Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 20 de julho de 2020. | Atualizado em 20 de julho de 2020


Está na dúvida entre a internet ou TV para veicular o seu próximo anúncio? Entender a relevância desses meios de comunicação e quais são as necessidades da sua empresa é imprescindível para tomar a decisão certa. Continue lendo este texto e descubra o que analisar para escolher o veículo mais adequado para o seu negócio!

A TV reinou por muitos anos como um dos principais meios de comunicação de massa, sendo responsável por catapultar marcas e produtos ao sucesso. No entanto, com o surgimento de novas tecnologias, como a internet, os telespectadores passaram a utilizar outros veículos para consumir conteúdo. Com isso, optar por internet ou TV é uma dúvida recorrente entre as empresas que desejam investir em ações de divulgação.

Segundo uma pesquisa feita pela NZN Intelligence, 74% dos consumidores brasileiros dá preferência para compras online. Por outro lado, um levantamento feito pelo Ibope mostra que a TV continua sendo o veículo de comunicação preferido de 63% da população.

Os dados acima mostram a importância diversificar os tipos de mídia para ampliar o alcance das ações das marcas — isso porque esses meios podem se complementar. Por exemplo, uma propaganda de TV pode levar a ações que impulsionam a empresa no ambiente online.

Para fazer a escolha certa na hora de investir o seu dinheiro em publicidade é necessário pesar alguns pontos para entender qual meio é mais adequado para o seu negócio e poderá trazer melhores resultados.

Quer saber mais? Confira, neste post, o que considerar para definir os canais de aquisição de clientes! Vamos falar sobre:

  • A evolução da internet e a sua relação com o Marketing Digital
  • O papel da TV nas ações de marketing
  • Fatores a serem considerados para escolher internet ou TV

A evolução da internet e a sua relação com o Marketing Digital

A internet é um veículo relativamente recente, tendo surgido nos Estados Unidos em 1960 e chegado ao Brasil em 1980. Contudo, a sua constante evolução nos faz pensar que se trata de uma ferramenta mais antiga, o que se deve à velocidade com que se transforma e oferece novas possibilidades aos internautas comuns e às empresas.

Em decorrência da sua popularização, a internet tem gerado incontáveis oportunidades para a área do Marketing, o que deu origem ao Marketing Digital — área que trata de ações de comunicação específicas para as plataformas virtuais.

Na atualidade, com a interatividade e vastidão de informações disponíveis na internet, o consumidor deixou de ter um comportamento passivo, passando a ser mais crítico. Agora, ele se relaciona somente com as marcas que têm credibilidade e autoridade no seu mercado de atuação.

Para ser notadas pelos internautas, as empresas precisam investir cada vez mais em conteúdo, o que contribui para atrair novos clientes e gerar confiança a partir do fornecimento de informações consideradas relevantes.

Nesse sentido, uma das estratégias mais utilizadas é a educação do mercado. Com a adoção do Inbound Marketing, as organizações podem se posicionar na web e educar o seu público-alvo sobre o seu nicho de negócio. 

A finalidade dessa ferramenta é esclarecer dúvidas e permitir que o consumidor atinja os seus objetivos por meio do conhecimento oferecido na internet — sem falar que ela também viabiliza a implantação de KPIs para medir o sucesso das atividades executadas.

Portanto, pode-se dizer que o maior impacto trazido pela evolução da internet é a produção e disponibilização de conteúdos específicos para o ambiente online e que sejam capazes de agregar valor para o dia a dia do consumidor.

O papel da TV nas ações de marketing

A TV é classificada como mass media, ou seja, um veículo de comunicação de massa, o que quer dizer que atinge o consumidor em larga escala. Diante disso, continua sendo importante nas ações de marketing mesmo com o aumento dos investimentos em publicidade na internet.

Hoje em dia uma iniciativa comum entre as empresas é lançar as suas campanhas primeiramente na internet e depois na TV. Tal postura evidencia que a opinião dos internautas nas redes influencia a atuação das marcas e é crucial para determinar tendências.

Um dos principais fatores que mantém a TV relevante na área do marketing é o fato de o veículo ter se aperfeiçoado ao longo do tempo, tendo maior capacidade para medir o impacto das suas campanhas sobre o público consumidor. Por outro lado, as mídias digitais ainda têm limitações para verificar a influência da publicidade virtual sobre o usuário.

Além disso, o uso da TV no marketing digital é cada vez mais comum, visto que a maioria dos canais disponibiliza alternativas para interagir com os telespectadores por meio das plataformas virtuais.

O mais apropriado é que a TV e a internet sejam complementares, o que garante resultados mais completos para o marketing das empresas. É possível investir em uma divulgação intensiva na internet e desenvolver uma assistência digital que estimule a interação do público com a marca, por exemplo.

Fatores a serem considerados para escolher internet ou TV

Para saber qual, quando e como cada um destes veículos pode ser usado nas suas campanhas publicitárias, é fundamental colocar na balança as verdadeiras necessidades do seu negócio. Veja o que analisar para tomar uma decisão certeira.

Comportamento do público-alvo

Quem é o seu público-alvo? Qual a faixa etária? Quais hábitos tem? Essas questões são indispensáveis para embasar a sua decisão.

Uma campanha voltada para pessoas mais velhas, que têm dificuldades para lidar com a internet, vai funcionar melhor se for veiculada na televisão.

Já uma campanha para o público adolescente, que está mais conectado e utiliza as redes sociais constantemente, tende a ser mais eficiente quando é divulgada nas plataformas online.

Objetivo da campanha

O objetivo de uma campanha é o ponto de partida para escolher a mídia certa para os seus anúncios. Por isso, verifique qual é a finalidade da campanha, como fazer branding, aumentar as vendas, melhorar o relacionamento com o consumidor ou reposicionar a marca.

Se a ideia é fazer com que o maior número possível de pessoas saiba qual é o novo posicionamento da marca, por exemplo, pode-se optar pela divulgação na TV, que tem um alcance mais amplo.

Mas, se a intenção é fortalecer o relacionamento com os clientes, vale a pena recorrer à internet, que disponibiliza diversas ferramentas interativas, que permitem que o público seja ouvido e que a empresa dê uma resposta rápida.

Alcance desejado para a divulgação

Como se sabe, a TV atinge a população em massa. Desse modo, se a anunciante deseja que a mesma divulgação seja feita para uma cidade ou país, o mais apropriado é anunciar na televisão.

Porém, se o anúncio tem o objetivo de falar com um público extremamente específico, pode-se apostar na publicidade online. Afinal, na internet existe a possibilidade de programar anúncios de acordo com os hábitos de consumo de conteúdo do internauta, a localidade e a idade.

Um exemplo disso é o Facebook Ads, que assegura que as campanhas de uma empresa sejam mostradas diretamente no feed do público-alvo, o que favorece a interação do usuário com a marca.

Orçamento disponível

Os anúncios na televisão são mais caros, variando de acordo com a audiência da emissora. Quanto mais audiência tem um programa de TV, mais caras serão as suas cotas de publicidade. Um anúncio de 30 segundos no horário nobre (das 20h30 às 21h20) de uma emissora que é líder de audiência pode custar cerca de 800 mil reais.

Tal condição faz com que os anúncios de TV sejam mais utilizados pelas grandes marcas, que contam com um orçamento alto para investir em publicidade.

Por sua vez, para as empresas que trabalham com um orçamento limitado a internet mostra-se mais interessante, pois também permite um alcance amplo ou nichado, mas por valores mais em conta. Aqui, o investimento encarece conforme o número de usuários para o qual o anúncio será mostrado.

De fato, fica claro que internet ou TV são meios importantíssimos e eficientes para a veiculação de publicidade. Com os pontos citados anteriormente, você tem mais facilidade para identificar qual é o melhor canal de comunicação para a sua empresa, o que assegura o sucesso da campanha e, consequentemente, o retorno financeiro esperado.

Ficou curioso sobre os valores cobrados para anunciar na TV? Veja agora mesmo a tabela de preço para anúncios nas primeiras emissoras do Brasil!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *