CTA-fale-com-um-vendedor

O que é uma linguagem de programação e quais os tipos existem?

Uma linguagem de programação é um conjunto de símbolos e códigos usados para orientar a programação de estruturas no desenvolvimento da web.

Linguagem de programação

Precisando de conteúdo para sua empresa? Encontre os melhores escritores em WriterAccess!

Saber como funciona uma linguagem de programação e como os relacionamos com ela por meio de softwares nos permite melhorar nossa produtividade e conquistar vantagens competitivas frente a concorrência.

Ao longo dos anos, as linguagens de programação aumentaram seu poder e flexibilidade para executar tarefas complexas exigidas pela inovação e pelas novas tecnologias da informação e comunicação (TIC).

Todas as máquinas e dispositivos requerem uma linguagem de programação para cumprir suas funções. Ao conhecê-la você consegue alcançar seus objetivos em menos tempo. Deseja saber mais? Continue lendo para aprender sobre este tema tão interessante quanto necessário.

Neste artigo você vai ver:

    O que é uma linguagem de programação?

    É uma linguagem formal que, através de uma série de instruções, permite que um programador escreva um conjunto de ordens, ações consecutivas, dados e algoritmos para criar programas que controlam o comportamento físico e lógico de uma máquina.

    Programador e máquina se comunicam por meio dessa linguagem, permitindo especificar, com precisão, aspectos como:

    • quais dados um software deve operar;
    • como esses dados devem ser armazenados ou transmitidos;
    • quais ações o software deve executar, de acordo com cada circunstância variável.

    Para explicar melhor (e com menos palavras), a linguagem de programação é um sistema de comunicação estruturado, composto por conjuntos de símbolos, palavras-chave, regras semânticas e sintáticas que permitem o entendimento entre um programador e uma máquina.

    É importante enfatizar que é um erro comum usar a linguagem de programação e a linguagem de computação como sinônimos. Mas por que não devemos confundi-las?

    Bem, é porque a linguagem de programação obedece a um conjunto de regras que permitem expressar as instruções que serão interpretadas pelo programador. Já a linguagem de computação inclui outras linguagens que formatam um texto, mas não podemos considerá-la uma programação em si mesma.

    Portanto, nem todas as linguagens computacionais são de programação, mas todas as linguagens de programação são computacionais.

    Que tipos de linguagem de programação existem?

    A linguagem de programação é a base para a construção de todos os aplicativos digitais usados ​​no dia a dia e são classificados em dois tipos principais: linguagem de baixo e alto nível. Continue lendo para aprender tudo sobre eles!

    Linguagem de programação de baixo nível

    São linguagens totalmente orientadas à máquina. Esse idioma serve como uma interface e cria um link inseparável entre hardware e software.

    Além disso, exerce controle direto sobre o equipamento e sua estrutura física. Para aplicá-la adequadamente, é necessário que o programador conheça muito bem o hardware. Essa categoria pode ser subdividido em dois tipos. Confira a seguir.

    Linguagem de máquina

    É o mais primitivo dos idiomas e é uma coleção de dígitos ou bits binários (0 e 1) que o computador lê e interpreta e é o único idioma que os computadores entendem.

    Exemplo: 10110000 01100001

    Não dá para entender muito bem o que ele diz, certo? Portanto, a linguagem Assembly nos permite entender melhor a que se refere esse código.

    Linguagem Assembly

    A linguagem Assembly é a primeira tentativa de substituir a linguagem de máquina por uma mais próxima da usada por seres humanos.

    Um programa escrito nessa linguagem é armazenado como texto (como nos programas de alto nível) e consiste em uma série de instruções que correspondem ao fluxo de pedidos executáveis ​​por um microprocessador.

    No entanto, essas máquinas não entendem a linguagem Assembly. Portanto, devem ser convertidas em linguagem de máquina por meio de um programa chamado Assembler.

    Ele gera códigos compactos, rápidos e eficientes criados pelo programador que tem controle total da máquina.

    Exemplo: MOV AL, 61h (atribui o valor hexadecimal 61 ao registro “AL”)

    Linguagem de programação de alto nível

    Elas visam facilitar o trabalho do programador, pois usam instruções que são mais fáceis de serem entendidas.

    Além disso, a linguagem de alto nível permite que você escreva códigos usando os idiomas que conhece (português, espanhol, inglês etc.) traduzindo-os em seguida para o idioma da máquina por tradutores ou compiladores.

    Tradutor

    Eles traduzem programas escritos em uma linguagem de programação para a linguagem de máquina do computador e são executados à medida que são traduzidos.

    Compilador

    Ele permite que você traduza um programa inteiro de uma só vez, tornando-o mais rápido e pode ser armazenado para uso posterior sem a necessidade de uma nova tradução.

    Para que servem as linguagens de programação?

    Em geral, uma linguagem de programação é usada para programar. No entanto, cada um tem um escopo e forma de comunicação diferente.

    Em resumo, o idioma de baixo nível permite a comunicação interna da máquina e cada instrução tem seu código de operação exclusivo.

    A linguagem de alto nível facilita a aquisição das instruções que o programador fornece à máquina. Enquanto o profissional insere dados no idioma conhecido, a máquina os absorve na linguagem de máquina através de tradutores ou compiladores, permitindo:

    • reduzir o tempo de programação;
    • entender mais facilmente a tarefa a ser executada;
    • permitir que o programador se desconecte da operação interna da máquina, entre outros.

    Em outras palavras, a linguagem de baixo nível está próxima das linguagens de máquina, enquanto a linguagem de alto nível está mais próxima da compreensão e da linguagem humana.

    Quais softwares de programação existem?

    Por software de programação entendemos o conjunto de todas as ferramentas que permitem ao programador criar, escrever códigos, depurar, manter e empacotar projetos.

    Conheça a seguir alguns dos diferentes programas pelos quais o projeto deve passar para ser administrado.

    Editores de código ou texto

    Ao escrever os códigos, eles se completam marcando os erros sintáticos e a refatoração.

    Compiladores

    Como mencionado acima, eles convertem o código digitado à linguagem de máquina, gerando um código binário executável.

    Scrubbers

    Eles servem para otimizar o tempo de desenvolvimento e ajudam a corrigir erros por meio do monitoramento da execução de um programa, dos valores de determinadas variáveis e da referência a objetos na memória.

    Linkers

    Este programa pega objetos gerados nas primeiras etapas do processo de compilação e os recursos necessários da biblioteca, remove os processos e dados de que não precisa e vincula o código à referida biblioteca para aumentar seu tamanho e extensão.

    Intérpretes ou tradutores

    Conforme você lê este artigo, o tradutor (ou intérprete) carrega o código digitado e converte as instruções para que o programa possa ser executado.

    IDE

    O IDE (Integrated Development Environment) ou Entorno de Desenvolvimento Integrado, é um aplicativo de computador que fornece uma série de serviços que facilitam a programação de software, como:

    • funções de preenchimento automático;
    • um editor de código fonte;
    • gerenciamento de conexão com banco de dados;
    • integração com sistemas de controle de versão;
    • simuladores de dispositivos;
    • um depurador para acelerar o processo de desenvolvimento de software, entre outros.

    O que é Código Fonte em Linguagens de Programação?

    O código fonte é um conjunto de comandos expressos em linguagem de programação que constituem um software de maneira escrita. Assim, ele funciona com base em uma lista de atividades que o programador estabelece para o sistema executar, no qual cada linha define o que deve ser feito a seguir, seja para um app, site ou qualquer página na web.

    Ele conta com uma linguagem compreensível para todos aqueles que já atuam no setor de tecnologia, ou seja, quem recebe treinamento quanto a um determinado tipo de programação consegue compreender as instruções do código, além de ter capacidade para realizar edições e alterações estruturais.

    Para que o software possa ser lido, o código necessariamente precisa de um processamento e de uma transformação para virar um programa em si. Isso significa que apesar dele indicar as instruções, ele não consegue colocar em prática os comandos que foram estabelecidos.

    Em vez disso, é utilizado uma ferramenta conhecida como compilador para transformar as informações contidas no código fonte em linguagem de máquina.

    Qual é a importância do código fonte?

    Agora que você já sabe o que é e para que serve o código fonte, que tal descobrir a sua importância na linguagem de programação? Então, basta continuar a leitura que explicamos melhor.

    É por meio dele que os softwares recebem as orientações de como devem funcionar. Por exemplo, ele emite vários comandos e funções que instruem o funcionamento de um computador.

    Além disso, é com o código fonte que os desenvolvedores conseguem criar programas, fazer alterações e corrigir falhas.

    Quais as diferenças entre código fonte, objeto e executável?

    Como visto anteriormente, o código fonte armazena todo o conjunto de informações necessárias para que o software funcione conforme a finalidade para qual foi desenvolvida. A transformação do código em um programa exige que ele passe pela compilação.

    Cada linguagem de programação — tais como C++, JavaScript, C# e demais opções do mercado — conta com um compilador específico para efetuar a tradução do código para uma linguagem que a máquina seja capaz de entender.

    Ao executar a compilação o código objeto é gerado. A ideia é que ele faça a conversão das orientações do código entendido pelos programadores, código fonte, para a linguagem que a máquina entende, os impulsos eletrônicos com as instruções ligado e desligado, que também podem ser interpretadas como 0 e 1.

    Além do mais, são gerados diversos arquivos para que ele funcione de maneira adequada e, para esse conjunto de registros, é atribuído o nome de código executável.

    Também é importante destacar que em linguagens de script, tais como o JavaScript, o código fonte não é compilado, portanto, não há um código objeto. Em vez disso, o conteúdo é lido pelo navegador que consegue interpretar e traduzir as informações apresentadas.

    Ainda é possível conferir o código fonte de uma página em HTML por meio de qualquer navegador, pois ela também dispensa o processo de compilação, já que ela é uma linguagem de marcação.

    Desse modo, você precisa apenas acessar o menu do navegador para conferir o código e entender quais comandos ele armazena.

    Conclusão

    Sem a linguagem de programação, a programação seria impossível porque não haveria regras (semânticas e sintáticas), expressões (como a estrutura e o significado de todos os elementos que as compõem) ou uma maneira estabelecida de como programador e máquina deveriam “falar” entre si.

    Além disso, algumas das funções que permitem ao programador criar essa linguagem são: criar um site e fazê-lo funcionar, desenvolver aplicativos para sistemas operacionais e muitos outros.

    Atualmente, o conhecimento e o uso do mundo digital e computacional são duas das principais armas de qualquer empresa.

    Por isso e muito mais, é extremamente importante que você esteja na vanguarda e tenha fome de conhecimento. Se quiser aprender mais leia nosso artigo sobre como usar NGINX!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo no WriterAccess.

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo em WriterAccess.

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Compre conteúdo de alta qualidade com a WriterAccess.

    Tenha acesso a mais de 15.000 freelancers especializados em redação, edição, tradução, design e muito mais, prontos para serem contratados.

    Fale com um especialista e amplie seus resultados de marketing.

    A Rock Content oferece soluções para produção de conteúdo de alta qualidade, aumento do tráfego orgânico e conversões, e construção de experiências interativas que transformarão os resultados da sua empresa ou agência. Vamos conversar.