Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 27 de fevereiro de 2020. | Atualizado em 22 de julho de 2020


O Google FeedBurner é um serviço web que faz um upgrade nos feeds RSS de um blog. Assim, é possível conhecer melhor a audiência que consome seu conteúdo nesse formato. Ele oferece estatísticas que incluem a quantidade de inscritos e os conteúdos que estão tendo melhor desempenho.

Engajamento é um dos grandes objetivos em uma estratégia de conteúdo. Afinal, apenas fazer postagens nas redes sociais e adicionar posts ao seu blog não necessariamente traz resultados. As pessoas precisam encontrar tudo isso, interagir com a empresa e vê-la como autoridade em determinada área.

Os blogs ocupam um papel essencial nessa questão, uma vez que eles funcionam como uma central de informações à qual as pessoas recorrem para aprender e se informar. É aí que entram os feeds RSS, uma ótima ferramenta que ajuda os usuários a acompanhar as novidades que você publica.

Embora o WordPress ofereça um recurso nativo de feeds, é importante incrementar suas funcionalidades por meio de outras ferramentas, como o Google FeedBurner. Quer conhecê-lo e entender como ele funciona? Então, continue a leitura.

Você vai passar pelos seguintes tópicos:

O que é o Google FeedBurner?

Google FeedBurner é um serviço online que permite a geração de feeds RSS de forma que beneficia tanto os profissionais de Marketing quanto os usuários.

Criada em 2004, a plataforma foi comprada em 2007 pelo Google, que continuou implementando melhorias até 2012. De lá para cá, ela ainda está disponível, embora seu desenvolvimento tenha sido deixado de lado.

Como o Google FeedBurner funciona?

Quando se cria um blog, a plataforma usada normalmente gera os feeds RSS. O FeedBurner consegue identificá-los e se encarrega de certas melhorias que colaboram para a experiência do usuário e para o trabalho do time de Marketing.

Desse modo, você pode parar de divulgar o feed RSS original do seu site e usar a versão melhorada criada pelo FeedBurner. O serviço dá acesso a métricas que são fundamentais para os profissionais de Marketing.

O Google FeedBurner fornece dados sobre o comportamento dos usuários, o desempenho dos conteúdos, a localização geográfica da audiência, a quantidade de inscritos, entre outras estatísticas.

Como usar o Google FeedBurner?

Em primeiro lugar, acesse o Google FeedBurner para encontrar esta tela – que é minimalista e até um pouco retrô, já que estamos falando de um sistema que não recebe atualizações há um bom tempo.

Acessar Google FeedBurner

Ele orienta você a fazer o seguinte: “Burn a feed right this instant”, ou seja, “Queime um feed agora mesmo”.

Da mesma forma que o fogo pode alterar o formato de um objeto, o FeedBurner queima um feed no sentido de alterar suas características, visando entregar os resultados prometidos: acompanhamento de métricas e melhoria da experiência do usuário.

A frase seguinte pede para digitar o endereço do blog ou do feed. Ou seja, você pode informar diretamente o feed, mas isso não é necessário. Com o endereço do blog em mãos, o próprio FeedBurner pode acessá-lo à procura do que precisa. Nesse caso, a próxima tela vai mostrar se a busca teve sucesso:

Registrar site no FeedBurner

Na tela seguinte, o FeedBurner sugere um título e um endereço para o feed, sendo possível editar essas informações.

Definição de título do feed

Ao clicar em “Next”, o novo feed será criado.

Criação de feed no FeedBurner

Essa tela explica que o FeedBurner aplicou dois serviços ao feed criado, incluindo o de estatísticas, que serve para acompanhar o tráfego. Ao clicar em “Next”, temos mais informações sobre isso:

Acompanhar tráfego do FeedBurner

Nessa tela, podemos ver que o FeedBurner se encarrega de acompanhar, por exemplo:

  • a quantidade de inscritos;
  • quais leitores de RSS estão sendo usados;
  • outros serviços e sites que estão usando seus feeds;
  • a frequência com que as pessoas clicam para acessar o seu site.

Em seguida, o sistema ensina a integrar os feeds ao seu blog, dependendo da plataforma que está sendo usada.

Integrações do FeedBurner

Quais são as vantagens de usar o Google FeedBurner?

Agora que você já conhece o FeedBurner e sabe como usá-lo, vamos dar uma olhada nos benefícios que ele oferece.

Gratuito

Alguns serviços oferecem vários planos, incluindo um gratuito com funcionalidades limitadas. Já no caso do FeedBurner, todos os recursos estão disponíveis gratuitamente para qualquer pessoa ou empresa.

Fácil de usar

Esta é outra característica bem evidente no FeedBurner: ele é fácil de usar. Isso fica claro logo na configuração inicial, que tem um formato de passo a passo, em que cada tela explica tudo o que você precisa saber.

Além disso, o próprio dashboard é simples, contendo apenas as informações essenciais.

Estatísticas

Dados são essenciais em estratégias, já que elas não nascem perfeitas e precisam ser aprimoradas no decorrer do tempo. Por isso, é muito útil saber quantas pessoas estão inscritas no seu feed RSS e acompanhar quantos novos usuários chegam a cada certo período.

Além disso, quando você encontra um conteúdo que está tendo um ótimo desempenho, vale a pena analisá-lo para entender o que ele tem de especial. Insights desse tipo podem ajudar na elaboração de novos conteúdos.

Experiência do usuário

Os feeds RSS tradicionais funcionam no formato XML, que pode não ser interpretado corretamente por alguns aplicativos. Por outro lado, o Google FeedBurner gera versões em HTML, o que beneficia os usuários, permitindo que acessem o conteúdo independentemente do programa ou app que estiverem usando.

Embora seja antigo e seu desenvolvimento tenha sido deixado de lado, o Google FeedBurner oferece informações que são úteis para quem gerencia um blog. Tanto é que ele está disponível até hoje e ainda conta com muitos fãs.

Na página oficial de ajuda, é possível encontrar mais orientações sobre como usá-lo.

Os feeds RSS ajudam a manter os usuários em contato com você, já que facilitam o acompanhamento de novidades no blog, e o Google FeedBurner pode ser um ótimo aliado para essa tarefa.

No entanto, é claro que essa é apenas uma de várias ações que podem fortalecer a presença digital da sua empresa. Por isso, continue se informando sobre o assunto e confira o ebook “Como atrair tráfego para o seu site”!

Como atrair tráfego para o seu sitePowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *