Como traçar uma estratégia de SEO para empresa SaaS

seo para saas

Em tempos de computação na nuvem, os clientes não precisam mais baixar programas ou instalar aplicativos. Qualquer tarefa de trabalho pode ser executada online. Essa é a base do SaaS, sigla para Software as a Service (Software como Serviço).

A questão é que já existem muitas marcas no mercado. Para competir no ramo, seu site precisa aparecer no Google e atrair usuários. Uma maneira barata e eficiente de conseguir essa visibilidade é elaborar uma estratégia de SEO e gerar conteúdo relevante para o público.

Neste artigo, você vai descobrir como a otimização para mecanismos de busca é decisiva para empresas de pequeno e médio porte. Continue a leitura e veja como aumentar a clientela da sua empresa de SaaS.

Por que ter uma empresa de SaaS

Quem edita planilhas e documentos de texto no Google Docs não precisa instalar o pacote Office. Usuários do Dropbox dispensam HD externo, pois armazenam seus arquivos na internet.

Esses são apenas dois exemplos célebres de companhias que oferecem software sob demanda. A ideia do público é justamente essa: cortar gastos com equipamentos ou licenças caras de programas de computador.

Os aplicativos são executados pela própria provedora, que garante a estrutura para um serviço estável e seguro. Ao cliente, basta uma conexão de banda larga. As atualizações são automáticas e o acesso ao conteúdo pode ocorrer em qualquer dispositivo – tablet, smartphone ou computador pessoal.

Toda empresa de tecnologia pode oferecer versões SaaS de seus produtos. O importante é investir na infraestrutura, que envolve servidores para comportar o tráfego de dados, por exemplo. O problema é que startups, ao focarem os recursos nessa área, podem acabar ignorando outra área essencial para o sucesso do negócio: o marketing.

A solução está em alternativas baratas de divulgação da marca. É aí que entra o SEO.

Vantagens do SEO para companhias de software

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca. Diferentes técnicas são utilizadas para ranquear a página nos primeiros resultados dos mecanismos de pesquisa, como Google e Bing. Isso eleva consideravelmente a visibilidade e, por consequência, a possibilidade de vendas.

Muitos elementos entram no cálculo do chamado Índice de Qualidade dos sites. Parte deles diz respeito a questões de tecnologia. É o caso da velocidade de carregamento, do uso de hiperlinks internos ou externos e das URLs amigáveis, que facilitam a leitura.

No entanto, os algoritmos também consideram a quantidade de visitantes, o engajamento desses sujeitos e até mesmo a qualidade do conteúdo publicado. A relevância se constrói ao longo do tempo, de acordo com a lógica da cauda longa.

Isso significa menos volume de gente chegando ao site, mas um alcance mais qualificado a públicos específicos. A partir de palavras-chave, baseadas nas pesquisas que as pessoas realizam na web, é possível oferecer informações úteis e tornar-se referência em determinado segmento.

Funciona assim: digamos que sua empresa de SaaS ofereça um gerenciador de tarefas. Esse termo é muito genérico e pode atrair usuários com perfis bastante diferentes entre si. Já “gerenciador de tarefas para agência de marketing” é uma expressão que interessa a um nicho bem delimitado.

Quanto mais precisa a audiência pretendida, mais simples se torna gerar conteúdo para uma estratégia de SEO eficaz.

Como elaborar uma estratégia de SEO

O planejamento serve de base para qualquer etapa de um empreendimento. Sem um plano estratégico, corre-se o risco de desperdiçar dinheiro.

No caso do marketing, os recursos alocados precisam dar algum tipo de retorno – seja conhecimento da marca, seja aumento nas vendas. Tal resposta tem mais chances de sucesso quando se sabe o que fazer e como fazer.

A maior vantagem do SEO está no baixo custo. Porém, isso não significa executar o trabalho de qualquer jeito. Veja por onde começar!

1. Crie personas

Personas são personagens fictícios, mas construídos a partir de dados verdadeiros. O objetivo é imaginar perfis ideais de clientes, que reúnam as características típicas do público-alvo. Dessa forma, pode-se entender melhor a linguagem a ser utilizada e conhecer os canais de comunicação mais atraentes.

Informações como idade, poder de compra, profissão e hábitos dos consumidores ajudam a definir as personas. Uma tática comum é fazer benchmarking e analisar quem interage nas redes sociais da concorrência. Pesquisas de mercado também são bem-vindas. Às vezes, apenas basta enviar um questionário online.

2. Escolha os canais

O perfil dos clientes – ou dos leads, os clientes em potencial – determina os meios de comunicação. Ele pode estar no Facebook, no Instagram ou no Linkedin. E também pode ler notícias no tablet, enquanto se desloca de ônibus para o trabalho, ou se preferir ele pode acessar o conteúdo à noite, em seu computador pessoal.

Saber os horários de acesso e as plataformas mais utilizadas é importante para atrair usuários ao site de sua empresa. Planeje posts regulares para os momentos mais oportunos, aproveitando as dinâmicas de cada formato.

3. Defina palavras-chave

Existem ferramentas pagas e gratuitas que oferecem listas de palavras-chave possíveis. Elas devem ser específicas o suficiente para evitar conteúdo genérico, mas nem tão delimitadas, pois isso gera baixa procura nos mecanismos de busca.

É claro que o volume de tráfego depende do tamanho do seu nicho. O segmento de gestão hospitalar provavelmente desperta menos interesse que administração de minimercados. Por outro lado, uma empresa de SaaS focada em instituições de saúde pode garantir uma renda elevada, mesmo com poucos assinantes.

Independentemente do seu foco, o que interessa é gerar conteúdo relevante para o público. As palavras-chave servem de pauta para perguntas que precisem de respostas ou para problemas que careçam de solução.

4. Invista no conteúdo

A estratégia de SEO está vinculada ao Marketing de Conteúdo. Trata-se de informar e entreter os leads, sem necessariamente oferecer um produto ou forçar uma venda.

Manter um blog sobre tecnologia pode ser pertinente a uma marca de software sob demanda. Aos poucos, a companhia tende a se tornar referência na área, conquistando credibilidade no mercado.

O renome fomenta o boca a boca, mesmo que por vias digitais. Conforme os usuários compartilham os posts com colegas e amigos, a empresa vai ficando conhecida. Assim, cresce a probabilidade de conversão.

SEO para uma empresa de SaaS

Embora o investimento em conteúdo seja necessário, cabe ressaltar que uma empresa de SaaS não é agência de notícias. Em última análise, seu negócio é vender um serviço de software hospedado na web. Portanto, o relacionamento com a audiência deve fomentar a captação de leads e a diminuição do custo de aquisição de clientes (CAC).

Um bom caminho é solicitar o e-mail do usuário em troca de algum material gratuito, como um eBook. O cadastro também pode facilitar o envio de E-mail Marketing, outra ferramenta eficiente para converter leitores do blog em consumidores do produto. Entenda esse fluxo com o passo a passo seguinte:

1. Construa audiência

Mantenha a periodicidade e a qualidade do que você publica. Não basta atualizar o site ou as redes sociais apenas para cumprir tabela. A internet já está saturada de conteúdo ruim e mal escrito.

Devem-se atrair usuários com informações novas e úteis, que atendam aos objetivos do planejamento de SEO e sejam um diferencial competitivo. Se seu público ouve podcasts, aprenda a utilizar essa linguagem de áudio. Se o interesse é por tutoriais em vídeo, mantenha um canal no YouTube.

2. Transforme o público numa comunidade

Marcas com um número considerável de seguidores transformam-se, naturalmente, em referência dentro do nicho de atuação. Apesar disso, a colaboração de influenciadores digitais pode acelerar o processo.

Imagine que sua companhia ofereça uma planilha de estudos voltada a gente que se prepara para concursos públicos. Agora pense num blog popular que dê dicas para concurseiros. Uma parceria com essa página permite atingir muitos leads qualificados numa tacada só.

Outra estratégia é oferecer vantagens aos clientes já conquistados. Gmail, Nubank e Dropbox disponibilizaram convites para que os usuários chamassem outras pessoas a experimentar o serviço. Os clientes dessa última empresa de SaaS ganhavam mais espaço de armazenamento para cada amigo que aderisse.

3. Diferencie o conteúdo

O funil de vendas funciona em três níveis. No topo, estão os visitantes eventuais, que chegam ao post após uma pesquisa nos mecanismos de busca, para tirar uma dúvida qualquer. Quanto mais ao fundo, maior é a interação do indivíduo: as visitas tornam-se frequentes, há comentários nas redes sociais e por aí vai.

Leads qualificados merecem uma atenção ainda mais específica. E-books e webinars são a oportunidade de estreitar laços, oferecer soluções para demandas bem particulares, receber feedback e, enfim, chegar a uma abordagem comercial.

4. Aproveite as estatísticas

O grande trunfo das empresas de SaaS é obter estatísticas precisas sobre a clientela: recursos mais utilizados, horários de pico e até localização geográfica de cada consumidor. Os dados auxiliam a refinar personas e a melhorar o conteúdo para a prospecção de novos leads.

Isso fica claro nos modelos freemium. Dá para mensurar com detalhes, por exemplo, quem são os sujeitos que migram do pacote gratuito (free) para o pago (premium), com mais funcionalidades.

Uma última sugestão é recorrer a serviços como o Google Optimize, que possibilita realizar testes A/B com grupos de leads. Pequenas variações no design e nos textos do site podem ser decisivas para aperfeiçoar a experiência dos usuários e melhorar as taxas de conversão.

Gostou das dicas? Agora que explicamos como o SEO pode ser estratégico para atrair usuários a uma empresa de SaaS, deixe seu comentário e conte-nos o que achou do post de hoje! E não se esqueça de conferir o blog da Orgânica para saber mais sobre Marketing Digital.

Esse texto foi produzido pela Orgânica Digital.

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!