: trabalhe com influenciadores que realmente gostam da sua marca e do seu produto.

    O público percebe quando a recomendação de uma marca é verdadeira, porque a pessoa realmente gostou do que consumiu. Por outro lado, se não há qualquer afinidade com o produto, o conteúdo não parece ser autêntico. Assim, o influenciador perde credibilidade com a sua audiência e não consegue exercer seu poder de influência.

    Vá além da sua bolha

    Muitos influenciadores têm poder dentro de um nicho. Você pode até não conhecê-los, nunca ter ouvido falar, mas eles têm seguidores fiéis que podem ser interessantes para a sua marca e potenciais compradores dos seus produtos.

    Então, cuidado para não ficar apenas dentro da sua bolha da internet. Pesquisa influenciadores sob os olhos da sua persona e entenda quais são os perfis importantes para ela. Existem muito mais nomes influentes do que você imagina.

    Conheça a reputação dos influenciadores em outras campanhas

    Ser um influencer já não é mais brincadeira. Para muitas pessoas, é uma profissão e, como tal, exige profissionalismo. Influenciadores com maior destaque trabalham até com empresas de mídia como representantes em negociações.

    Então, para contratar bons influenciadores, investigue a reputação deles em campanhas passadas. Saiba se eles cumprem prazos e seguem o contrato, se são disponíveis para conversar e negociar, ou se já tiveram problemas com outras marcas. Isso pode evitar muita dor de cabeça…

    Entenda quais canais são importantes para o seu público

    Nas estatísticas sobre influencers que apresentamos acima, você já percebeu que o Instagram é a rede social preferida e que o TikTok vem crescendo. Porém, mais importante que saber os canais mais usados é entender quais são mais importantes para o seu público.

    Além disso, perceba em quais canais os influenciadores têm mais relevância. Alguns podem ser bastante conhecidos no Instagram, por exemplo. Mas, se você precisa de alcance no Twitter — porque é o canal que a sua audiência mais usa —, deve procurar influenciadores relevantes nessa rede social.

    Tenha estratégia e orçamento específicos para o marketing de influência

    Se você quer levar o marketing de influência a sério, precisa ter uma estratégia e um orçamento dedicados especificamente para influenciadores, que sejam integrados à estratégia global da marca.

    É comum que as empresas apenas chamem um influenciador para participar de campanhas pontuais, sem gerar conexão com a marca e o público. Porém, quando a marca chega até o influenciador com uma proposta robusta, que tem uma estratégia por trás, o envolvimento se torna muito mais significativo.

    Muitas vezes, esse tipo de parceria resulta em embaixadores. Basicamente, eles se tornam o rosto da marca, em um relacionamento mais longo e profundo com ela, e conseguem desenvolver uma conexão emocional mais forte com os consumidores.

    Considere todas as possibilidades de influenciadores

    O marketing de influência surgiu com aqueles influenciadores que são criadores de conteúdo na internet. Porém, o conceito de influência digital se ampliou e hoje agrega muitos outros atores.

    Nos últimos anos, novos tipos de influenciadores surgiram e podem fazer parte das suas campanhas: 

    • atletas influenciadores, que cresceram no contexto das Olimpíadas de Tóquio, como Rayssa Leal e Douglas Souza;
    • influenciadores virtuais, que são os influenciadores não-humanos, criados com computação gráfica e inteligência artificial, como Noonoouri e Satiko;
    • colaboradores influencers, que são os próprios funcionários da empresa exercendo influência sobre consumidores e novos talentos.

    Enfim, agora você já conhece algumas estatísticas sobre influencers, que comprovam o poder dessa estratégia, e já sabe como contratar bons influenciadores para as suas campanhas.

    O marketing de influência não pode mais ser visto como uma tendência para 2022, porque já se consolidou no marketing das empresas. Mas perceba que esse mercado não para de evoluir, com novas estratégias, novos canais e novos perfis entrando em cena.

    Então, fique sempre de olho nos dados e estatísticas sobre influencers para acompanhar a evolução dessa estratégia. Agora, para entender melhor como as novas gerações se relacionam com influenciadores, leia o nosso artigo para saber como criar estratégias para esse público.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!